Rádio Web do Sertão

Anuncie Aqui!

 

Publicidade

 

 

 

Denucie

 

Curta no Facebook

É cada vez mais aparente, o desejo, dos torcedores adversos ao crescimento e desenvolvimento de Flores, quando são movidos pelo desejo incansável de manter o tom do retrocesso, ao desqualificar os investimentos e ações em saúde, como: a garantia, logo no início da gestão, de uma casa de apoio, no Recife, reformas das Unidades de Saúde – USF, entrega de R$ 200 mil, em novos equipamentos, aquisição de tabletes e informatização do trabalho diário dos Agentes de Saúde, entrega de fardamento e aquisição de pulverizadores para os Agentes de Endemias e redução do Índice de Infestação Predial de 14% para 0,9% .

Vale lembrar e reforçar que, os percentuais do LIRA, aferidos nos anos, (2013, 2014, 2015, 2016) indicavam que, Flores enfrentou situações de risco de surto de dengue e em 2017 conseguiu a inédita redução do número de focos do Aedes Aegypti.

E… insatisfeitos com a entrega de um veículo/ambulância que chega para minimizar sofrimentos e oferecer socorro aos que mais precisam dos serviços em saúde – aí sim – de forma irresponsável e desrespeitosa, chegando até mesmo a assegurar um diagnóstico de que, os moradores de Fatima sofrem de doenças degenerativas, dando como exemplo a amnésia.

Ainda é importante ressaltar que, para atender com segurança e conforto a população florense foi necessário a compra, logo de início, de 3 novas ambulâncias – consequentemente iniciado um trabalho de substituição de veículos sucateados por veículos novos.

Ainda pontuamos que, o veículo citado em mais um compartilhamento mentiroso e odioso, revela claramente que, deixaram 3 anos e 11 meses a população de Fátima sem o veículo para o socorro de pacientes, já que os registros nos links mencionados, estão datados em 22 de novembro de 2016, o que atesta a incapacidade de gestão e sim o verdadeiro desrespeito com a população, ao contrário de nossa administração que mesmo sem a transição de governo, e em um ano difícil, marcado pela crise financeira conseguimos em menor tempo, entregar uma nova ambulância ao distrito.

Finalizamos desmascarando mais uma mentira dos assinantes desta notícia maldosa e descabida afirmando que, eles sim enganaram e desrespeitaram os moradores de Fátima, quando em 22 de novembro de 2016, entregaram um veículo que, legalmente deveria estar no hospital municipal, já que o processo licitatório 046/2016 e pregão presencial teve como objeto: a aquisição de 1 (uma) ambulância para Unidade de Saúde Francisco Xavier e não para a Unidade de Saúde do distrito de Fátima, o que não deixa dúvida que eles sim enganaram e desrespeitaram os moradores de Fátima, ao entregar um veículo que, de fato não ficaria lá.

Chefia de Comunicação
Prefeitura de Flores