Estado reforça diálogo com movimentos populares no enfrentamento do deficit habitacional

Durante encerramento da segunda rodada do Pernambuco em Ação, neste sábado, o governador Paulo Câmara ouviu a sociedade civil e movimentos populares

SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE – Na busca de solucionar os desafios habitacionais enfrentados no Estado, o Governo de Pernambuco tem dialogado com a população, trabalhando em conjunto com movimentos populares. Durante o encerramento da segunda rodada do Pernambuco em Ação, realizado neste sábado (08.04), o governador Paulo Câmara ouviu a representantes da sociedade civil e movimentos sociais do Agreste Setentrional e garantiu mais parcerias para combater o deficit  de moradia.

"Só quem tem a sua casa própria sabe a felicidade que isso causa. E uma das formas de garantir o acesso da população à moradia é trabalhando junto com os movimentos sociais. Então, ainda vamos fazer muita parceria através da Secretaria de Habitação", assegurou o governador Paulo Câmara. Secretário da pasta, Bruno Lisboa, destacou o trabalho realizado. "Estamos juntando todos os esforços para buscar soluções para o deficit habitacional", afirmou.

 

O secretário elencou algumas ações que estão sendo realizadas para somar esforços e diminuir o problema. "Nós doamos o terreno, o MTST vai buscar alguns recursos em Brasília, e nós entramos com obras, como, por exemplo, o esgotamento sanitário", completou.

 

Coordenador estadual do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Marcos Cosme, afirmou que, no que diz respeito a soluções habitacionais, o movimento tem sido bastante contemplado. "O governador Paulo Câmara já doou mais de dez terrenos para nós. É um Governo que, ao invés de nos reprimir, apresenta moradia com agenda de soluções", elogiou. Cosme afirmou, ainda que o gestor de Habitação te sido bastante prestativo com o movimento. "O secretário Bruno Lisboa é um parceiro que vem apresentando sempre soluções diante dos grandes desafios que o projeto da moradia apresenta. É um secretário que não fica detectando problemas, mas apontando soluções", afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *