Partidos fecham acordo para votar PEC sobre fim das coligações nesta terça-feira

http://www.gazetadopovo.com.br/ra/mega/Pub/GP/p4/2017/07/16/Republica/Imagens/Vivo/Rodrigo%20Maia-1437.jpg

Em reunião com o presidente em exercício do país, Rodrigo Maia (DEM-RJ), líderes dos principais partidos fecharam acordo sobre o cronograma da reforma política. Neste terça-feira (05), a Câmara votará apenas o primeiro turno da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) relatada pela deputada Shéridan (PSDB-RR), que trata de fim das coligações em eleições proporcionais e adoção da cláusula de desempenho. A votação da parte mais importante — que trata do sistema eleitoral e da criação ou não do Fundo Eleitoral— ficou adiada para a semana do dia 12, Ou seja, apenas na próxima semana, depois do feriado de Sete de Setembro, é que se votará a PEC relatada pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP), que trata do sistema eleitoral e financiamento de campanha.

O líder do DEM na Câmara, deputado Efraim Filho (PB) , disse que a votação começará pela PEC relatada por Shéridan, depois de votarem uma Medida Provisória que voltou do Senado.

O acordo prevê votar apenas o primeiro turno da PEC. Já na próxima terça-feira, haverá a tentativa de se votar a PEC de Vicente Cândido, com a proposta de semidistritão, ou o distritão com legenda, onde a pessoa pode escolher votar no candidato ou na legenda. Os eleitos serão os mais votados diretamente, ou seja, no sistema majoritário, mas os votos dados à legenda partidária serão depois distribuídos pelos eleitos daquela legenda.

Na verdade, segundo os líderes, houve acordo de procedimento e não no mérito. O PP propôs o acordo de votar a PEC da deputada Shéridan e deixar o sistema eleitoral para a semana seguinte. Se no dia 12 o distritão for aprovado, não será necessário votar o segundo turno da PEC relatada pela deputada Shéridan, porque ela trata de fim de coligações no atual sistema eleitoral, que seria substituído. Se a PEC do distritão não for aprovada, os deputados votam o segundo turno da PEC relatada por Shéridan e garantem que algo foi aprovado neste processo.

Também fizeram acordo de que à noite será realizada a sessão do Congresso para a votação da meta fiscal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *