Monthly Archives: outubro 2018

Paulo Câmara sanciona lei que torna a capoeira Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Pernambuco

A sanção da Lei, realizada no Palácio do Campo das Princesas, nesta quarta-feira, valoriza e 
reconhece a importância da manifestação cultural
 
Bem cultural caracterizado como jogo, luta e dança, a capoeira é, agora, Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Pernambuco. O governador Paulo Câmara sancionou a lei, nesta quarta-feira (31.10), no Palácio do Campo das Princesas, como forma de fortalecer os laços da cultura e da educação e perpetuar a importância da manifestação cultural na vida dos pernambucanos. O Projeto de Lei nº 1709 de 7 de dezembro de 2017 foi de autoria do deputado estadual Zé Maurício. O texto da lei será publicado no Diário Oficial do Estado de amanhã (1º de novembro).
 
“Fiz questão de sancionar essa lei pela importância do tema e por termos mais um patrimônio consolidado aqui em Pernambuco. Agora, vamos poder levar a capoeira para mais longe. Sabemos da importância da educação e da formação dos nossos jovens. A formação envolve atividades esportivas e culturais, e a capoeira representa isso. Vamos levar essa manifestação cultural para as nossas escolas e dar condições de nossos jovens conhecerem, se aprofundarem e se interessarem para que ela faça parte da vida deles. Queremos desenvolver atividades que tragam o bem e a capoeira faz exatamente isso”, ressaltou o governador Paulo Câmara.
 
Autor do projeto, o deputado Zé Maurício explicou que a proposta foi levada em consideração, primeiramente, pela importância cultural no Estado. “Sabemos que a capoeira tem uma forte incidência sobre a população pernambucana. Antigamente, a capoeira era marginalizada. Hoje, ela é reconhecida como um esporte tanto cultural como também musical. Em decorrência de todo esse processo, começamos a estudar para tornar a capoeira um bem imaterial cultural de Pernambuco. Em 2008, ela foi reconhecida pelo Iphan; em 2014, pela Unesco e, agora, com essa lei, ela será um bem imaterial de Pernambuco”, afirmou o parlamentar.
 
Contramestre de capoeira e pesquisador da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Henrique Kohl, mais conhecido como Tchê, relatou que a valorização da capoeira é uma demanda heterogênea acumulada historicamente e que chega para reconhecer a dimensão identitária do bem cultural no Estado de Pernambuco. “Essa lei vem para valorizar uma capoeira que chega a inúmeras esferas sociais, uma capoeira que estabelece relações horizontais, que tem dimensões educativa, inclusiva e cidadã muito fortes”, destacou o pesquisador, que presenteou o governador com um exemplar do livro Educação e Capoeira, de sua autoria.
 
Em nome dos mestres, contramestres e professores presentes, o Mestre Coca Cola agradeceu ao governador Paulo Câmara e frisou que a capoeira, a cada ano que passa, vem sendo mais reconhecida. “Nos sentimos honrados por estarmos vivendo esse momento. A cada ato como esse de que participo, me vejo saindo um pouco da senzala. A capoeira ainda está muito deslocada devido às consequências da sociedade, porém, cada dia mais, vamos saindo dessa realidade”, frisou. 
 
Estiveram presentes na solenidade, o deputado estadual Nilton Mota; o ex-deputado e ex-prefeito Severino Cavalcanti; os mestres de capoeira Galvão, Peu, Macarrão e Dendê; os contramestres Melodia e Topeira; e o professor Cajueiro.
 
Fotos: Roberto Pereira/SEI

Cemitérios de Sertânia passam por serviços de manutenção

Centenas de pessoas deverão comparecer aos cemitérios do município de Sertânia na próxima sexta-feira, dia 02 de novembro, Dia de Finados. Por isso o Governo Municipal, através das Secretarias de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana e Infraestrutura e Projetos Especiais, realizou trabalhos que promoveram melhorias nos cemitérios da sede, distritos e povoados.

Os locais receberam serviços de limpeza e pintura, as comunidades beneficiadas foram: Umburanas, Várzea Velha, Caroalina, Rio da Barra, Albuquerque Né, Algodões, Moderna, Cruzeiro do Nordeste, Henrique Dias e Maniçoba.

No cemitério de Umburanas está sendo implantado sistema de iluminação e nos cemitérios de Moderna, Henrique Dias e Pernambuquinho estão sendo feitas melhorias na rede de luz já existente. Os locais passam regularmente por trabalhos de preservação.

Petrolina: Miguel Coelho sanciona lei para criar novas escolas em tempo integral

Com a meta inicial de criar dez escolas até 2020, o projeto que institui o Programa Municipal de Educação Integral (ProMEI) foi sancionado pelo prefeito Miguel Coelho nesta segunda-feira (29). A iniciativa visa criar uma política pública permanente para manter as crianças por mais tempo nas salas de aula, com mais qualidade no aprendizado e redução na evasão escolar.
A Lei Municipal 3.108 estipula nessas novas escolas uma carga horária de 9 horas, divididas em aulas de 50 minutos, além dos períodos para refeição e descanso. O conteúdo de ensino seguirá a Base Nacional Comum Curricular. O ProMEI ainda pretende adotar nas salas de aulas novos métodos para facilitar o ensino com uso de tecnologia.
Segundo Miguel Coelho, a Prefeitura de Petrolina já deve implantar as duas primeiras escolas em tempo integral no próximo ano. “Já temos a melhor educação de Pernambuco entre as cidades com mais de 100 mil habitantes. Mas o petrolinense sempre exige mais e queremos ser referência nacional. Acredito que com esse programa municipal vamos avançar ainda mais, com duas escolas já no próximo ano e até 2020, dez unidades em vários bairros de Petrolina”, destaca o prefeito.
Atualmente, a rede municipal conta com 80 unidades escolares do ensino fundamental. Apenas uma delas é integral, a Escola Domingos Sávio, no bairro Gercino Coelho, que foi criada ainda gestão do ex-prefeito Fernando Bezerra.

Principais promessas de Bolsonaro dependem de aprovação no Congresso; saiba quais são

Por G1

O presidente eleito Jair Bolsonaro(PSL) precisará conseguir a aprovação do Congresso Nacional para cumprir parte de suas principais promessas de campanha, como flexibilizar a posse de armas de fogo, reduzir o número de ministérios e privatizar estatais.

A eleição de 2018 deu uma bancada forte para Bolsonaro na Câmara dos Deputados. O partido dele, o PSL, elegeu 52 deputados – a segunda maior da Câmara. O DEM, legenda que tem se mostrado mais próxima do presidente eleito e que deve comandar a Casa Civil com Onyx Lorenzoni, terá 43.

Juntas as duas legendas somam 95 deputados, ou 19% da Casa. Por outro lado, 148 deputados de 8 partidos devem fazer oposição ao presidente – entre eles o PT, que elegeu a maior bancada: 56.

No Senado, o PSL elegeu 4 e o DEM, 6. Juntos, têm 10 senadores, 12% do total.

Além da composição do Congresso, a distribuição de cargos no Executivo também é uma das formas usadas para consolidar a base de apoio de governo. Porém, durante a campanha, Bolsonaro repetiu diversas vezes que não trocaria a concessão de cargos no governo por apoio político.

“Acho difícil. A racionalidade política no Brasil tem feito com que todos os presidentes da República façam uma composição de governo, ou seja, traga quadros dos mais diferentes partidos para poder ter maioria parlamentar”, afirma Marco Antônio Teixeira, coordenador do curso de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Veja o que é preciso para que cada promessa de Bolsonaro seja cumprida:

  • Flexibilizar as regras para posse e porte de armas de fogo

Na campanha, Bolsonaro prometeu “reformular” o Estatuto do Desarmamento, que estabelece regras para posse e porte de armas no país. “Reformular o Estatuto do Desarmamento para garantir o direito do cidadão à legítima defesa sua, de seus familiares, de sua propriedade e a de terceiro”, diz o plano de governo do presidente eleito.

Bolsonaro não detalhou o que pretende mudar na lei. Mas, para fazê-lo, precisará da aprovação de um projeto de lei no Congresso.

No ano passado, alguns projetos que flexibilizam o estatuto do desarmamento avançaram no Congresso. Um dos que tramitam na Câmara é o 3.722/2012 do deputado Peninha (MDB-SC), que foi reeleito.

No Senado, o projeto de lei 378/2017, de Wilder Morais (DEM-GO), que não se reelegeu, está pronto para análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania.

  • Reduzir a maioridade penal

O programa de governo de Bolsonaro prevê a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Na campanha, o então candidato admitiu a possibilidade de reduzir para 17 anos.

Nos dois casos, é necessária a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que exige o apoio de 3/5 dos parlamentares – tanto na Câmara como no Senado, e em duas votações.

Uma PEC que reduz a maioridade de 18 para 16 anos em caso de crime hediondo foi aprovada pela Câmara dos Deputados em agosto de 2015. Desde então, está parada no Senado.

  • Acabar com as saídas temporárias de presos e progressão de pena

Bolsonaro prometeu, durante a campanha, acabar com as saídas temporárias de presos e com as progressões de pena.

“O ser humano só respeita o que ele teme. E nós temos que mostrar para o ser humano que, se ele cometer um crime, ele vai pagar e, no que depender de mim também e do Parlamento, obviamente, não teremos progressão de pena, muito menos ‘saidões'”, afirmou, em 13 de outubro, no Rio de Janeiro.

Para extinguir os benefícios, Bolsonaro teria de alterar a Lei de Execuções Penais, o que depende da aprovação do Congresso.

  • Acabar com audiências de custódia

As audiências de custódia começaram a ser aplicadas no Brasil em 2015, incentivadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Naquele ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) havia decidido que o Tribunal de Justiça de São Paulo poderia regulamentar a prática, mesmo sem manifestação do Congresso, e que o CNJ deveria fazer o mesmo em todo o país.

Ministério das Cidades vai acabar, diz presidente do PSL

Por  AE
Luciano Bivar afirmou que o novo governo vai mudar a forma de interlocução com os prefeitos e governadores e, por isso, a pasta não terá mais serventia
Reconduzido à presidência do PSL, o deputado federal eleito por Pernambuco e fundador da sigla, Luciano Bivar, disse nesta terça-feira (30) que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, vai extinguir o Ministério das Cidades.
Em entrevista à Rádio Jornal, no Recife, Bivar afirmou que o novo governo vai mudar a forma de interlocução com os prefeitos e governadores e, por isso, a pasta não terá mais serventia. O Ministério das Cidades foi criado em 2003, no primeiro ano do governo Lula (PT).
“O Ministério das Cidades vai acabar. Vamos fazer uma linha direta com as cidades e os Estados”, declarou.
Presidência da Câmara
Bivar defendeu a possibilidade de a presidência da Câmara ser disputada pela sigla, ao contrário do que recomendou Bolsonaro. Na entrevista à Rádio Jornal, o futuro parlamentar, que voltou ao comando do PSL, não descartou ser o nome da legenda para a eleição do comando da casa.
“Acho que esse é um assunto que devemos colocar em pauta. É claro que a opinião do Bolsonaro é uma diretriz, mas é um assunto que a gente ainda não discutiu na bancada”, afirmou.
O PSL tem, por enquanto, a segunda maior bancada federal com 52 parlamentares, mas com expectativa de crescimento, absorvendo membros de partidos que não cumpriram a cláusula de barreira. O PT é o que mais tem número de assentos, com 57 deputados.
Bivar também discordou da ideia defendida na campanha por Bolsonaro em relação ao fim da reeleição. Ele disse que se for “uma renúncia pessoal do Bolsonaro” será uma “atitude louvável”, mas alterar a Constituição Federal ele tem “restrições”.

Petrobras anuncia redução de 6,2% no preço da gasolina na refinaria a partir de quarta

A Petrobras anunciou que reduzirá os preços da gasolina em 6,2% nas refinarias a partir desta quarta-feira (31), no maior corte percentual já anunciado pela estatal desde o início de sua sistemática de reajustes diários, em julho do ano passado. Com a alteração, o preço médio do produto nas refinarias cairá para R$ 1,8623 por litro, conforme informações no site da estatal. Desde o dia 24 de outubro, o preço médio vinha sendo mantido em R$ 1,9855. Com o novo reajuste, preço cobrado nas refinarias passa a ser o mais baixo desde 27 de junho (R$ 1,8783).

A redução do preço da gasolina acontece em meio ao recuo nos preços do petróleo e do dólar nos últimos dias. O dólar acumula queda de mais de 8% ante o real na parcial de outubro. Os contratos futuros do petróleo estão caindo, pressionados pelas preocupações de que a disputa comercial entre os Estados Unidos e a China possa prejudicar o crescimento econômico e por sinais de aumento na oferta global, apesar das sanções contra o Irã.

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior periodicidade, inclusive diariamente, refletindo sobretudo o preço internacional do barril de petróleo e o câmbio. Em setembro, a Petrobras anunciou a adoção de mecanismos de hedge, o que permite à companhia segurar os valores do produto nas refinarias por até 15 dias, evitando volatilidades para os consumidores.

Diesel

Os novos preços do diesel entram em vigor nesta terça-feira (30). Os preços caíram até 10,44% e variam de acordo com a região. Os novos valores valem até dia 28 de novembro. Pela nova tabela divulgada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a maior queda será na região Nordeste, de 2,76%, com o preço do litro passando de R$ 2,3203 para R$ 2,0780, queda de 10,44%. Na região Norte, a queda ficou em 10,42%, passando de R$ 2,2897 para R$ 2,0510.

No Sudeste, os preços caíram 9,95%, passando de R$ 2,3902 para R$ 2,1523. No Sul o preço passa de R$ 2,3737 para R$ 2,1359, queda de 10,02%. E no Centro-Oeste recuou 9,62%, de R$ 2,4719 para R$ 2,2340. Com o recuo, a Petrobras passa a cobrar das distribuidoras R$ 2,1228 pelo litro do diesel a partir desta terça. Desde 30 de setembro, este valor estava fixado em R$ 2,3606. O diesel passou a ser subsidiado pelo governo após a greve dos caminhoneiros.

Congelamento

O preço de comercialização do diesel para a Petrobras e outros agentes que participam do programa, incluindo alguns importadores, foi congelado em junho a R$ 2,0316 por litro, após o governo fechar um acordo com caminhoneiros para encerrar os protestos que paralisaram o país em maio. No final de agosto, tiveram sua primeira atualização, com alta de até 14,4%.

A segunda atualização, no final de setembro, trouxe uma segunda alta nos preços de referência, porém mais modesta, de até 2,76%. A nova metodologia vale até o fim do ano, quando termina o prazo previsto em lei para a concessão da subvenção ao diesel. O governo prevê gastar R$ 9,58 bilhões até o final do ano com o subsídio ao diesel.

Preço nos postos caiu na semana passada

Os preços da diesel e do etanol encerraram a semana passada em alta, enquanto o da gasolina teve leve queda, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O preço ao consumidor da gasolina caiu depois de oito altas seguidas – média de R$ 4,723, queda de 0,04% na comparação com a semana anterior. O diesel subiu 0,24%, para R$ 3,721. Já o preço do etanol avançou 1,36%, para R$ 2,983. No acumulado do ano, o preço da gasolina subiu 15,22%, do diesel avançou 11,88%, e do etanol registrou aumento de 2,44%.

Fonte: G1

Ampliação do presídio de Palmares possibilita mais de 500 novas vagas

A ordem de serviço foi assinada hoje (30) na prefeitura do município

Na tarde desta terça (30 de outubro) foi assinada a ordem de serviço para a ampliação do Presídio Rorinildo da Rocha Leão (PRRL), em Palmares, na Zona da Mata Sul. A assinatura faz parte das diversas ações que o Governo de Pernambuco vem realizando com o intuito de reduzir a superlotação nas unidades prisionais do Estado. O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico; o executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues; o prefeito de Palmares, Altair Bezerra da Silva Júnior, e representantes da Alcance Engenharia e Construção assinaram o documento que formaliza o início das obras.

Atualmente, o PRRL possui capacidade para 74 detentos e ganhará, após a ampliação, 532 novas vagas do regime fechado, destinadas ao gênero masculino. “Todo preso tem validade, tem um dia que entra, mas tem um dia que ele vai sair, é importante trata-lo com respeito, urbanidade e oferecer as condições mínimas de funcionalidade ao nosso sistema para que ele possa sair melhor”, afirmou o secretário Pedro Eurico. Ele citou a educação e a empregabilidade como os principais pilares para a ressocialização.

 O projeto ocupa uma área aproximada de 8.200 metros quadrados onde serão implantados três módulos de vivência coletiva, dois com capacidade para 200 vagas, cada, e uma que comporta 132 detentos. Os módulos possuirão área de distribuição de alimentos, salas para agentes penitenciários, pátio para banho de sol, sanitários para visitantes e refeitório coletivo. A mão de obra e aquisição de materiais de construção são provenientes da região de Palmares. O recurso, no valor R$ 9.980.000,00 é oriundo do Tesouro Nacional com repasse financeiro do Fundo Penitenciário Nacional. O prazo de execução vai de 12 a 18 meses. Atualmente, o estabelecimento prisional registra 74 vagas e totalidade em torno de 770 detentos, provenientes de municípios vizinhos.

OUTRAS VAGAS – Encontra-se em funcionamento, desde março de 2018, a unidade 1 do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga (CIR 1), com capacidade para 1.000 vagas do regime fechado. Em 2016, a Penitenciária de Tacaimbó começou a funcionar com 676 novas vagas. Já o Presídio de Santa Cruz do Capibaribe foi inaugurado em 2015 com capacidade para 186 reeducandos.

Fotos: Divulgação/SJDH

Mercado com grandes expectativas para a 1° Hairvale em Petrolina; estimativa é de 7 mil visitantes

De olho no crescente mercado de beleza que fatura mais de R$ 38 bilhões por ano, Petrolina (PE) finalmente vai entrar no top trends das cidades que sediam as maiores feiras do segmento no país. Entre os dias 10 e 12 de novembro, acontecerá no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, a 1ª Feira de Beleza do Vale do São Francisco – HairVale, que deve atrair cabeleireiros, manicures, maquiadores, esteticistas, consultores, lojistas, fabricantes, distribuidores, além de 150 marcas conhecidas.

Segundo a coordenação da HairVale, 7 mil pessoas visitarão os estandes durante os três dias de evento, que terá o apoio da prefeitura, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Instituto Embelleze. O setor de higiene pessoal, perfumaria e cosmético é o segundo maior em consumo no Brasil, e a cada dia ganha mais adeptos, seja feminino ou masculino. Em Recife, por exemplo, a feira mãe HairNor 2018 atraiu em agosto 52 mil visitantes, alcançando o resultado recorde de R$ 26 milhões em negócios. Petrolina segue na mesma expectativa.“A cidade tem um raio de influência de 400km, o que dá cerca de 4,5 milhões de habitantes. Ou seja, um número de consumidores muito grande. Por isso, acreditamos que a HairVale deve gerar R$ 4,5 milhões em vendas para o município”, explica a coordenadora do evento, Bruna Miranda, ao lembrar a influência do mercado de cosmético no PIB nacional, que em 2018 terá um aumento de 3,8% e atingir o patamar de R$ 106 milhões líquidos.

Parte do sucesso antecipado da HairVale, porém, também se deve a um esforço coordenado envolvendo inclusive o Sebrae, como bem lembra Bruna. Com três estandes ambientes no evento, a entidade terá um Salão da Norma, que vai repassar orientações técnicas sobre gestão de negócios de beleza e normas municipais; um Espaço Tendência, apresentando as novidades do segmento; e um Espaço Sebrae, com exposições e vendas de equipamentos, móveis, produtos e instrumentos de trabalho para salões a preços acessíveis.Além disso, será realizado na feira o workshop ‘Método de Gestão Financeira Fácil para Espaços de Embelezamento’, que deve trazer de São Paulo o palestrante, Ricardo Oliveira, para ensinar aos participantes as várias formas de organização das finanças, no âmbito da Beleza, visando o azul em 2019.  Uma situação que pode ser alcançada com a ajuda ainda da Agência Municipal do Empreendedor (AGE), que durante a feira vai financiar empreendedores com linhas de créditos de até R$ 10 mil, com juros de 1% ao mês e prazos de até 10 meses para o pagamento.

HairNor

Maior fórum de atualização do setor da beleza no Nordeste, a HairNor conseguiu em seis edições mobilizar mais de 352 mil pessoas. Em agosto deste ano, 150 caravanas de vários municípios e de outros estados lotaram os corredores do evento no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, colaborando assim para a antecipação das reservas de espaço de 70% dos expositores, que já estão confirmados para a HairNor 2019. “Esperamos que aconteça o mesmo com a 1ª HairVale”, concluiu Bruna Miranda.

Maiores informações: (81) 34676572 e através do site www.hairvale.com.br.

Shopping de Igarassu gera mil novos empregos

Governador Paulo Câmara participou, nesta terça, do empreendimento que vai movimentar a economia do Litoral Norte

IGARASSU – O governador Paulo Câmara participou, na manhã desta terça-feira (30.10), da solenidade de inauguração do Shopping Igarassu, o mais novo e moderno espaço comercial do Litoral Norte pernambucano. Localizado no centro da cidade, o mall possui uma área construída de 8,6 mil metros quadrados e capacidade para 75 lojas, 12 quiosques, cinema com salas 2D e 3D e estacionamento para 260 veículos. Com um investimento de R$ 50 milhões, o empreendimento deve gerar cerca de mil empregos diretos e indiretos na região.

“Eu fico muito satisfeito de vir a Igarassu e inaugurar esse shopping, uma construção moderna e bem feita, e que é um símbolo da determinação das pessoas em acreditar que vale a pena investir em Pernambuco. Estamos dando, mais uma vez, um exemplo ao Brasil na atração de empreendimentos como esse, mesmo em período de crise. Empreendimentos que são indutores do desenvolvimento. E é isso que a gente quer nos próximos quatro anos: induzir desenvolvimento, gerar emprego e renda e melhorar a vida do nosso povo”, frisou o governador.
Paulo ainda destacou o crescimento da região nos últimos anos. “A gente viu o desenvolvimento dessa região com a chegada de tantas indústrias. Hoje, Igarassu e Itapissuma têm um polo consolidado de bebidas, e isso é fundamental. Fora o setor de serviços, de logística e tantas empresas que aqui já se instalaram e outras que querem se instalar. Sabemos que essa crise não está sendo fácil para os brasileiros, mas a gente vem construindo em Pernambuco alicerces importantes que já estão dando frutos. Igarassu é um exemplo disso, hoje, trazendo esse empreendimento”, pontuou.

O presidente do Grupo Saunders, Edward Saunders, salientou que o shopping foi uma importante e sonhada conquista, e que o Grupo ainda planeja novos empreendimentos para a cidade. “Nosso desejo é que esse centro de compras incentive outras pessoas e empresas a empreender lucrativamente, gerando empregos e receita para o município de Igarassu e para o Estado de Pernambuco. Posso adiantar que o nosso Grupo tem outro projeto, ainda em estudo, para a cidade, possivelmente tão ousado quanto o desse shopping”, ressaltou.De acordo com o superintendente do mall, Eduardo Godoy, a expectativa é de que, com todas as operações em funcionamento, o shopping tenha um faturamento anual de R$ 100 milhões. “Nesse momento, temos 53% da área bruta já ocupada. Geramos cerca de 200 empregos durante a construção, e a nossa expectativa é gerar novas oportunidades, a partir das novas locações. Estamos tentando atender a demanda desse crescimento industrial do Litoral Norte”, afirmou Godoy.

Também presente na solenidade, o prefeito Mário Ricardo comemorou a chegada do novo polo comercial. “Hoje, nós estamos vivendo um momento extremamente importante para nossa cidade. Esse shopping não é apenas um centro comercial, ele é um ponto de encontro dos pernambucanos do Litoral Norte, das pessoas de Araçoiaba, Itapissuma, Itamaracá, Abreu e Lima e Goiana”, disse.ESTRUTURA – Pensando na sustentabilidade, a construção do equipamento fez uso do aproveitamento de água da chuva e de iluminação natural; além de acessibilidade, contando com rampas, escadas rolantes e elevadores em pontos estratégicos. As três salas de cinema serão operadas pela Moviemax e cada uma terá capacidade para 170 pessoas, em média. O shopping contará também com os serviços do Detran, lotérica, bancos 24 horas e clínica odontológica. A praça de alimentação, com 280 lugares, terá, entre outras operações, os restaurantes Capilé e Laça Burguer, e, na sequência, Pizzaria Atlântico e Subway, entre outras.

O shopping terá, ainda, operações em quiosques da McDonald´s, Açaí Concept e Café Santa Clara. Entre as marcas já definidas estão também a Americanas, Casas Bahia, Emanuelle, Império Móveis e Eletro. Estiveram presentes no evento os secretários estaduais Marcelo Barros (Fazenda) e José Neto (Chefe de Gabinete); o prefeito de Araçoiaba, Joamy Alves; a vice-prefeita de Igarassu, Professora Elcione; o presidente da Câmara Municipal de Igarassu, Elvis Henrique; o presidente da Associação Comercial de Igarassu, Charles Roger; e a coordenadora de serviços do BNDES, Juliana Pessoa.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI