Palestra sobre classificação linear de vacas leiteiras na Estação de São Bento do Una

Produtores de leite e técnicos participaram de palestra sobre classificação linear de vacas leiteiras na Estação Experimental de São Bento do Una, do Instituto Agronômico de Pernambuco, na terça-feira (09). A palestra foi ministrada por Pedro Guimarães, médico veterinário ,e superintendente adjunto do serviço de registro genealógico da Associação Paranaense de Criadores de Gado Holandês.

A classificação linear tem como objetivo avaliar a morfologia da vaca leiteira e com isso a  funcionalidade. São atribuídas pontuações numa escala de 1 a 9 para as principais características de: garupa, pernas/pés, sistema mamário e força leiteira. A pontuação máxima é 97 pontos. Sendo ainda classificadas em: Bom, Muito Boa e Excelente.

A vaca, a ser avaliada, deverá estar em lactação, pois o sistema mamário responde por 40% da pontuação. Na oportunidade, os rebanhos do rebanho Holandês do IPA foram classificadas obtendo uma pontuação média de 82 pontos e classificação B+. O IPA ainda teve uma vaca classificada com Excelente 91 pontos, o a IPA Fogaça Atwood F-47, sendo a primeira vaca Holandesa de linhagem IPA a obter essa classificação. A classificação linear constituem uma importante ferramenta de melhoramento, pois nos possibilita selecionar os melhores animais leiteiros e ainda identificar os principais pontos a serem corrigidos no rebanho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *