Monthly Archives: janeiro 2019

Emoção marca primeiro embarque do programa Ganhe o Mundo de 2019

Governador acompanhou o embarque dos estudantes. Ao todo, 85 alunos da Rede Pública Estadual seguirão para os Estados Unidos e Espanha ainda esta semana

 
Receber uma oportunidade de amadurecer nos aspectos pessoal e profissional, estudando em outro país, é um dos princípios do programa Ganhe o Mundo, que nesta semana promove o embarque de mais 85 alunos da Rede Pública Estadual para o exterior. Nesta quinta-feira (17.01), o governador Paulo Câmara acompanhou o primeiro embarque do ano, e classificou como extremamente gratificante o fato de poder proporcionar a realização desse sonho para tantos estudantes pernambucanos.
 
“Esses jovens já saem daqui falando inglês, mas vão para lá aperfeiçoar o idioma. Vão ter convivência com uma cultura diferente, conectados com o que está acontecendo no mundo, e eu tenho certeza que essa experiência vai ser muito importante na formação deles”, afirmou o governador.
Os intercambistas são moradores da Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata e Agreste do Estado, e estudarão durante um semestre letivo no exterior. Os alunos do ensino médio cursarão a High School em escolas de cidades de várias regiões dos Estados Unidos, como Kansas, Alabama, Texas, West Virginia, Michigan, Nevada, Illinois, Pensilvânia, Washington e Califórnia. “É um trabalho bem interessante, são 37 que estão indo para 14 estados diferentes dos Estados Unidos. Não vão para um local só, tem gente indo para a Califórnia, de um lado, para a Virginia, do outro, e estamos muito felizes com o embarque de hoje”, comemorou o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.
 
Ele adiantou que a próxima edição do programa trará novidades. “Na edição 2019, com certeza vamos manter os nossos atuais mil e quarenta e cinco intercambistas, sendo mil do nosso Ganhe o Mundo tradicional e mais os estudantes que participam do Ganhe o Mundo musical e do Ganhe o Mundo esportivo. Mas devemos ter novidades, em breve estaremos anunciando”, disse Fred Amâncio. Além dos 37 alunos da Rede Pública Estadual que viajaram na tarde desta quinta-feira, outros 48 estudantes embarcarão para a cidade de Málaga, na Espanha, nesta sexta-feira (18.01) e no sábado (19.01).

Bernard Farias, de 16 anos, aluno da EREM de Belo Jardim, município do Agreste Central, sonha em ser médico. Para ele, a experiência vai acrescentar muito ao currículo, mas já tem mudado a vida pessoal. “Não consigo descrever o amadurecimento que ganhamos nessa experiência por enquanto, mas consigo vislumbrar junto com o que tem acontecido: nós aprendemos a lidar com nossas emoções, aprendemos tantas coisas durante esse percurso e tudo isso graças ao Governo do Estado”, afirmou.

 
A expectativa tomava conta de todos os estudantes no momento do embarque. Com Nicole Batista Dantas, porém, a situação era ainda mais especial. Ela deixou o Rio Grande do Norte, onde morava, em busca de uma educação de qualidade nas escolas da Rede Pública Estadual de Pernambuco. Aluna da ETE Porto Digital, ela aguardava por esse momento há meses, e já planejava como será o seu intercâmbio. “Eu acho que primeiro vamos aprender a ser mais independentes, porque vamos sair de perto da família, aprender a nos virar sozinhos. Você tem que falar outra língua, então isso te força a melhorar o idioma. Além disso, vamos conhecer um país que é muito desenvolvido em questão de tecnologia”, explicou. Nicole sonha em estudar engenharia mecatrônica ou aeroespacial.
 
FOTOS: Heudes Régis/SEI

Secretário de Desenvolvimento Agrário recebe demandas dos produtores de leite do Estado

O secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, recebeu, nesta quinta-feira (17), uma comissão de produtores de leite para discutir as demandas do setor. Entre as principais queixas está a compra de leite em pó pelas indústrias de laticínios instaladas no Estado, além dos pedidos de maior acesso ao melhoramento genético do gado e à palma resistente à cochonilha, ambos desenvolvidos pelo IPA; ampliação da assistência técnica ao produtor, melhoria da infraestrutura viária, incentivo rural e a política de incentivos fiscais.

“Há um decreto federal que permite a utilização de até 100% de leite em pó pela indústria, o que prejudica os produtores locais, explicou o presidente do Sindicato dos Produtores de Leite (Sinproleite), Saulo Malta, acrescentando que há informações que mesmo algumas indústrias incentivadas pelo Prodepe estão descumprindo a obrigatoriedade da compra de 50% de leite fluido dos produtores do Estado. Além de Saulo, estiveram presentes no encontro o presidente da Certificação do Queijo Coalho do Agreste Pernambucano (CQP), Romildo Albuquerque; o presidente da Associação Brasileira dos Criadores Caprinos (APCC), Arlindo Ivo; o presidente da Sociedade Nordestina de Criadores (SNC), Emanuel Rocha; o diretor presidente da Adagro, Paulo Roberto de Andrade Lima; o prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo, e os deputados estaduais Claudiano Martins e Aglaílson Victor, além de cerca de 40 produtores de leite.O secretário Dilson Peixoto se comprometeu com os produtores a encaminhar as demandas internas da Secretaria e suas vinculadas e levar ao governador e demais secretários as reivindicações recebidas que são ligadas a outras pastas. “Em relação ao leite em pó, vamos procurar a bancada federal e os senadores do Estado, o governador e a representação dos produtores para discutir essa questão com o Governo Federal”, antecipou.

Dilson lembrou que o apoio ao pequeno produtor rural e à agricultura familiar é uma das principais metas estabelecidas pelo governador Paulo Câmara para a pasta de Desenvolvimento Agrário. “Vamos procurar a AD Diper para retomar, com urgência, os trabalhos da Câmara Setorial do Leite e trabalhar junto com os produtores para dinamizar a atividade”, afirmou o secretário ao final do encontro.

Prefeitura de Serra Talhada homologa resultado do Concurso Público 2018

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, homologou, na manhã desta terça-feira (15), o resultado do Concurso Público da Prefeitura Municipal, realizado no mês de setembro de 2018. A convocação dos aprovados acontece a partir desta sexta-feira, 18 de janeiro de 2019.

Foram homologadas 360 vagas para o preenchimento de 56 cargos das diversas secretarias da Prefeitura Municipal, segundo a Portaria PMST/GP. Nº 029/2019, e mais 16 vagas para o preenchimento de 08 cargos da Câmara Municipal de Vereadores, segundo a Portaria PMST/GP. Nº 030/2019.

A solenidade de assinatura da homologação aconteceu na sala de reuniões da Prefeitura Municipal e contou com a presença, além do prefeito Luciano Duque, do vice-prefeito Márcio Oliveira, do presidente da Câmara Municipal, Manoel Enfermeiro, vereadores, secretários municipais e imprensa local.

O prefeito Luciano Duque destacou o empenho do governo municipal na realização do segundo concurso em sua gestão. “É um momento importante para o governo porque esse é o nosso segundo concurso. O primeiro concurso nos deu a condição, primeiro, de fortalecer as carreiras do governo em diversas áreas. O segundo de profissionalizar mais do serviço público à sociedade, o que assegurou a melhoria em diversos setores da gestão e a qualidade dos serviços à população. É um orgulho enorme enquanto prefeito. Acho que na história de Serra Talhada, nenhum prefeito realizou dois concursos seguidos em dois mandatos. Acho que isso é histórico. O que me conforta e a todos que fazem parte do governo e vereadores, é a plena consciência de que o concurso tem proporcionado melhoria à sociedade, como a reestruturação da máquina pública, com resultados extraordinários”, disse.

O concurso da PMST tem validade de 02 (dois) anos, podendo ser prorrogado por igual período. Os salários variam entre R$ 937 e R$ 4,2 mil. A banca responsável pelo certame foi o Instituto de Administração e Tecnologia ADM&TEC.

Confira a tabela de cargos:
Tabela Cargos – Concurso 2018

Livro mapeia e apresenta dados das áreas remanescentes da mangaba em PE

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e a Embrapa lançam o livro “Áreas Remanescentes e Extrativismo da Mangaba no Estado de Pernambuco “, nesta quarta-feira (23), no Auditório Ruy Carlos do Rego Barros, na sede do Instituto, às 9h. O evento reunirá pesquisadores, professores, estudantes, agricultores, extrativistas, gestores, técnicos, políticos e responsáveis pela elaboração de políticas públicas.

A edição apresenta o mapeamento e fornece subsídios para pesquisas e ações que visem ao aprimoramento e à elaboração de políticas públicas para a conservação dessas áreas e da espécie, além de garantir os modos de vida das comunidades tradicionais relacionadas ao extrativismo da mangaba. A obra acompanha dois mapas do litoral Norte e do litoral Sul de Pernambuco.

Entre as fruteiras nativas que compõem a biodiversidade do litoral pernambucano, a mangabeira (Hancornia speciosa) é uma importante matéria-prima para a agroindústria de sucos e sorvetes da região. “As áreas naturais da espécie foram devastadas ao longo dos séculos de ocupação com agricultura e, atualmente, seus últimos remanescentes estão submetidos à enorme pressão em função, principalmente, da expansão urbana e da especulação imobiliária”, atestou Josué Francisco da Silva Júnior, pesquisador da Embrapa Tabuleiros Costeiros, coordenador da obra que contou com a participação do  extensionista do IPA, Maviael Fonseca de Castro, e também como colaboradores Raquel Fernandes de Araújo Rodrigues, Dalva Maria da Mota, Heribert Schmitz, Daniel Chaves Webber e.

Serviço

Lançando do livro “Áreas remanescentes e extrativismo da mangaba no estado de Pernambuco
Data: 23 de janeiro de 2019, às 9h.
Local: Sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), auditório Ruy Carlos do Rego Barros.  Avenida Gal. San Martin, 1.371, Bonji – Recife (PE)

Fux manda suspender investigação sobre Queiroz a pedido de Flávio Bolsonaro

G1

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou suspender provisoriamente o procedimento investigatório instaurado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas “atípicas” pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Vice-presidente do STF e ministro de plantão durante o recesso do Judiciário, Fux atendeu a pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento. Flavio é um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro. Ele não é investigado no caso.

Queiroz foi convocado duas vezes a depor pelo Ministério Público do Rio, mas não compareceu, sob o argumento de que tem problemas de saúde. Flavio Bolsonaro foi chamado, mas também não foi. Familiares do ex-assessor também não compareceram. A decisão de Fux foi assinada nesta quarta-feira (16). O relator do caso, por sorteio, é o ministro Marco Aurélio Mello, mas, em razão do recesso do Judiciário, Fux, ministro de plantão, decidiu. Luiz Fux determinou a suspensão da investigação temporariamente, até que Marco Aurélio Mello tome uma decisão, após o recesso, que termina no próximo dia 31.

O ministro entendeu que, como Flávio Bolsonaro passará a ter foro privilegiado em fevereiro, quando tomará posse como senador, caberá ao relator no STF decidir sobre a continuidade da investigação. Em maio do ano passado, o STF restringiu o foro privilegiado aos atos cometidos durante o mandato e em razão do cargo, mas também decidiu que cabe ao Supremo analisar o que fica no tribunal e o que vai para instâncias inferiores.

O procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, chegou a dizer que poderia apresentar denúncia mesmo sem os depoimentos de Queiroz e Flavio Bolsonaro. Com a decisão de Fux, isso não pode mais ser feito. Flavio Bolsonaro também pediu que as investigações do caso fiquem sob responsabilidade do STF e que as provas coletadas até aqui sejam anuladas. Esses dois pedidos serão decididos por Marco Aurélio.

Paulo Câmara recebe deputado Rodrigo Maia

O governador Paulo Câmara recebeu, na manhã desta quinta-feira (17.01), no Palácio do Campo das Princesas, o presidente da Câmara dos Deputados e candidato à reeleição, Rodrigo Maia. No encontro, que contou com a presença de parlamentares da bancada pernambucana e também de outros Estados, Maia e Paulo debateram a política nacional e os desafios de Pernambuco e do Brasil para os próximos anos.

Assim como Rodrigo Maia, outros candidatos ao comando da Mesa serão recebidos pelo governador no Palácio, durante o mês de janeiro. O próximo encontro acontece já nesta sexta-feira (18), quando Paulo Câmara recebe com o deputado federal alagoano João Henrique Caldas (JHC), às 10h.

Estiveram presentes ao encontro de hoje a vice-governadora Luciana Santos; os deputados federais pernambucanos Tadeu Alencar, Danilo Cabral, João Campos, Wolney Queiroz, Fernando Monteiro, Augusto Coutinho, Sílvio Costa Filho, Renildo Calheiros, Ossésio Silva, André de Paula e Raul Henry, além do futuro deputado estadual William Brígido. A comitiva de Rodrigo Maia contou ainda com os deputados federais Sheridan Oliveira (RR), Laura Carneiro (RJ) e Marcos Pereira (SP).

Paulo Câmara embarca primeira turma do Programa Ganhe o Mundo do ano de 2019

O governador Paulo Câmara acompanha, nesta quinta-feira (17.01), o embarque da primeira turma de intercambistas do Programa Ganhe o Mundo neste ano de 2019. O grupo é formado por 37 estudantes da Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e Agreste do Estado que seguem para os Estados Unidos, onde estudarão por um semestre letivo.

Os intercambistas cursarão o High School em escolas de cidades do Kansas, Alabama, Texas, West Virgínia, Michigan, Nevada, Illinois, Pensilvânia, Washington e California. Além da oportunidade de estudar em outro país, o programa de intercâmbio do Governo de Pernambuco oferece aos estudantes seguro saúde internacional, acomodação em casas de família (host family) com todas as refeições garantidas e uma bolsa mensal no valor de R$ 719.

Ainda esta semana, outros 48 estudantes – sendo dois grupos de 24 – viajam rumo à cidade de Málaga, na Espanha. Os embarques acontecem nesta sexta-feira (18), às 19h, e no sábado (19), às 20h. Esses grupos fazem parte da sétima edição do programa (2018.2/2019.1), que encerra o ciclo de embarques em março deste ano. Os próximos destinos do Programa Ganhe o Mundo serão o Canadá e a Austrália, com embarques programados para o mês de fevereiro, contemplando mais de 300 estudantes.

PROGRAMA GANHE O MUNDO – Criado em 2012, o Programa Ganhe o Mundo é uma oportunidade para os estudantes da rede pública estadual de educação aprenderem um segundo idioma, por meio da vivência prática em países de língua inglesa, espanhola e alemã. De 2012 a 2018, o PGM já enviou mais de 6,5 mil estudantes para países como Argentina, Estados Unidos, Espanha, Uruguai, Nova Zelândia, Chile, Canadá, Alemanha, Colômbia e Austrália.

Agenda de Paulo Câmara desta quinta, 17/01

Paulo Câmara embarca primeira turma do Programa Ganhe o Mundo do ano de 2019
 
O governador Paulo Câmara acompanha, nesta quinta-feira (17.01), o embarque da primeira turma de intercambistas do Programa Ganhe o Mundo neste ano de 2019. O grupo é formado por 37 estudantes da Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e Agreste do Estado que seguem para os Estados Unidos, onde estudarão por um semestre letivo.
 
Os intercambistas cursarão o High School em escolas de cidades do Kansas, Alabama, Texas, West Virgínia, Michigan, Nevada, Illinois, Pensilvânia, Washington e California. Além da oportunidade de estudar em outro país, o programa de intercâmbio do Governo de Pernambuco oferece aos estudantes seguro saúde internacional, acomodação em casas de família (host family) com todas as refeições garantidas e uma bolsa mensal no valor de R$ 719.
 
Ainda esta semana, outros 48 estudantes – sendo dois grupos de 24 – viajam rumo à cidade de Málaga, na Espanha. Os embarques acontecem nesta sexta-feira (18), às 19h, e no sábado (19), às 20h. Esses grupos fazem parte da sétima edição do programa (2018.2/2019.1), que encerra o ciclo de embarques em março deste ano. Os próximos destinos do Programa Ganhe o Mundo serão o Canadá e a Austrália, com embarques programados para o mês de fevereiro, contemplando mais de 300 estudantes.
 
PROGRAMA GANHE O MUNDO – Criado em 2012, o Programa Ganhe o Mundo é uma oportunidade para os estudantes da rede pública estadual de educação aprenderem um segundo idioma, por meio da vivência prática em países de língua inglesa, espanhola e alemã. De 2012 a 2018, o PGM já enviou mais de 6,5 mil estudantes para países como Argentina, Estados Unidos, Espanha, Uruguai, Nova Zelândia, Chile, Canadá, Alemanha, Colômbia e Austrália.

Paulo Câmara recebe senadores para debater projetos prioritários para Pernambuco

Obras como a da Adutora do Agreste,Transnordestina e Transposição do Rio São Francisco foram prioridades unanimes discutidas no encontro
 
O governador Paulo Câmara recebeu, nesta quarta-feira (16.01), no Palácio no Campo das Princesas, os três senadores pernambucanos – Jarbas Vasconcelos, Humberto Costa e Fernando Bezerra Coelho – para apresentar e debater a continuidade de projetos e ações prioritárias para o desenvolvimento social e econômico de Pernambuco. Entre elas, as obras da Adutora e Ramal do Agreste; Adutora do Pajeú; e Ferrovia Transnordestina, além da requalificação de estradas como as BRs 232 e 423. “Avaliamos uma série de ações importantes para o nosso Estado e entendemos que, em conjunto, é possível fazer com que elas andem de maneira mais célere no âmbito do Governo Federal”, destacou Paulo Câmara.
 
Durante a audiência, o chefe do Executivo também enfatizou a importância do diálogo e da união de esforços na busca por um Pernambuco cada vez mais desenvolvido. “Foi um momento em que pude ouvir também as sugestões dos senadores. Então, foi uma reunião boa, porque a nossa ideia é contar com o apoio dos senadores, do Poder Legislativo, seja aqui ou em Brasília, para destravar obras importantes para o desenvolvimento do Estado e, ao mesmo tempo, acompanhar mais de perto essas ações tão importantes”, frisou. Também foram abordados na reunião temas como a Hemobrás, apoio para manutenção dos estaleiros em Suape, ampliação e manutenção das áreas de irrigação no Sertão e obras de requalificação da navegabilidade no entorno do Porto do Recife.
 
O senador Fernando Bezerra Coelho ressaltou importância do Ramal do Sertão. E o senador Jarbas da autonomia de Suape e duplicação da 423.
 
O senador Humberto Costa avaliou que o encontro evidenciou um consenso sobre os pleitos prioritários. “Boa parte do que foi apresentado era o que já estava no radar dos três senadores. Acho que realmente a Adutora do Agreste é uma obra muito importante, assim como a conclusão da Adutora do Pajeú, de uma solução para a Transnordestina que não discrimine Pernambuco, a situação dos dois estaleiros e da Hemobrás. Eu acho que os grandes temas estão cobertos. Se nós conseguirmos trabalhar juntos, sem dúvidas isso vai fazer uma diferença importante para o nosso Estado”, enfatizou.

Lideranças do Estado longe de um consenso sobre posse de armas

Decreto para facilitar a posse de armas dividiu a opinião de políticos pernambucanos

decreto que flexibiliza as regras para a posse de armas no Brasil dividiu a opinião de políticos pernambucanos. Novas propostas, para facilitar o acesso e mesmo o porte de armas, devem ser remetidas ao Congresso nas próximas semanas. Líder do PSB, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) acredita que a “iniciativa unilateral” do chefe do Executivo prejudica a discussão de um tema que pode trazer prejuízos à sociedade. O deputado federal eleito Fernando Rodolfo (PHS), por sua vez, entendeu que a decisão foi acertada e atende ao desejo da população, que escolheu nas urnas o programa de Bolsonaro, onde a questão das armas era prioritária.

Responsável pela condução de políticas de segurança pública, o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou ser contra a flexibilização do Estatuto do Desarmamento. “A gente entende que já há muita arma em circulação e, se colocar mais armas à disposição da população, isso pode ser muito pior para a violência. Sou muito cauteloso nesses temas, tem de ser melhor discutido, precisa se olhar para o que foi feito no mundo em relação a isso. E o que tem de ser discutido é políticas públicas, que façam nossos jovens não encontrar no mundo crime”, declarou ele à GloboNews.

O deputado Tadeu Alencar criticou a falta de debate com que a decisão foi tomada. “O presidente desconsidera o Congresso como instância de debate de questões importantes para o País. A gente precisa se debruçar com mais vagar, mas é possível que haja invasão da competência do Legislativo e, com isso, a possibilidade de conter inconstitucionalidade no ato”, aponta, corroborando com a estratégia da oposição, que deve contestar judicialmente o decreto.

O socialista reconhece que o ambiente, no Congresso, pode ser facilitador de normas desse tipo, diante da eleição de quadros conservadores. “Mas que seja o Congresso a promover o debate e aprovar uma legislação. Assim como o porte, a posse é igualmente provocadora de um clima de instabilidade, de beligerância. É o retorno a momentos que a gente, do ponto de vista da humanidade, já superou há muito tempo. O cidadão prover a própria segurança. É um faroeste”, alerta.

Ao contrário dos demais, o deputado Fernando Rodolfo, que fez campanha para Jair Bolsonaro, entende que a medida foi positiva e beneficiará especialmente moradores da zona rural. “O policiamento na zona rural é precário. Em Caruaru, de onde eu venho, você tem 40 mil habitantes na zona rural e apenas duas viaturas da patrulha rural. É uma piada, praticamente impossível seis policiais darem conta desse quantitativo”, aponta. “Na verdade, a posse nunca foi proibida. Bolsonaro só está desburocratizando alguns pontos”, alega.

O parlamentar defende que outras medidas sejam tomadas para ampliar o combate à violência, como a criminalização do uso de celular nos presídios, o fim das saídas temporárias. “O grande marco de proposta de Bolsonaro foi a segurança pública e a bancada do PSL tem esse mesmo entendimento. Eu fui eleito defendendo o fim de regalias para bandidos”, argumenta. “Quem votou em Bolsonaro queria andar armado, queria ter a posse”, explicou Rodolfo.

Fonte: folhape