IPA e UFRPE buscam capacitação de 450 técnicos e ampliação de vagas de estágio

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e a UFRPE buscam um novo formato para o Acordo de Cooperação Técnica, que as duas instituições mantêm. Nesse sentido, Gabriel Maciel e Geraldo Eugênio França, diretor de Pesquisa e pesquisador do IPA, respectivamente, reuniram-se com o coordenador e Educação Continuada e professor de Horticultura Geral da UFRPE, Roberto Albuquerque de Melo, na manhã desta quarta-feira (15), na sede do Instituto.

O encontro contou ainda com a presença de um grupo de 15 participantes, entre professores, extensionistas e pesquisadores.  A ideia é atender a demanda por capacitação dos 450 técnicos, 370 da Extensão Rural e 90 da Pesquisa, utilizando o corpo docente da universidade, que reúne mais de 2000 professores capacitados, como também dos pesquisadores do IPA, aptos a lecionar. Para isso, serão utilizadas as instalações existentes, baixando os custos dos investimentos necessários, compartilhando a infraestrutura e equipamentos subutilizados, das duas instituições.

Dessa forma, professores e pesquisadores poderão desenvolver os trabalhos de forma complementar, nos laboratórios da Rural e ou nas Estações e Laboratórios do IPA. Troca que já é possível por meio do Programa Professor Visitante.   O objetivo é levar solução para a sociedade, beneficiando também o produtor, o empresário e o industrial, das diversas cadeias envolvidas, cujos eixos serão as áreas dos Macroprogramas do IPA. “Vamos abranger também as áreas de gestão de negócios, vendas, Recursos Humanos, entre outras, que entrarão como atividade transversal”, destaca Geraldo Eugênio.

Por outro lado, o IPA poderá ampliar as vagas de estágio na área das Ciências Agrárias, passando a atender 300 jovens por ano, três vezes mais do que o que é oferecido atualmente. Para isso, conta com 184 escritórios municipais, 12 Estações Experimentais, 15 Gerências Regionais, 02 campos de produção e 16 laboratórios na sede. “Além de prover as necessidades dos estudantes, que precisam ter o contato com a realidade do campo, vamos promover a ida deles ao interior do Estado”, destaca o pesquisador.

Nos dias 27 e 28 de junho, professores da UFRPE apresentarão os trabalhos que desenvolvem nas áreas dos Macroprogramas. Essas apresentações resultarão em documento a ser apresentado à reitoria da Universidade e à presidência do IPA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *