Monthly Archives: maio 2019

Justiça de São Paulo determina bloqueio de R$ 128 milhões de Aécio Neves

O juiz João Batista Gonçalves, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, determinou o bloqueio imediato de R$ 128 milhões do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) em ação em que é investigado pelo suposto recebimento de propinas do empresário Joesley Batista e do Grupo J&F.

“Proceda-se ao bloqueio e sequestro de ativos financeiros nos termos desta decisão, por meio dos sistemas eletrônicos fornecidos pelo Banco Central do Brasil (Bacenjud), e, em caso de impossibilidade, expeça-se ofício dirijo à autarquia para este fim”, disse o juiz, segundo informações divulgadas pelo G1 e pelo portal Uol.

Em nota (leia abaixo), a defesa de Aécio informou que já entrou com recurso.

A decisão atendeu a um pedido do MPF (Ministério Público Federal). Segundo o MPF, há indícios de que Aécio tenha cometido crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa quando ocupava o cargo de senador (2011-2019).

O valor, no entanto, corresponde à propina supostamente recebida em um período de 2014 a 2017, em troca de benefícios em um futuro governo presidencial, além de influência do Grupo J&F no governo de Minas Gerais para a restituição de créditos de ICMS.

Segundo João Batista Gonçalves, parte do valor teria sido destinada ao PSDB para as eleições de 2014 e outra parte foi recebida por meio da compra de um prédio ligado ao Jornal Hoje em Dia. O juiz ainda citou prestações pagas por meio de “notas fiscais fraudulentas” da pessoa jurídica Rádio Arco Íris, que seria de propriedade da irmã, Andrea Neves, e da mãe de Aécio Neves.

“Parte dos recursos recebidos teria sido direcionada ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), mediante doações oficiais, simulação da prestação de serviços, emissão de notas fiscais fraudulentas e entregas de valores em espécie. No entanto, outra parte teria sido utilizada para a ‘compra’ de apoio de partidos políticos”, disse o juiz.

Em 12 de março, a 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) determinou o bloqueio de R$ 1,7 milhão em bens de Aécio e de Andrea Neves.

Os procuradores que também solicitaram o bloqueio de mais 15 investigados no caso, entre eles, os ex-deputados pelo PTB, Benito Gama (BA) e Cristiane Brasil (RJ), esta que é filha de Roberto Jefferson, atual presidente da sigla.

Eis o valor do bloqueio dos investigados:

  • Benito da Gama Santos: R$ 20 milhões;
  • Cristiane Brasil: R$ 20 milhões;
  • Danilo de Castro: R$ 5,6 milhões;
  • Eduardo Seabra da Costa: R$ 200 mil;
  • Flavio Jacques Carneiro: R$ 19 milhões;
  • Frederico Pacheco de Medeiros: R$ 109 milhões;
  • José Augusto Dias Filho: R$ 836 mil;
  • Khrisnna Magalhães Wanderley de Mello: R$ 150 mil;
  • Leandro Aparecido da Silva Anastácio: R$ 3 milhões;
  • Luiz Rondon Teixeira de Magalhães Filho: R$ 20 milhões;
  • Paulo Vasconcelos do Rosário Neto: R$ 2,5 milhões;
  • Pedro Meneguetti: R$ 5,6 milhões;
  • Ricardo Guedes Ferreira Pinto: R$ 6 milhões;
  • Sergio Magno Gomes Louzada: R$ 100 mil;
  • Silvia Cristina Julio Cardoso: R$ 163 mil.

Cinco empresas também tiveram valores bloqueados:

  • Data World Pesquisa e Consultoria S/C Ltda: R$ 6 milhões;
  • Eletrobidu Comercial Elétrica Ltda: R$ 163 mil;
  • Nando’s Transportes Ltda: R$ 3 milhões;
  • PVR Propaganda e Marketing Ltda: R$ 2,5 milhões;
  • Rádio Arco Iris Ltda: 1,35 milhão.

Em nota, o advogado de Aécio Neves, Alberto Zacharias Toron, disse que defesa que “considera inusitada e incompreensível à determinação de bloqueio das contas pessoais do deputado Aécio Neves e já apresentou recurso contra ela”.

Eis a íntegra da nota:

“A defesa considera inusitada e incompreensível a determinação de bloqueio das contas pessoais do deputado Aécio Neves e já apresentou recurso contra ela.

Primeiro porque os valores referem-se, na sua grande maioria, segundo os próprios delatores, a doações eleitorais feitas pela JBS a diversos partidos políticos em 2014. Doações, inclusive, declaradas ao TSE.

Depois, o destino final desses recursos comprovadamente foram os diferentes partidos políticos da coligação do PSDB. Nunca houve sequer uma acusação de que o deputado Aécio tenha se beneficiado pessoalmente de nenhum centavo.

Registre-se que os aventados R$ 128 milhões nunca entraram, saíram ou transitaram nas contas do deputado, que, ao longo dos anos, não chegou a ter como saldo, entre conta bancária e aplicação financeira, sequer 1% de tal valor.

Por fim, a defesa reafirma a falsidade das acusações feitas pelos delatores da JBS na busca desesperada pela validação de seu acordo de delação e aguarda a conclusão das investigações para o restabelecimento da verdade”.

A J&F afirmou que não vai comentar a decisão da Justiça.

O advogado de Joesley Batista, André Callegari, disse que os fatos são decorrentes do acordo de colaboração e que Joesley Batista seguirá cumprindo o acordo vigente firmado com o Estado.

Paulo Câmara reúne conselho para elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano da RMR

Governador assinou resolução aprovando diretrizes para a construção do documento que vai integrar os municípios da Região Metropolitana do Recife

O governador Paulo Câmara comandou a reunião do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano (CDM), na tarde desta terça-feira (25.08). O encontro teve como objetivo a articulação para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana do Recife – PDUI-RMR. Segundo determinação da Lei Federal 13.089/2015, o plano é um instrumento que visa a estabelecer as diretrizes para o desenvolvimento territorial estratégico e os projetos estruturantes da região metropolitana e da aglomeração urbana.

Após assinar a resolução 001/2019, que aprova os termos, recomendações e diretrizes para elaboração do PDUI-RMR, Paulo Câmara ressaltou a importância da participação e do comprometimento na construção do documento, que pretende melhorar a qualidade de vida de quem mora nesses municípios. “O intuito dessa reunião de hoje é darmos início as ações do PDUI. É importante fazermos isso de forma ordenada, pensando no desenvolvimento efetivo das cidades e no futuro que a gente quer nessa área tão adensada que é a Região Metropolitana. Esse trabalho tem um caráter participativo”, afirmou.

De acordo com o governador, os eixos do plano estão definidos e são necessários, a exemplo do ordenamento, mobilidade e saneamento. “A melhoria desses serviços é essencial para que haja o desenvolvimento. A gente quer ter condições de melhorar a vida nas cidades”, acrescentou, lembrando que os municípios da RMR praticamente não têm divisas, por isso considera a articulação entre eles fundamental.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, foi o responsável pela abertura da reunião. “O encontro de hoje permite que a gente faça uma prestação de contas, uma apresentação sobre o atual estágio de desenvolvimento de todas as etapas de implantação do sistema gestor metropolitano, e também para propor o início e o cronograma de realização das audiências referentes ao desenvolvimento do Plano Integrado, para validação deste conselho”, explicou.

A diretora-presidente da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco CONDEPE-FIDEM, Sheilla Pincovsky, que coordenará o trabalho, apresentou o cronograma e indicou o município que sediará a próxima ação. “A ideia é que a gente avance nisso até dezembro, quando teremos um grande seminário de validação e de divulgação do que foi desenvolvido ao longo do período todo. Dentro do que temos que realizar agora, a próxima etapa serão as audiências municipais, que devem começar na primeira quinzena de junho, em Moreno, e a partir daí a gente espera fazer outras intensivamente”, disse.

Além disso, o grupo prevê realizações de seminários temáticos, por eixo, e audiências regionais, sendo uma na Região Metropolitana Norte, outra na Sul e uma no Centro. Segundo Sheilla, o prazo para fechamento do documento é no final de novembro. Além do secretário Marcelo Bruto e da diretora-presidente do CONDEPE-FIDEM, participaram da solenidade os secretários Nilton Mota (Casa Civil), Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão), José Bertotti (Meio Ambiente e Sustentabilidade) e a procuradora-adjunta do Estado, Giovana Ferreira.

Também marcaram presença os prefeitos Geraldo Julio (Recife), Vavá Rufino (Moreno), Joamy Alves (Araçoiaba), Júnior Matuto (Paulista), Marcos José (Abreu e Lima); o secretário municipal César Vasconcelos, representando o prefeito Mário Ricardo (Igarassu); a diretora de projetos especiais Terezinha Uchôa, representante da prefeita Célia Salles (Ipojuca); Yaritan Ribeiro, secretário de Planejamento de Itapissuma, que representou Zé de Irmã Teca; e o secretário de Governo e Planejamento de São Lourenço da Mata, Felipe Lemos, representando o prefeito Bruno Pereira; entre outros convidados.

Fotos: Heudes Regis/SEI

PREFEITURA DE AFOGADOS INICIA PAGAMENTO DE SERVIDORES

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira deu início nesta terça (28) ao pagamento do funcionalismo público municipal referente aos vencimentos do mês de Maio. A partir de hoje, estão sendo injetados na economia local mais de três milhões de Reais, referentes ao pagamento de 1.434 servidores do município.

Segundo o Secretário de Finanças, Ney Quidute, o calendário de pagamento vai até a próxima sexta, e está dentro da estratégia de planejamento financeiro determinada pelo Prefeito José Patriota, para pagar em dia os salários dos servidores municipais.

Confira o calendário do pagamento:

Terça (28) – Educação

Quarta (29) – Administração, Agricultura, Assistência Social, Controle Interno, Cultura e Esportes, Finanças, Infraestrutura, Transportes, Ouvidoria, Gabinete, Coordenadoria da Mulher e Procuradoria

Quinta (30) – Saúde

Sexta (31) – Aposentados e Pensionistas

Missa dá continuidade à velório do cantor Gabriel Diniz em João Pessoa

Fãs, amigos, familiares e admiradores lotam o Ginásio do Ronaldão, em João Pessoa, para se despedir de Gabriel Diniz, nesta terça-feira. Nesta manhã, a fila para ver o corpo do cantor estava fazendo uma volta na construção. Com uma bandeira na Paraíba, estado onde o artista cresceu, o caixão permanece rodeado por familiares e amigos mais próximos.
Durante a visitação do público ao caixão, a namorada Karoline Calheiros fez um breve discurso no ginásio. Com a voz bastante embargada e quase sem conseguir falar, ela contou sobre como foi o último encontro com Gabriel. “Ele me disse: amor, você conhece a historia de Jó?  Ele perdeu os pais, os amigos mas nunca desistiu, nunca perdeu a fé. E ele colocou a musica “Jó” pra gente ouvir juntos. E essa foi a última musica que ouvimos juntos. Ele quis dizer pra gente ter força. Ele era o amor da minha vida. Te amo muito”.
Por volta das 13h50, começou a ser celebrada a Missa de Corpo Presente do cantor. O celebrante é o Padre Luiz Carlos, vigário geral da Arquidiocese da Paraíba. Após as tradicionais orações para cerimônias religiosa, uma cantora apresentou a canção Sonda-me, de Marcelo Rossi. A visitação ao caixão foi finalizada, mas o público pôde assistir à missa das arquibancadas do ginásio.
Antes de discursar, o padre pediu silêncio e respeito para o momento religioso. “É a partida de alguém famoso, mas essa é a hora da oração”, disse. “Quando um homem é levado a um hospital, os médicos podem testar o limite da ciência. Mas existe algo que não tem limite: fé. A partida de Gabriel foi dolorida, principalmente por ele ser jovem, mas só a fé pode curar a vida das pessoas que o rodeava”, continuou. Ele terminou fazendo a seguinte citação: “quem crê em Deus não morrerá, mas terá vida eterna”.
Às 16h, o corpo do cantor seguirá em cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Parque das Acácias, no bairro José Américo.
Bastante emocionado, Wesley Safadão compareceu ao velório para se despedir do amigo e sócio Gabriel Diniz. Enquanto ele abraçava familiares e amigos do cantor, Xand Avião também aparecia no espaço onde está o caixão. Um beijo de Xand na teste de Gabriel despertou aplausos da multidão no ginásio.

No lado externo do ginásio, fãs aguardavam em fila o momento para ver o caixão do cantor. Um grupo de paraibanas usa camiseta com frase “Paraíba em luto”. Outros dois amigos trouxeram rosas.
O pernambucano Lucas Duarte, 19, veio do Recife com camisa autografada por Gabriel Diniz. Ele fã do cantor há 5 anos. “O que fica de GD é sua alegria e bondade”, disse, após se despedir do ídolo.
Morte

Gabriel Diniz faleceu aos 28 anos em acidente aéreo no município de Estância, litoral sul de Sergipe, na região de manguezal do Porto do Mato, perto da divisa com a Bahia. O voo saiu de Feira de Santana-BA, onde ele fez show no último domingo, com destino a Maceió-AL, onde comemoraria o aniversário de sua namorada, a psicóloga alagoana Karoline Calheiros, com quem estava há dois anos e que completou 25 anos dessa segunda-feira (27). O piloto Abraão Farias e o copiloto Linaldo Xavier também morreram na tragédia.

**Com informações do repórter Emmanuel Bento

Vertente do Lério recebe a 9ª edição da Caravana da Educação

Ação que já movimentou mais de 20 mil gestores, professores e estudantes da rede estadual desde 2018 chega ao Agreste Setentrional com o objetivo de aproximar a escola da população e fortalecer o protagonismo dos jovens

VERTENTE DO LÉRIO – O governador Paulo Câmara acompanhou, na manhã desta terça-feira (28.05), a 9ª edição da Caravana da Educação e Pactuação de Metas 2019, no município de Vertente do Lério, Agreste Setentrional pernambucano. O circuito de atividades pedagógicas, culturais e esportivas, aconteceu paralelamente à reunião de pactuação, com o objetivo de aproximar a escola da população e fortalecer o protagonismo dos jovens da rede estadual de ensino. A ação, realizada na Escola de Referência em Ensino Médio Justa Barbosa de Sales, contemplou todas as 37 unidades de ensino da Gerência Regional de Educação (GRE) Vale do Capibaribe.

“Estamos construindo um caminho bonito e sem volta na educação, porque não vamos nunca mais retroceder. Em 12 anos conseguimos reverter os piores resultados e, hoje, Pernambuco é referência no Brasil. A gente quer que os nossos jovens tenham a certeza de que poderão realizar seus sonhos, cursar faculdade e arrumar bons empregos. Mas sabemos que temos muito o que avançar, por isso viemos a Vertente do Lério, para cobrar que continuemos dessa mesma forma: trabalhando com essa mesma determinação e vontade de melhorar a educação de Pernambuco. É um esforço conjunto, diário. Não é fácil, mas o ambiente da escola tem que ser cada vez mais valorizado. Educação é o caminho em que a gente vai insistir”, afirmou o governador Paulo Câmara.

As ações da Caravana da Educação foram divididas em dois polos: Cultural e Esportivo. No primeiro, centenas de estudantes participaram de um ambiente com muita música, danças e apresentações culturais no pátio recreativo. Já na quadra poliesportiva, a programação foi voltada para atividades físicas, como crossfit, aeróbica e badminton, e também contou com jogos matemáticos e recreativos.

A reunião de Pactuação de Metas ocorreu simultaneamente às atividades da caravana, no auditório da unidade de ensino. Comandado pelo secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio, a reunião de Pactuação, que acontece em parceria com a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), discutiu as estratégias e prioridades para o ano em curso e o aprimoramento de metas que contribuam para os avanços da educação em Pernambuco.

Para o secretário Fred Amâncio, houve uma transformação positiva nos encontros desde que a dinâmica da Pactuação de Metas incorporou os Polos Cultural e Esportivo. “Desde que criamos a Caravana da Educação, no ano passado, passamos a oferecer coisas além da Pactuação de Metas. E o governador Paulo Câmara vem participando de todas as caravanas, demonstrando a prioridade que a educação tem para o Governo do Estado”, pontuou.

O prefeito da cidade, Renato Sales, ressaltou a satisfação de receber a Caravana da Educação, por ser um projeto que dá continuidade ao trabalho feito na educação do município. “Desejo que esse encontro seja muito produtivo e traga mais bons frutos para o futuro dos nossos alunos”, frisou. Aluno do 3° ano da escola anfitriã da caravana, Mateus Souza, de 19 anos, destacou o estímulo que as apresentações de dança e ginástica oferecem aos alunos. “Essas iniciativas incentivam outras pessoas, inclusive deficientes físicos como eu, a fazerem atividades físicas”, comentou.

Também acompanharam a Caravana da Educação o secretário da Casa Civil, Nilton Mota; os deputados estaduais Henrique Queiroz Filho, Paulo Dutra e Tony Gel; além de prefeitos da região.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Deputados comentam atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro

Por: Blog da Folha 

Os atos realizados nesse domingo (26) em diversos Estados em defesa do governo do presidente Jair Bolsonaro repercutiram nesta segunda (27) na Alepe. As pautas levadas pelos participantes receberam apoio da deputada Clarissa Tércio (PSC), mas foram alvo de críticas do deputado João Paulo (PCdoB). Os pronunciamentos ocorreram durante o Pequeno Expediente da Reunião Plenária.

Clarissa, que participou do ato em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, destacou o apoio dado ao presidente e ao ministro da Justiça, Sérgio Moro. “Do alto do trio elétrico, vi uma multidão de verde e amarelo. Fomos às ruas mostrar que a Reforma da Previdência e o pacote anticrime vão transformar o Brasil num lugar melhor”, enfatizou.

De acordo com a deputada, o ato congregou “pessoas de bem, trabalhadores, patriotas e cristãos, que abriram mão do dia de descanso para defender pautas essenciais para destravar a economia e acabar a criminalidade e a corrupção”. “As manifestações mostram a força do presidente também no Nordeste”, prosseguiu.

Por sua vez, João Paulo repudiou pautas como fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF), que, segundo ele, foram defendidas nos atos do final de semana. “Mais do que o apoio ao Governo Bolsonaro, os manifestantes estavam interessados em atacar instituições e bradar por um poder único e ditatorial”, afirmou.

No pronunciamento, o comunista rememorou a trajetória do ex-vereador de Macaparana Osvaldo Cabral de Lira. Ex-cabo do Exército e filiado ao PCB, ele teve o mandato cassado, foi preso e torturado em 1964. “A ditadura que os manifestantes pró-Bolsonaro defenderam torturou, matou e tirou a possibilidade de vida digna de milhares de pessoas e famílias”, emendou.

Durante o Grande Expediente, em aparte ao pronunciamento de Antonio Coelho (DEM), Alberto Feitosa (SD) considerou positivos os atos realizados, mas fez ressalvas. “Não é o momento para esse tipo de manifestação. Elas seriam desnecessárias se todos nós, sobretudo os que têm cargos eletivos confiados pelo povo, nos uníssemos por um Brasil melhor e deixássemos a discussão partidária para o ano que vem”, observou.

Dinheiro devolvido na Lava-Jato vai para saúde, segurança e educação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, são a favor de que o dinheiro seja repassado ao Ministério da Educação (MEC). Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
Por: Correio Braziliense
Supremo Tribunal Federal (STF) avalia dividir entre três áreas, e não só para a educação, os R$ 2,5 bilhões pagos pela Petrobras no âmbito de um acordo fechado com a Justiça dos Estados Unidos, referente à devolução de dinheiro desviado da estatal no escândalo do mensalão. Os crimes e fraudes foram descobertos na Operação Lava-Jato. Os recursos foram transferidos ao Brasil pelas autoridades norte-americanas e, além da educação, poderão beneficiar ainda os setores de saúde e de segurança.
De acordo com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), a intenção era que a totalidade ou a maioria desse valor fosse investido na educação. No último dia 20, por meio de redes sociais, ele reafirmou esse propósito. “Temos a intenção de destinar grande parte ou todo o valor da multa da Petrobras, acordada com a Lava-Jato, ao Ministério da Educação, equivalente a R$ 2,5 bilhões. O dinheiro, que retorna ao Brasil, pode ser aplicado em áreas sem ligação com a petrolífera”, escreveu.
No entanto, há opiniões diferentes sobre a destinação do dinheiro. O ministro da Justiça, Sérgio Moro, quer investimento no Fundo Penitenciário (Funpen). Já o ministro da Economia, Paulo Guedes, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, são a favor de que o dinheiro seja repassado ao Ministério da Educação (MEC). Para Dodge, o alcance dos objetivos constitucionais “depende de educação de qualidade, que se inicia pela formação das crianças na educação básica, que deve ser financiada em favor da sociedade, de forma impessoal, transparente, pública e eficiente”.
O Ministério Público Federal no Paraná planejava criar um fundo privado para gerir os recursos recuperados. O projeto previa a criação de uma fundação para destinar parte dos recursos a iniciativas sociais. Em março, a PGR pediu a anulação da decisão que homologou o acordo feito em Curitiba, mas pediu a manutenção do dinheiro no Brasil. Dias depois, o ministro Alexandre de Moraes, do STF, decidiu favoravelmente ao pedido da PGR.
O acordo entre a estatal e o MPF foi totalmente suspenso. Agora cabe à côrte decidir onde será alocado o valor. Segundo o advogado de direito público Igor Tamasauskas, o destino dos recursos poderá ser definido por julgamento coletivo ou por decisão do próprio ministro Alexandre de Moraes, relator do caso. Se o governo não chegar a um consenso, é possível que a decisão final caiba ao plenário do STF.
“A questão voltou para o Estado decidir onde investir os recursos. Acontece que os ministérios x e y também estão pleiteando. Virou uma disputa por verba pública em vez de ser um ressarcimento de danos à sociedade”, diz Tamasauskas.
O montante bilionário surge como uma esperança no fim do túnel para o contingenciamento de verbas do orçamento federal. No início do mês, o MEC anunciou o bloqueio de 30% das dotações de custeio e investimentos das universidades federais. No último dia 15, ocorreram manifestações nacionais contra os cortes. Para o próximo dia 30, está previsto um segundo ato nacional em defesa da educação.
Fiscalização ambiental em xeque
O subprocurador-geral do Tribunal de Contas da União (TCU) Lucas da Rocha Furtado pediu abertura de inquérito para apurar “possível ineficiência e deficiente fiscalização” dos órgãos públicos ambientais. A solicitação atende a uma representação feita à Procuradoria-Geral da República por 50 organizações não governamentais (ONGs). O subprocurador destaca uma série de iniciativas do governo, citadas pelas ONGs, que visariam desorganizar a atual política ambiental, como a “extinção de colegiados e a perseguição a agentes públicos”.

Queda dos preços afeta produtor de leite em Pernambuco

O fomento aos negócios relacionados à bacia leiteira de Pernambuco foi o tema da primeira reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados, realizada ontem, em Garanhuns, Agreste do Estado. Criada em março deste ano, a câmara reuniu representantes do governo do Estado, produtores de leite e indústrias do setor. Atualmente, são produzidos quase dois milhões de litros de leite, por dia, no Estado, mas apenas 300 mil são utilizados pelas empresas locais na produção de laticínios e leite UHT, por exemplo.  Uma das principais reivindicações dos produtores foi a falta de mercado e a queda dos preços de venda devido à mudança no comportamento das grandes indústrias de laticínios, que mesmo instaladas no Estado através do Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (Prodepe), têm reduzido o uso do leite in natura produzido na região em detrimento do leite em pó produzido no Sudeste, ou importado de países como Austrália. “Existem regras no Prodepe que determinam porcentagens de compra do leite produzido no Estado. Vamos intensificar a fiscalização para que empresas que não estiverem cumprindo esse percentual sejam autuadas e possam perder o benefício”, afirmou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach. “A fiscalização é importante, mas, às vezes, através do diálogo, a gente consegue produzir muito mais, e é isso que estamos fazendo na câmara setorial”, pontuou Bruno Schwambach. Para o presidente do Sindicato dos Produtores de Leite de Pernambuco (Sinproleite-PE), Saulo Malta, a câmara ajuda a reunir os entes interessados no crescimento do setor. “Porque as indústrias vão buscar leite em outro Estado tendo em Pernambuco? Nosso pior inimigo é o leite em pó. Por isso, pedimos que o Estado fizesse uma auditoria nas empresas que tenham Prodepe”, reclamou Malta, do Sinproleite-PE. Os produtores esperam que até o início de junho essa auditoria seja concluída. Ao todo, 32 empresas são beneficiadas pelo Prodepe. A bacia leiteira pernambucana envolve 27 localidades da Zona da Mata, Agreste e Sertão. O setor tem sofrido desde o período mais agudo da seca no Estado, a ponto de ter perdido mais de 550 mil animais do rebanho bovino entre 2012 e 2018. Hoje, dos 107 mil produtores, cerca de 40 mil trabalham diretamente com os produtos da bacia leiteira. Pernambuco é o segundo maior produtor do Nordeste, só perde para a Bahia, e o 8º no Brasil. Como produz mais do quem vem sendo utilizado pelas indústrias, o excedente é comprado por queijarias ou vendido para pequenos laticínios clandestinos. “O litro do leite hoje é vendido por R$ 1,10. Há quatro meses estava a R$ 1,47. Queijo barato na feira é igual a leite vendido barato pelo produtor”, disse Malta.

Corpo de Gabriel Diniz é velado em João Pessoa

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa. Foto: TV Globo/Reprodução

O corpo do cantor Gabriel Diniz chegou ao ginásio de esportes Ronaldão, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa (PB), por volta de 5h desta terça-feira (28). Até às 8h, o espaço ficou restrito à família e aos amigos mais próximos do cantor, que morreu na queda de um avião de pequeno porte junto com outras duas pessoas na tarde desta segunda (27).
Durante toda a madrugada, fãs ocuparam a entrada do ginásio. Após serem liberadores para entrarem no Ronaldão, eles precisaram por uma espécie de corredor para se aproximar do caixão de Diniz.  Uma missa, também aberta ao público, será celebrada pelo Padre Luiz Carlos, por volta das 15h. Uma hora depois, às 16h, o corpo do cantor seguirá em cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Parque das Acácias, no bairro José Américo.
Algumas celebridades já passaram pelo local. O cantor Matheus, da dupla Matheus e Kauan, e os humoristas e influenciadores digitais Gkay e Renan da Resenha.
 
MORTE
Gabriel Diniz faleceu aos 28 anos em acidente aéreo no município de Estância, litoral sul de Sergipe, na região de manguezal do Porto do Mato, perto da divisa com a Bahia. O voo saiu de Feira de Santana-BA, onde ele fez show no último domingo, com destino a Maceió-AL, onde comemoraria o aniversário de sua namorada, a psicóloga alagoana Karoline Calheiros, com quem estava há dois anos e que completou 25 anos desta segunda-feira (27). O piloto Abraão Farias e o copiloto Linaldo Xavier também morreram na tragédia.
TRAJETÓRIA
José Gabriel de Souza Diniz nasceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, mas alcançou o sucesso no Nordeste. Mudou-se para a Paraíba na adolescência e formou sua primeira banda, chamada Loucos por Forró, quando estava na escola. Começou a estudar engenharia elétrica na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), mas largou o curso em 2010, quando foi convidado para ser vocalista da Capim com Mel, banda de sucesso no Nordeste durante os anos 2000, ao lado de Leidinha Falcão. O escritório do grupo ficava no Recife, cidade onde ele fincou os alicerces de sua carreira.
O artista também integrou a Cavaleiros do Forró, criando o nome artístico “Gabriel Diniz” em 2011 e iniciando a carreira solo no ano seguinte. Deslanchou mesmo quando entrou para o time de artistas da produtora Luan Produções e Eventos, a mesma de nomes como Wesley Safadão, Márcia Fellipe e Aldair Playboy. Começou a ficar popular nessa rota lucrativa de eventos que mesclam artistas de forró, sertanejo e arrocha. Ele próprio, inclusive, passeava bastante entre os três gêneros.

Comissão Especial da Aquicultura da Alepe encerra ciclo de audiências públicas em Itapissuma

Encerrando o ciclo de audiências públicas, a Comissão Especial de Incentivo ao Desenvolvimento da Política Estadual da Aquicultura da Assembleia Legislativa de Pernambuco realiza na próxima quarta-feira (29), no município de Itapissuma, litoral norte pernambucano, reunião do colegiado no Clube Veloz, a partir das 8h. Assim como nos encontros já realizados em Petrolândia (Sertão de Itaparica) e Palmares (Zona da Mata Sul ), a intenção é mobilizar autoridades, especialistas e produtores da cadeia da aquicultura para avaliar cenários e discutir sugestões ao projeto a ser apresentado ao Governo do Estado. A audiência em Itapissuma será coordenada pelo deputado Waldemar Borges, que preside a Comissão da Aquicultura.

Entre os principais pontos da pauta a ser debatida durante a reunião estão questões consideradas fundamentais para o fomento da atividade econômica em Pernambuco, como o licenciamento ambiental, acesso a crédito, fiscalização sanitária, assistência técnica, acesso a mercados institucionais. Hoje explorada por grandes e médias empresas e pequenos produtores de base familiar, a aquicultura no Estado apresenta cenários promissores – Sertão de Itaparica já é o maior polo de piscicultura em tanques-rede do Nordeste – com a organização da cadeia a partir de políticas públicas bem definidas.

O último evento público da Comissão acontecerá no dia 18 de junho com um seminário que acontecerá no Recife. Integram o colegiado os deputados Antônio Coelho, Doriel Barros, Dulcicleide Amorim e Fabrício Ferraz (titulares). Tem como suplentes, os deputados Antônio Fernando, Delegada Gleide Ângelo, Henrique Queiróz Filho, Lucas Ramos e Manoel Ferreira.

SERVIÇO:

Audiência pública da Comissão Especial de Incentivo ao Desenvolvimento da Política Estadual da Aquicultura da Alepe em Itapissuma

Data: 29.05.2019, quarta-feira

Local: Clube Veloz
Horário: A partir das 8h
Endereço: Rua Dr. José Bezerra, 72, Centro, Itapissuma