Monthly Archives: setembro 2019

Alunos de Petrolina visitam um dos principais cenários enoturísticos do Vale do São Francisco

A vinícola Rio Sol, localizada no município de Lagoa Grande, a cerca de 60 km de Petrolina – PE, produz vinhos e espumantes que já conquistaram prêmios nacionais e internacionais. Mensalmente recebe entre seus parreirais e adega de produção mais de dois mil turistas vindos de todo país e até do exterior.  Foi com destino a esse cenário enoturístico, um dos mais visitados no Vale do São Francisco, que um grupo com 41 alunos do Plenus Colégio e Curso partiu em excursão no último sábado (28).

A aula de campo com direito à palestra, degustação e brindes é mais uma iniciativa do projeto Zoom que tem incentivado estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental a conhecerem de perto roteiros turísticos de interesse pedagógico. Durante o passeio, os estudantes visitaram os parreirais da única região do mundo que produz vinhos todos os dias do ano, colheram cachos de uvas, visitaram a adega, as salas de processamento da bebida e ainda degustaram as melhores uvas da região.  A aluna Bruna Caroline, entusiasmada com a vivência, destacou o momento como uma oportunidade de aprendizagem em um ambiente descontraído e divertido. “Com a visita, pudemos ver todas as etapas de colheita, processamento e produção de vinho. Provar a uva diretamente do pé foi uma experiência inesquecível”, ressaltou.

Segundo o coordenador do Zoom, o professor, Genivaldo Nascimento, o projeto é interdisciplinar e atua também na ampliação e revisão de conteúdos trabalhados em sala de aula. “Ao despertarmos a curiosidade do aluno em conhecer de perto os objetos de estudos, damos a eles a possibilidade de perceberem na prática detalhes relevantes dos conhecimentos adquiridos”, detalhou Nascimento

Após a visitação, os alunos participaram de atividades em sala de aula, trocando ideias e experiências vivenciadas durante a viagem.  O Projeto Zoom já levou estudantes para Salvador – BA, Serra da Capivara- PI, Chapada Diamantina – BA e Chapada do Araripe (CE/PE) entre outros destinos.

“Eu serei o embaixador mais cobrado do mundo”, diz Eduardo Bolsonaro

Por: Denise Rothenburg

Por: Correio Braziliense

Nova York (EUA) — Deputado mais votado por São Paulo, Eduardo Bolsonaro dedica-se, por estes dias, a ajudar a reverter a imagem negativa do Brasil por causa das notícias das queimadas na Amazônia e, nessa missão, faz uma espécie de curso intensivo de relações internacionais e das sutilezas que o mundo diplomático adota.

Por essas razões, ficou em Nova York depois que o presidente Jair Bolsonaro voltou para o Brasil. O filho 03 dedicou as horas a acompanhar a agenda do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e a conversar com todos os diplomatas ao seu alcance, de modo a entender e vivenciar de perto as nuances das conversas diplomáticas, que ele espera que se tornem sua rotina como embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Na sexta-feira, foi a Washington continuar esse trabalho de reversão da imagem negativa. Com o assessor especial da Presidência Filipe Martins, participou de um evento hispânico na Casa Branca. Esperançoso na aprovação do seu nome como futuro embaixador do país em Washington, ele diz que está se preparando para a sabatina: “Serei o embaixador mais cobrado do mundo, alguém tem dúvida de que um espirro meu mal dado lá pode ser explorado de forma negativa pela imprensa no Brasil? Esse será um desafio”, afirma, em entrevista exclusiva ao Correio.

“A ONU, principalmente via comissões, de direitos humanos ou qualquer outra, tem servido como trampolim para bypassar os legislativos nacionais”. Ele também levanta suspeitas sobre a reunião do clima, ocorrida na segunda-feira da semana passada. “Parece que foi uma coisa arquitetada para sair uma foto do Brasil como sendo intransigente, quando, na verdade, fomos impedidos de participar”, critica. A entrevista foi concedida na quarta-feira, por 14 minutos, quando, a reportagem do Correio encontrou o deputado saindo da agenda da manhã, na ONU. No trajeto para um fast-food antes de uma reunião na missão do Chile, subindo a Rua 47, logo depois de cruzar a 2ª Avenida, ele foi reconhecido por Menem, um brasileiro que trabalhava na reforma de um prédio ali perto e que pediu uma foto.

O parlamentar almoçou num Pret a Manger, rede de fast food britânica espalhada por Nova York. Não gastou nem US$ 15. A seguir, os principais trechos da conversa: Como está sendo a sua agenda aqui na ONU por esses dias?

Estamos acompanhando a agenda do ministro Ernesto Araújo nas bilaterais aqui na ONU, isso é bom para abastecer a Comissão de Relações Exteriores de informações, vai contribuindo para conversas e alinhamentos em questões internacionais. A gente vai ajudando a reverter as más informações que circulam, principalmente, na Europa, com relação à nossa Amazônia. Essa é a pegada.

Existem convites a eventos em Miami e em Washington, e a gente vai seguindo essa agenda.

E como reverter essa imagem que ficou do Brasil? O senhor acha que esse discurso do presidente Bolsonaro, aqui na ONU, ajudou?

Havia uma expectativa de que ele fosse mais conciliatório… Ele deu um pontapé inicial. Esse tema demanda um tempo, uma depuração, porque são muitos detalhes. Se pensarmos em fazer uma live ou um vídeo sobre isso daí, seria, pelo menos, uma hora, 40 minutos, apenas para começar o assunto. Mas, certamente, ele deu o primeiro passo. Não citou o nome de nenhum outro líder mundial, mostrou um tom diplomático e, por outro lado, também um tom firme, de preservação da Amazônia e da preservação da nossa soberania.

Acontece que a Amazônia está com a média de queimadas dos últimos 15 anos, então, a gente está dentro daquilo que pode ser dito como, entre aspas, normalidade. É óbvio, ninguém deseja queimadas. A gente está trabalhando para combater isso. Aceitamos, inclusive, ajuda de outros países, oferecida por Chile, Israel e Estados Unidos. Mas a gente tem de ver que existe muita desinformação. O próprio Macron (Emmanuel Macron, presidente da França), quando postou aquela foto da queimada dos anos 1980, as pessoas ficam em pânico, acham que aquilo aconteceu na Amazônia inteira. E, por outro lado, quando ele fala que 20% do oxigênio vem da Amazônia, está cometendo uma outra… É que não vou falar fake news, porque estou… serei diplomata. Mas ele está espalhando uma mentira que, depois você vai ver, é retuitada pelo jogador francês Mbappé, cantores começam a entrar na onda também. Aí, você cria, no imaginário das pessoas, uma falsa ideia da realidade. É isso que a gente tem de combater.

A Amazônia não está sendo queimada. Se você olhar onde está pegando fogo, não é no coração da floresta. É ao redor da floresta. São exatamente as áreas que já foram devastadas e são utilizadas para a agricultura. Então, todo ano acontece isso. Quando eu morei em Rondônia, em Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia, vi isso acontecer. Demorou mais de uma semana para eu conseguir ver a cor do céu, devido ao tamanho das queimadas. Isso em agosto de 2010. Antigamente, não tinha esse alarde todo da imprensa internacional. Então, parece que sim, que é um negócio arquitetado. E a gente está aqui para mudar essa ideia. Entrando em campo a equipe do ministro Ernesto Araújo; o pessoal do Itamaraty; eu aqui, fazendo a parte, às vezes, do Poder Legislativo, da Comissão de Relações Exteriores da Câmara; a assessoria especial da Presidência (Filipe Martins). A gente começa a explicar esses detalhes para os estrangeiros, porque eles não têm acesso a essa informação.

Como assim? CONTINUAR LENDO

AFOGADOS: FEIRA DO EMPREENDEDORISMO TERMINA COM RECORDE DE PÚBLICO E SUCESSO DE CRÍTICA

Infelizmente chegou ao final mais uma edição da Feira do Empreendedorismo de afogados da Ingazeira, com um recorde de participação de público, de empreendedores e elogiada por todos. Em seu encerramento, ocorrido na noite do último sábado (28), o Prefeito José Patriota fez questão de agradecer a todos os empreendedores presentes e à equipe organizadora da feira, assim como aos parceiros. A noite começou com a apresentação do grupo de Reisado Domingos Amaro, do povoado de Brejinho, Tabira.

“O sucesso dessa feira é fruto de muitas mãos trabalhando em conjunto, CDL, SEBRAE, Prefeitura, todos imbuídos em melhorar o ambiente de negócios em Afogados. Fico feliz em ver que os resultados positivos da feira extrapolam os dias de sua realização, com negócios e vendas sendo realizadas ao longo do ano inteiro, fruto dos contatos feitos aqui,” destacou Patriota.

Segundo o Vice-Prefeito, Alessandro Palmeira, presente durante os quatro dias da feira, “É a Prefeitura, pela primeira vez em sua história, tocando uma exitosa política pública de fortalecimento do empreendedorismo afogadense, um trabalho parabenizado e reconhecido por todos,” destacou Sandrinho.

A secretária de Administração, Flaviana Rosa, homenageou Ana Paula, Consultora do SEBRAE, pela dedicação e empenho no auxílio à organização da feira. “Quero agradecer a todos os parceiros, em nome de Ana Paula, que está saindo do SEBRAE Serra Talhada para assumir novos desafios no SEBRAE Garanhuns,” afirmou Flaviana, que chamou à tribuna de honra, toda a equipe da sala do empreendedor que participou da organização do evento.

 

A representante do CDL, Ilma Valério, agradeceu emocionada a todos os que contribuíram para o sucesso do evento. “A cada ano melhoramos o que já é bom. Fiquem certos que muitas vendas ocorrerão durante o ano, em decorrência da realização desta feira,”. A noite também foi de premiar os melhores pratos ofertados na arena gastronômica. O grande vencedor do primeiro festival gastronômico foi o bolo “maravilha sertaneja”, produzido pela padaria degustar. É um bolo de milho com leite de coco, recheado com catupiry e goiabada, assado na palha do milho. Em segundo lugar, a “rapirinha”, caipirinha de rapadura com cachaça, limão, acompanhado de dadinhos de tapioca, produzido pela Goodrinks. Em terceiro, bocão lanches, com o prato “cuscuz recheado gourmet”, que consiste em cuscuz com charque desfiada acebolada, queijo coalho, vinagrete e catupiry.

A noite ainda contou com o desfile da grife “moda matuta”, apresentando roupas e acessórios cuja criação é inspirada nas tradições culturais do sertão do Pajeú. A parte musical ficou por conta de Adelino do Acordeon, que levou muito forró pé-de-serra para a arena gastronômica.

AFOGADOS: FEIRA DO EMPREENDEDORISMO ABRIU ESPAÇO PARA INCLUSÃO SOCIAL

Empreender não é apenas vender. O empreendedorismo social é uma das vertentes mais significativas do empreendedorismo. E neste sentido, a V Feira de Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira abriu espaço para a exposição dos trabalhos produzidos por jovens e mulheres atendidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

Entre os trabalhos apresentados estavam as pinturas em tela e cerâmica feitas pelas crianças e adolescentes assistidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, serviço vinculado à Assistência Social. Destaque para o adolescente Robson, morador do Residencial Laura Ramos, que teve a oportunidade na Feira do Empreendedorismo de demonstrar e vender suas pinturas em cerâmica. Os jovens foram orientados e capacitados pelo arte-educador Luciano Pires. 

Em visita ao stand, o Prefeito José Patriota ficou admirado com o talento do jovem. Ele lhe fez a encomenda de um modelo artístico de placa de sinalização de logradouro e de espaços culturais e turísticos de Afogados. “Fico muito feliz em ver a gestão pública resgatando nossos jovens através da cultura e da arte. É emocionante ver os talentos que temos dentre nossos jovens e que precisamos valorizar e incentivar para que continuem sempre a nos encantar com a sua arte,” destacou Patriota.

As 150 mães afogadenses que participam do “Criança Feliz” participaram de uma oficina de produção de laços para cabelo, organizada pela Secretaria de Assistência Social. Elas também puderam expor e vender seus produtos durante o evento, gerando renda e cidadania plena.

 “O nosso papel é garantir os direitos de todas as crianças, mulheres e de todas as famílias. E a gente trabalha a proteção social aliada à geração de renda, pois só há cidadania plena quando há a emancipação econômica. E nessa feira procuramos dar oportunidades para que eles pudessem apresentar seus trabalhos e também vende-los ao público que prestigiou a V Feira do Empreendedorismo. O resultado foi muito positivo,” declarou Joana Darc, Secretária de Assistência Social de Afogados da Ingazeira.

Serra: Prefeitura realizou tradicional festa da padroeira de Bernardo Vieira

 O sábado (28) foi de muita alegria para a população do Distrito de Bernardo Vieira, em Serra Talhada. A Prefeitura Municipal promoveu mais uma edição da tradicional Festa da Padroeira Nossa Senhora das Dores. A noite foi animada pelas atrações Jamyson Pisadinha, Fabíola Leite, Elite Forrozeira e Fábio Diniz, que se apresentaram no palco montado na praça do distrito.

Antes da festa houve o tradicional Desfile Cívico realizado pela Escola Municipal Barão do Pajeú, que esse ano teve como tema: “Escola e Família”. Na ocasião, a Secretaria de Educação foi representada pela secretária executiva, Neuma Antunes. A Escola Barão do Pajeú foi construída em 1948, e funciona atualmente com as modalidades de Ensino Infantil e Ensino Fundamental I e II, do 1º ao 9º ano, totalizando 215 alunos.

A vereadora Alice Conrado, representante do distrito no legislativo, agradeceu o apoio da Prefeitura, parabenizou a comunidade pela organização da festividade e a Escola Barão do Pajeú pelo desfile. “Uma alegria muito grande vivenciar mais uma festa de Nossa Senhora das Dores, festa tranquila, onde toda a comunidade se empenhou muito. Agradecemos muito ao Prefeito Luciano Duque pelo apoio que sempre oferece ao nosso distrito, aos amigos vereadores, à Polícia Militar.

Parabéns também à gestora Alcione Maria, aos professores, alunos e toda equipe da Escola Barão do Pajeú pelo desfile, uma escola que há setenta anos existe, e Bernardo Vieira está bem representado”, disse.

A festividade foi prestigiada neste sábado (28) pelos secretários municipais Márcia Conrado, Cristiano Menezes, Aron Lourenço e Neuma Antunes, e pelos vereadores Alice Conrado e Romério Sena, que são representantes da região de Bernardo Vieira, Manoel Enfermeiro, José Raimundo Filho, Rosimério de Cuca e Ronaldo de Dja, além de lideranças políticas e do público em geral.

 

Curso de Medicina do Campus Serra Talhada é o mais concorrido do SSA3 da UPE

A Comissão Permanente de Concursos Acadêmicos da Universidade de Pernambuco (UPE) divulgou na sexta-feira (27), a concorrência do Processo de Ingresso 2020 da instituição. Ao todo, 28.963 candidatos se inscreveram para a 3ª fase do Sistema Seriado de Avaliação (SSA3).

O curso mais concorrido é o de Medicina do Campus Serra Talhada, que registra 34,38 candidatos por vaga, entre cotistas e não-cotistas (universal). Em segundo lugar aparece Direito do Campus Benfica, em Recife, com 29,75 candidatos por vaga.

Os inscritos concorrem a 1.740 vagas distribuídas entre os 11 campi da universidade em todo o Estado, incluindo o de Salgueiro. As provas do SSA3 serão realizadas nos dias 17 e 18 de novembro pela manhã. Já as da 1ª a 2ª fases estão previstas para os dias 1 e 2 de dezembro, pela manhã e tarde, respectivamente. O resultado da 3ª fase do SSA será divulgado no dia 17 de janeiro de 2020.

Caravana do 13º do Bolsa Família estará no Sertão do São Francisco, Itaparica, Central e Moxotó a partir de segunda-feira

A Caravana do Bolsa Família volta a circular pelos municípios pernambucanos na próxima semana. A partir de segunda-feira (30), as equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude estarão presentes em municípios do Sertão do São Francisco, Itaparica, Central, Moxotó, além da Zona da Mata Norte e Mata Sul. O próximo ciclo de encontros visitará 19 cidades até o dia 04 de outubro.

A primeira cidade a receber a caravana é Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de São Francisco, na próxima segunda-feira, às 9h, na Quadra da Escola Municipal Prefeito Barrinho. No mesmo dia, às 15h, o município de Orocó também recebe informações do programa estadual. O encontro será no Centro de Atividades.

Nos encontros realizados, o Governo de Pernambuco, por meio da SDSCJ, repassa todos os detalhes do programa estadual para beneficiários e técnicos que lidam diretamente com o público do Bolsa Família com o objetivo de esclarecer a população sobre o iniciativa.

O 13º do Bolsa Família é uma iniciativa da gestão estadual que vai conceder anualmente uma parcela extra do benefício de até R$ 150,00. Atualmente, 1.178.788 famílias pernambucanas são atendidas pelo Bolsa Família, o que representa 36% da população do Estado. Com isso, a gestão estadual irá injetar cerca de R$ 175 milhões na economia por ano.

Para quem recebe abaixo de R$ 150,00, o programa estadual prevê a ampliação do valor através da inserção do CPF na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica – NFC-e. Essa norma já está em vigor desde o dia 29 de março e é válida para os 14 mil estabelecimentos credenciados com nota fiscal eletrônica. O período de apuração vai até 31 de janeiro de 2020. Para participar do Programa, não será necessário fazer inscrição ou adesão, basta ser beneficiário do Bolsa Família e estar regular com as exigências do Programa Federal. Com informações da Assessoria de Imprensa do Governo de Pernambuco

SERTÃO MAIS CRIATIVO PROMOVE DEBATE SOBRE CULTURA, TURISMO E EMPREENDEDORISMO

Em uma parceria SEBRAE, EMPETUR e Prefeitura de Afogados, o projeto Sertão mais criativo trouxe para a V Feira do Empreendedorismo um importante debate sobre a importância da cultura para o fortalecimento das atividades turísticas nos municípios do Pajeú.

A consultora em economia criativa, Larissa Almeida, enfatizou a importância do desenvolvimento territorial a partir da perspectiva do turismo. “Grande parte da demanda turística se dá através da cultura. Isso é uma tendência mundial. E o sertão já tem o ativo que o turista procura. É importante que o cidadão tenha consciência do valor cultural que o local onde ele está inserido tem, para que isso possa ser um atrativo turístico.”

A advogada e poetisa Elis Almeida falou sobre o seu trabalho na cadeia produtiva do turismo em Triunfo. Das dificuldades que enfrentou no começo até os dias de hoje, quando se tornou uma referência nesse trabalho, passando inclusive a integrar a RECRIA – Rede Nacional do Turismo Criativo.  “Além da poesia, hoje a gente leva a música também aos nossos roteiros turísticos de Triunfo.”

Outro palestrante da noite foi o fotógrafo Cláudio Gomes, também membro do Conselho Estadual de Cultura de Pernambuco. “O sertão precisa se ajudar mais. As cidades precisam dialogar e interagir, para potencializar o Sertão do Pajeú como uma importante rota turística do Estado, enfatizando a nossa cultura, a nossa poesia.”

Vice-presidente da Associação dos Secretários Municipais de Turismo de Pernambuco (ASTUR) e Secretário de Cultura, Turismo e Esportes de Afogados, Edygar Santos destacou a importância do planejamento para o sucesso das ações relacionadas à cultura e ao turismo.  “Hoje conseguimos inserir afogados na rota turística estadual da poesia e cantoria. Avançamos no ranking de categorias do mapa do turismo brasileiro, que é atualizado a cada três anos. Isso é fruto do nosso trabalho de valorização do tabaqueiro, do apoio permanente às mais variadas manifestações da nossa cultura, e agora avançando para tornar a Serra do Giz, uma área não apenas de preservação, mas também de turismo de contemplação,” destacou Edygar Santos

Participaram da atividade, a Secretária de Cultura e Turismo de Tabira, Graça Paulino, o Secretário Adjunto de Cultura de Afogados, César Tenório, a diretora da EMPETUR, Graças Novaes, além dos consultores do SEBRAE que coordenam o projeto Sertão mais criativo.

O cadastro do SEBRAE contabiliza 300 empreendedores criativos nos 13 municípios do Sertão do Pajeú pesquisados pela entidade.

Conferência Municipal debate segurança alimentar e nutricional em Serra Talhada

Nesta sexta-feira (27), aconteceu a II Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Serra Talhada, promovida pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Serra Talhada – COMSEAN e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, no auditório do Centro Administrativo Municipal, localizado no antigo ITEP. No local, há exposição de produtos da agricultura familiar.

O objetivo da conferência é mobilizar a sociedade para o enfrentamento das estruturas e modelo de desenvolvimento que reforçam a desigualdade social e demais situações promotoras de insegurança alimentar e nutricional. O tema do debate foi “Como (NÃO) falar de comida de verdade se a FOME está de volta?”, e está de acordo com o lema estadual e nacional: “Comida de Verdade no Campo e na Cidade: por Direitos e Soberania Alimentar”, para chamar a reflexão para a alimentação adequada e saudável.

A programação começou com credenciamento, leitura do regimento interno e apresentação cultural do poema “A Receita da Fome”, de Braúlio Bessa, interpretado por Gil Silva; na sequência teve mesa de abertura e palestra magna sobre o tema  “Como (NÃO) falar de comida de verdade se a FOME está de volta?”, ministrada pelo palestrante Natanael Valle, presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA-PE). À tarde houve trabalhos em grupo, plenária final e eleição dos (as) delegados (as) para a etapa estadual, preparatória para a 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, prevista para os dias 3 e 6 de novembro em Brasília (DF).

Estiveram presentes na abertura o Prefeito Luciano Duque; o secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Josenildo Barbosa; o secretário de Agricultura e Recursos Hídricos, José Pereira; o presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, José Paulo de Oliveira; o representante do CAISAN-PE, Ivaldo Ferreira; o secretário geral do CONSEA-PE, Reginal Xavier; e o presidente do CONSEA-PE, Natanael Valle; além de representantes do STR, ADAGRO e Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável Rural e Urbano, entre outras entidades.