Monthly Archives: outubro 2019

Em Petrolina, SESI promove a 9ª edição dos ‘Melhores do Crawl’

O Serviço Social da Indústria – SESI está com inscrições abertas até o dia (24) deste mês para a 9ª edição do ‘Melhores do Crawl’, em Petrolina/PE. A competição, que promete movimentar o segmento de natação regional, será realizada no sábado (26) e terá início a partir das 7h30, no parque aquático da instituição, com uma sequência de provas que vai da categoria Mini – Mirim até a Master. Na categoria Adulto, as disputas começam às 15h, com as provas Master A e B e Absoluto.

O evento, aberto aos atletas do Vale do São Francisco e região, vai premiar com medalhas os três primeiros vencedores de cada categoria e com troféus as equipes que somarem mais pontos ao final da competição.

De acordo com o coordenador de Atividades Física do SESI Petrolina, Helbert Santana, esta competição estimula a vida saudável, conscientiza a comunidade a adotar melhores hábitos. “Essa competição, além da interação entre os atletas, promove disputas saudáveis entre as agremiações da modalidade na região. É importante também como teste para os atletas que disputam competições estaduais”, pontuou.

A inscrição custa R$15 e pode ser feita no SESI Petrolina, em frente ao Parque Municipal Josefa Coelho, 01, Centro. Mais informações pelo telefone: (87) 3861-1369, com os professores Edvaldo Gomes e Josué Ribeiro.

Encontro Município +Simples e Inovador vai acontecer em Petrolina, Caruaru e Recife

Desenvolvimento Econômico dos Municípios, promovem a partir da próxima semana o Encontro Município +Simples e Inovador nos municípios de Petrolina, Caruaru e Recife. O encontro tem o objetivo de esclarecer sobre os impactos da Lei da Liberdade Econômica e da REDESIM no desenvolvimento dos municípios. Inscrições no nosso site www.amupe.org ou https://forms.gle/GDd78UJXaTPuzwKq6

Confira a programação:

PETROLINA:

DATA: 23/10/2019

LOCAL: Nobile Hotel

14:00 –Abertura – SEBRAE; Fórum de Secretários de Desenvolvimento

14:15 – Palestra: Os impactos da Lei da liberdade econômica para os municípios (SEBRAE)

15:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

15:15 – Palestra: Municípios mais simples, melhor para empreender (JUCEPE)

16:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

16:15 – Palestra: Municípios mais inovador, melhor para se desenvolver (SECRETARIA DE PLANEJAMENTO DO ESTADO)

17:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

18:00 – Encerramento

RECIFE

DATA: 25/10/2019

LOCAL: Marante Plaza Hotel

00:90 –Abertura – SEBRAE; Fórum de Secretários de Desenvolvimento

09:15 – Palestra: Os impactos da Lei da liberdade econômica para os municípios (SEBRAE)

10:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

10:15 – Palestra: Municípios mais simples, melhor para empreender (JUCEPE)

11:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

11:15 – Palestra: Municípios mais inovador, melhor para se desenvolver (SECRETARIA DE PLANEJAMENTO DO ESTADO)

12:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

12:30 – Encerramento

CARUARU

DATA: 29/10/2019

LOCAL: Caruaru Park Hotel 

00:90 –Abertura – SEBRAE; Fórum de Secretários de Desenvolvimento

09:15 – Palestra: Os impactos da Lei da liberdade econômica para os municípios (SEBRAE)

10:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

10:15 – Palestra: Municípios mais simples, melhor para empreender (JUCEPE)

11:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

11:15 – Palestra: Municípios mais inovador, melhor para se desenvolver (SECRETARIA DE PLANEJAMENTO DO ESTADO)

12:00 – Perguntas e dúvidas dos participantes

12:30 – Encerramento

Agroecologia é tema de abertura do IV Ciclo de Palestra

O IV Ciclo de Palestra do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) teve início com a apresentação do tema Breve Introdução à Agroecologia, ministrada por  Francisco Roberto Caporal,  professor da UFRPE e membro do Núcleo de Agroecologia e Campesinato – NAC/UFRPE. O evento ocorreu na tarde desta quinta-feira (17), na sede da instituição.

Segundo ele, já são observado avanços significativos das diferentes experi­ências agroecológicas tanto no mundo, como na América Latina, mas, particularmente no Brasil, onde elas se espalham pelas diferentes regiões do nosso imenso território, respon­dendo às características dos diferentes agro­ecossistemas e sistemas culturais dos grupos sociais implicados.

“Muitos esforços têm sido realizados para sistematizar e dar visibilidade a essas experiências; no entanto, ainda esta­mos longe de cumprir com essa tarefa. Para ser ter uma ideia os maiores índices de fome ainda está no campo”, destacou o professor. A próxima palestra será Alerta Precoce da Vulnerabilidade do rebanho pecuário e oferta de forragens ocorre na quarta-feira (22), na sede do IPA.

‘Me livrei de um grande peso’, diz Joice Hasselmann, ex-líder de Bolsonaro

 

Por: Correio Braziliense

A crise no partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL, parece estar longe de acabar. Poucas horas depois de saber pela imprensa que havia deixado de ser a líder de governo, a deputada Joice Hasselmann disse, pelo Twitter, que se livrou de um grande peso. Ela foi trocada por Eduardo Gomes, do MDB do Tocantins.

A crise no partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL, parece estar longe de acabar. Poucas horas depois de saber pela imprensa que havia deixado de ser a líder de governo, a deputada Joice Hasselmann disse, pelo Twitter, que se livrou de um grande peso. Ela foi trocada por Eduardo Gomes, do MDB do Tocantins.

Em entrevista ao Estado de S.Paulo, Hasselman afirmou que o presidente Jair Bolsonaro usou do cargo para interferir no Legislativo e pressionar os deputados a assinar uma lista. O documento era para tirar a liderança do PSL de Delegado Waldir (GO) e emplacar o filho Eduardo Bolsonaro (SP) em seu lugar.
Hasselmann sofreu retaliação por apoiar a permanência do líder, que conseguiu se manter no cargo por articulação do presidente nacional do PSL Luciano Bivar, desafeto de Bolsonaro.
Segundo a parlamentar, a gratidão não está entre as qualidades do presidente. Ela afirmou que carregou muitas coisas nas costas e apagou incêndios e que, na semana passada, já havia comunicado ao partido que deixaria a liderança.
Também em entrevistas nessa quinta-feira, a ex-líder de Bolsonaro disse que a inteligência emocional do presidente é de menos 20. A deputada, que vem sendo alvo de críticas de apoiadores de Bolsonaro nas redes sociais, afirmou também que o presidente dispõe de um batalhão de perfis pagos que atuam em sua defesa.

Pernambuco tem o segundo maior saldo de empregos no Brasil em setembro

07/05/2018. Credito: Helia Scheppa/SEI/Divulgacao. Brasil. Cabo de Santo Agostinho – PE. Lancamento da pedra fundamental da fabrica do Ache.

Por: Luciana Morosini – Diario de Pernambuco

No Brasil, foram gerados 157.213 empregos em setembro e Pernambuco foi o segundo estado que teve o maior saldo, com a criação de 17.630 vagas, atrás apenas de São Paulo, que abriu 36.156 postos de trabalhos no mesmo período. Apesar do desempenho positivo, o saldo foi menor do que o registrado no mesmo mês de 2018, quando foram gerados 21.424 empregos celetistas no estado. Neste ano, o resultado foi puxado, principalmente, pela indústria de transformação, que teve o maior saldo, com 10.781 vagas, seguida dos setores de agropecuária (4.580), serviços (1.909) e comércio (1.048). Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Em Pernambuco, foram admitidas 48.820 pessoas contra o desligamento de 31.190, resultando no saldo de 17.630 vagas em setembro. Neste ano, o estado acumula um saldo positivo de empregos gerados, com 5.895. Porém, nos últimos 12 meses, o desempenho do estado fica negativo em 8.546 vagas. Apesar de ter registrado o maior saldo entre os setores em setembro, a indústria de transformação não apresenta um desempenho positivo neste ano, com resultado negativo de 4.734 vagas. Quando considerados os últimos 12 meses, o número cai para um resultado negativo de 9.275. Levando em consideração as duas comparações, o setor de serviços foi o único entre os quatro que mais geraram vagas que teve desempenho positivo nas duas situações, com 7.072 vagas no ano e 1.168 em 12 meses.

“Isso é o empenho do estado em relação à qualificação e também à atração de novos empreendimentos, já foram mais de 60 neste ano, como a Achè (que inaugurou a primeira fase da nova fábrica em outubro em Pernambuco). Também estamos incentivando as que já estão aqui e investindo, como na Jeep. Tudo isso tem repercutido nos números. A volta da safra da cana de açúcar impulsionou a agricultura no mês anterior e em setembro já é outro setor. Isso mostra que Pernambuco está fazendo o dever de casa e a expectativa é melhorar cada vez as políticas que estão sendo aplicadas”, avaliou Alberes Lopes, secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco.

Regiões
Entre as cinco regiões brasileiras, o Nordeste foi a que apresentou o maior saldo, com 57.035 vagas, seguida do Sudeste, que ficou colada com 56.883. No acumulado do ano, o Nordeste ficou com saldo positivo de 65.113 empregos, enquanto que nos últimos 12 meses, o saldo foi de 43.997. Entre os estados nordestinos, além de Pernambuco, que foi o com o melhor desempenho, Alagoas apareceu na sequência, em terceiro entre os com maiores saldos, com 16.529.

 

Paulo Câmara cria Sala de Situação para monitorar derramamento de óleo em Pernambuco

 Após a localização de manchas no litoral pernambucano, nesta quinta-feira, governador determinou a formação  de um grupo técnico para acompanhar e definir ações de prevenção
 
O governador Paulo Câmara institui, a partir desta sexta-feira (18.10), uma Sala de Situação no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, para monitorar as manchas de óleo que chegaram ao litoral pernambucano. As manchas foram localizadas, nesta quinta-feira (17), após vistorias realizadas pela manhã e à tarde no Litoral Sul do Estado por técnicos do Governo , utilizando helicópteros e embarcações. Ao todo, foram mobilizadas 70 pessoas e coletados 1,2 mil litros de óleo em alto mar, além de confirmar a presença de uma mancha de aproximadamente um metro de diâmetro na foz do Rio Una, no município de São José da Coroa Grande.
“Estamos acompanhando de perto a questão das manchas de óleo que voltaram a aparecer no nosso litoral. A estratégia montada nesta quinta deu certo; conseguimos localizar as manchas antes de atingirem a faixa de areia e foi recolhida pouco mais de uma tonelada do material. Vamos continuar com essa mesma prontidão nos próximos dias, mas é importante que o Governo Federal identifique a fonte desses vazamentos para que novas contaminações não voltem a acontecer”, afirmou o governador Paulo Câmara.
A Sala de Situação reúne representantes das Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, da Defesa Civil e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), que atuam no caso.
O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, afirmou que 70 pessoas compuseram as equipes que trabalharam para conter e retirar o resíduo localizado em São José da Coroa Grande, e adiantou que o trabalho continuará nesta sexta, envolvendo cerca de 200 pessoas. “Pernambuco vem monitorando esse problema e vamos intensificar a nossa atuação, pois o trabalho preventivo é fundamental, e amanhã faremos novos sobrevoos”, disse.

Governo Municipal conclui calçamento de mais uma rua em Sertânia

O Governo Municipal de Sertânia, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Projetos Especiais, concluiu o calçamento da Rua José de Alencar, trecho que vai até a Olegário Rufino, via que também foi calçada, no Alto da Conceição.  Este bairro, aliás, recebeu cinco serviços de pavimentação. Para esta obra na José de Alencar a prefeitura investiu recursos próprios na ordem de R$ 34.672, 27.

Mais de 40 ruas receberam esse tipo de operação nos últimos dois anos. Foram R$ 3.657.267,46 investidos em calçamentos. Algumas vias ainda estão com os trabalhos em andamento e em outras serão iniciados em breve.  As obras atendem tanto a sede, quanto os distritos e povoados. São mais de 38 mil m² de pavimentação.

A atual gestão reconhece que este tipo de intervenção gera bem-estar e proporciona qualidade de vida aos moradores. A medida muda a realidade das famílias e o dia a dia da comunidade, que agora não sofre mais com lama no período chuvoso e com poeira durante a estiagem.

Comissão de Educação aprova emendas ao Orçamento de 2020

A Comissão de Educação da Câmara Federal, nesta semana, escolheu as emendas ao Projeto de Lei Orçamentário Anual de 2020. Duas das quatro emendas aprovadas foram apresentadas pelo deputado Danilo Cabral (PSB/PE) e contemplam a educação básica e a concessão de bolsas de estudo no ensino superior.

As emendas do parlamentar destinam R$ 300 mil para apoio ao desenvolvimento da educação básica, de cunho nacional, e mais R$ 300 mil para a concessão de bolsas de estudo. Com esse valor, é possível realizar a manutenção de todos os editais dos Programas de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Rede Pública de Educação Básica (ProEB), do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), Residência Pedagógica e Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), além de permitir a criação de novos programas.

Para Danilo Cabral, a iniciativa visa aprimorar as áreas que carecem de investimentos. “As emendas apresentadas têm o objetivo de ressaltar a importância da educação para o desenvolvimento da sociedade. No último ano, essa foi uma área muito prejudicada pelos cortes do governo e vamos lutar para sua completa valorização”, explica.

Outras duas emendas também foram escolhidas. Uma é de R$ 300 mil em apoio à infraestrutura para a Educação Básica e outra de investimentos em bolsas de pesquisa da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

Danilo Cabral também ressalta a importância do apoio das associações, como a ANPG (Associação Nacional de Pós-graduandos), que busca realizar um trabalho em defesa dos estudantes. “Foi possível perceber, durante esse período de escolha das emendas, que os estudantes de mestrado, doutorado e pós-graduação precisavam de um incentivo, visto que o Ministério da Educação já havia anunciado um corte em quase 6 mil bolsas. A expectativa é que, no próximo ano, o valor da educação não seja contingenciado”, afirma.

Cada comissão permanente da Câmara pode apresentar até 4 emendas de Apropriação à Lei Orçamentária Anual de 2020 (PLOA). Para o valor ser liberado, é preciso que as emendas sejam aprovadas na Comissão mista de Planos, Orçamentos públicos e Fiscalização (CMO). O último dia para que todas as comissões apresentem suas emendas perante a CMO é 24 de outubro.

FESTA DO MORRO DA CONCEIÇÃO PODE SE TORNAR PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL

Resultado de imagem para morro da conceição

Projeto de Lei tramita na Alepe por proposição do deputado estadual Isaltino Nascimento

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco o projeto de lei que institui a festa do Morro da Conceição como patrimônio cultural imaterial de Pernambuco. O projeto é do deputado Isaltino Nascimento, que pretende com isso enaltecer e salvaguardar uma das maiores e mais bonitas festas religiosas do Estado.

O projeto que visa titular a Festa do Morro da Conceição como Patrimônio Imaterial de Pernambuco foi encaminhado pela CCLJ para a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco em março de 2018. Na época, a Fundarpe emitiu nota técnica fundamentando a importância da Festa do Morro para os pernambucanos concluindo que o evento “é um bem cultural que atende aos requisitos para ser considerado Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco, pois é uma celebração portadora de valores, herança cultural e religiosa, e práticas que consubstanciam toda uma dinâmica ligada ao Patrimônio Cultural pernambucano nas suas dimensões material e imaterial”.

Agora serão feitas as discussões do PL nas comissões da casa e seguirá para votação no Plenário. “Estamos ansiosos porque a festa do Morro é um momento muito rico de celebração e tradição para nós, que leva milhares de fiéis ao santuário. Mais especial ainda porque sou da região, nasci e fui criado no Alto José do Pinho, aos pés de Nossa Senhora da Conceição”, explica Isaltino.

FESTA DO MORRO

Já são 115 anos da Festa do Morro, que teve início em 08 de dezembro de 1904, quando foi inaugurado o monumento à Nossa Senhora da Conceição por cerca de 20 mil pessoas, uma multidão sem precedentes, considerando os 120 mil habitantes do Recife da época. Assim começava uma tradição secular de romarias e pagamento de promessas. Desde então, a data se tornou feriado municipal. A imagem de 5,5 metros de altura com 1806 kg foi trazida da França por navio e representa Maria Santíssima, toda vestida de branco, envolvida em um manto azul.

A Festa do Morro da Conceição, nasceu, por assim dizer, da conjugação das muitas individualidades, das mais íntimas relações com o sagrado e o profano, num cenário onde não se pode ignorar o sincretismo de culturas, de povos, de tradições religiosas, católicas ou não. É uma festa em que se avista um mar de devotos e de espontaneidades que se somam a gente agradecida, esperançosa, resignada e devota à santidade, à imagem, à santa, ao que ela representa.

O Recife recebe milhares de devotos e o morro todo se veste de azul e branco para homenagear Nossa Senhora da Conceição. Missas, procissão e shows são realizados e há toda uma mobilização para dar a estrutura para a realização do evento, incluindo fiscalização, transporte, trânsito e segurança.

“É um sentimento muito peculiar para o povo pernambucano, e nordestino, sendo um marco para toda essa região, um referencial cultural, histórico, religioso, arquitetônico, artístico e paisagístico do estado”, finaliza Isaltino.

Democratização dos ODS é discutido em Simpósio no Centro de Convenções de Olinda

Está acontecendo até amanhã (18/10) no Centro de Convenções de Olinda, o 1º Simpósio da Rede ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. O evento tem por finalidade fazer com os ODS sejam uma realidade na vida das pessoas, democratizando os 17 objetivos que norteiam uma centena de metas que formam os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). É por esta visão que os ODS vêm a geração de emprego e renda de forma sustentável, com respeito ao meio ambiente e pensando-se nas gerações futuras.

O Simpósio é uma realização da Rede de Articulação ODS Pernambuco; Governo do Estado; Rede ODS; Brasil, Comissão Estadual ODS Pernambuco; Amupe; COEP/PE e secretaria de Educação da Cidade do Recife, com o apoio da Embrapa; ONG Moradia; Cidadania; IFPE; Dataprev; CIEE; Caboclinhos Canindé; Chesf; Serpro, Banco do Brasil e CONAB.

 Várias oficinas foram programadas com temas importantes, como: O trabalho e os Jovens Aprendiz no foco dos ODS; experiências de Consórcio Sustentável de Compras Públicas, com destaque estadual de Santa Catarina; Parcerias e Meios de Implementação dos ODS, entre outras.

É preciso iluminar os planos de governos com os ODS, influenciar mais para que possamos fortalecer a agenda 2030 e usá-la como bússola, disse Fernando Clímaco, coordenador de Negócios do Sebrae.  “A Agenda do Sebrae já tem como missão tentar influenciar outras organizações na questão dos ODS. Especialmente nos preocupam os municípios, o desenvolvimento das cidades, para fazer com que elas valorizem por exemplo o agricultor familiar, na compra da merenda escolar e no fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas, o ambiente de negócios dos Municípios”. Reforçou.

Patrícia Menezes da prefeitura de Barcarena (Pará) e responsável pela coordenação Nacional da Rede ODS Brasil, disse que várias instituições de todas as esferas da sociedade estão trabalhando com a agenda 2030, mas na verdade muita das vezes é só para elaboração de materiais de divulgação e fazer uma correlação muito simples ou uma ação muito pontual. Isso é o que chamamos de lavagem dos ODS, que infelizmente no Brasil tem se intensificado bastante. Então a gente precisa compreender que essa é uma Agenda que precisa de ações estruturantes e ser levada a sério. Ressaltou.

Patrícia ressaltou ainda, que a Amupe tem um papel fundamental na sensibilização dos municípios. ” Como Associação municipalista forte em Pernambuco, ela tem esse papel de mostrar para os gestores e gestoras dos municípios que eles têm um papel extremamente relevante ao alinhar em todas as ações governamentais, instrumentos de planejamento para a Agenda 2030, afim de promover ações que realmente vão transformar os indicadores daquele território, para que as metas dos ODS sejam cumpridas.

Já Alessandra Nilo, coordenadora geral de Gestos e responsável pela Comissão Estadual dos ODS, disse que esse primeiro simpósio é muito importante para Pernambuco, principalmente porque ele traz para a mesa de debate sobre ODS a juventude e os municípios. Os ODS se materializam nos municípios, então é muito importante que eles não apenas apresentem o seu compromisso com Agenda 2030, mas que realmente faça essas ações, elas não são ações apenas a serem mostradas no papel, precisam, sobretudo, transformar as vidas das pessoas. Destacou

 Segundo Alessandra há um grande trabalho pela frente para fazer com que as pessoas conheçam os ODS, mas os gestores e as gestoras têm um papel importantíssimo nesse processo de divulgação. É preciso adotar essa agenda, mas é também necessário fazer com que as pessoas entendam do que se trata e como ela é importante. “Somente quando se apropriarem da Agenda 2030 é que a sociedade vai conseguir cobrar dos seus gestores e gestoras a efetivação dos planos de trabalho, que serão criados para sua capilarização nos municípios. Então o processo de divulgação é muito importante. Pontuou.

A representante da Associação Municipalista de Pernambuco – Amupe, Ana Nery, na sua fala, ressaltou que a entidade na pauta dos ODS tem sido de grande importância, pois entende que para contribuir para a agenda de 2030 é necessário a colaboração de todos e todas, trabalhando como articuladores junto aos municípios. “ Não é de hoje que a entidade trabalha com os ODS esta agenda está posta desde 2015 e faz parte do esforço e da importância de estarmos juntos. Ao longo desse período ela tem tomado iniciativas importantes pelo seu presidente José Patriota reconhece a sua celeridade. ”, Afirmou.