Deputado federal Augusto Coutinho lança websérie no Instagram

A conturbada relação entre o Parlamento e o Planalto marca o primeiro vídeo da websérie #opiniões lançada nesta quarta-feira, 22, pelo deputado federal e líder do Solidariedade na Câmara Augusto Coutinho. O material pode ser assistido no Instagram do parlamentar (@augustocoutinhope).

“Ele (Bolsonaro) é um presidente que tem uma relação com parlamento com dificuldades, tem tido dificuldades inclusive com seus próprios aliados. É um presidente que eu reputo bem-intencionado, com ideias importantes e que eu concordo com muitas delas. Mas precisa construir a forma de implantar a sua ideia”, disse Augusto Coutinho em um dos trechos do vídeo. O parlamentar também criticou aqueles que chama de “bolsonaristas extremistas”  “Os bolsonaristas extremistas acham que vindo de Bolsonaro tem que ser assim, e não é assim, a democracia não funciona assim”.

Dados da pesquisa Video Viewers divulgados na edição 2019 do YouTube Brandcast mostram que o Brasil tem registrado um crescimento considerável no consumo de vídeos na web. Em cinco anos, registrou um aumento de 165% neste produto, enquanto que o consumo de vídeos na televisão cresceu apenas 25%.

“Tenho observado que as pessoas cada vez mais querem saber o que nós, políticos, estamos pensando e elas usam as redes sociais para isso. Para acompanhar nosso trabalho e nossas opiniões. Acho que os vídeos em redes trazem essa proximidade”, comentou o deputado que também se confessa adepto nas redes. “O Instagram é uma das redes sociais que mais tenho usado hoje, mas sempre mantenho postagens no Twitter e Facebook também”.

Ao todo serão seis vídeos de aproximadamente três minutos cada. As postagens deverão ocorrer sempre às quintas-feiras e segundas. Para a próxima segunda é aguardado o vídeo em que o deputado fala sobre o ministro Sérgio Moro e se coloca contra personalismos durante as votações do Congresso. Augusto Coutinho também comenta o que considera erros da Lava Jato e fala da sua expectativa em relação à votação da prisão em segunda instância.

Assessoria de Comunicação Dep. Augusto Coutinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *