SENAI e Governo Municipal de Sertânia realizam entrega de certificados de cursos profissionalizantes

Aconteceu nesta segunda-feira (10) a entrega dos certificados dos alunos que concluíram os cursos profissionalizantes de costura e mecânica de moto, oferecidos pelo SENAI em parceria com o Governo Municipal de Sertânia. Cerca de 70 pessoas participaram da ação denominada Inclusão Produtiva. O projeto iniciado em 2019 trata-se de uma iniciativa que pretende qualificar os sertanienses.

“Hoje eu me sinto mais preparado. O curso é completo e o professor muito bom. Algo que veio para somar na nossa cidade, para que nós jovens possamos entrar no mercado de trabalho com mais atitude, mais força e alavancar essa área de mecânica aqui em Sertânia”, destacou o aluno Rafael.

As aulas teóricas e práticas aconteceram no Centro Social Urbano, onde também ocorreu a entrega dos certificados. O curso de mecânica de moto teve 100 horas de duração e foi ministrado pelo professor Igor Vasconcelos. Já o de costura foi comandado pelo Fábio Omena com carga de 128 horas. O projeto foi voltado para pessoas a partir de 16 anos, em especial, beneficiários do Bolsa Família e do programa de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF).

A aluna do curso de costura, Rita do sítio Bom Nome, que já trabalhava na área, destacou o quanto a ação vai ajudar na melhoria do seu trabalho, “eu não tinha condições de fazer um curso, aprendi por conta própria, quebrando cabeça, mas como apareceu essa oportunidade eu aproveitei e aprendi outras coisas que eu não sabia. O meu trabalho vai ficar ainda melhor”. 

Após a finalização dos cursos profissionalizantes, oferecidos gratuitamente, os alunos contarão com uma assessoria do SEBRAE, pois o projeto Inclusão Produtiva visa não apenas oportunizar mais chances de entrada no mercado de trabalho, mas estimulá-los a abrir o próprio negócio. A expectativa é que a parceria com o SENAI e SEBRAE continue em 2020.

“O nosso desejo agora é dá condições para que essas pessoas possam usar os aprendizados adquiridos como fonte de renda. O intuito é promover a emancipação financeira dos munícipes, em especial os mais carentes. Vamos trabalhar para que outros sertanienses tenham acesso a esse tipo de iniciativa, porque o desejo da Prefeitura é criar um Centro de Tecnologia e Inclusão Produtiva para oferecer cursos que atendam a toda população”, frisou o Secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Ricardo Pinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *