Pernambuco confirma 2.084 novos casos da Covid-19 e o registro oficial de 20 mortes

Por: Diario de Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou, neste sábado, 2.084 novos casos da Covid-19 e o registro oficial de 20 óbitos, ocorridos entre os dias 12/07 e 26/11. A Secretaria anunciou que este aumento no número de casos é pelo acúmulo de notificações dos últimos três dias, devido à instabilidade no sistema do Ministério da Saúde. Entre os casos confirmados hoje, 46 (2%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e todos os outros 2.038 (98%) são leves. Além disso, entre os registros do informe de hoje, 4,7% foram notificados em setembro; 75% em outubro; e 16% em novembro.
Agora, Pernambuco totaliza 181.392 casos confirmados da doença, sendo 27.973 graves e 153.419 leves e 9.019 mortes pela Covid-19.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

No Sertão, curso da Amupe discute empoderamento do controle social

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), através do Projeto Gestão Cidadã, financiado pela União Europeia, finalizou nesta sexta-feira (27), na cidade de Tabira, Sertão do Pajeú, as aulas inaugurais do curso de formação em Advocacy: Incidência Política na Prática, fruto de parceria com a ONG britânica United Porpuse (Unidos por um Propósito, em português) e com a Rede de Educação Cidadã (Recid). O prefeito da cidade das tradições, Sebastião Dias esteve presente.

A partir de agora, as capacitações serão online, por meio da plataforma de ensino à distância da Amupe, no www.eadamupe.org. Todos os módulos e conteúdos estarão a disposição da sociedade neste mesmo endereço, onde o cidadão e a cidadã pode se cadastrar no ambiente e preencher a ficha de inscrição do curso. O curso busca fomentar a participação social na gestão pública, com organização, diagnóstico e planejamento prévio.

A aula inaugural da capacitação de Advocacy: Incidência Política na Prática passou na última quarta (25) e quinta (25), pelas cidades de Surubim e Caruaru, respectivamente. A ação marca a finalização do Projeto Gestão Cidadã, que encerra as suas atividades neste mês de dezembro.

O presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota afirmou que “a capacitação de Advocacy busca manter o legado do projeto Gestão Cidadã, ao capacitar a sociedade para participar, socialmente falando, da gestão. O Gestão Cidadã, nesses últimos quatro anos, contribuiu de maneira significativa para o fortalecimento do controle social e da transparência em seus 16 municípios de ação”, concluiu.

Auxílio emergencial: governo divulga novo calendário para quem foi reavaliado

Calendário do auxílio emergencial tem novos pagamentos nesta sexta; confira | Notícias de Mogi

O Ministério da Cidadania publicou, no Diário Oficial da União desta sexta-feira (27), uma portaria com novos detalhes sobre o calendário de pagamentos do auxílio emergencial para pessoas que tiveram o pedido reavaliado em novembro e também aquelas fizeram a contestação pelo sistema após terem o benefício negado.

A primeira parcela para esses beneficiários (Ciclo 5) será paga a partir da próxima segunda-feira, 30 de novembro.

Já os créditos do Ciclo 6 (segunda, terceira, quarta e quinta parcelas do auxílio emergencial) serão disponibilizados entre os dias 13 e 29 de dezembro.

O dia exato para recebimento do benefício varia em função do mês de nascimento do beneficiário. Para saber o dia em que os valores serão depositados.

Clique aqui e veja o anexo da portaria.

Saques

A fim de evitar aglomerações em agências bancárias, o mês de nascimento do beneficiado foi também o critério adotado para saques em dinheiro – neste caso, entre 19 de dezembro de 2020 e 27 de janeiro de 2021, tanto para o Ciclo 5 como para o 6.

Segundo a portaria, eventuais saldos existentes nas poupanças sociais digitais serão transferidos automaticamente para a conta em que o beneficiário houver indicado por meio da plataforma digital.

Criado em abril pelo governo federal, o auxílio emergencial, pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães solteiras, foi estendido até 31 de dezembro, mas em valores menores. O auxílio emergencial extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

Quanto aos beneficiários do Bolsa Família, eles recebem o valor do programa complementado pela extensão do auxílio emergencial em até R$ 300 ou R$ 600 para mães solteiras. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600, o beneficiário receberá o valor do Bolsa Família, sempre privilegiando o benefício de maior valor.

O dinheiro pode ser sacado nas agências da Caixa Econômica Federal e lotéricas, entre outros pontos.

Pernambuco tem a menor taxa de mortalidade infantil do Norte/Nordeste, diz IBGE

Percentual registrado no Estado em 2019 foi de 11,4%, abaixo, inclusive, da média nacional de 11,9%
Pernambuco é o Estado com a menor taxa de mortalidade infantil do Norte/Nordeste. Dados divulgados nesta sexta-feira (27.11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que iniciativas como o Programa Mãe Coruja e campanhas de vacinação têm dado resultados positivos. Segundo o IBGE, Pernambuco aparece entre os dez Estados brasileiros com menor probabilidade de uma criança não completar um ano de idade. A taxa pernambucana em 2019 foi de 11,4%, a menor já registrada no Estado e menor, inclusive, que a média nacional, que ficou em 11,9%.

Em 2006, Pernambuco figurava entre os dez Estados com maior taxa de mortalidade infantil do País. Em 13 anos, o índice recuou 48%. Cinco pontos acima da taxa média nacional no mesmo período, que caiu para 43%. Como explicação para a queda da mortalidade infantil ao longo dos anos, o IBGE cita a atenção ao pré-natal, campanhas de vacinação em massa, aleitamento materno, a presença de agentes comunitários de saúde e programas de nutrição infantil. Outros fatores são o aumento de renda, da escolaridade e da proporção de domicílios com saneamento adequado.

“Ações de prevenção que acontecem em todo o Estado, como as campanhas de vacinação e o Mãe Coruja, são alguns dos fatores que ajudam a explicar a redução da taxa de mortalidade infantil em Pernambuco e, consequentemente, nossos índices estão entre os melhores do País. Ainda temos muito o que avançar, mas esses números mostram que estamos no caminho certo”, analisou o governador Paulo Câmara.

MÃE CORUJA – O Mãe Coruja é um dos programas sociais brasileiros de referência na área materno-infantil. É premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização dos Estados Americanos (OEA) como modelo de Gestão de Política Pública. Presta atenção integral às mães pernambucanas usuárias do Sistema Único de Saúde (SES) e a seus bebês, antes e depois do nascimento.

Ao todo, 211 mil mulheres foram cadastradas entre os anos de 2007 e 2020 no Mãe Coruja. O programa está em 102 municípios do Estado e na Ilha de Fernando de Noronha. Um total de 188 mil crianças foram acompanhadas desde o início das atividades.

VACINAÇÃO – Na última quinta-feira (26.11), Pernambuco bateu a meta mínima de 95% de crianças vacinadas na campanha de vacinação contra a poliomielite, tornando-se o segundo Estado brasileiro a atingir o feito, e se mantendo acima da média nacional, de 67%. Ao todo, foram imunizados 522.125 meninos e meninas, entre um ano de idade e menores de cinco anos, de um total de 549.369.

“Os dados positivos são reflexo da efetividade das políticas públicas implantadas pelo Governo do Estado. Entre os fatores que colocaram os indicadores do Estado entre os melhores do País, estão o permanente estímulo à vacinação, especialmente no público infantil; o Programa Mãe Coruja, que monitora gestantes e crianças para a promoção de nascimento e infância saudáveis; a qualificação da rede materno-infantil; a ampliação de acesso aos métodos contraceptivos e a formação contínua dos profissionais da rede. Ao mesmo tempo, com a priorização dos investimentos em saúde pela gestão Paulo Câmara, o Governo de Pernambuco vem garantindo melhorias e ampliações na rede estadual de saúde, o que têm impacto no avanço da integralidade da atenção e propicia um envelhecimento mais saudável aos pernambucanos”, explicou o secretário de Saúde, André Longo.

Pesquisa Folha/Ipespe para Prefeitura do Recife: João e Marília têm 50% dos votos válidos cada

Por Da Redação

A segunda rodada da pesquisa de intenções de voto para o segundo turno da disputa pela Prefeitura do Recife, realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), em parceria com a Folha de Pernambuco, indica um empate numérico entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT), com 50% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos) para cada prefeiturável. A margem de erro máximo estimada do estudo é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com a utilização de um intervalo de confiança de 95,45%.

No levantamento estimulado, os dois candidatos aparecem com 42% das menções. Os eleitores que afirmaram votar branco, nenhum ou ainda anular o voto são 13%. Os que não sabem ou não responderam são 3%.

Em comparação aos números da primeira rodada, Marília Arraes reduziu o seu percentual, que era 54% dos votos válidos e 44% da pesquisa estimulada. Por outro lado, João Campos apresentou uma recuperação: ele tinha 46% dos votos válidos e 38% na pesquisa estimulada. Os que declararam votar em branco, nulo e em nenhum dos candidatos eram 14%. Os que não sabem ou não responderam eram 4%.

Rejeição

O Ipespe também avaliou o índice de rejeição dos candidatos – quando os eleitores afirmam que “não votariam de jeito nenhum” no candidato. Neste quesito, Marília é a mais rejeitada entre os recifenses. Ela foi citada por 43% dos entrevistados. João Campos, por sua vez, soma 40% das citações. Os que votariam em “qualquer um dos dois” ou não “rejeitam nenhum dos dois” são 15%. Já os que não sabem ou não responderam são 6%.

Neste recorte, a petista anota uma maior rejeição entre o eleitorado do sexo masculino, 46%; com idade entre 45 e 59 anos, 46%; com ensino médio, 45%; e renda familiar de até dois salários mínimos, 45%.

O socialista também apresenta uma maior rejeição entre o eleitorado do sexo masculino, 43%, mas tem mais menções entre os recifenses mais jovens, com idade entre 16 e 24 anos, 47%; com ensino médio e ensino superior, 42% cada; e com renda superior a cinco salários mínimos, 45%.

COVID-19: AFOGADOS REGISTROU NESTA SEXTA-FEIRA 28 NOVOS CASOS

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta sexta (27), foram registrados 28 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 26 já estavam em investigação (Pessoas que aguardavam resultados de semanas anteriores).

São 17 pacientes do sexo feminino, com idades de 08, 19, 20, 23, 28, 28, 30, 37, 39, 47, 50, 52, 54, 59, 60, 62 e 79 anos; e 11 pacientes do sexo masculino, com idades de 05, 18, 20, 21, 28, 30, 40, 49, 54, 56 e 57 anos. Entre as mulheres: 04 agricultoras, 04 donas de casa, 02 estudantes, 02 autônomas, 01 profissional da saúde, 01 vendedora, 01 advogada, 01 sem informação e 01 aposentada. Já entre os homens: 03 agricultores, 02 estudantes, 01 menor, 01 serralheiro, 01 sem informação, 01 profissional de segurança, 01 bancário e 01 escrevente de cartório.

Hoje, 28 pacientes apresentaram resultados negativos para covid – 19 em nosso município.

Não temos novos casos em investigação hoje.

Nesta sexta, 14 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1372 pessoas (94,10%) recuperadas para covid -19. Atualmente, 67 casos estão ativos.

Afogados atingiu a marca de 7.198 pessoas testadas para covid-19, o que representa 19,31 % da nossa população testada.

Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves (1401 casos), 96,09%
Graves (57 casos), 3,91 %.

COVID-19: SERRA TALHADA CONFIRMA 19 NOVOS CASOS

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados 19 casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 4.932 casos confirmados.

Os novos casos foram confirmados através de 11 testes rápidos, 03 Swabs e 05 exames particulares. São 07 pacientes do sexo masculino e 12 do sexo feminino, com idades entre menor de 01 e 76 anos.

O município tem 290 pacientes aguardando resultado de exames e 21.518 casos descartados. Quanto à evolução dos casos confirmados, são 4.791 pacientes recuperados, 61 em isolamento domiciliar, 14 em internamento hospitalar, 75 em recuperação e 66 óbitos.

Em relação aos profissionais de saúde são 161 pacientes recuperados, 01 em isolamento e 01 óbito.

JOÃO CAMPOS: PT NÃO TERÁ NENHUMA INDICAÇÃO NO MEU GOVERNO

Folha Política

“Não terá nenhuma indicação política do PT no meu governo”. A declaração do prefeiturável João Campos foi feita ontem, em entrevista à CBN Recife. O candidato do PSB definiu a decisão assim: “É um compromisso que eu disse ao povo do Recife e vou cumprir integralmente”.

O aviso parece ser o fim da linha para a dubiedade na relação PT/PSB que foi possível ser mantida até este 2º turno. Em reserva, fontes socialistas revelam que, dois dia após totalização das urnas no 1º turno, já havia integrante da campanha defendendo que petistas fossem desligados em definitivo da administração estadual.

O movimento tinha o objetivo de conquistar o voto anti-PT, passando, assim, uma risca nessa relação. No Governo do Estado, o PT tem em sua cota a Secretaria de Agricultura, o Iterpe, EPTI e o IPA. Por que o PSB optou por não romper esse laço, uma vez que se partiria para um enfrentamento duro com o PT? João Campos devolve: “Isso é uma incoerência que tem que ser perguntada ao PT e não a mim”.

Ao fazer referência ao caso de João da Costa, citado por ele, no debate da TV Jornal, como aliado de Marília Arraes, uma vez que o ex-prefeito declarou apoio recentemente à petista, João Campos criticou: “João da Costa foi o último prefeito do PT na cidade do Recife e é um exemplo de como o PT administra a cidade”. E completou: “Se você quiser comparar a gestão João da Costa com a de Geraldo Julio, vamos comparar e ver quem é melhor gestor”.

João da Costa, à frente da PCR, teve como vice Milton Coelho, que, à época, presidia o PSB no Estado e, hoje, é chefe de Gabinete de Paulo Câmara. Hoje, a esposa de João da Costa, Marília Bezerra, comanda a EPTI. Sobre esses vínculos, João Campos assinala: “Quem tem a hegemonia de tomar a decisão, ou é o prefeito ou o governador, é quem está na liderança do processo”.

A posição mais dura de João causou estranheza em petistas. O tema chegou ao conhecimento da direção nacional do PT e pode sacramentar um distanciamento que já vinha se desenhando nacionalmente, via movimentos do PSB, PCdoB e PDT, feitos já na eleição municipal. Nacionalmente, então, rumo a 2022, esse bloco tende a seguir numa rota paralela ao PT.

COVID-19: AFOGADOS REGISTROU 21 NOVOS CASOS E VAI A 1.430

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quinta (26), foram registrados 21 casos para covid – 19 em nosso município. Desses, 12 já estavam em investigação (Pessoas que aguardavam resultados de semanas anteriores).

São 11 pacientes do sexo feminino, com idades de 15, 36, 36, 39, 44, 48, 53, 53 , 54, 56 e 58 anos; e 10 pacientes do sexo masculino, com idades de 12, 27, 35, 37, 38, 42, 45, 47, 57 e 58 anos. Entre os homens: 04 motoristas, 02 profissionais da segurança, 01 menor, 01 mecânico, 01 eletricista e 01 autônomo. Já entre as mulheres: 01 menor, 01 dona de casa, 01 educadora, 01 autônoma, 01 Tec. Administrativa, 01 sem informação, 01 funcionária pública, 01 empresária, 01 vendedora e 02 agricultoras.

Hoje, 72 pacientes apresentaram resultados negativos para covid – 19 em nosso município.

Entram em investigação os casos de 11 pacientes do sexo feminino, com idades entre 18 e 53 anos; e 04 pacientes do sexo masculino, com idades entre 03 e 52 anos.

Hoje, 04 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. O município atingiu a marca de 1.358 pessoas (94,96%) recuperadas para covid-19 em nosso município. Atualmente, 53 casos estão ativos.

Afogados atingiu a marca de 7.174 pessoas testadas para covid-19, o que representa 19,25 % da nossa população testada.

Casos leves x SRAG/covid- 19:
Leves (1373 casos), 96,01% SRAG (57 casos), 3,99 %.