Zulene Alves

Vítimas das chuvas em Sertânia recebem colchões do Governo do Estado de Pernambuco

As famílias atingidas pelas fortes chuvas que caíram em Sertânia receberam nesta segunda-feira (6) e terça-feira (7) colchões doados pelo Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Coordenadoria de Defesa Civil. A entrega foi feita pela própria CODECIPE e pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania do município com apoio da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana e Defesa Civil Municipal.

Foi feito um cadastro das pessoas prejudicadas pelas chuvas e a partir deste mapeamento aconteceu a distribuição. Ao todo, 211 colchões foram doados para 64 famílias; 13 do povoado Umburanas e as demais da sede do município. Esses cidadãos receberam o item de acordo com a quantidade de moradores na residência. Em Umburanas, também foram distribuídas cestas básicas para 10 famílias.

Essa iniciativa é uma resposta do Governo do Estado de Pernambuco ao pedido da administração municipal para apoio quanto à doação de insumos aos cidadãos afetados pelas chuvas.

A Prefeitura de Sertânia trabalha incansavelmente para a recuperação dos danos e a prestação de serviços de auxílio à população. Já foram distribuídas cestas básicas, colchões, água mineral, medicamentos e outros itens. A administração também está pagando Aluguel Social aos que solicitaram. Essas famílias contaram, ainda, com apoio de grupos voluntários, que recolheram donativos e direcionaram aos atingidos pelas cheias.

As Secretarias de Serviços Públicos, Infraestrutura, Agricultura e Meio Ambiente também realizam trabalhos de limpeza, desobstrução de barragens, barreiros, estradas, ruas e calçamentos danificados pelas chuvas. O canal de Santa Cruz, que corta a cidade, recebeu as mesmas intervenções.

SERRA TALHADA NOTIFICA MAIS DOIS CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada confirmou, nesta terça-feira (07.04), mais dois 02 casos suspeitos de coronavírus (COVID-19). Os pacientes são dois profissionais da área de saúde, sendo um homem de 62 anos e uma mulher de 37 anos.

A identificação desses dois casos surgiu a partir do trabalho de rotina realizado diariamente nas unidades de saúde do município. “Os pacientes se encontram com sintomas que atendem ao protocolo para notificação de suspeita de coronavírus. Foram coletadas as amostras de material dos pacientes e encaminhadas para o laboratório, estamos aguardando os resultados”, informou Aron Lourenço, secretário-executivo de Saúde.

Até esta terça-feira (07.04), Serra Talhada contabiliza 03 casos suspeitos, 04 casos descartados e nenhum caso confirmado para COVID-19.

Escola de Advocacia da OAB-PE cria projeto com lives para atrair doações para entidades assistenciais

A Escola Superior de Advocacia (ESA-PE) da OAB Pernambuco acaba de criar o projeto ESA Cultural, iniciativa que levará música, poesia e histórias aos advogados e advogadas pernambucanos, e ao público em geral, principalmente nessa época de quarentena. O projeto começa com um show do cantor pernambucano Geraldinho Lins, nesta terça-feira (07.04), Dia Mundial da Saúde, às 19 horas, em live no Instagram da ESA-PE (@esa.pe).

A cada encontro, a ESA-PE vai pedir doações para alguma instituição de caridade ou saúde, de preferência da região do artista que participar do projeto. Nessa primeira edição serão solicitadas doações ao projeto “Rarus”, do Hospital Maria Lucinda, que trabalha apenas com doenças raras e está passando por problemas financeiros. “O Dia Mundial da Saúde é emblemático neste momento em que o mundo todo passa pela pandemia do novo coronavírus, buscaremos levar esperança e ajuda aos mais necessitados”, afirma o diretor geral da ESA-PE, o advogado Mário Guimarães.

Coren-PE levanta falhas nas ações de combate da Covid-19 do Hospital Otávio de Freitas, em Recife

O Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE), dando continuidade as inspeções para avaliar as condições em que os profissionais de enfermagem tem atuado no enfrentamento da COVID-10, realizou fiscalização, nesta segunda-feira (06), no Hospital Otávio de Freitas, em Recife.

A equipe do Coren-PE, formada pelos conselheiros Neide Silvério e Iraquitan Vereda e pela enfermeira fiscal Kátia Sales, identificou diversos problemas na unidade de saúde como o déficit de profissionais e a não conclusão da capacitação dos profissionais de Enfermagem da instituição para o atendimento de casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus e para a utilização e descarte adequado dos equipamentos de proteção está em andamento. Outra falha vista foi em relação à falta de uma política para o monitoramento e gerenciamento de funcionários com suspeita ou confirmação de infecção por Covid-19.

Apesar da instituição dispor de lavatórios e de álcool em gel 70% em todos setores, foi verificado durante a inspeção que aventais impermeáveis estão restritos para profissionais que forem realizar procedimentos geradores de aerossóis e que os óculos de proteção estão sendo compartilhados entre os profissionais. Segundo a coordenação de Enfermagem do hospital, os óculos são lavados e desinfectados antes de serem utilizados por outro profissional.

Durante a inspeção, também não foi identificado a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) como máscaras cirúrgicas, luvas, máscaras PFF2, toucas e avental permeável, e, segundo relatos dos profissionais, a distribuição desses EPIs é suficiente por plantão.

Segundo a enfermeira fiscal Kátia Sales, a sala amarela do hospital, com disponibilidade de 10 leitos equipados com ventiladores mecânicos, está sendo organizada para o atendimento exclusivo de pacientes com suspeita de infecção por Covid. “Aproveitamos a visita para dar orientações em relação ao fluxograma dos pacientes e profissionais de Enfermagem que ficarão locados na área amarela”, explica Kátia. A equipe do Coren-PE ainda realizou instruções sobre o uso e o descarte dos EPIs como também da própria assistência da Enfermagem no manejo e no controle da infecção Covid-19.

“Todos os nossos esforços enquanto órgão fiscalizador será fazer com que as unidades de saúde estejam adotadas de EPIs e, assim, garantam um atendimento seguro e de qualidade para profissional e paciente”, destaca a presidente do Coren-PE, Marcleide Cavalcanti. Segundo ela, o Conselho tem cobrado incisivamente soluções para o desabastecimento de EPIs junto ao Governo do Estado e ao Ministério Público de Pernambuco. As informações são da assessoria de comunicação do Coren-PE.

Amupe realiza distribuição de 494 mil EPIs para rede pública de saúde

O material foi cedido pelo Governodo Estado e a distribuição deve começar ainda nesta terça-feira, 07/04

Cerca de 494 mil unidades de Equipamentos de Proteção
Individual (EPIs), começaram a ser distribuídos hoje, 07/04, pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), para abastecer hospitais municipais do Estado. Os lotes, que chegaram ontem, 06/04, cedidos pelo Governo do Estado, são compostos por álcool em
gel, aventais, toucas, sapatilhas, luvas, óculos cirúrgicos e máscaras que estão serão utilizados por profissionais que estão trabalhando no combate ao coronavírus.

Divididos em Gerências Estaduais de Saúde (Geres), a
distribuição aos 184 municípios, segundo a Amupe, seguirá o princípio da isonomia, estabelecendo o critério da proporcionalidade populacional. A entrega dos materiais começa ainda nesta terça-feira, 07/04, com a distribuição para os municípios integrantes
da Região Metropolitana do Recife, que, pela proximidade, vão enviar equipes para retirar o material na sede da Associação.

Está sendo montada uma logística de entrega especial
com os municípios do interior, diretamente com cada secretário de Saúde municipal, na qual a Amupe vai entregar os equipamentos na farmácia básica de cada município sede da Geres, e o município integrante de cada gerência enviará uma equipe pré-cadastrada
pela Amupe para retirar os materiais.

Para o presidente da Amupe, José Patriota “naturalmente,
tendo em vista a crise mundial, os itens encaminhados são insuficientes para atender as nossas expectativas e as demandas no combate ao novo coronavírus. Só o Estado gasta, por semana, 100 mil máscaras, 150 mil pares de luvas e 50 mil aventais na linha de
frente de combate a Covid-19”, explicou Patriota, que também é prefeito de Afogados da Ingazeira, no Sertão.

Atualmente, 17 municípios pernambucanos estão com casos
confirmados do novo coronavírus, são eles: Recife (146 casos), Jaboatão dos Guararapes (15 casos), Olinda (11 casos), Cabo de Santo Agostinho (5 casos), Camaragibe (7 casos),, Paulista (5 casos), São Lourenço da Mata (7 casos), Lagoa do Carro (1 caso), Paudalho
(2 casos), Palmares (1 caso), Belo Jardim (1 caso), Caruaru (3 casos), Cachoeirinha (1 caso), Petrolina (2 casos), Ipubi (1 caso), Goiana (1 caso) e Aliança (1 caso).

Desde o começo da pandemia causada pela Covid-19, a Amupe
tem orientado todos os municípios pernambucanos a tomarem medidas necessárias desde do ponto de vista legal, com orientações para a publicação de decretos e de planos de contingência, até ações integradas como a conscientização da população para ficar em casa.

Coronavírus: casos em investigação em Sertânia

Neste domingo (5), deu entrada no Hospital Maria Alice Gomes Lafayette, paciente do sexo feminino, 60 anos, portadora de cardiopatia chagásica, hipertensão, diabetes (SIC) e apresentando sintomas sugestivos para a Covid-19.

Seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, foi feita a classificação de risco e a paciente foi transferida para o Hospital Regional Ruy de Barros Correia, em Arcoverde.

No local, a senhora foi submetida a teste para diagnóstico do novo coronavírus. A paciente foi a óbito na tarde desta segunda-feira (6). A Secretaria de Saúde de Sertânia aguarda o resultado do exame para divulgar a população.

O município ainda conta com outro caso em investigação, também aguardando resultado de exame. Esse paciente apresentou sintomas de síndrome gripal e hoje está aos cuidados da equipe de saúde da família cumprindo isolamento domiciliar.

A Vigilância em Saúde do município já identificou as pessoas que entraram em contato com os pacientes que estão sendo monitorados. Elas foram orientadas a cumprirem isolamento domiciliar e a intensificarem os cuidados de higiene pessoal.

Governo garante pensão integral para famílias de servidores da saúde e serviços essenciais, vítimas do novo Coronavírus

 

Paulo Câmara também anunciou a distribuição de EPIs para a rede pública de saúde, a prorrogação do decreto de interdição de praias e parques e a produção de álcool em gel pelo Lafepe

O governador Paulo Câmara vai encaminhar à Assembleia Legislativa do estado um projeto de lei concedendo o pagamento de pensão integral aos familiares de servidores da saúde e de outros serviços essenciais, como por exemplo segurança pública, que venham a falecer em consequência do novo Coronavírus. Além dessa medida, foi anunciado o início da fabricação de álcool em gel pelo Lafepe, a prorrogação do decreto que proíbe o acesso às praias e parques, a testagem dos servidores da saúde e a continuidade da  distribuição de EPIs para a rede pública de saúde.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) começou a testagem, em larga escala, dos servidores que atuam nas UTIs, emergências, enfermarias e Atenção Primária que atendem pacientes suspeitos e confirmados com a Covid-19, sem deixar de fora os técnicos que realizam a coleta de amostras biológicas, independente do local de trabalho.

O Governo de Pernambuco está enviando 1,2 milhão de unidades de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para 52 unidades da rede estadual de saúde. Os lotes que estão sendo entregues são compostos por água sanitária, álcool em gel, capotes, gorros, sapatilhas, luvas, óculos cirúrgicos e máscaras que estão sendo utilizados por profissionais que estão trabalhando no combate ao coronavírus.

Com relação às máscaras, estão sendo enviadas 144 mil do modelo cirúrgico e 50 mil do tipo N95 – utilizado por profissionais que estão em contato direto com os pacientes suspeitos ou confirmados da Covid-19, em procedimentos com risco de geração de aerossol. Ao todo a Secretaria Estadual de Saúde realizou a compra de um milhão de máscaras N95 (150 mil já foram entregues pelos fornecedores).

O Estado entregou na manhã de hoje à Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), equipamentos de proteção individual que serão distribuídos para a rede pública hospitalar dos municípios do interior do estado.

PRAIAS E PARQUES ­ O número de óbitos provocados pelo novo Coronavírus triplicou em Pernambuco da última sexta-feira para esta segunda. Com isso, o Governo vai prorrogar o prazo proibindo o acesso a praias e parques, dessa vez incluindo também os calçadões. O decreto mantém o fechamento até a próxima segunda-feira.

O Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lafepe) iniciou, também, nesta segunda-feira, a produção de álcool em gel em escala industrial para auxiliar no combate à Covid-19. A instituição adaptou uma linha de produção já existente adquirindo novos equipamentos necessários no período recorde de 15 dias, com um investimento de R$ 400 mil.

A expectativa, ao longo deste mês de abril, é entregar 70 toneladas do produto aos hospitais da rede pública estadual.

“O nosso laboratório adaptou uma fábrica já existente e adquiriu equipamentos para, ao longo deste mês de abril, entregar 70 toneladas do produto. Serão produzidas duas toneladas de álcool em gel por dia. E estamos criando as condições para, no mês de maio, entregar 110 toneladas. A ideia é aumentar a produção gradualmente”, explicou o governador Paulo Câmara.

Com a falta do carbopol, um dos principais polímeros para a elaboração do álcool em gel, a equipe técnica do Lafepe criou sua própria fórmula, possibilitando o início imediato da produção. O material será distribuído em bombonas de cinco litrosEquipamentos de Proteção Individual (EPI) para 52 unidades da rede estadual de saúde. Os lotes que estão sendo entregues estão compostos por água sanitária, álcool em gel, capote, gorro, sapatilhas, luvas, óculos cirúrgicos e máscaras que estão sendo utilizados por profissionais que estão trabalhando no combate ao coronavírus.

Com relação às máscaras, estão sendo enviadas 144 mil do modelo cirúrgico e 50 mil N95 – utilizado por profissionais que estão em contato direto com os pacientes suspeitos ou confirmados da Covid-19, em procedimentos com risco de geração de aerossol. Ao todo a Secretaria Estadual de Saúde realizou a compra de um milhão de máscaras N95 (150 mil já foram entregues pelos fornecedores).

O Estado entregou na manhã desta segunda-feira (06.04), a Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), Equipamentos de Proteção Individual que serão distribuídos para a rede pública hospitalar dos 185 municípios de Pernambuco.

*Link com os vídeos e a fala do governador Paulo Câmara: https://we.tl/t-C1P5GqziCc

Coronavírus: Governo Municipal de Sertânia decreta estado de calamidade pública

Prefeitura de Caxias decreta situação de calamidade pública ...

Em virtude da disseminação do novo coronavírus, a Prefeitura de Sertânia decretou estado de calamidade pública em todo território municipal. Na prática, a gestão terá mais autonomia para criar ações preventivas e ampliar medidas contra a Covid-19.

A administração enviou a decisão à Assembleia Legislativa de Pernambuco para o reconhecimento do estado de calamidade. O decreto abre mais possibilidades para o município construir ações de combate à doença e terá mais flexibilidade para efetuar gastos

Em resumo, com o novo texto, a prefeitura está autorizada a realizar despesas extraordinárias para fins de prevenção e de enfrentamento ao novo coronavírus. A intenção é amenizar os efeitos da Covid-19 nos setores mais atingidos, como saúde, ação social e economia.

O decreto municipal está em consonância com os estados de calamidade pública, já decretados, no Brasil e em Pernambuco, além da situação de pandemia declarada pela OMS. Até o momento, Sertânia não tem casos confirmados da doença.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira atingiu nesta segunda (06), a meta preconizada pelo Ministério

da Saúde para vacinação contra influenza. A meta do Ministério é a de vacinar 90% do público-alvo
desta primeira etapa, que inclui profissionais de saúde e idosos a partir dos 60 anos de idade.
Até esta segunda, já haviam sido vacinados 4.122 idosos, o que representa um percentual de atendimento
de 91,87% desse público-alvo em Afogados. Dentre os profissionais de saúde, esse percentual já está em 97,2%.
 
“A vacinação continua, a estratégia do drive-thru foi importante pois nos ajudou a ampliar a vacinação, e estamos trabalhando
para atender cem por cento do nosso público-alvo,” informou o Secretário Municipal de Saúde, Artur Amorim.