Zulene Alves

Sertânia: Idosos e pessoas com deficiência têm até dezembro para se inscrever no CadÚnico

Os idosos acima de 65 anos e as pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) devem estar inseridas até o fim do ano no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal. Quem não realizar o cadastramento até a data limite perderá o benefício.

Em Sertânia mais de 400 pessoas devem fazer o cadastro entre os dias 3 e 31 de dezembro, nos turnos manhã e tarde, na sede do Bolsa Família localizada na Secretaria Desenvolvimento Social e Cidadania, na Rua Ubirajara Chaves n º 191, Alto da Conceição. Os beneficiários já podem agendar o atendimento.

Devem ser levados os documentos de todas as pessoas que moram na casa, é necessário: RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de residência. Se o titular do BPC tiver alguma dificuldade de locomoção, poderá ser representado pelo responsável familiar.

O Governo Municipal de Sertânia montará pontos estratégicos no município para realizar uma buscativa dos beneficiários que não procurarem fazer o cadastramento, levando em conta que quem não estiver inserido no Cadúnico terá o benefício suspenso.

O BPC é um auxilio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no valor de um salário mínimo pago à pessoa idosa com 65 anos ou mais e à pessoa com deficiência de qualquer idade, mesmo que não tenha contribuído para a Previdência Social. Já o CadÚnico é um cadastro do Governo Federal para benefícios assistenciais.

INSS começa a pagar nesta segunda a 2ª parcela do 13º salário de aposentados

Por G1

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começa a pagar nesta segunda-feira (26) a segunda parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas. Os depósitos serão feitos até 7 de dezembro, junto com a folha mensal de pagamento do mês de novembro.

Já para os trabalhadores assalariados, a primeira parcela deve ser depositada até 30 de novembro, conforme determina a lei, e a segunda, até o dia 20 de dezembro.

Pelo calendário do INSS, os primeiros a terem o valor depositado serão os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito. Quem ganha acima do mínimo começa a receber a partir do dia 3 de dezembro. Veja abaixo a Tabela de Pagamentos de Benefícios 2018 abaixo:

Em todo o país, 29,7 milhões de benefícios deverão receber o pagamento extra. A segunda parcela corresponde a 50% do valor de cada benefício. Mas vale lembrar que é sobre a segunda parcela que pode incidir o Imposto de Renda.

A primeira parcela foi paga entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, totalizando R$ 20,7 bilhões.

Quem tem direito
Tem direito ao 13º quem, ao longo do ano, recebeu benefícios previdenciários como aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade.

Para quem recebe auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do 13º será proporcional ao período recebido.

Aqueles que recebem benefícios assistenciais (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV) não têm direito ao abono anual.

Extrato
O extrato mensal de pagamento estará disponível para consulta no site Meu INSS e nos terminais de autoatendimento da rede bancária juntamente com o extrato de pagamento de benefícios da folha de agosto.

13º para trablhadores com carteira assinada
Para os trabalhadores com carteira assinada, por lei, a primeira parcela do 13º deve ser depositada até 30 de novembro. Nas localidades onde for feriado, como o Distrito Federal (que comemora o Dia do Evangélico), a gratificação deve ser paga até o dia 29. A 2ª parcela, por sua vez, precisa ser depositada na conta dos trabalhadores até o dia 20 de dezembro.

Em caso de empregados que recebem salários variáveis, por meio de comissões ou percentagens, o 13º deve perfazer a média anual de salários. Cabe ao empregador a decisão de pagar em uma ou duas parcelas. No caso de ser apenas em uma única vez, o pagamento deve ter sido feito até o dia 30.

“Quem não receber a primeira parcela até a data limite deve procurar as Superintendências do Trabalho ou as Gerências do Trabalho para fazer a reclamação. Outra opção é buscar orientação no sindicato de cada categoria. A empresa que não fizer o pagamento no prazo pode ser autuada por um auditor-fiscal do Ministério do Trabalho e pagar multa pela infração”, orienta o Ministério do Trabalho.

O 13º salário tem natureza de gratificação (gratificação natalina) e está previsto na Lei 4.749/1965. O Ministério do Trabalho lembra que todo trabalhador que atuou por 15 dias ou mais durante o ano – e que não tenha sido demitido por justa causa – tem direito à gratificação.

Adagro alerta produtores sobre peste suína no Ceará

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) faz alerta aos produtores pernambucanos de suínos devido aos focos de peste suína clássica no Ceará. O trânsito desses animais com o Estado está proibido por tempo indeterminado.

Em 6 de outubro, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmou um foco de Peste Suína Clássica no município de Forquilha-CE. Atualmente a doença já foi confirmada em onze municípios e mais de 500 animais foram abatidos como precaução para que a doença não se espalhasse. O surto está presente em criadores que não possuem a tecnificação necessária para o manejo de suínos. A suspeita é que feiras irregulares, que comercializam animais sem autorização da fiscalização agropecuária, e sem atestados clínicos assinados por veterinários tenham expandido o problema na região.

“Pernambuco não tem nenhum foco da doença, mas fazemos divisa com o Ceará e é preciso ficar atento, principalmente ao comércio desses animais em feiras de gado e aos criatórios de fundo de quintal ou soltos na rua” alertou a Diretora de Defesa e Inspeção Animal, Elayne Gonçalves. A proibição de trânsito com o Ceará será mantido até o estado erradicar todos os focos.

A peste ou cólera suína é uma doença viral contagiosa, com mortalidade elevada, que afeta suínos domésticos e selvagens. Não oferece riscos à saúde humana e nem afeta outras espécies. Os principais sintomas da doença são: lesões hemorrágicas (manchas avermelhadas) na pele e extremidades (membros, orelhas, focinho e cauda), febre alta, constipação intestinal seguida de diarreia, vômito, sinais nervosos (tremores nas patas), conjuntivite, problemas reprodutivos (aborto, natimorto e repetição de cio), falta de apetite e fraqueza.

Outros focos no Ceará ainda estão sendo investigados, por isso o produtor pernambucano deve ficar atento e qualquer suspeita deve ser comunicada na Adagro mais próxima. Pernambuco tem mais de 700 mil suínos e o trânsito mais intenso é com os estados da Paraíba, Ceará e Alagoas.

Bolsonaro anuncia o general Carlos Alberto dos Santos Cruz como ministro da Secretaria de Governo

G1 — Brasília

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), anunciou nesta segunda-feira (26), por meio do Twitter, o general-de-divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz para comandar a Secretaria de Governo.

Santos Cruz é o quarto militar indicado por Bolsonaro para integrar seu futuro governo. Os outros militares são: general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), general Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e o tenente-coronel Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia).

O atual chefe da Secretaria de Governo é o ministro Carlos Marun. A pasta fica no Palácio do Planalto e cuida, entre outras atribuições, da articulação do governo com o Congresso. Segundo a assessoria de Bolsonaro, a Secretaria de Governo manterá o status de ministério.

Santos Cruz tem participado de reuniões de Bolsonaro com embaixadores no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, sede do gabinete de transição. O general era cotado para integrar a equipe de Sérgio Moro no Ministério da Justiça, porém foi escolhido para a Secretaria de Governo.

O ministro que coordena a transição e futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou há duas semanas que a Secretaria de Governo seria incorporada pela Casa Civil. Assim, funcionariam três ministérios no Planalto: Secretaria-Geral, Gabinete de Segurança Institucional e a própria Casa Civil. Com a indicação desta segunda, quatro pastas continuarão com gabinetes no Planalto.

Perfil
Natural de Rio Grande (RS), Carlos Alberto dos Santos Cruz é formado em Engenharia Civil e chegou ao posto de general de divisão no Exército.

O militar, de 66 anos, comandou as missões de paz da ONU no Haiti (2007 a 2009) e na República Democrática do Congo (2013 a 2015) e chefiou a Secretaria Nacional de Segurança Pública durante parte da gestão do presidente Michel Temer.

Santos Cruz também trabalhou como consultor da Organização das Nações Unidas (ONU) em razão de sua participação nas missões de paz.

Com experiência internacional no currículo, Santos Cruz é conhecido por ser um general “linha de frente”. Em 2015, na República Democrática do Congo, o helicóptero que levava o general brasileiro foi alvo de tiros de grupos rebeldes.

A aeronave teve de fazer um pouso de emergência. “Essas coisas fazem parte do trabalho. Faz parte da vida”, disse Santos Cruz à época.

O general também foi adido militar na embaixada do Brasil em Moscou (Rússia), entre 2001 e 2002. Ele ainda atuou como conselheiro do Banco Mundial para a elaboração do Relatório de Desenvolvimento Mundial 2011 e integrou o grupo de conselheiros da ONU para a revisão do reembolso aos países que contribuem com tropas em missões de paz.

Bolsonaro descarta Revalida para médicos formados no Brasil

 

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, descartou hoje (25) a possibilidade de submeter os médicos brasileiros ao Revalida – prova de avaliação e qualificação exigida para os profissionais formados fora do Brasil. Segundo ele, a hipótese não é considerada. Também criticou a prova realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aos recém-formados para que tenham o número da entidade.

“Eu sou contra o Revalida para os médicos brasileiros, senão vai desaguar na mesma situação que acontece na OAB. Não podemos formar jovens e depois submetê-los a ser boys de luxo em escritórios de advocacia”, afirmou o presidente eleito.

A afirmação de Bolsonaro ocorreu depois de ele participar de almoço na Escola de Educação Física do Exército, na Urca, no Rio de Janeiro, para participar do 10º Encontro do Calção Preto, que reúne antigos e atuais comandantes, professores e monitores da escola.
Histórico
Em entrevista ao jornal O Globo, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta, confirmado para o Ministério da Saúde, defendeu a aplicação do exame Revalida para os médicos brasileiros, nos moldes do que ocorre com os profissionais da OAB. Segundo ele, seria um bom exemplo uma recertificação após cinco anos da formatura.
Para Mandetta, o sistema que observa a atuação médica dos profissionais que trabalham no Brasil é “um dos modelos de fiscalização do exercício profissional mais frágeis do mundo”.
Indicações
No Rio, Bolsonaro reafirmou a disposição de concluir a montagem de sua equipe ministerial até a próxima semana. Ele disse que negocia com as bancadas e não com os partidos. São aguardadas definições para os ministérios do Meio Ambiente, da Cultura, do Esporte, dos Direitos Humanos, Minorias e Mulheres.
“Estamos escolhendo o melhor, conversando com as bancadas e não com os partidos, de forma independente, e isenta. Que sejam [pessoas] honestas e pensem no Brasil e não na agremiação partidária.”
Votações
Bolsonaro reiterou a importância de o Congresso Nacional votar temas de relevância. Segundo ele, o empenho não é para o presidente da República ou o Parlamento, mas para o país.
“[As votações] são para o país e aí vai da consciência de cada um. Eu decidi, há quatro anos, quando iniciei a minha campanha, fazer uma política diferente. Se vai dar certo, espero que sim. A mesma é que daria errado.”
Jogo
Mesmo fã de futebol, o presidente eleito resolveu desistir de assistir ao jogo do  Palmeira com o Vasco, hoje no São Januário. Ele disse ter sido desaconselhado a ir ao estádio. “Vou ver em casa mesmo e torcer pelo empate.”
Bolsonaro também afirmou que segue as orientações médicas à risca, embora tenha reconhecido que ficou aborrecido com o adiamento da cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia para 20 de janeiro de 2019.
O presidente eleito disse que pretende ir a Brasília na próxima terça-feira (27) e retornar no dia 28 para o Rio de Janeiro.

O contraste entre os dois mundos de Michelle Bolsonaro

Crédito: Divulgação

Na última quarta-feira (21), a futura primeira-dama do Brasil, Michelle, mulher do presidente eleito Jair Bolsonaro, conheceu o suntuoso palácio em que poderá se instalar a partir do dia 1º de janeiro. Durante pouco mais de uma hora, foi conduzida pela atual primeira-dama, Marcela Temer, pelas salas e corredores dos sete mil metros quadrados do Palácio da Alvorada, construção de três andares em mármore e concreto concebida por Oscar Niemeyer no final da década de 1950. A 26 quilômetros dali, seu pai, Vicente de Paulo, seguia sua rotina de motorista de ônibus aposentado, ao lado da atual mulher e madrasta de Michele, Maísa Torres, na casa em que moram numa quadra da Ceilândia Norte, periferia do Distrito Federal. Ali, Vicente e Maísa tocam seu pequeno negócio, uma serigrafia que imprime camisetas para a Igreja Adventista da qual fazem parte, e que Michele também frequentava quando vivia em Brasília. A situação de vulnerabilidade é incontestável, principalmente em se tratando da família da mulher do futuro presidente do Brasil. Há uma boca de fumo instalada a 500 metros da porta, no final da rua. O casal admite preocupação. “Falta polícia para tirar esses criminosos daqui. A gente já pediu, mas não foi atendido”, revela à madrasta de Michelle Bolsonaro, a quem ela chama de “segunda mãe”.

Era ali, em outra casa próxima na mesma região de Ceilândia, que Michelle vivia antes de conhecer, se casar com Jair Bolsonaro e se mudar para o Rio de Janeiro, onde os dois vivem atualmente. Em tudo, o ambiente, a região, os hábitos, a realidade é diametralmente oposta da que Michelle encontrará quando retornar definitivamente a Brasília para viver. Seja no Alvorada ou mesmo na Granja do Torto, caso opte por se acomodar lá. O cômodo reservado para ela no Alvorada foi decorado com sofás do renomado designer italiano Tobia Scarpa e tapetes persas. Já a casa de Vicente, seu pai, e Maísa, a madrasta, exibe no beco em frente um lixo acumulado, o que confere ao lugar um aspecto de abandono. O acesso ao local é feito por um asfalto maltratado pelas chuvas. Recentemente, nos arredores, houve uma tentativa de estupro. Por isso, eles não descuidam da segurança, com grades que ocupam do chão até o teto.

Foi nessa condição precária que a próxima primeira-dama do País viveu sua infância e adolescência. Na residência de portões pretos, Michelle costumava se reunir com os irmãos e passar oras a fio, brincando, conversando e falando dos seus sonhos. Antes das eleições, a futura primeira-dama e o marido deputado federal eram visitas constantes. Momentos em que os gostos do casal se dividiam. Michelle apreciava o frango ao molho que Maísa prepara. Bolsonaro preferia o frito. Agora, eles mesmos aconselham ao casal que mantenham uma certa distância. Apesar de estarem claramente expostos, não desejam sair dali. Querem seguir tendo a necessária privacidade para manter o que consideram uma virtude cristã: a simplicidade.

Foi através das grades pretas que a “segunda mãe” de Michelle conversou com a reportagem de ISTOÉ, na quarta-feira, na mesma tarde em que a primeira-dama conhecia o palácio em que poderá morar. Naquele momento, ela trabalhava na serigrafia que funciona nos fundos da casa. O principal cliente é a Igreja Adventista próxima, onde juntos Michelle e família professavam sua fé. Maísa é tão próxima da futura primeira-dama que ela foi a primeira pessoa a quem Michelle recorreu após o atentado à faca sofrido por Bolsonaro. Era por meio dela que o restante dos familiares recebia informações sobre o estado de saúde do então candidato a presidente. No início um pouco arredia, Maísa disse num primeiro momento que não gostaria de dar entrevista para evitar “exposição”. Aos poucos, foi se soltando. Segundo ela, apesar de a vizinhança saber da relação com o futuro presidente do País, eles tentam manter a discrição para não atrair os forasteiros. E, claro, por uma questão de segurança. “Somos guardados pelos nossos vizinhos. Aqui, se alguém vem procurar pela família da Michelle, ninguém informa onde fica”, afirmou Maísa.

Simplesmente Jair

Casada há 33 anos com o ex-motorista de ônibus e pai de Michelle, ela reside na mesma casa há 31 anos. Depois que o filho mais novo, Diego, de 30 anos, casou, seu Paulo, como é chamado carinhosamente pelos amigos de quadra, dividiu o lote. Assim, parte do imóvel foi inicialmente ocupada pela família do filho. Hoje, esse compartimento está alugado para um casal. Os R$ 600 que Paulo e Maísa recebem dos inquilinos somam-se ao dinheiro angariado das encomendas da serigrafia e se constituem em uma das três rendas do casal Torres, que também conta com a aposentadoria de Paulo.

Sempre que podia, o casal hoje palaciano percorria os 26km que separam a Câmara dos Deputados de Ceilândia para almoçar com o pai e a madrasta da primeira-dama. Segundo Maísa, Bolsonaro parecia de casa. Bolsonaro conheceu Michelle na Câmara. Ela era secretária da liderança do PP, partido ao qual o hoje presidente eleito era filiado à época. A primeira e única exigência feita pelo ex-capitão foi a de que, após atravessar as grades pretas do portão da casa, não queria ser tratado como deputado e nem candidato a presidente. Simplesmente Jair.

Mesmo com as visitas constantes à família da mulher, Bolsonaro ainda via um distanciamento entre ele e sogro, que o enxergava com desconfiança, mesmo após assumir o compromisso matrimonial com a filha. Coisa de pai-coruja. Seu Vicente de Paulo ainda conserva o aspecto sisudo e fechado de outrora. Mas, recentemente, abriu a guarda de vez para o genro, com quem mantém uma sincera amizade – a ponto de ser chamado pelo apelido de Paulo Negão, que é como Bolsonaro costuma tratá-lo. Maísa destaca que o casal presidencial é harmônico. Segundo ela, a filha chega a ser até mais brincalhona. “Agora ela está mais reservada. Um dia vocês a verão como é de verdade”, revela.

O casal possui dois filhos: Diego e Eduardo Torres. Além de ser fotógrafo de casamento e cinegrafista, Dudu, como é conhecido, ganha a vida como motorista do aplicativo Uber. Mas também parece ter adquirido a vocação de Bolsonaro. Nas últimas eleições foi candidato a deputado distrital pelo PRP. Não foi eleito, mas teve 2,5 mil votos. Ao explicar o motivo da derrota, foi categórico: “Deveria ter apostado nas redes sociais. Não pude fazer campanha porque estava trabalhando”. Com informações da revista ISTOÉ.

Gonzaga Patriota critica saída dos profissionais cubanos do “Mais Médicos”

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) engrossou o discurso contra o presidente eleito Jair Bolsonaro e criticou a atitude dele em relação ao Programa Mais Médicos que deixará mais de 20 milhões de brasileiros sem atenção básica de saúde. Só em Pernambuco, estavam 427 médicos cubanos, distribuídos em 123 municípios do Estado.

“Tenho ficado muito preocupado com a situação em que nosso país vai ficar após as últimas eleições de outubro. O presidente eleito Jair Bolsonaro tem assumido determinadas posições que em nada ajuda na consolidação democrática do Brasil. O encerramento da importante participação dos médicos cubanos no Programa Mais Médico foi o último desastre”, avaliou Patriota.

O socialista ainda cobrou providências urgentes a serem tomadas em relação às alternativas que devem ser adotadas, tanto pelo governo que está saindo quanto pelo que está assumindo para que a população mais carente não seja prejudicada. Além disso, o deputado acredita as 8,5 mil vagas deixadas pelos médicos cubanos não serão preenchidas em tempo hábil. “A saída desses profissionais, adicionada ao congelamento dos investimentos em saúde, vai gerar dificuldades e prejudicar, principalmente, a camada mais pobre do nosso país.  Repor efetivamente esses médicos não será uma tarefa fácil, já que muitos médicos quando se formam preferem ficar nos grandes centros e as pequenas cidades acabam sendo esquecidas”, disse.

Segundo a  conclusão de um estudo desenvolvido pelo Instituto de Saúde Coletiva da UFBA (Universidade Federal da Bahia), conjuntamente com o Imperial College, de Londres, e pela Universidade Stanford, nos EUA, que simulou vários cenários da saúde brasileira; a paralisação do programa Mais Médicos  e o congelamento dos gastos federais na atenção básica de saúde no Brasil, com o teto de gastos, atingirá até 50 mil pessoas que, sem a assistência necessária, morreriam precocemente, antes dos 70 anos. A maioria desses óbitos serão nas áreas mais pobres e mais vulneráveis, aquelas que eram atendidas pelos médicos cubanos. Com informações da assessoria parlamentar.

 

PREFEITURA DE AFOGADOS E SEBRAE DIVULGAM PROGRAMAÇÃO DA IV FEIRA DE EMPREENDEDORISMO

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira e SEBRAE divulgaram nesta quinta (22), a programação completa da quarta edição da Feira de Empreendedorismo do município. Com a ampliação do número de stands e a expectativa de um volume de negócios ainda melhor do que o ano passado, a programação inclui palestras, feira de negócios, seminários, fórum de secretários e agentes municipais de desenvolvimento, desfile de moda, dentre outras atividades.

Mais uma vez, a programação cultural prioriza uma das grandes forças e atrativos da região que são as raízes culturais do Pajeú: coco, reisado, mesa de glosas e poesia estão entre os itens que animarão as noites da Feira do Empreendedorismo. Este ano, além do espaço principal, a Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, cuja programação terá início, todos os dias, a partir das 18hs; algumas atividades serão realizadas no auditório do IFPE, pela manhã.

“Estamos ajustando os últimos detalhes e com uma grande expectativa de organizarmos uma feira ainda maior e melhor do que a do ano passado, movimentando o ambiente de negócios em Afogados e gerando oportunidades,” destacou Flaviana Rosa, Secretária Municipal de Administração.

Confira a programação na íntegra:

Quarta, 28 de Novembro

18h – Balé Infantil

18h30 – Orquestra sanfônica de (Carnaíba)

19h – Feira de negócios

19h30 – Xaxado Nascer do Sol (Quixaba)

20h – Abertura Oficial

21h – Lindomar Souza

Local: Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara

Quinta, 29 de Novembro

8h – Rodada de negócios com o segmento da beleza (IFPE – sala 01)

8h – Rodada de negócios com setor gastronômico e agricultores familiares (IFPE – sala 02)

Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara:

18h – Capoeira “Cordão de ouro”

18h40 – Academia Estação Atlética (Zumba)

19h – Feira de negócios

19h20 – Aulão de ritmos com estudantes de educação física (UNIP)

20h – Academia Xtreme Fit (funcional)

20h40 – Academia Falcon (Step and Jump)

21h20 – Chikão Team Jiu Jitsu

Sexta, 30 de Novembro

8h – Fórum regional de secretários e dirigentes de desenvolvimento econômico e Encontro regional de agentes de desenvolvimento dos Sertões Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica (IFPE – auditório)

Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara:

18h – Samba de coco (Iguaracy)

18h40 – Balé cultural de Afogados da Ingazeira e Balé cultural Expressart

19h – Feira de negócios

19h20 – Xaxado bandoleiros (Solidão)

19h50 – Reisado do Santo Antônio (Afogados da Ingazeira)

20h30 – Desfile da grife moda matuta

Sábado, 01 de Dezembro

Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara:

18h – Noite de Autógrafos com os Poetas Alexandre Morais, Wellington Rocha, Elenilda Amaral e Zé Adalberto. Lançamento do livro “Música para o povo que não ouve”, do músico Cannibal, vocalista da Banda Devotos, de Recife.

19h – Feira de negócios

19h – Talk Show com o poeta Antônio Marinho

20h – Encerramento oficial

21h – Mesa de glosa com os poetas Dudu Morais (Tabira), Zé Adalberto (Itapetim), Francisca Araújo (Iguaracy), e os poetas Afogadenses Alexandre Moraes, Wellington Rocha e Elenilda Amaral. Mediação de James Manu (Tabira)

Governo de Pernambuco recua e nova regra exigirá gasto de R$ 3 mil para pagar 13º do Bolsa Família

Resultado de imagem para bolsa familiaEm novo ajuste para tentar viabilizar o programa Nota Fiscal Solidária, que pretende dar um abono anual de até R$ 150 para os beneficiários do Bolsa Família em Pernambuco, o governo do Estado anunciou, na tarde desta quinta-feira (22), que vai mudar o percentual de cálculo do benefício. Na nova regra, os beneficiários precisarão gastar R$ 250 por mês com produtos da cesta básica em mercadinhos que emitam nota fiscal para receber o benefício de R$ 150 prometido na campanha pelo governador Paulo Câmara (PSB). Isso equivale a R$ 3 mil por ano.

A regra do programa, até então, previa que os beneficiários recebessem de volta 2,5% do consumo da cesta básica. Para isso, não poderia comprar em feiras ou em mercados que não pagassem impostos. Também é preciso lembrar de registrar corretamente o CPF cadastrado no Bolsa Família ao fazer a compra.

Novos itens
Em Pernambuco, existem 1,1 milhão de famílias cadastradas no Bolsa Família. O benefício médio mensal é de R$ 184,13. O JC ouviu mulheres que recebem o Bolsa Família e mostrou que a despesa média de R$ 500 mensais era uma conta difícil. Depois disso, o governo incluiu novos itens na cesta básica do programa. Mas a conta ainda exigia que as pessoas consumissem, por mês, dois botijões de gás, além de quatro tipos de queijo e cinco tipos de carne.

Sementes crioulas ganham destaque durante feira em Garanhuns

Com o intuito de valorizar e mostrar as potencialidades das sementes crioulas, o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) promoveu, hoje (22), em Garanhuns, em parceria com a Rede SEMEAM, a 5ª Feira de Troca de Sementes Crioulas do Agreste Meridional, no Parque Euclides Dourado, reunindo agricultores da região, do Sertão do Estado, entidades de classe parceiras, autoridades, alunos de escolas publicas e particulares para conferir os cerca de 27 estandes montados com os produtos à mostra, acompanhar debates e palestras, entre outras atividades. Cerca de 400 pessoas compareçam.

As sementes crioulas são de base camponesa, histórica, com mais resistência às consequências climáticas, mas que vinham correndo risco de desaparecer ou cair por completo no esquecimento, daí ter surgido a iniciativa do encontro, além de trabalhos de pesquisa, catalogação, valorização do plantio, assistência técnica a agricultores, seminários, formação de novos bancos de sementes. Para se ter uma ideia da importância, só de feijão de arranca  sabe-se de mais de 40 de variedades; 19 tipos de fava; 10 de milho e por ai vai – sendo elas tradicionais no Agreste.

A Feira foi aberta às 9h da manhã em solenidade prestigiada pelo Secretário de Agricultura de Pernambuco, Wellington Batista, em seu segundo ano no evento. O gestor ressaltou o crescimento da feira, falou da importância do encontro para a valorização das sementes crioulas, que são mais resistentes à estiagem, por exemplo. “Esses produtos são patrimônios do nosso povo”, disse, completando que a secretaria estará sempre à disposição para incentivar a produção e realização de atos do tipo.

Para o Diretor de Pesquisa do IPA, Gabriel Maciel, a realização do encontro só consolida mais o projeto de perpetuação das espécies crioulas por estar levando não só conhecimento, mas também novas variedades, numa constante evolução. “Isso aqui representa também uma troca de experiências culturais e de patrimônio genético das sementes”, disse em seu discurso. De acordo com Maria Paulino, agricultora e representante da classe, as crioulas representam muita saúde aos que consomem, por ser um trabalho de base histórica, sem uso de agrotóxicos. Já Flávio Duarte, da Fetape, ressaltou que a cultura é a principal estratégia de desenvolvimento da agricultura familiar da região.

REDE SEMEAM – Criada no ano de 2015, a Rede de Sementes Crioulas do Agreste Meridional de Pernambuco é fruto da articulação entre organizações da sociedade civil, órgãos públicos e agricultores/as familiares que participaram do processo de organização da 5ª Feira de Troca de Sementes Crioulas. Com o objetivo de ser um espaço permanente de discussão em busca do resgate e da preservação das mesmas, a Rede vem se fortalecendo através da realização de atividades, como seminário, resgate e plantio de sementes, além da participação em outros eventos sobre a temática. A Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2 é uma das organizações que compõe a REDE SEMEAM.