Zulene Alves

Prefeito de Afogados da Ingazeira emite Nota de Pesar pela morte do ex-presidente da Fetape

Resultado de imagem para luto“Vimos a público expressar nossas condolências aos familiares do ex-presidente do STR de Afogados e ex-presidente da FETAPE, Antônio Marques dos Santos, falecido na madrugada deste domingo (16). 
Importante liderança sindical do Pajeú e de Pernambuco, Antônio Marques foi figura fundamental para a formulação das propostas do movimento sindical na área de crédito agrícola, que culminaram, por meio de muita luta, na consolidação do Pronaf. Resultado de imagem para luto
Que Deus conforte a todos os familiares, em especial ao nosso advogado e procurador Carlos Marques dos Santos, filho de Antônio”. 
José Patriota
Prefeito de Afogados da Ingazeira

Corrida da Fogueira acontece neste domingo (16) em Serra Talhada

Acontece neste domingo (16) a 8ª Corrida da Fogueira realizada pela Prefeitura de Serra Talhada, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. A concentração será na Estação do Forró às 06h e largada às 07h. A premiação total será de R$ 10.800,00 (dez mil e oitocentos reais).

Serão dois pontos de largada: Largada no Aeroporto, às 07h – Categoria Elite Geral/Elite Local (Percurso 10 km) e Largada na Av. Olimpio de Menezes Leal, às 07h30 – Categoria Amador Geral/ Amador Local (Percurso 05 km). A Chegada será em um único local, na Estação do Forró, onde haverá a linha de chegada.

A entrega dos chips de cronometragem aconteceu neste sábado (15), no Ginásio Poliesportivo Egidio Torres de Carvalho, ao lado da FAFOPST – Faculdade de Formação de Professores de Serra Talhada.

O regulamento da corrida está disponível no site: http://www.uptempo.com.br/.

REGULAMENTO-8ª-CORRIDA-DA-FOGUEIRA-2019-2

Moro direcionou a Lava Jato a atacar Lula na imprensa, diz site

Por: Da Redação Veja

O ex-juiz Sergio Moro pediu aos procuradores da Operação Lava Jato uma nota à imprensa para responder o que classificou como “showzinho” da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após o depoimento do petista no caso do triplex do Guarujá, em São Paulo. A revelação está em outra conversa do atual ministro da Justiça e Segurança Pública vazada, esta privada com o então procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima. O conteúdo foi exibido na noite desta sexta-feira, 14, pelo site The Intercept.

Segundo o site, os procuradores acataram a sugestão de Moro no dia 10 de maio de 2017, quando o então juiz já presidia um processo criminal contra o ex-presidente no caso do triplex do Guarujá, no litoral de São Paulo. Moro perguntou “o que achou?” ao procurador do Ministério Público Federal em Curitiba. Santos Lima respondeu: “Achei que ficou muito bom. Ele começou polarizando conosco, o que me deixou tranquilo. Ele cometeu muitas pequenas contradições e deixou de responder muita coisam, o que não é bem compreendido pela população. Você ter começado com o triplex desmontou um pouco ele”.

Moro rebateu na sequência dizendo “a comunicação é complicada, pois a imprensa não é muito atenta a detalhes. E alguns esperam algo conclusivo”. E concluiu: “Talvez vcs devessem amanhã editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele. Por que a defesa já fez o showzinho dela”. Santos Lima respondeu: “Podemos fazer. Vou conversar com o pessoal. Não estarei aqui amanhã. Mas o mais importante foi frustrar a ideia de que ele conseguiria transformar tudo em uma perseguição sua”.

Na ocasião, Lula havia feito um pronunciamento de 11 minutos na Praça Santos Andrade, em Curitiba, no qual atacou a Lava Jato, a imprensa e Sergio Moro, afirmou que estava sendo “massacrado” e que estava “se preparando para voltar a ser candidato a presidente”.

Dez minutos depois de conversar com Moro, Carlos Fernando dos Santos Lima abriu o grupo análise de clipping, onde estavam também assessores de imprensa do MPF do Paraná. Ele estava em Recife para um congresso jurídico no dia seguinte. Ali, ele fez o pedido: “Será que não dá para arranjar uma entrevista com alguém da Globo em Recife amanhã sobre a audiência de hoje?”

Um assessor respondeu: “Possível é, só não sei se vale a pena. E todos os jornalistas que estão aqui e já pediram entrevista?”. Outro assessor perguntou: “Mas dr., qual o motivo? Qual a necessidade, na realidade…”. Santos Lima explicou: “Uma demanda apenas. Como setá a repercussão da coletiva dos advogados?”. “Rito normal do processo… Vcs nunca deram entrevista sobre audiência… vai servir para defesa bater… mais uma vez…”, respondeu um dos assessores.

Logo depois, Santos Lima copiou a conversa que teve em seu chat privado com Moro e colou em outro chat privado, com o coordenador da Lava Jato do MPF, Deltan Dallagnol, que mandou uma série de mensagens no grupo Filhos de Januário 1, com procuradores da força-tarefa: “Então temos que avaliar os seguintes pontos: 1) trazer conforto para o juízo (Moro) e assumir o protagonismo para deixá-lo mais protegido e tirar dele um pouco de foco; 2) contrabalancear o show da defesa. Esses seriam porquês para avaliarmos, pq ng tem certeza. O ‘o quê’ seria: apontar as contradições do depoimento. E o formato, concordo, teria que ser uma nota, para proteger e diminuir riscos. O JN (Jornal Nacional) vai explorar isso amanhã ainda. Se for para fazer, teríamos que trabalhar intensamente nisso durante o dia para soltar até lá por 16h.

Depois, Dallagnol mandou mensagem ao grupo Análise de clippong, dos assessores de imprensa: “Caros, mantenham avaliando a repercussão de hora em hora, sempre que possível, em especial verificando se está sendo positiva ou negativa e se a mídia está explorando as contradições e evasivas. As razões para eventual manifestação são: a) contrabalancear as manifestações da defesa. Vejo com normalidade fazer isso. Nos outros casos não houve isso. b) tirar um pouco o foco do juiz que foi capa das revistas de modo inadequado”. Um dos assessores respondeu alertando que a medida poderia ser um ‘tiro no pé’ e que a mudança de postura poderia gerar outros questionamentos.

Deltan também escreveu a Moro, o elogiando pela condução da audiência: “Caro, parabéns por ter mantido controle da audiência de modo sereno e respeitoso. Estamos avaliando eventual manifestação. A GloboNews acabou de mostrar uma série de contradições e evasivas. Vamos acompanhar”. Moro respondeu: “Blz. Tb tenho minhas dúvidas da pertinência de manifestação, mas é de se pensar pelas sutilezas envolvidas.”

Então os procuradores acataram a sugestão e distribuíram uma nota à imprensa, na qual expôs três contradições do depoimento de Lula, além de refutar uma alegação da defesa. Naquela noite, Dallagnol mandou nova mensagem a Moro para explicar os motivos de não ter explorado tanto as contradições do ex-presidente: “Informo ainda que avaliamos desde ontem, ao longo de todo o dia, e entendemos, de modo unânime e com a ascom, que a imprensa estava cobrindo bem contradições e que nos manifestarmos sobre elas poderia ser pior. Passamos algumas relevantes para jornalistas. Decidimos fazer nota só sobre informação falsa, informando que nos manifestaremos sobre outras contradições nas alegações finais.”

Ainda de acordo com o The Intercept, a assessoria do ministro Sergio Moro foi procurada, mas disse que ele “não iria comentar as supostas mensagens de autoridades públicas colhidas por meio de invasão criminosa de hackers e que podem ter sido adulteradas e editadas”.

Prefeito de Serra Talhada enaltece o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

Em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, emite uma nota:

‘O nosso governo tem desenvolvido políticas que melhoram, sobremaneira, a vida das pessoas. Um dos nossos mais bem sucedidos exemplos é o CRI (Centro de Referência da Pessoa Idosa), que atua na promoção de políticas e também no enfrentamento a violência contra os idosos. 

Vamos denunciar todo e qualquer ato de violência contra a pessoa idosa. Quem não respeita o idoso, não respeita a vida”.

Luciano Duque – Prefeito de Serra Talhada

Bolsonaro: única forma de se comunicar com segurança é pessoalmente

Por:Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (14) que só é possível se comunicar com “total segurança” em conversas presenciais. A declaração foi dada durante café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto, no momento em que ele analisava os vazamentos de supostos diálogos entre o ministro Sergio Moro e procuradores da Operação Lava Jato, publicados pelo site de notícias The intercept Brasil. Segundo o site, as mensagens trocadas por meio de um aplicativo de conversas por celular foram entregues por uma fonte que pediu sigilo e apontam para uma “colaboração proibida” entre o então juiz federal responsável por julgar a Lava Jato em Curitiba e os procuradores, a quem cabe acusar os suspeitos de integrar o esquema de corrupção.
“Se existe um telefone grampeado no Brasil é o meu”, brincou o presidente, que acrescentou: “Não tenho nada a esconder, continuo da mesma maneira. A única forma de se comunicar com segurança total é [conversar] pessoalmente”.
Sobre os diálogos envolvendo o seu atual ministro, Bolsonaro disse que não vê “nenhuma maldade” nas conversas e que o ex-juiz “não inventou provas” no processo. O presidente ainda descartou qualquer possibilidade de afastamento de Moro do cargo. “Não existe essa possibilidade, zero. Acredito nele e o Brasil deve muito a ele”.
Criptografia
Presente ao café da manhã, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, revelou que todos os celulares dos ministros do governo, além do próprio presidente, têm um programa de criptografia, mas nem todos usam os aparelhos porque eles não se comunicam com celulares que têm o mesmo aplicativo instalado. “O celular criptografado é incômodo para quem usa porque a pessoa não consegue usar enviar mensagem para outro que não tem o programa”, disse Augusto Heleno. O próprio presidente admitiu que não usa o aparelho criptografado em suas conversas.

A aposentadoria especial dos contrários à reforma da Previdência, a exemplo do deputado sertanejo Carlos Veras

https://www.camara.leg.br/internet/deputado/bandep/pagina_do_deputado/204426.jpg

O discurso de defender os mais pobres se colocando contra a reforma da Previdência por parte de alguns parlamentares cai por terra quando eles aderem ao regime especial da Previdência da Câmara dos Deputados onde poderão se aposentar com salário de até R$ 33 mil mensais.

Dos pernambucanos contrários à reforma, e consequentemente defendendo seus privilégios, chama atenção Carlos Veras (PT), Marília Arraes (PT), Gonzaga Patriota (PSB) e Túlio Gadêlha (PDT).

Eles são contra a reforma da Previdência porque não aceitam se aposentar com pouco menos de R$ 6 mil, que é o teto da Previdência Social, para garantir seus privilégios. A defesa do trabalhador passa longe dessa turma. Como eles têm uma centena de parlamentares que estão no mesmo objetivo de manter seus privilégios.

Comissão organizadora do concurso público de Sertânia se reúne com Ministério Público e Defensoria Pública

A Comissão Organizadora do Concurso Público do Governo Municipal de Sertânia se reuniu na tarde desta quinta-feira (13), com representantes do Ministério Público do Estado de Pernambuco e da Defensoria Pública. A reunião aconteceu no Fórum Dr. Ulisses Lins de Albuquerque.

O encontro foi uma solicitação da empresa organizadora do certame, o ADM&TEC, que tinha como objetivo apresentar-se aos órgãos. A instituição foi representada pelo senhor Vinícius Oliveira. O momento contou ainda com a participação da promotora Raíssa de Oliveira Santos Lima; do representante da Defensoria, o advogado Carlos Patriota; e representantes da prefeitura e membros da comissão do concurso, secretário de administração Wilson Zalma e o advogado geral Admilson Ferreira.

Foram discutidos assuntos de logística, mas em especial, foram debatidos tópicos sobre a lisura do processo. O intuito dos envolvidos é que o certame respeite o princípio da isonomia, impessoalidade e moralidade e que ocorra dentro da normalidade e transparência.

O concurso oferta 164 vagas distribuídas em 66 cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior.  As provas serão aplicadas no dia 14 de julho e o resultado final está previsto para ser divulgado no dia 10 de outubro. O edital completo com mais informações está disponível nos sites do Governo Municipal de Sertânia e da empresa organizadora.

Senar Pernambuco marca presença  no PECNORDESTE

O superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE), Adriano Moraes, representou o estado no Seminário Nordestino de Pecuária – PECNORDESTE, nesta quinta-feira (13), em Fortaleza.

O evento apresenta ampla programação técnica cientifica de capacitação envolvendo nove  segmentos: Apicultura, Aquicultura  e Pesca, Avicultura, Bovinocultura, Caprinovinocultura, Equinocultura e da Suinocultura, além das atividades não agrícolas no meio rural como Artesanato e Turismo, importantes segmentos na dinamização da economia rural.

Também estão agendadas 121 atividades entre palestras, mesas redondas, workshop,  painéis, e oficinas  na arena da EXPOPEC. Serão realizadas quatro oficinas sobre equinocultura e bovinocultura e cinco oficinas de promoção social na  vitrine do SENAR ofertando cursos gratuitos.

Além disso, o público tem acesso gratuito ao local, podendo visitar a Feira de Produtos e Serviços Agropecuários, a Feira da Agricultura Familiar, onde pode comprar castanha, mel, cachaça ou artesanato,  degustar a diversificada gastronomia regional  e até adquirir um veículo e para quem gosta de gatos e cães, a Feira PET também está garantida.

O evento é uma realização Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará – Faec, Senar, Sindicatos Rurais, CNA e coparticipação do Sebrae.

Unicef e Amupe Promovem Encontro com Gestores e Gestoras de 123 Municípios Pernambucanos

Ontem (12/06) os gestores municipais deram mais uma demonstração de responsabilidade social, quando assinaram com a Unicef o termo de garantias dos direitos da criança e do adolescente. O evento aconteceu no hotel Radisson em Boa Viagem com a presença de 123 municípios e seus representantes, entre prefeitos, vice-prefeitos, secretários e articulares. Também presentes representando o Governo Silênio Guedes e Eduardo Figueiredo da Secretaria da Criança e do Adolescente.

O presidente da Amupe, José Patriota fez um chamamento aos gestores dizendo que o futuro das crianças é agora e a alegria de fazer agora não é só ganhar a aprovação o selo do Unicef, mas é fazer sempre, e bem feito.” É um prazer para a Amupe promover esse encontro e participar de todas as articulações que envolvem ações integradas com os municípios, nosso pacto não é só com o selo da Unicef ou o Governo do Estado, nosso pacto é com a qualidade de vida das crianças e de nossas futuras gerações. Isto significa estar atento a todo um conjunto de indicadores (saúde, educação e outros mais) superando os obstáculos para atender a essa causa tão nobre que sãos as nossas crianças de hoje e pessoas de bem do amanhã”. Ressaltou.

O representa do Unicef em Pernambuco, Denis Cristian, lembrou os 20 anos do Unicef em Pernambuco e também da Convenção Internacional dos Direitos da Criança e do Adolescente que vai acontecer este ano e fez um apelo para que os gestores continuem apoiando e integrando suas secretarias nas ações que envolvem a criança e o adolescente. Também lembrou que a avaliação do Unicef é importante pois o mundo inteiro quer conhecer o trabalho de cada um e quer compartilhar também suas experiências.

Estiveram presentes entre outros, os prefeitos: Brejo da Madre de Deus, Palmeirina, Casinhas, Tuparetama, Orocó, Orobó, Amaraji, Riacho das Almas, São Caetano, São Bento do Una, Pedra, itaíba, Serrita, Moreilanândia, Inajá, Angelim além de articuladores de diversos municípios.