Zulene Alves

Governo de Pernambuco anuncia os destaques do Prêmio Idepe

Ao todo, 42 certificados foram entregues em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou, nesta quarta – feira (23), os vencedores do Prêmio Idepe, o mais importante do calendário anual da pasta. A ideia do prêmio é valorizar as escolas, Gerências Regionais de Educação (GREs) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado. Ao todo, foram entregues 42 certificados a quem se destacou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco. Desses, 12 certificados são para os municípios, 06 para as escolas municipais, 06 para as GREs e 18 para as escolas estaduais. A cerimônia aconteceu no Palácio do Campo das Princesas com  a presença do governador Paulo Câmara, do secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio, do presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Natanael José da Silva, e de José Patriota, da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

A solenidade foi em versão reduzida por conta do novo coronavírus e transmitida online.

“A educação de Pernambuco não vai se desenvolver de uma maneira isolada. É preciso integração e uma visão muito estratégica dentro das peculiaridades de cada região, mas dentro de uma visão de gestão, onde o trabalho integrado dos gestores, professores, alunos e o poder público possam fazer a diferença. Isso já acontece de maneira muito organizada em muitas regiões. O Pajeú é um exemplo disso, que há tantos anos tem resultados excepcionais na área de educação. E isso está acontecendo também em outras regiões. Isso é o que tem feito diferença na educação pública de Pernambuco. Hoje, com a entrega das premiações, não apenas dos melhores resultados, mas também das maiores evoluções, a gente vê que as coisas estão dando certo em outras regiões que ainda precisam melhorar muito, mas que já estão com um nível de avanço positivo, mostrando que mais na frente vão estar no patamar que a gente quer para cada região de Pernambuco. Ainda temos muito o que fazer na educação de Pernambuco, mas o caminho trilhado há pouco mais de dez anos com uma política pública de consistência, com gestão, com foco no ensino integral e com foco no aprendizado e nas condições de trabalho tem surtido os resultados necessários. Nossos alunos estão de parabéns. Eles estão vendo que com educação é possível atingir seus sonhos e conquistar o mundo. Muitos já foram ganhar o mundo e muitos outros vão estar preparados para os desafios do mundo moderno”, disse o governador Paulo Câmara.

Os números do Idepe de 2019 apontam que a média do Ensino Médio em Pernambuco ficou em 4,7, ou seja, um pouco maior que a média do Ideb, divulgada na semana passada pelo Ministério da Educação. “As escolas evoluíram como um todo no Estado. Claro que todos os anos há as escolas que se destacam, mas todos os anos também temos novas escolas chegando ao primeiro lugar, sejam elas estaduais ou municipais. A Mata Sul é um exemplo de uma região onde os municípios, como um todo, apareceram nas categorias de crescimento. Foi a região que mais cresceu”, disse o secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio.

O secretário destacou, ainda, a evolução nas escolas estaduais no Ensino Médio, apontada pelo Idepe. Em 2019, apenas 13 escolas tiveram média menor que 3,0, ou seja, uma redução de 98% em relação a 2008, quando a média era de 575 escolas. O Idepe apontou, ainda, oito escolas estaduais do Ensino Médio com média acima de 7,0.

CONTINUAR LENDO

MPT em Pernambuco inicia retomada gradual das atividades presenciais, no Recife e em Caruaru, na segunda-feira (28)

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco retoma as atividades presenciais, de forma preliminar e gradual, na sede, no Recife, e na Procuradoria do Trabalho no Município (PTM) em Caruaru na segunda-feira, 28 de setembro. O expediente presencial será das 12h às 16h, complementado com três horas em formato de teletrabalho. A primeira etapa da retomada contará com o quantitativo mínimo de servidores para o funcionamento do órgão ministerial. Por isso, o atendimento ao público permanece prioritariamente remoto. O atendimento presencial será admitido em casos urgentes e de relevante interesse público, preferencialmente por agendamento, que pode ser feito por meio dos telefones (81) 2101-3200, no Recife, e (81) 3046-1700, em Caruaru.

O processo de retomada obedece às diretrizes previstas na Portaria da Procuradoria Geral do Trabalho (PGT) nº 1166.2020, que estabelece, no âmbito do MPT, medidas necessárias para prevenir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19) na retomada das atividades presenciais, bem como o Plano de Retomada das atividades presenciais da Procuradoria Regional do Trabalho da 6ª Região. “Estamos atentos a todas as providências necessárias para garantir aos nossos estagiários, membros, servidores, terceirizados e à sociedade uma retomada segura. Todas as unidades estão adaptadas, e novos protocolos foram adotados”, coloca a procuradora-chefe do MPT em Pernambuco, Ana Carolina Ribemboim.

A retomada foi precedida da instalação de barreiras de contato entre servidores e usuários nos postos de trabalho e atendimento ao público, de marcação de distanciamento mínimo de dois metros entre pessoas e de tapetes higiênicos, além de pontos de álcool em gel nas unidades do MPT. As providências também limitam a permanência de até duas pessoas por ambiente e não permitem o acesso e a circulação de pessoas usando máscara de proteção de forma inadequada – sem cobrir o nariz e a boca – e que apresentem temperatura corporal igual ou superior a 37,5°C, estejam com sintomas respiratórios e não higienizem as mãos com álcool em gel ou água e sabonete disponíveis nos pontos de entrada das unidades.

Somente serão autorizados a trabalhar presencialmente nas unidades da Procuradoria Regional do Trabalho da 6ª Região os servidores indispensáveis, respeitando escala. Não integrarão as escalas para trabalho presencial os servidores com 60 anos ou mais; com deficiência; com doenças crônicas; imunocomprometidos; e pessoas com doenças preexistentes. Também permanecem em teletrabalho gestantes e lactantes. As audiências e reuniões designadas pelo MPT serão realizadas, preferencialmente, por meio de plataformas digitais e só serão autorizadas atividades e diligências externas, quando houver risco à vida e à saúde ou de perecimento do direito.

Lei determina que prédios públicos sejam padronizados com as cores da bandeira de Pernambuco

Lei determina que prédios públicos sejam padronizados com as cores da
bandeira de Pernambuco
Determinação também vale para veículos em uso pelo Poder Público, obras
públicas e publicidade governamental. Proposição da alteração na lei foi
do deputado estadual Clodoaldo Magalhães

A lei nº 15.124, de 2013, que fixa os critérios de denominação de bens
públicos estaduais e proíbe o uso de cores alusivas a partidos políticos
neles, ganhou uma nova alteração. Por proposição do 1º Secretário da
Alepe e deputado estadual, Clodoaldo Magalhães (PSB), agora, deve-se
utilizar preferencialmente as cores da bandeira oficial de Pernambuco em
prédios públicos, veículos em uso pelo Poder Público, obras públicas e
publicidade governamental. A nova lei, de nº 17.047, foi promulgada no
último dia 18 de setembro.

O princípio da impessoalidade é consagrado da Constituição da República,
presente em vários dispositivos, com destaque ao 1º do art. 37: “A
publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos
públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação
social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que
caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos”.

“Assim, da mesma forma que o nome de agentes públicos não podem ser
utilizados para fins de promoção pessoal, as cores de partidos políticos
também não devem ser empregadas em prédios públicos com a mesma
finalidade”, comentou o deputado Clodoaldo Magalhães. Há casos no Poder
Judiciário, inclusive, de condenação por improbidade exatamente por esse
motivo.

Ainda segundo o deputado, a ideia é de que haja neutralidade e
continuidade no aspecto visual dos bens públicos em questão,
independentemente da gestão em cada caso.  E, salvo quando for
tecnicamente justificável, continua vedado o emprego de cores alusivas a
partidos políticos.

IPA dá suporte à Agricultura Familiar para superar desafios da pandemia

Mapa cria selo de identificação de produtos da agricultura familiar |  AGROemDIA

Com apoio a acompanhamento técnico do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), os agricultores e as agricultoras familiares vêm superando os desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus, Apesar das dificuldades enfrentadas para comercialização dos produtos e de se adaptar a nova realidade de relação como os consumidores, inclusive no acesso a novas tecnologias, estes estão se reinventando e buscando soluções junto ao extensionistas do IPA e outras organizações. O instituto atende cerca de 50 mil famílias de agricultores/as de base familiar. “Nesse momento, o trabalho desenvolvido pelo IPA é imprescindível para que a agricultura familiar continue suas atividades. O setor vem impulsionando a interiorização do desenvolvimento em Pernambuco”, explica o presidente do IPA, Reginaldo Alves.

O IPA reúne mais de 300 técnicos nos 185 municípios de Pernambuco, incluindo Fernando de Noronha. De acordo com o presidente do IPA, entre 80% e 90% dos alimentos que chegam à mesa dos pernambucanos são oriundos da Agricultura Familiar. “O principal objetivo de nossas ações, nesse contexto, é assegurar a renda dos agricultores e a qualidade e biossegurança dos alimentos que chegam à mesa dos pernambucanos e que são entregues ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)”, destaca Reginaldo.

Nesse sentido, o IPA oferece suporte às famílias agricultoras que precisam se cadastrar nas políticas públicas por meio digital,  a exemplo dos processos de renovação de documentos e financiamentos, como também na criação de grupos no WhatsApp e eventos por videoconferência,  para prestação dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) relacionados à produção, organização social e comercialização. Todas as ações são realizadas seguindo rigorosamente as determinações sanitárias de isolamento e saúde do Governo do Estado.

“Estamos realizando ainda um trabalho, em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, de atenção às feiras locais (agroecológicas e orgânicas), utilizando novos mecanismos de contato com o consumidor, seja presencial, por entregas em domicílio e relacionamento via plataformas virtuais.”

Além disso, o IPA desenvolve e distribui digitalmente materiais em formato de cards para conscientização sobre o coronavírus e medidas preventivas, assim como, “orientações técnicas sobre o plantio da palma forrageira, boas práticas do pescado, fabricação de máscaras de tecidos, entre outros”, destaca o diretor de Extensão Rural do Instituto, Flávio Duarte.

Inscritos no Enem devem enviar ou alterar foto até 1º de outubro

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Por: Correio Braziliense

Inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisam cadastrar a imagem pessoal na Página do Participante até 1° de outubro. Para aqueles que desejarem, também é possível fazer a alteração até essa mesma data. O procedimento de envio de imagem tornou-se obrigatório na edição de 2020 do certame.
Não é qualquer foto, porém, que é válida. A fotografia deve respeitar critérios estabelecidos no edital, como ser atual, nítida, individual, colorida e com fundo branco. Além da exigência de não poder portar adereços, tais como chapéu e óculos escuros, a foto deve conter todo o rosto do candidato, estar nos formatos de arquivo JPEG ou PNG e não exceder o tamanho máximo de 2 MB.
A versão impressa do Enem de 2020 será realizada em 17 e 24 de janeiro de 2021. Nesta edição, haverá uma modalidade inédita, que é a versão digital das provas, que ocorrerá em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Governo do Estado discute Programa de Prevenção ao Crime e à Violência

Uma das iniciativas de destaque é a implantação do Observatório de Prevenção à Violência
O Programa de Prevenção ao Crime e à Violência de Pernambuco, do Governo do Estado, foi discutido em reunião entre o governador Paulo Câmara, o secretário Cloves Benevides, de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, integrantes de agências do sistema ONU e de uma entidade de pesquisa selecionada pelo projeto. Uma das iniciativas de destaque do programa é a implantação do Observatório de Prevenção à Violência para o Estado de Pernambuco. O encontro aconteceu por videoconferência, na tarde da última segunda-feira (21).
 
“A ideia do observatório é conhecer a dinâmica do crime no território, entender o que leva à prática do crime, ter capacidade de intervenção e perceber quais as estratégias para mitigar os riscos. Também teremos uma melhor condição de pactuação com as várias políticas públicas dos territórios. Há muitas políticas, mas sem priorizar a informação e sem um olhar focado nos casos. Quando essas políticas atuam com os mesmos casos e conversam entre si?”, pontuou o secretário.
 
O Programa de Prevenção busca produzir informações qualificadas sobre os 74 territórios de vulnerabilidade social prioritários, desenvolver estratégias de integração da população mais vulnerável aos espaços urbanos, sistematizar experiências de programas já desenvolvidos no estado, compartilhar boas práticas nacionais e internacionais de prevenção, desenvolver conhecimento e metodologias inovadoras e fortalecer a intersetorialidade da temática prevenção à violência.

AFOGADOS: 741 CONFIRMADOS, 611 RECUPERADAS E 3.925 PESSOAS TESTADAS PARA COVID-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta terça (22), tivemos 03 casos detectados para a covid-19. Desses, 02 casos já estavam em investigação.

São 02 pacientes do sexo masculino, com 31 e 75 anos, e 01 paciente do sexo feminino (51 anos). A mulher é cabeleireira e os homens são, um aposentado e o outro, atendente.

Entram em investigação os casos de 10 mulheres, com idades entre 10 e 55 anos, e os de 05 homens, com idades entre 41 e 58 anos.

Óbito em investigação:
A causa do óbito da paciente de 83 anos, que estava em investigação, foi descartada para covid-19, após resultado negativo da testagem realizada.

Hoje tivemos 25 casos descartados após os pacientes apresentarem resultado negativo para covid-19.

Hoje, 11 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Com isso, nós atingimos a marca de 611 pessoas (82,45 %) recuperadas para covid-19 em nosso município. Atualmente, 117 casos estão ativos.

O município atingiu a marca de 3.925 pessoas testadas para a covid-19.

SERRA TALHADA: 3.911 CASOS CONFIRMADOS E 3.625 RECUPERADAS PELA COVID-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados 25 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 3.911 casos confirmados.

São 09 pacientes do sexo masculino e 16 do sexo feminino, com idades entre 04 e 85 anos.

O município tem 75 pacientes aguardando resultado de exames e 16.408 casos descartados. Quanto à evolução dos casos confirmados, são 3.625 pacientes recuperados, 225 em isolamento domiciliar, 04 em internamento hospitalar, 229 em recuperação e 57 óbitos.

Em relação aos profissionais de saúde são 129 recuperados e 03 em isolamento.

 

Paulo Câmara discute parcerias na educação com embaixador e cônsul geral dos EUA no Recife

Governador recebeu os diplomatas em sua primeira visita oficial a Pernambuco, mostrou potencialidades do Estado e tratou de cooperações também na área econômica
O governador Paulo Câmara recebeu, nesta terça-feira (22), no Palácio do Campo das Princesas, o embaixador dos Estados Unidos, Todd Chapman que, em sua primeira visita oficial ao Estado, apresentou a nova cônsul geral no Recife, Jessica Simon. O governador discutiu com os diplomatas as possibilidades de cooperação no cenário pós-pandemia do novo coronavírus e mostrou as potencialidades de Pernambuco nas áreas dos polos automotivo, de confecções, informática e fruticultura irrigada.
O embaixador também sinalizou ao governador para a ampliação de parcerias na área de Educação, com o Ganhe o Mundo, maior programa de intercâmbio para estudantes da educação pública na América Latina, implementado pelo Governo de Pernambuco. “Combinamos de aprofundar as parcerias e buscar cada vez mais um conjunto de ações favoráveis a Pernambuco em áreas que são muito importantes para o nosso futuro. Seja na economia, na segurança pública ou na educação. O governo americano é um parceiro do Ganhe o Mundo. O embaixador e a nova cônsul se mostraram muito animados com a possibilidade de ampliar essas relações do aprendizado da língua inglesa em Pernambuco”, destacou Paulo Câmara.
No encontro, as equipes de Relações Internacionais do Estado e do Consulado Geral participaram do início da elaboração de um Memorando de Entendimento (MOU) nas áreas de Educação, Segurança e Desenvolvimento Econômico. Participaram da reunião também o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Fernando Cerqueira, e os secretários Fred Amancio (Educação e Esportes), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Antônio de Pádua (Defesa Social).
 CÔNSUL GERAL – Jessica Simon é a cônsul geral no Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife. Ela serviu como adida de imprensa na Embaixada dos EUA na cidade do México. Como diplomata de carreira do serviço de Relações Exteriores do Departamento de Estado, atuou como cônsul de diplomacia pública no Consulado Geral dos EUA no Rio de Janeiro. Em Washington, serviu como diretora assistente de comunicação no escritório do representante especial para o Afeganistão e Paquistão, como assistente especial do secretário adjunto no Escritório de Assuntos Públicos, e como pearson congressional fellow (assistente de um membro do congresso americano). Ainda no exterior, serviu nas embaixadas dos Estados Unidos em Tel Aviv (Israel) e Cabul (Afeganistão).
Nascida no Oregon, Jessica Simon possui bacharelado em Psicologia, pela Tufts University e mestrado em Relações Internacionais, pela Georgetown University. Ela fala português, espanhol, hebraico e um pouco de dari (persa afegão). Antes de ingressar no Departamento de Estado, trabalhou como oficial de programa no escritório do Partners of the Americas, em Washington, e como professora de inglês no programa WorldTeach na Costa Rica.