Zulene Alves

MDS lança programa de educação financeira voltado às beneficiárias do Bolsa Família

São Paulo (SP) – Um programa do governo federal vai oferecer educação financeira para melhorar a gestão do orçamento familiar e garantir autonomia para mais de 200 mil mulheres. Esse é o objetivo do Futuro na Mão: dando um jeito na vida financeira, que vai proporcionar conhecimentos e ferramentas de educação financeira às beneficiárias do Bolsa Família – a ideia é que elas possam quebrar o ciclo da pobreza entre gerações. O programa foi lançado pelo Ministério do Desenvolvimento Social nessa segunda-feira (14), em São Paulo (SP), e tem a parceria da Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil), com financiamento do Banco Mundial e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O projeto foi desenvolvido com a participação de mais de três mil beneficiárias e aproximadamente 200 trabalhadores dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de todas as regiões brasileiras. Durante o primeiro ciclo, 80 mulheres beneficiárias do Bolsa Família, moradoras de 14 cidades diferentes, foram acompanhadas ao longo de quatro meses por uma equipe contratada para executar a pesquisa.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, é mais uma ação do governo federal que visa dar autonomia às pessoas de baixa renda para que conquistem sua independência financeira. “As pessoas saberem lidar com seu dinheiro, economizarem, planejarem o seu futuro e alcançarem seus sonhos por meio da educação financeira é extremamente importante. O MDS lança esse projeto e se compromete a levar esse conhecimento com ajuda de seus parceiros, nas prefeituras municipais e nos Cras, a cerca de 200 mil famílias do Bolsa Família”, ressaltou.

O secretário Nacional de Renda de Cidadania do MDS, Tiago Falcão, conta que durante quatro anos o programa registrou o impacto da tecnologia na vida das famílias. “Elas poupam mais, conhecem mais a lógica do sistema financeiro e dos mecanismos de utilização do recurso e passam a conhecer as suas vontades e os seus sonhos na perspectiva de realizá-los com os recursos que tem. Agora, temos a certeza de que chegamos a um novo patamar de política pública relacionada à educação financeira no país”.

Para a superintendente da Associação de Educação Financeira (AEF) do Brasil, Cláudia Forte, o programa consegue ensinar para as famílias, de forma simplificada, que é possível ter uma vida financeira saudável e que torna as mulheres mais independentes. “O Futuro na Mão outorga a capacidade de sonhar dessas famílias. É um programa diferente de todos os que já foram feitos para esse público, porque é uma política pública testada. Aprendemos com os hábitos e construímos com elas algo que fizesse sentido para aquela realidade. É um material transformador, porque não foi feito para elas, mas com elas”. A AEF-Brasil promove o programa de Educação Financeira para Adultos, criado para reduzir a vulnerabilidade econômica e elevar as condições de vida da população de baixa renda no país.

Nesta primeira fase do Futuro na Mão, que será executada até dezembro, 560 municípios serão convidados a aderir à iniciativa. As oficinas de educação financeira vão ser ministradas por gestores capacitados em três encontros oferecidos nos Cras, dentro do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). Cada encontro terá objetivos específicos, como formação de reservas, planejamento financeiro e controle de dívidas.

O ciclo de formação dos técnicos do Sistema Único de Assistência Social (Suas) responsáveis por realizar as oficinas começa nesta terça-feira (15), em São Paulo, primeiro Estado a receber a Semana de Formação. Na primeira etapa do programa, estão previstas 10 capacitações com duração de uma semana cada, promovidas em todas as regiões do país para a formação de 1.200 facilitadores.

 

EM AFOGADOS, PREFEITURA HOMENAGEOU OS PROFISSIONAIS DA LIMPEZA URBANA

Eles limpam toda a sujeira produzida na cidade. Trabalham duro, de sol a sol, muitas vezes aguentando reclamações e incompreensões. Mas sem eles, as cidades seriam lugares insalubres e inadequados. Estamos falando dos profissionais da limpeza urbana, popularmente conhecidos como Garis. O termo surgiu em homenagem ao francês Pedro Aleixo Gary, que ficou conhecido por ser o fundador da primeira empresa de coleta de lixo nas ruas do Rio de Janeiro, em 1876.

E nesta quarta, 16 de Maio, foi comemorado o dia do Gari, em homenagem a um dos mais importantes profissionais na manutenção de uma cidade. A data lembra o dia da publicação da Lei que instituiu a categoria, em 16 de maio de 1962.

A Secretaria Municipal de Assistência Social ofertou um café da manhã todo especial para os profissionais que atuam na limpeza urbana da cidade, em homenagem e em reconhecimento ao importante trabalho que realizam. “Todos os dias nós ofertamos, aqui na cozinha comunitária municipal, o café da manhã para que eles possam partir para o trabalho bem alimentados e com mais disposição e energia. E hoje nos reunimos para agradecer e parabenizar por todo o esforço e dedicação que eles tem na limpeza de nossa Afogados,” destacou a Secretária Joana Darc.

Governador busca recursos para Hospitais e UPAEs do Estado

 
BRASÍLIA – O financiamento dos Hospitais e das Unidades Pernambucanas de Atenção Especializada (UPAEs) foi um dos temas discutidos pelo governador Paulo Câmara com o novo ministro da Saúde, Gilberto Occhi. “É fundamental que o Governo Federal contribua para que possamos manter esse importante serviço prestado à população pelas UPAEs ao povo pernambucano”, disse Paulo.
 
São nove UPAEs que hoje são mantidas exclusivamente com recursos do Governo de Pernambuco e estão localizadas nos seguintes municípios: Recife, Abreu e Lima, Goiana, Limoeiro, Caruaru, Belo Jardim, Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Ouricuri. Pernambuco é hoje o Estado do Nordeste que mais investe em Saúde. São 15%,8, na média dos últimos três anos, quando a determinação Constitucional é de 12%. Os demais Estados nordestinos investem, em média, 12%.
 
Paulo Câmara também solicitou ao ministro Occhi ajustes no financiamento do teto da média e da alta competitividade médica, bem como o financiamento e habilitações de serviços para o Hospital da Mulher do Recife e o Hospital da Mulher de Caruaru, trazendo a discussão sobre a importância de o Governo Federal aumentar as ações voltadas para melhorar a assistência materno-infantil . 
 
O governador  conversou também sobre o financiamento e sobre a aquisição de máquinas de radiografia para o Hospital Dom Tomaz (Petrolina) e Hospital Geral do Sertão (Serra Talhada).
 
Participaram da reunião o secretário estadual de Saúde, Iran Costa, o deputado federal Fernando Monteiro e o secretário-executivo de Atenção à Saúde do Ministério, Francisco de Assis Figueiredo.

PREFEITURA DE AFOGADOS PROMOVEU SESSÃO DE CINEMA NA COMUNIDADE DE SANTO ANTÔNIO ll

PREFEITURA DE AFOGADOS PROMOVEU SESSÃO DE CINEMA NA COMUNIDADE DE SANTO ANTÔNIO ll

O Projeto Cineclube nos bairros aportou na noite de ontem na comunidade rural do Santo Antônio ll. Apesar de ter “bairros” em seu nome de origem, o projeto também tem atendido a diversas comunidades da zona rural de Afogados da Ingazeira.

A exibição aconteceu na capela de Santo Antônio, no centro da comunidade, área que foi pavimentada pela prefeitura de Afogados. Foram exibidos três documentários, dentre eles, o que fala sobre a trajetória da Rádio Pajeú AM e um sobre a devoção e a fé do povo brasileiro em Nossa Senhora Aparecida. A população lotou a capela e pediu uma nova visita do projeto à comunidade.

“Ficamos muito felizes com a receptividade da população. Esse é o espírito desse projeto, levar arte e cultura para as pessoas, divulgando a produção de nossos realizadores,” destacou o Secretário de Cultura de Afogados, Edygar Santos. Hoje à noite tem mais, logo após o terço, em parceria com a Mostra de Cinema do Pajeú, haverá exibição de filmes no bairro do São Francisco, próximo a igreja do bairro.

Miguel inaugura nova iluminação e creche para 300 crianças na zona rural de Petrolina

Miguel inaugura nova iluminação e creche para 300 crianças na zona rural de Petrolina
A falta de vagas em creches era um dos principais problemas da comunidade do Núcleo 05 do perímetro irrigado Senador Nilo Coelho. O problema, contudo, está ficando para o passado, pois os moradores da região receberam na noite desta segunda-feira (09), um novo Centro de Educação Infantil (CMEI). A estrutura foi inaugurada pelo prefeito Miguel Coelho e o deputado Fernando Filho em cerimônia prestigiada por centenas de moradores.

O CMEI Osório Leonidas Siqueira tem capacidade para atender até 300 alunos do berçário II ao maternal II de forma integral, e pré I e II de forma parcial, totalizando 12 turmas. A unidade tem uma ampla e confortável estrutura com 19 ambientes. Entre os cômodos construídos estão salas de aula, de leitura,  pátio, refeitório, banheiros, espaços  administrativas, cozinha, dispensa, área de banho e depósitos.

Durante a inauguração, ainda foi acionada a iluminação da comunidade com 11 novas luminárias. Além disso, foram entregues os kits pedagógicos para educação infantil.  Com  investimento na ordem de R$ 1,6 milhão, mais de 23 mil crianças serão beneficiadas com o material escolar formado por livro, agenda, cd, livro da familia, cartazes e mochila.

A retomada dos investimentos para o interior de Petrolina foi reforçada pelo prefeito durante a inauguração. “Em apenas um ano, foram mais 600 km de patrolamento, mais de 250 poços para levar água ao povo do interior, reforçamos o Programa de Aquisição de Alimentos, entregamos sistemas de abastecimento e isso é apenas uma parte de tudo que fizemos. Nosso governo fará ainda muito mais e de maneira permanente pela área irrigada, recuperando uma região que foi esquecida por vários anos”, destacou Miguel Coelho.

PREFEITURA DE AFOGADOS ORIENTA EMPREENDEDORES A VENDER PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PREFEITURA DE AFOGADOS ORIENTA EMPREENDEDORES

A VENDER PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira, em parceria com o SEBRAE, vem promovendo durante toda esta semana atividades direcionadas aos microempreendedores do município. É a semana nacional do MEI – Microempreendedor Individual.

Ontem foi dia de orientar os pequenos a participar de licitações e vender para a administração pública com preços e produtos competitivos dentro de um contexto de uma economia de livre mercado.

A oficina ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Educação, e foi ministrada pela especialista em compras públicas do SEBRAE, Vera Cutz. Participaram da oficina, empreendedores de vários segmentos que atuam em Afogados. A gestão municipal esteve representada pelos Secretários de Controle Interno, Alberto Seabra, e Flaviana Rosa, de Administração e coordenadora da Sala do Empreendedor de Afogados.

“Durante esta semana, todas as noites, estarão ocorrendo oficinas, palestras e seminários direcionados aos MEI. Essa de compras públicas foi importante pois nossos empreendedores puderam tirar várias dúvidas sobre o processo licitatório de órgãos públicos e receber dicas de como participar com competitividade desta modalidade de compra pública,” destacou Flaviana.

“Em um momento de crise como esse, é importante abrir caminhos, nichos de mercado, para incrementar as vendas. Esse é o nosso papel enquanto Prefeitura, de indutor do desenvolvimento, estimulando e orientando os pequenos a poder se capacitar para vender para os órgãos públicos,” avaliou o Prefeito José Patriota.

Nesta Quarta (16), a partir das 19h, acontece a oficina “Como usar um blog para a sua empresa”, também no auditório da Secretaria de Educação. Confira o restante da programação:

17 de Maio (Quinta)

09h

Seminário: A era da inovação, das Startups e do empreendedorismo.

Local: IFPE Afogados

18h

Oficina – WhatsApp Business como ferramenta de vendas

Local: Auditório da Secretaria de Educação

18 de Maio (Sexta)

19h

Palestra – Fluxo de caixa: controle e planeje as finanças de sua empresa.

Auditório da Secretaria de Educação

Paulo Câmara busca recursos para as áreas de saneamento e habitação

Governador pernambucano e ministro Alexandre Baldy trataram das parcerias entre a União e o Estado
A segunda audiência do governador Paulo Câmara hoje (16.05) na capital federal foi com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, também para discutir projetos de interesse de Pernambuco nas áreas de saneamento e habitação.
Na área de saneamento, o governador falou do maior programa de Esgotamento Sanitário em curso hoje no Brasil, com obras na Região Metropolitana e em diversos municípios do Interior do Estado. “Estamos fazendo um grande esforço na área de saneamento e precisamos da parceria do Ministério para avançar ainda mais”, declarou o governador.
Na audiência, Paulo recebeu a notícia de que parte do projeto de saneamento do município do Paulista estava em processo de cancelamento, pois, na gestão anterior do Ministério, de um contrato de R$ 446 milhões, apenas R$ 40 milhões tinham sido empenhados, colocando em risco os R$ 400 milhões restantes do convênio original.
“Ficou acertado que o presidente da Compesa, Roberto Tavares, virá na próxima semana, para fazer uma pactuação minuciosa com a equipe técnica do Ministério, no sentido de destravar obras importantes de esgotamento sanitário como em Arcoverde, Timbaúba, Recife, Ipojuca e Paulista”, afirmou Paulo.
Na área habitacional, a reunião visou acertar os prazos e garantir as entregas de todas as unidades ainda em 2018. “Tratamos sobre a finalização de mais de duas mil unidades habitacionais no âmbito dos Programas Minha Casa Minha Vida 1 e 2 – Sub 50, que são pulverizadas por quase uma centena de municípios pernambucanos com população abaixo de 50 mil habitantes”, disse Paulo Câmara, acrescentando que as unidades são destinadas a moradores de baixa renda e ajudam a reduzir o déficit de moradias no Estado.
A audiência no Ministério das Cidades contou com as participações do deputado federal Fernando Monteiro, do presidente da Compesa, Roberto Tavares, do secretário-executivo da Pasta, Silvani Pereira, e do secretário estadual de Habitação, Raul Goiana.

Flores: Inaugurações, oficinas de música, exposição, teatro e mostra Jazz nesta quinta (17)

A tradicional Festa das Rosas 2018, em Flores, no Sertão do Pajeú pernambucano, continua nesta quinta-feira (17), e o governo municipal está preparando festividades com mais ênfase na cultura local e na arte musical.

A programação será diversificada e, levará ao público durante todo o dia, oficina de música, exposições, inaugurações, apresentações teatrais e mostras de jazz e blues com homenagens a Moacir Santos, reconhecimento que será abrilhantada pela Uptown Blues Band e pelo gaitista carioca, Jefferson Gonçalves.

Ainda falando sobre música, o músico Cacá Malaquias, estará ministrando durante todo o dia, a 3ª edição da Oficina de Música, com aulas musicais para os alunos da Escola de Música Petronilo Malaquias e para os músicos da cidade, haverá também, aulas de gaita, ministrada por, Jefferson Gonçalves. As aulas irão acontecer, na sede da Escola de Música, Petronilo Malaquias.

Programação completa desta quinta-feira (18) confira:

8h: Inauguração da Escola do Bairro Vila Nova – Prefeito Antônio Luiz de Albuquerque

6h30: Inauguração da UBS – Unidade Básica de Saúde da Família, vestiário para jogadores  e Sistema Simplificado de Abastecimento d’ água do Sítio Matolotagem.

20h: Exposição, teatro e mostra de Jazz e Blues em homenagem a Moacir Santos, com a Uptown Blues Band

Paulo Câmara assegura mais R$ 70 milhões para a Adutora do Agreste

Governador se reúne com ministro da Integração Nacional e pede atenção para recuperação
da Barragem de Jucazinho e dos municípios afetados pelas chuvas de 2017
BRASÍLIA – O governador Paulo Câmara se reuniu hoje (16.05) com o novo ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua, para discutir os projetos de interesse de Pernambuco no âmbito da pasta. Entre os assuntos tratados, a liberação de recursos para o andamento das obras da Adutora do Agreste e as obras de reconstrução nos municípios da Mata Sul, que foram fortemente atingidos pelas chuvas do ano passado.

“O ministro nos assegurou o empenho de mais R$ 70 milhões para a Adutora do Agreste, garantindo as obras do 2º semestre, e o repasse de recursos até o final deste mês,
que vai viabilizar o andamento das obras e permitirá a inauguração da primeira etapa da adutora em Junho”, informou o governador.

Outro ponto abordado pelo governador pernambucano foi as obras de recuperação da Barragem de Jucazinho, que estão sob responsabilidade do DNOCS. “Jucazinho secou e foram identificados problemas. Agora a barragem voltou a pegar água e é fundamental que essas obras de recuperação sejam reiniciadas e concluídas”, explicou Paulo.

A audiência no Ministério da Integração Nacional contou com as participações do deputado federal Fernando Monteiro, do presidente da Compesa, Roberto Tavares, do secretário nacional de Infraestrutura Hídrica, Marcus Aurélius, do coordenador de Obras do Ministério, Stanley Bastos, da coordenadora de Orçamento e Finanças, Gilma Maciel, e do secretário nacional da Defesa Civil, coronel Renato Ramlow.

De acordo com Paulo Câmara, outro item importante da conversa com o ministro foi o pedido do Governo de Pernambuco da liberação de R$ 117 milhões para obras de reconstrução da infraestrutura dos municípios atingidos pelas chuvas de 2017 e mais R$ 27 milhões para a implantação da geomanta nas áreas de morro da região. “O Ministério, por meio da Defesa Civil Nacional, ficou de encontrar uma forma de viabilizar os recursos. O presidente Temer, que esteve em Pernambuco, após as chuvas de 2017, tem consciência da importância dessas obras de prevenção, pois estamos entrando no período chuvoso”, frisou.

Além de outros temas tratados, o governador externou a preocupação com a falta de regularidade da Codevasf no pagamento das contas de energia dos perímetros irrigados, a exemplo do Sistema Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista. “Esses assentamentos são muito importantes, pois se tratam de pequenos produtores rurais que geram produtos da agricultura familiar para todas as regiões do Estado”, justificou o Governador.

Secretário de agricultura participa da entrega de certificados de conclusão da sexta turma do Horta em Todo Canto, em 2018

Cinquenta e três participantes receberam na tarde desta terça-feira (15), os certificados de conclusão da sexta turma do curso de agroecologia do projeto Horta em Todo Canto. A formação tem como foco disseminar com entidades públicas, civis e pessoas físicas técnicas de trato de hortas orgânicas nos espaços privados e públicos.
A formação acontece na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), vinculada a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco (SARA), e é dividida em quatro módulos. São aulas práticas e teóricas sobre: modelos para uma horta, preparação de solo, preparo de canteiro, tipos de pragas e como evitá-las, variedades de hortaliças, adubação, ferramentas necessárias para o manuseio, orientação nutricional dos alimentos cultivados e irrigação.
O curso tem uma carga horária de 32 horas/aula e contou com a participação de menores infratores em processo de ressocialização; militares do Corpo de Bombeiros de PE; estudantes da Faculdade Integrada Barros Melo (AESO) e do Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas da UFRPE (Codai – São Lourenço da Mata); reenducandos do Centro Reeducação Polícia Militar de PE(Creed – PE) ; membros da sociedade civil; do Secretário de Meio Ambiente e Turismo de Sirinhaém, Alfredo Ferraz; do Secretário Agricultura de Feira Nova, Joel Sebastião Pascoal.
 Os certificados de conclusão foram entregues pelo Secretário de Agricultura e Reforma Agrária de PE, Wellington Bastista; a presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Nedja Moura e demais componentes da instituição; além de representantes do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa – PE).
“Este curso só é possível através de uma ação conjunta, realizada com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas que o fazem e incentivar a produção de alimentos de qualidade. A Secretaria de Agricultura, assim como os órgãos envolvidos estão sempre a disposição para contribuir no desenvolvimento de ações desse segmento”, reforça o secretário, Wellington Batista.
Um dos participantes, o secretário de Meio Ambiente de Sirinhaém, Alfredo Ferraz, falou da importância de disseminar o cultivo de horta orgânica na cidade. “É muito importante fazermos a multiplicação dessa formação em nosso município, pois vamos proporcionar a diminuição de resíduos e propiciar o cultivo de uma alimentação mais saudável com a nossa população”.
HORTA EM TODO CANTO –  Idealizado pela primeira-dama, Ana Luiza Câmara, o programa promove o cultivo de alimentos sem a utilização de agrotóxicos em equipamentos da administração estadual e instituições privadas. Sua inauguração foi na horta localizada no palácio do campo das princesas, em agosto de 2016. O horta é coordenado pela Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional de Pernambuco (Ciasan-PE).
Devidos ao período de chuvas o curso dará uma parada e voltará com as atividades a partir do mês de agosto de 2018. Aos interessados em participar da turma de agosto é preciso mandar nome completo e telefone de contato para o e-mail hortaemtodocanto@gmail.com.