Zulene Alves

Severino Otávio será empossado no dia 3 de junho na presidência da Arpe

 
Ex-prefeito esteve com o governador Paulo Câmara para acertar detalhes, e ressaltou seu entusiasmo com a nova missão
 
O ex-prefeito de Bezerros, Severino Otávio, foi recebido nesta quarta-feira (22.05) pelo governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas, para acertar detalhes da sua posse na presidência da Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe), cargo para o qual foi convidado pelo chefe do Executivo Estadual após ter renunciado ao restante do mandato como prefeito. Ele será empossado pelo governador no próximo dia 3 de junho, às 9h, na sede da Arpe, nos Aflitos.
 
Bacharel em direito e delegado especial da Polícia Civil aposentado, Severino Otávio governou a cidade de Bezerros em duas ocasiões (1973-1976 e 2013-2019). Antes, foi deputado estadual  por dois mandatos (1979-1982 e 1983-1986). Em junho de 1986 foi nomeado conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), órgão que presidiu em duas ocasiões.
 
Severino Otávio explicou que a reunião com Paulo Câmara serviu para acertar os detalhes e falar do seu entusiasmo com a perspectiva de aprimorar ainda mais o funcionamento da Arpe. “Fiquei honrado com o convite do governador, e me comprometi a atuar para que a Arpe, no seu papel de agência reguladora, atue como um ponto de equilíbrio entre os concessionários e os usuários de serviços”, afirmou o novo presidente da agência.
 
Foto: Hélia Scheppa/SEI

FormaSUS-PE oferta novas 114 bolsas integrais  para estudantes da rede pública

 

O programa teve seu edital lançado nesta quarta-feira, pelo governador Paulo Câmara, com vagas para cursos superiores na área de saúde, incluindo medicina, em instituições privadas de ensino

Mais oportunidades de formação profissional para jovens pernambucanos da rede pública. É o que garante o Programa de Formação do Sistema Único de Saúde (FormaSUS-PE) 2019. A partir de amanhã (23.05), serão ofertadas  114 novas bolsas integrais de estudo em dez cursos de graduação em saúde de 15 instituições privadas de ensino. O edital do processo seletivo, lançado pelo governador Paulo Câmara nesta quarta-feira (22.05), é destinado a estudantes da rede pública de ensino do Estado ou bolsistas integrais da rede particular. Ao todo, o Governo de Pernambuco vai investir R$ 7,5 milhões. As inscrições seguem até 12 de junho pelo site: formasus.pe.gov.br, e o resultado final será divulgado no dia 10 de julho.

“O FormaSUS é um programa importante porque oportuniza ao jovem que estudou na escola pública, ou foi bolsista na rede particular, cursar uma universidade com bolsa de estudo. Um importante incremento nessa área tão essencial que é a saúde. Este ano são 114 bolsas para diversas áreas de atuação, o que vai nos ajudar, a cada ano, a formar mais gente, visto que a demanda na saúde é muito grande. Por isso, precisamos ampliar serviços e parcerias como essa, que nos ajudam a ter melhores condições de atender a população”, destacou o governador, que estava acompanhado da vice, Luciana Santos.

As bolsas integrais estão distribuídas entre instituições de ensino superior localizadas em seis municípios pernambucanos: Recife, Olinda, Caruaru, Nazaré da Mata, Vitória de Santo Antão e Belo Jardim. Este ano, o FormaSUS-PE ampliou em 10% o número de bolsas disponíveis em cursos superiores, passando de 104, em 2018, para 114. Ao todo, são 12 vagas para cursos de medicina, 73 de enfermagem, 3 de biomedicina, 4 de farmácia, 13 de fisioterapia, 2 de nutrição, 2 de odontologia, 1 de tecnólogo em radiologia, 1 de psicologia e 3 de serviço social. As bolsas integrais são uma contrapartida das instituições de ensino privadas, que utilizam as unidades da rede estadual de saúde como campo de estudo e prática para a formação de seus estudantes.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, explicou como será o processo de inscrição. “As pessoas devem acessar o site e conhecer as regras para cadastro. Essas 114 vagas são para cursos de nível superior, então será utilizado como critério de entrada o resultado da prova do ENEM”, salientou o gestor, reforçando que o período de matrícula dos aprovados no edital está previsto para os dias 16,17 e 18 de julho. “A gente espera que esses alunos formados possam retribuir depois, retornando para trabalhar na rede estadual de saúde, contribuindo para que possamos ter um melhor atendimento para a população”, completou André Longo.

HISTÓRICO – O FormaSUS-PE foi instituído como programa por meio da Lei 15.065, de 04 de setembro de 2013. Desde então, o Governo de Pernambuco já ofertou, nos editais anteriores, um total de 1.454 bolsas integrais de estudo, sendo 700 para cursos de graduação e 754 em cursos técnicos. O Programa de Formação do Sistema Único de Saúde de Pernambuco tem por objetivo a oferta de bolsas integrais de estudo na área de saúde em instituições privadas de ensino superior e de ensino técnico para alunos que cursaram todo o ensino médio no Estado de Pernambuco em escolas públicas ou em escolas particulares na condição de bolsista integral.

O programa surgiu da necessidade de regulamentar a contrapartida, por parte das instituições privadas, à rede estadual de saúde, que oferece mais de 3 mil vagas de estágio curricular obrigatório aos alunos.  A cada dez vagas que uma instituição privada solicita para estágio curricular na rede estadual de saúde, uma bolsa integral é criada para alunos da rede pública, equivalente a 10%. O próximo edital para os cursos técnicos será lançado em 2020.

Édmo Ferreira, egresso do FormaSUS, se formou como tecnólogo em Radiologia através do programa e já está inserido no mercado de trabalho. Hoje, após anos de dedicação, o jovem é grato pela oportunidade e deseja que cada vez mais pernambucanos tenham acesso ao FormaSUS. “Quando terminei o ensino médio, eu não tinha condições financeiras de iniciar um curso superior, e esse era o meu sonho, principalmente na área de saúde. Graças ao Programa FormaSUS eu consegui me formar e, hoje, trabalho no Hospital da Restauração e na Prefeitura de Passira. Essa é uma forma de retribuir a oportunidade que me foi dada”, disse.

Presente ao evento, o vice-presidente do Sindicato das Instituições Particulares de Ensino Superior de Pernambuco (Siespe), Antônio Maciel, ressaltou a importância e a necessidade da iniciativa. “Nós acreditamos na grandeza e no alcance do Programa FormaSUS. Ele é um exemplo para o Brasil. Nesse programa, ganham os alunos por receber a bolsa integral de estudos, que na maioria da vezes é a única oportunidade que o estudante tem de ingressar na área, e ganham as instituições de ensino superior, que ampliam as oportunidades de estágio. Mas o maior beneficiário do programa é a população pernambucana, que receberá profissionais de excelente formação e conscientes da importância do SUS para a sociedade”, cravou.

Participaram da solenidade, realizada no Palácio do Campo das Princesas, as deputadas estaduais Roberta Arraes e Simone Santana; os secretários Antônio Carlos Figueira (Assessoria Especial), Ana Callou (Mulher, em exercício); a coordenadora geral do Núcleo do Ministério da Saúde em Pernambuco, Kamila Correia; o assessor especial Iran Costa; os secretários executivos da Saúde Ricarda Samara (Gestão do Trabalho e Educação em Saúde) e Cristina Mota (Atenção em Saúde), e o coordenador acadêmico da FPS, professor Gilliat Falbo.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Restaurantes com licenças sanitárias vencidas são interditados em Petrolina

Dois restaurantes localizados na Vila Mocó, em Petrolina, foram interditados pela equipe de disciplinamento urbano, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh) na última terça-feira (21) Os estabelecimentos apresentavam irregularidades nas documentações exigidas para funcionamento. Tanto o alvará municipal, quanto as licenças da vigilância sanitária e do Corpo de Bombeiros apresentados pelos proprietários da pizzaria e da pastelaria estavam vencidos. A ação ocorreu em conjunto com a Vigilância Sanitária do município e a Guarda Civil.

Além disso, mesas e cadeiras da pizzaria estavam ocupando a calçada, o que não é permitido por lei, já que é um espaço público que serve para o trânsito de pedestres. A Sedurbh lembra que os estabelecimentos comerciais precisam deixar a calçada livre para o tráfego de pessoas. Foram apreendidas 14 mesas e 28 cadeiras, que devem ser devolvidas quando a documentação for regularizada. O proprietário do estabelecimento foi notificado e deve regularizar os alvarás de imediato.

Por: José Matheus Santos/Diario de Pernambuco
A Câmara de Vereadores de Camaragibe marcou para a próxima quinta-feira (23) a votação do pedido de impeachment do prefeito Demóstenes Meira (PTB). A decisão se deu após o aval da Comissão Especial responsável pela análise do mérito do afastamento do chefe do Executivo municipal.
A sessão tem início previsto para as 9h e será aberta ao público. No início, a defesa do prefeito Meira terá até duas horas para se pronunciar contrária ao afastamento. Em seguida, o autor da denúncia, vereador Toninho Oliveira (PTB) irá se pronunciar pelo mesmo prazo de tempo. Na sequência, cada vereador terá até 15 minutos para defender seu posicionamento e, assim, a votação será iniciada.
São 13 parlamentares no Legislativo camaragibense. Para o processo de impeachment ser aprovado, são necessários dois terços dos votos, ou seja, o aval de nove vereadores. Se o pedido for aprovado, a vice-prefeita Nadegi Queiroz (PSDC) será convocada para tomar posse como prefeita de Camaragibe. Se a maioria qualificada não for atingida, Demóstenes Meira continua à frente da Prefeitura da cidade.
Motivação
Meira é alvo de processo na Câmara Municipal após ter um áudio vazado, em fevereiro, no qual convoca pessoas com cargos comissionados na máquina pública para irem assistir a uma prévia carnavalesca que teria como atração a sua noiva e secretária de Assistência Social de Camaragibe, Taty Dantas.

O processo de impeachment foi aberto no dia 26 de fevereiro após sessão tumultuada entre os vereadores e com as galerias lotadas de populares. A abertura foi promovida com o voto de cinco dos 13 integrantes do Parlamento municipal. Os outros oito membros da Casa se dividiram entre quatro abstenções e quatro votos contrários.

Votaram pela abertura do processo de impeachment o presidente da Câmara, Toninho Oliveira (PTB), autor do pedido; Roberto da Loteria (PTC); Leandro Lima, conhecido como Leo Família (PDT); Délio Júnior (PSD); e Lindomar Santos (PSDB). Se posicionaram a favor do prefeito: Antônio Carlos, conhecido por Tomé (PV); Eugênio Vitorino (Pros); Hélio Albino (PDT); e Manoel Rodrigues (PP). Abstiveram-se Adriano da Tabatinga (PV), Paulo André (PSB), Renê Cabral (PRB) e Severino Gomes, conhecido como Cabeça (DEM).

Supremo retoma nesta quarta julgamento sobre fornecimento de remédio de alto custo

Resultado de imagem para remedio de alto custo

Quatro ações discutem se poder público deve ser obrigado a fornecer medicamentos. Três ministros já votaram e estipularam condições diferentes para o fornecimento dos produtos.

Por Mariana Oliveira, TV Globo — Brasília

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma na manhã desta quarta-feira (22) o julgamento que definirá se o poder público deve ser obrigado a fornecer medicamentos de alto custo aos doentes.

Estão na pauta do tribunal quatro processos sobre o tema, que envolvem a concessão dos remédios que estão fora da lista de produtos oferecidos gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

A chamada judicialização da saúde é hoje um dos principais problemas do Judiciário, afirmam de foram recorrente ministros do Supremo.

No caso dos medicamentos, há centenas de processos espalhados em tribunais de todo o país. A maioria dos casos envolve doenças raras, e o juiz determina a concessão do remédio.

Segundo dados do Ministério da Saúde, até 2016 o governo federal já havia cumprido 16,3 mil decisões sobre fornecimento de medicamentos. De 2010 a 2015, houve aumento de 727% nos gastos referentes à judicialização dos medicamentos. Segundo o Ministério da Saúde, já foram gastos R$ 7 bilhões com fornecimento de remédio por ordem judicial.

“É um tema delicado, muito sensível. Muita gente reclama da intervenção judicial, mas há situações muito dramáticas e temos que examinar isso em todo o contexto. (…) A gente tem que achar uma saída”, declarou nesta terça-feira (21) o ministro Gilmar Mendes.

Os argumentos

O caso chegou ao Supremo porque há dois princípios constitucionais diferentes defendidos por cada lado:

  • o poder público argumenta que a concessão de medicamentos caros coloca em risco o fornecimento do básico para toda a coletividade e também diz que não há orçamento disponível para medicações caras para apenas uma pessoa;
  • os pacientes que precisam dos remédios argumentam que a vida deles depende daquilo e que os medicamentos são, na maioria das vezes, a única esperança de sobrevivência.

Dúvidas

No julgamento, os ministros devem responder a dúvidas como:

  • O poder público deve fornecer apenas medicamentos previstos na lista do SUS ou outros?
  • É possível obrigar o fornecimento de medicamentos que não estejam registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)?
  • Remédios em fase de testes também devem ser fornecidos obrigatoriamente?
  • O paciente sempre deve comprovar não ter condições financeiras de comprar ou em todos os casos o poder público é obrigado a fornecer?

Sementeira e Parque Florestal de Santa Cruz do Capibaribe abrem espaço para cumpridores de penas alternativas

O município de Santa Cruz do Capibaribe possui, atualmente, 256 instituições parceiras da Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), aptas ao recebimento de cumpridores de penas e medidas alternativas. Duas delas, a Sementeira Municipal Maria de Lourdes e o Parque Florestal Fernando Silvestre, estão há dois meses acompanhando o trabalho de 10 cumpridores, que desempenham suas atividades colocando as mãos na terra.

Na sementeira, que abriga cerca de 50 espécies do bioma da caatinga, como mulungu, caideira, jatobá e barriguda, os cumpridores realizam a capinação do mato, produção de mudas, recolhimento do lixo, além de transportarem as mudas para outros espaços e para plantação na cidade. “É muito importante essa abertura para os cumpridores, principalmente nos espaços públicos, o trabalho leva a ressocialização”, reforça Marivaldo Zuza de Andrade, gestor municipal  de Meio Ambiente.

Outra instituição que também abre espaço para a prestação de serviços como pena alternativa é o Parque Florestal Fenando Silvestre. O espaço abriga 40 espécies de árvores, tais como: umbuzeiro, gameleira, pau-brasil, flamboyant e palmeiras. No local os cumpridores realizam serviços de capinação, limpeza e poda das árvores.

Esse tipo de parceria é motivo de comemoração pela GEPAIS. Promover a execução das penas e medidas alternativas de forma humanizada, gerando frutos para a sociedade e, principalmente para o próprio cumpridor é o objetivo maior da Política Estadual de Alternativas Penais. O ciclo de violência só é interrompido com a promoção da cidadania, e nada pode gerar mais cidadãos do que o trabalho para a comunidade”, ressalta Talita Alencar gestora Técnica da Gepais.

O município de Santa Cruz do Capibaribe tem aproximadamente 265 cumpridores que prestam serviços à comunidade em 56 instituições. Nesta quarta-feira, 22, eles participam de Encontro de Integração, promovido pela Gerência e Penas Alternativas, no Fórum do município.   

 

PREFEITURA DE AFOGADOS INTENSIFICA RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS NA ZONA RURAL

De janeiro até ontem (20), Afogados da Ingazeira recebeu um volume de chuvas de 756 mm. Uma precipitação equivalente à média anual de chuvas na região do semiárido. Ou seja, em apenas cinco meses, choveu o equivalente a um ano bom de inverno inteiro.

É natural que nesse contexto, haja prejuízos na malha viária, urbana e rural. Para minimizar esses danos, a Prefeitura vem executando serviços de recuperação das principais estradas vicinais rurais, já tendo atendido a 32 comunidades, a exemplo de São João Novo, Lajedo, Alto Vermelho, Laje do gato, Serrinha, Pau Ferro, Dois Riachos, Oitis, Gameleria, Covoadas, Saco da Serra, Queimadas e Curral Velho dos Ramos. A estrada que liga Ibitiranga a Afogados passou por recuperação no dia de hoje.

Além das estradas, a Prefeitura também atuou na recuperação de açudes e barreiros, para que a água acumulada não fosse perdida com estouramentos. Foram realizados serviços de drenagens em reservatórios nas comunidades de Fundões, Serrinha, Cafundó, Carnaubinha, Caiçara e São Domingos.

“O ano tem sido muito bom para o agricultor, o volume de chuvas que caiu foi uma verdadeira benção para quem produz, mas também trouxe alguns problemas nas condições da estradas. Estamos trabalhando para atender a todas as demandas que nos chegam,” destacou o Secretário de Agricultura, Ademar Oliveira.

Pernambuco poderá ter arranjo produtivo bioeconômico a partir do umbu

Mais de 700 mudas de spondias tuberosa, popularmente conhecida por umbu, planta nativa do semiárido do NE, resistente a altas temperaturas e pouca água, com elevado potencial bioeconômico pelas propriedades nutricionais e farmacológicas, mas ainda pouco usadas, serão entregues a agricultores e gestores do Sertão pernambucano nesta quinta-feira (23) e sexta-feira (24) em evento pedagógico e científico em Ibimirim. A iniciativa, que ocorrerá durante um curso de formação sobre a produção da planta e seu beneficiamento, é do Laboratório de Mudanças do Clima do Instituto Agronômico de PE (IPA), em parceria com o Departamento de Bioquímica da UFPE e por outras instituições, financiada pelo CNPq.

O curso será realizado no IPA e no Serta em Ibimirim. E ministrado pela docente da UFPE, Márcia Vanusa, e o gerente da Estação Experimental do IPA em Ibimirim, Antônio Carlos de Melo. Ambos são estudiosos no umbu e participam da Rede Nacional de Pesquisados (Ecolume). O CNPq financia a rede para desenvolvimento científico de novas práticas (de mitigação e adaptação) socioambientais, econômicas, educacionais e comunicacionais frente aos efeitos e impactos da mudança do clima dentro do Bioma Caatinga.

Ao final, o Ecolume fará a entrega formal de 700 mudas produzidas no IPA local a gestores da prefeitura de Afogados da Ingazeira. “A cidade foi escolhida porque o prefeito José Patriota acolheu a nossa proposta e logo sugeriu fazer nascer uma floresta de Umbu no município, na Serra do Giz, uma Área de Proteção Ambiental e de Refúgio da Vida Silvestre. E, neste local, ainda há comunidades tradicionais”, fala a meteorologista Francis Lacerda, pesquisadora do IPA e coordenadora do Ecolume.

Para José Patriota, que também preside a Associação Municipalista de Pernambuco, várias comunidades serão beneficiadas com a iniciativa do Ecolume. “Recebemos alegremente as mudas e apoiamos esta inciativa por fortalecer a Caatinga e valorizar o semiárido com a multiplicação do umbuzeiro, uma planta típica e referência histórica de nosso bioma”, diz. O gestor destaca ainda a sua parceria com o Ecolume diante do objetivo do grupo voltado ao desenvolvimento do agricultor com o do ecossistema.

“O Ecolume busca em três eixos as potencialidades diante dos efeitos do novo comportamento do clima sobre esta região já muito semiárida: energético, hídrico e alimentar. O umbu está contido em nossos estudos dentro da área alimentar e afins (nutricional e farmacológico). É a nossa planta de poder”, diz Francis. O umbu será de poder efetivamente, segundo avalia a professora Márcia, quando o Poder Público estimular bioeconomicamente os usos medicinais e nutricionais de sua casca, folha e seu fruto, usadas secularmente por comunidades quilombolas e indígenas na alimentação e como remédio para cura de várias doenças.

No Sertão da Bahia, por exemplo, já existem experiências de arranjos produtivos bioeconômicos a partir do umbu. É o caso da Cooperativa de Agricultura Familiar Canudos, Curaçá e Uauá. “Cultivam a planta nestas três cidades baianas e a beneficia em novos produtos. Além de geleias, doces e outros alimentos, fabricam até cerveja e exportam para o mundo”, diz Márcia. No curso em que fará para agricultores e gestores municipais de Pernambuco sobre potencialidades nutricionais do umbu, como vitaminas B1, B2, C, cálcio, fósforo e ferro, a docente aproveitará também para ensinar a fabricação de biscoitos a base da própria planta.

“Será uma experiência prática de uso das potencialidades nutricional da planta na cozinha da escola Serta. Faremos alguns biscoitos com a farinha oriunda do caroço de umbu, que é rica em proteína. Nossa ideia é que a unidade educacional possa refazê-los depois e oferece-los na merenda dos seus alunos que são filhos dos agricultores da região”, diz. Já o curso de produção (enxertia) do umbu será realizado no IPA de Ibimirim, pelo gestor da unidade, Antônio Carlos, que é técnico agrícola.

A pesquisadora também fará o anúncio do início da produção de mais 1,5 mil mudas do umbu no IPA de Ibimirim por iniciativa do Ecolume. “Quando a maior parte das sementes germinarem e tornarem-se mudas, vamos estimular o reflorestamento da espécie em outros locais a fim de que se tornem arranjos produtivos bioeconômicos a partir da planta”, adianta Francis. Outras 400 mudas, já produzidas no Serta com a ajuda de alunos da escola e por bolsistas do Ecolume, como João Vitor e Cícero Emanoel, serão distribuídas no fim do curso para os agricultores.

SESI Petrolina realiza neste final de semana o 18º Open de Natação

Cerca de 150 atletas de vários municípios do Vale do São Francisco participam, neste final de semana, em Petrolina – PE, do 18º Open de Natação. A competição, promovida pelo Serviço Social da Indústria – SESI, começa às 15h deste sábado (25), no parque aquático, com as disputas entre os competidores Adultos, Máster A e B e Absoluto.

No domingo (26), o movimento nas piscinas tem início logo a partir das 8h com as provas do Mini-Mirim até Master. O evento, que conta com a participação de competidores com excelentes resultados em provas estaduais, vai premiar com medalhas os três primeiros colocados de cada categoria e com troféus as equipes que mais somarem pontos ao final da competição.

De acordo com o gestor regional do Sistema FIEPE Flávio Guimarães, o 18º Open de Natação também vai reunir campeões de jogos escolares e tri-atletas de outros estados, além de uma equipe do Projeto Canaã, vinda do município baiano de Irecê. “Além das medalhas e troféus esta competição premia os atletas com o reconhecimento do público, conscientizando e estimulando o trabalhador da indústria, seus familiares e a comunidade a adotar melhores hábitos, o que certamente contribui com um maior engajamento no trabalho”, pontuou.

A inscrição custa R$15 e pode ser feita na sede do SESI, em frente ao Parque Municipal Josefa Coelho, 01, Centro. Mais informações pelo telefone: (87) 3861-1369, através dos professores Edvaldo Gomes e Josué Ribeiro, ou na Sala de Gestão e Qualidade de Vida, com Helbert Santana.

Comunidade escolar do Agreste Meridional recebe 8ª edição da Caravana da Educação

Em Capoeiras, governador Paulo Câmara visitou os polos de atividades e conversou com alunos e gestores da rede

CAPOEIRAS – Em mais uma demonstração do seu compromisso contínuo com o desenvolvimento da Educação em Pernambuco, o governador Paulo Câmara reservou a manhã desta terça-feira (21.05) para acompanhar de perto mais uma edição da Caravana da Educação e Pactuação de Metas 2019. O movimento, que aportou no município de Capoeiras, reuniu toda a comunidade escolar da Gerência Regional de Educação (GRE) Agreste Meridional. A ação envolve música, dança, atividades esportivas e um circuito de atividades pedagógicas, com o objetivo de estimular cada vez mais o protagonismo dos jovens pernambucanos.

“Mesmo no momento de dificuldade e de tanta confusão no Brasil a gente não pode deixar de investir na Educação, porque a mudança só acontece se a gente investir no futuro dos nossos jovens. E eu não tenho dúvida que a gente vai ter uma nova geração de pernambucanos muito mais preparados para o futuro desafiador do que gerações passadas, graças a esse trabalho e esse olhar que nós temos priorizado nos últimos anos. Hoje, nós viemos pedir mais uma vez o apoio de todos que fazem a educação em Pernambuco, que nunca nos faltaram e, ao mesmo tempo, agradecer justamente por essa trajetória”, reforçou o governador.

A iniciativa, que em 2018 mobilizou mais de 20 mil estudantes da rede, já passou pelas cidades do Recife, Igarassu, Cabo de Santo Agostinho, Bezerros, Nazaré da Mata e Belo Jardim. Nesta edição, o movimento se concentrou na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Pela manhã, alunos de diversas escolas da GRE Agreste Meridional realizaram apresentações de dança com um mix da cultura popular, envolvendo frevo, xaxado e ciranda, além de algumas bandas.

Paralelamente às ações do Polo Cultural, acontece uma das atividades mais importantes do calendário anual da Secretaria de Educação e Esportes: a reunião de Pactuação de Metas. Além de discutir as estratégias e prioridades para o ano, o encontro permite também o aprimoramento das metas que contribuem para os avanços da educação em Pernambuco. A iniciativa reuniu todos os 48 gestores escolares da GRE Agreste Meridional.

O secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio, destacou a importância e o simbolismo da escolha da EREM na recepção desta edição da Caravana. “Essa escola foi um dos primeiros prédios inaugurados pelo governador, e hoje a gente torna a visitá-la em seu pleno funcionamento, com mais de 800 estudantes. Uma escola viva e com bons resultados. Com certeza é uma situação que nos deixa muito contentes”, frisou.

POLO ESPORTIVO – À tarde, a EREM Nossa Senhora do Perpétuo Socorro acolheu o Polo Esportivo. Entre as atividades recreativas previstas na programação estão futsal, judô, badminton, zumba, dominó, dama, pega vareta, jogo da velha e xadrez. A escola ainda será presenteada com kits esportivos e receberá a visita de Adriana Salazar, ex-nadadora e primeira pernambucana a participar de uma Olimpíada.

Silvia Maria Costa, de 18 anos, é aluna do 3º ano desta EREM e recebeu com alegria o movimento. Para ela, a Caravana é um ato de aproximação do governo com a comunidade escolar. “A Caravana da Educação abre portas para que os estudantes se confraternizam e realizem apresentações artísticas. É um espaço para que os estudantes mostrem seus talentos. Isso nos motiva bastante, e a presença do governador aqui, com a equipe dele, nos mostra que realmente existe esse compromisso com a Educação”, avaliou a aluna, que teve o mesmo sentimento de gratidão compartilhado pela prefeita da cidade, Neide Reino. A gestora agradeceu a iniciativa e todo apoio que tem recebido do Governo de Pernambuco.

Participaram do evento também os deputados estaduais Sivaldo Albino e Paulo Dutra; o secretário executivo da Casa Civil José Maurício, o secretário executivo da Educação João Charamba, os prefeitos Débora prefeita (São Bento do Una), Luiz Aroldo (Águas Belas), Beta Cadengue (Brejão), Armando Duarte (Caetés), Expedito Nogueira (Calçado), Ednaldo Peixoto (Jucati), Douglas Duarte (Angelim), Arquimedes Valença (Buíque), Tonho de Lula (Iati), Marcelo Neves (Palmeirina), Matheus Calado (Terezinha), entre outras autoridades da região.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI