Zulene Alves

Projeto Dom Hélder chega a Santa Cruz da Baixa Verde

A comunidade Sítio São Paulo, no município de Santa Cruz da Baixa Verde, abre o ciclo de reuniões para implementação das ações previstas no Projeto Dom Helder, realizado pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, e Ministério do Desenvolvimento Agrário no Nordeste. O objetivo é mobilizar, selecionar e agendar o cadastramento e a realização de um diagnóstico, que permita programar atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).

Além disso, também visar apoiar às  atividades produtivas, visando promover a produção de alimentos, melhoria dos indicadores sociais e gerar renda para 49 famílias de pequenos agricultores.  Aliado as atividades de ATER, essas famílias selecionadas serão priorizadas no tocante ao acesso as políticas públicas para o setor rural a exemplo do Garantia Safra, PAA, Programa de Distribuição de Sementes Selecionadas emissão de DAP, (Declaração de Aptidão ao PRANAF) e a participação em capacitações.  A seleção é realizada por diversos critérios, entre eles possuir renda per capta menor que  R$ 85,00.

As ações vêm sendo desenvolvida pela equipe técnica do IPA , formada pelos extensionistas , Alexandre Cesario e Gerlúcio Moura, que também coordena a atividade nos municípios de Santa Cruz da Baixa Verde e Serra Talhada

Dom Helder Câmara 

A nova fase do Projeto Dom Helder Camara, iniciada em outubro de 2017, passou a envolver a parceria dos governos estaduais e suas empresas de Ater. É um programa de ações referenciais de combate à pobreza e apoio ao desenvolvimento rural sustentável no semiárido. O projeto está embasado no conceito de convivência e articulado de acordo com as dimensões sócio-políticas, ambientais, culturais, econômicas e tecnológicas por processos participativos de planejamento, gestão e controle social.

Seu objetivo é contribuir para a redução da pobreza rural e das desigualdades no semiárido, mitigando os efeitos causados pelas condições climáticas adversas por meio da integração de politicas públicas federais, estaduais e municipais. A área de abrangência do Dom Helder inclui 913 municípios de 11 Estados brasileiros: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e  Sergipe.

Serra: Prefeitura inaugura pavimentação de ruas na Cohab nesta sexta-feira (25)

A Prefeitura Municipal de Serra Talhada informa que a inauguração da pavimentação em paralelepípedos das ruas 11, Onofre Magalhães, Maria Vanete Almeida, Travessa Luiz Cordeiro de Siqueira e Travessa da Igreja e a ordem de serviço da Rua Luiz Cordeiro de Siqueira (Rua 01, nos fundos do Fórum), no Bairro Cohab, acontecerão na próxima sexta-feira (25), a partir das 16h, dentro das festividades dos 167 anos de Emancipação Política.

A inauguração das referidas ruas e a ordem de serviço estavam agendadas para acontecer na sexta-feira (11), mas foi adiada em virtude do falecimento do pai da secretária executiva da Receita Municipal, Priscila Freire, e da mãe do deputado estadual, Augusto César.

A Prefeitura informa ainda que as agendas de inauguração da Estação da Juventude, no Alto Bom Jesus, prevista para a sexta-feira (25), o Café da Manhã com a Imprensa, a Coletiva de Imprensa e a inauguração da Unidade de Saúde da Família do Bom Jesus, previstas para a quinta-feira (31), serão adiadas para outras datas.

Serviço

Inauguração de ruas e ordem de serviço na Cohab

Data: Sexta, 25 de maio 2018

Local: Bairro Cohab

Horário: 16h

PT vai à Justiça para Lula gravar entrevistas como pré-candidato

 

Por: AE
A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, disse nesta quarta-feira (23) que o partido está entrando com medidas judiciais para que o ex-presidente Lula possa conceder entrevistas para emissoras de televisão como pré-candidato à Presidência da Repúblico pelo partido. Segundo a senadora, a pré-campanha de Lula será lançada oficialmente no próximo dia 9 de julho, em Belo Horizonte.
“Lula é pré-candidato e não tem nada que lhe retire os direitos de pré-candidato. Não tem transito em julgado de sua sentença. Nessa fase, tem que ser facultado a ele a participação de ele externar suas opiniões. Estamos entrando com medida judicial pedindo que a juíza despache (o pedido de participação em sabatina do SBT, Folha e UOL). Também estamos entrando com medidas judiciais para que ele possa se manifestar publicamente, através de vídeos, de entrevistas, de gravações como têm direito todos os demais pré-candidatos”, afirmou em entrevista coletiva
Nesta quarta-feira, Gleisi representou Lula na XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, realizada nesta na capital federal. A Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que organiza o encontro, abriu espaço para que todos os pré-candidatos à Presidência participassem da marcha desde terça-feira, e estendeu a mesma oportunidade ao petista, que enviou a presidente do PT para ler uma carta em seu lugar.

A presidente da sigla disse também que neste domingo, dia 27, o partido fará um “esquenta”, espécie de mobilização nacional, com um manifesto no qual reafirmará a candidatura do petista. “Nesse domingo dia 27 fazemos uma ação em todo o Brasil com os PTs municipais para entregar um manifesto sobre a situação do Lula e as questões do Brasil e para reafirmar a candidatura do Lula. É um esquenta, uma mobilização nacional”, explicou. “No dia 9 de julho vamos lançar a pré-candidatura nacionalmente. Vai ser em Belo Horizonte, acertamos hoje com os governadores. O plano de governo vai ser finalizado e aprovado no dia 28 de julho, na convenção nacional do PT”, disse.
Gleisi disse ainda que o partido já está discutindo o nome de um provável vice para a chapa de Lula e elogiou o empresário Josué Alencar (PR), disputar por partidos de centro. “Vamos abrir a discussão do vice com a base aliada. Queremos fazer composição, queremos um vice para o presidente Lula de outro partido. Se for possível até a convenção finalizarmos a chapa. Se não for, finalizaremos na data do registro de candidatura”, disse.
A presidente petista também citou o caso do senador tucano Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), quando questionada sobre como Lula iria fazer uma campanha presidencial mesmo correndo o risco de ficar inelegível. “Se impedissem o Lula, seria a primeira vez que isso aconteceria desde os anos 2000, da Lei da Ficha Limpa. Temos exemplos de políticos que disputaram com registro suspenso e levantaram sua inelegibilidade antes da diplomação”, disse ao lembrar Cunha Lima.
“No Paraná, temos exemplos de prefeitos que fizeram a disputa presos. Seria uma violência contra o Lula, a primeira da Justiça Eleitoral. A inelegibilidade é momentânea e pode ser levantada até a diplomação. Os acordos que vamos fazer é programático. Os outros partidos conhecem essa realidade”, explicou.

Ação Global leva 80 serviços gratuitos a Caruaru neste sábado

Cissa Guimarães é a embaixadora da campanha este ano, que tem a educação como um dos principais temas

Educação, direitos humanos e sustentabilidade ambiental serão os pilares da 25ª edição da Ação Global, que acontecerá, neste sábado (26), em 27 cidades brasileiras e no Distrito Federal. Em Pernambuco, estão previstos 15 mil atendimentos, das 9h às 16h, que ocorrerão no Sesi de Caruaru, na Rua São Vicente Ferrer, s/n, Boa Vista II, em parceria com a Prefeitura do município. A iniciativa da Globo e do Sesi já prestou cerca de 47 milhões de atendimentos ao longo de 26 anos.

Em grande parte dos municípios em que a iniciativa será realizada, de norte a sul do Brasil, um dos destaques é o incentivo à volta aos estudos daqueles adultos que tiveram que parar de estudar, reforçando o compromisso dos parceiros Globo e SESI com os temas relacionados à educação. O SESI oferecerá mais de 2 mil vagas em cursos gratuitos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), além de realizar aulas demonstrativas da nova metodologia do curso, que oferece um currículo mais conectado com a realidade profissional dos alunos.

A coordenadora do evento em Pernambuco, Vera Thomas, explica que as ações foram pensadas para que o participante possa sair do mutirão social preparado para se candidatar a uma vaga de emprego. Entre as novidades, um circuito que vai permitir desde o teste vocacional à elaboração de currículo. Além disso, a Ação Global vai realizar, pela primeira vez, um aulão para 500 pessoas, preparando-as para o exame do Enem.

“A Ação Global mobiliza parceiros em todo o Brasil para oferecer para as famílias oportunidades de acesso à informação e orientação qualificadas e prestação de serviços no campo dos direitos sociais”, ressalta a diretora de Responsabilidade Social da Globo, Beatriz Azeredo. Entre os parceiros do evento está a Prefeitura de Caruaru com a oferta de vários serviços, além de outras entidades. Confira a lista completa no site www.pe.sesi.org.br.

Tradicional oferta de serviços gratuitos de saúde, como exames de odontologia, oftalmologia, preventivos de câncer de próstata e mama, confecção do cartão do SUS, vacinação de gripe e tétano, testes rápidos de HIV e Sífilis, hepatite B e C, e acupuntura estarão disponíveis para a população. Outros serviços de cidadania e qualidade de vida, a Ação Global oferecerá para os públicos de todas as idades. Emissão de documentos continua sendo um dos serviços mais procurados pelo público. As pessoas terão a chance de dar entrada na carteira de identidade, CPF, título de eleitor e carteira de trabalho, com a inclusão de fotos 3×4 – de acordo com a disponibilidade de serviços de cada cidade. Algumas localidades oferecerão abertura de processos de casamento e união estável.

“A Ação Global, com esse novo formato, tem o grande desafio de mobilizar os cidadãos a adotarem a educação como uma ferramenta poderosa de transformação pessoal e de construção de uma nova trajetória de vida”, Paulo Mól, diretor de operações do SESI.

Apresentadora do ‘É de Casa’, Cissa Guimarães é a embaixadora do evento este ano, estrelando a campanha da TV e convidando a população a participar. O elenco da Globo reforçará o convite e receberá o público em várias cidades pelo Brasil.

As crianças poderão se divertir com programações pensadas especialmente para elas com gincanas, atividades como pinturas de rosto, oficinas esportivas, contação de histórias e outras iniciativas, variando de cidade para cidade.  Voluntários de saúde bucal vão ensinar como escovar os dentes corretamente.

Confira aqui todos os endereços da Ação Global: https://redeglobo.globo.com/acao-global/noticia/acao-global-nacional-sera-realizada-em-28-cidades-do-pais-no-dia-26-de-maio.ghtml

Dom Malan celebra Semana Estadual de Incentivo à Doação de Órgãos

A Organização de Procura de Órgãos do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina – em parceria com a Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE) e o Hospital Universitário (HU-Univasf) – está realizando uma série de atividades esta semana, em alusão à Semana Estadual de Incentivo à Doação de Órgãos.

Este ano, a maior parte da programação está sendo dirigida ao Hospital Dom Malan, sede da OPO. “Como o HDM não é um hospital de referência neurológica é onde a gente menos atua. Realizamos poucas capacitações no serviço e agora resolvermos preencher essa lacuna, já que os profissionais daqui também devem estar bem informados e por dentro das atualizações”, esclarece a enfermeira assistente da OPO, Djenane Cristovam.

As palestras sobre o “Processo de Doação de Órgãos” tiveram início na segunda-feira (21) e seguem até esta quinta, com o objetivo de alcançar o maior número possível de profissionais de saúde. “A gente tem buscado falar sobre o papel da OPO e CT, tirar dúvidas, falar sobre as mudanças na legislação e, principalmente sensibilizar, pois, nós sabemos que muitas doações esbarram na falta de informação da família”, acrescenta.

Amanda Araújo, que é enfermeira da UCI Neonatal e participou hoje do curso, se deparou com uma situação como essa. “Quando meu pai faleceu os filhos queriam doar os órgãos e a nossa mãe não aceitou. Acredito que se, naquele momento, tivesse sido feita uma abordagem correta e a família tivesse tido a orientação necessária, o desfecho poderia ter sido diferente”, relata.

Até 2001, as doações eram presumidas, ou seja, bastava expressar o desejo através de um documento. De lá para cá as doações passaram a ser consentidas por parentes de até 2º grau. “Geralmente nós buscamos o consenso, já que não é do nosso interesse gerar conflitos”, deixa claro.

Por mais que as doações tenham avançado em Pernambuco, ainda existe uma enorme fila de espera. “Nós não podemos descansar nunca, pois a fila não zera”, explica Djenane. De janeiro a maio Petrolina registrou 21 doações (19 fígados, 19 rins, 01 pâncreas e 10 corações). No estado, de janeiro a abril, foram contabilizadas 48. Pernambuco, inclusive, leva o primeiro lugar no Norte/Nordeste com relação ao número de transplantes de córnea, rim, coração, pâncreas e medula óssea.

Voltando à programação, vale ressaltar que ainda nesta quarta-feira (23) acontecerá uma Live, que será transmitida às 19h, pelo Instagram e Facebook da Liga Acadêmica de Transplantes de Tecidos e Órgãos do Vale do São Francisco (LIATTO). Encerrando, no dia 25, das 9h30 às 11h30, no auditório do HU-Univasf, será realizada uma mesa redonda com os facilitadores Pedro Diniz (coordenador médico da OPO), Ludmila Remígio (fisioterapeuta do HDM e HU) e Gerlene Grudka (enfermeira representante do CT no município de Petrolina), sobre a atualização dos critérios para definição de morte encefálica.

José Fabrício é o novo defensor público-geral de Pernambuco

O governador Paulo Câmara assinou, na noite desta quarta-feira (23.05), a nomeação de José Fabrício Silva de Lima como o novo defensor público-geral de Pernambuco, biênio 2018/2020. O novo dirigente foi o mais votado na eleição que definiu a lista tríplice para o cargo, realizada pelos integrantes da Defensoria Pública. O ato será publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (24.05), e o defensor tem 30 dias para assumir o posto.
 
“A Defensoria Pública tem um papel fundamental para a garantia do amplo direito de defesa do cidadão que não tem condições de arcar com as custas processuais e com os honorários de um advogado. Tenho certeza que José Fabrício está preparado para assumir essa nova missão”, destacou o governador.
 
Há noves anos atuando na Defensoria Pública de Pernambuco (DPPE), José Fabrício disse estar pronto para assumir o cargo e trabalhar pela melhoria dos serviços prestados pela instituição. “Sabemos do dever de levar assistência jurídica integral e gratuita a todos os pernambucanos que se sintam na situação de vulnerabilidade social e econômica. E esforço não faltará. Iremos contar com o apoio do Executivo para oferecer esse apoio a quem mais precisa. Enfim, estamos preparados para este novo desafio que é representar uma instituição tão nobre como a Defensoria Pública de Pernambuco”, disse.
 
Participaram do ato também o deputado estadual Waldemar Borges; os secretários estaduais Márcio Steffani (Planejamento e Gestão), Antônio de Pádua (Defesa Social), André Campos (Casa Civil), César Caúla (Procuradoria Geral) e Marcelo Canuto (executivo da Casa Civil); além dos defensores Clodoaldo Battista, Henrique Seixas e José Wilker.
 
 
Fotos: Roberto Pereira/SEI

Aprovado projeto de Armando que facilita e amplia registro de BOs

O registro dos boletins de ocorrência (BOs) passará a ser descentralizado, podendo ser feito por qualquer autoridade policial – e não apenas o policial civil nas delegacias -, incluindo policiais militares, policiais federais, policiais rodoviários federais e de Casas Legislativas ou mesmo militares das Forças Armadas quando em atividade de segurança pública, como ocorre na intervenção no Rio de Janeiro.
A determinação é de projeto de lei do senador Armando Monteiro (PTB-PE) aprovado por unanimidade, hoje (quarta-feira, 23), pela Comissão de Constituição e Justiça e que segue direto à votação da Câmara dos Deputados. Armando justifica sua iniciativa pela necessidade de se acabar com “o sistemático desrespeito ao cidadão brasileiro” pela dificuldade de se registrar um BO.
“Na maior parte dos estados, os crimes são registrados duas vezes, pela PM e pela polícia civil. Ocorre, assim, a ‘segunda vitimização’ do cidadão, obrigado a esperar horas nas delegacias depois de ter sido vítima de um crime. Hoje, ele é obrigado a ir a uma delegacia e aguardar o segundo registro criminal, quando poderia obtê-lo no local do crime ou inclusive na sua própria casa, quando o crime lá ocorrer”, enfatiza.
Lembrou que, em Pernambuco, a maior facilidade de se registrar boletins de ocorrência terá efeitos especialmente benéficos para a população, já que o estado, segundo Armando,  “ostenta vergonhosamente um dos maiores índices de violência e criminalidade do país”.
Pelo projeto, o BO será feito pelo primeiro policial que realizar o atendimento à vítima e poderá ser registrado também pelo telefone 190. O boletim de ocorrência será compartilhado, de preferência eletronicamente, por todas as polícias, o Ministério Público e, conforme a infração, pela Defensoria Pública.
A proposta de Armando Monteiro estabelece que o boletim de ocorrência terá “relato sumário dos fatos com as suas circunstâncias, dados e elementos que permitam a atuação dos órgãos de segurança pública nos limites de suas atribuições”.
POLÍCIA NAS RUAS – O projeto determina que os BOs  formarão os bancos de dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (SINESP). Irão padronizar as classificações de ocorrências policiais, evitando, como ocorre atualmente, inconsistências e buracos estatísticos no SINESP que emperram a elaboração de políticas de segurança pública eficientes.
O BO terá de conter, no mínimo, oito tipos de informação. Elas vão desde a hora, local da ocorrência e unidade policial responsável, passando pelo nome, idade, número do RG e endereço residencial de todas as vítimas, testemunhas e suspeitos ou presos, até a condição física da vítima quando houver resistência à prisão ou prisão em flagrante. A quantidade e tipo de drogas ou armas, quando houver apreensão, terão igualmente de constar do BO.
Além de ampliar o controle do Ministério Público sobre a atividade policial, outro benefício do projeto listado por Armando Monteiro é o de que a descentralização do registro dos BOs permitirá aumentar o policiamento ostensivo – hoje o PM é obrigado a se ausentar das ruas por ter de aguardar o registro do BO na delegacia quando há prisão em flagrante.
Haverá, ao mesmo tempo, salienta o senador pernambucano, mais policiais civis para a atividade de investigação, já que um bom número deles estará liberado da burocracia do registro de ocorrências.

PATRIOTA COORDENA REUNIÃO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA COM CABO VERDE

Representando a CNM, o Presidente da AMUPE, José Patriota, coordenou no início da tarde desta quarta (23), uma reunião
para cooperação técnica entre prefeitos brasileiros e presidentes de câmara (cargo correspondente a Prefeito) das Ilhas de
Cabo Verde.

A República de Cabo Verde é um país insular, um arquipélago formado por dez ilhas vulcânicas, na região central do Oceano
Atlântico, a cerca de 580 quilômetros da África Ocidental. Com uma população de pouco mais de 500 mil habitantes, as ilhas
sofrem com alguns dos problemas tipicamente brasileiros, como a escassez de água.

“No Brasil podemos encontrar boa parte das soluções para os nossos problemas, já há expertise aqui, como é o caso da
questão da água. Esse é o objetivo do acordo de cooperação,” destacou Fernando Jorge Borges, Secretário Geral da
Associação Nacional dos Municípios Caboverdianos. Participaram da reunião, Francisca Santos, Diretora de Desenvolvimento
Local do Governo de Cabo Verde; e representantes dos governos municipais de Santiago, Ribeira Grande e Paúl.

Como único representante dos municípios na comissão nacional que debate a implantação dos ODS – Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável, José Patriota destacou as diversas experiências no campo da captação e armazenamento de água, e também sua
experiência na condução de investimentos produtivos em projetos de associativismo rural e economia criativa, quando esteve à
frente do PRORURAL. “Temos histórias diferentes, apesar de termos tido a mesma raiz colonizadora, mas nossos problemas são
muito parecidos. Precisamos encontrar projetos de referência no Brasil, que possam ajudar as populações dos municípios de
Cabo Verde,” destacou Patriota, que convidou a delegação para conhecer a realidade do semiárido nordestino, e conhecer as
diversas experiências de gestão de água desenvolvidas pelo poder público e pela sociedade civil.

“Gostei muito da forma franca, transparente, como se conduziu o Presidente Patriota em nosso primeiro diálogo. Muitas ações
que ele nos apresentou despertaram nossa curiosidade e interesse me conhecer, e, quem sabe, replicar em nossas comunidades,
como o exemplo do reuso de água que ele está implantando no município dele (Afogados da ingazeira)”, destacou o Presidente da
Câmara de Ilha do Fogo, em Cabo Verde, Jorge Arcanjo Livramento.

“Muitos dos nossos problemas são comuns e podemos, dialogando nessa cooperação, encontrar soluções conjuntas. Solidariedade
com os povos é a palavra chave para consolidarmos um municipalismo fraterno e que possa, na troca de experiências exitosas,
melhorar a qualidade de vida em nossas cidades,” afirmou José Patriota.

Programa de Aquisição de Alimentos beneficiará 540 produtores de Limoeiro