Zulene Alves

Sertânia participa da Festa de Agosto em Tupanatinga

A cidade de Sertânia participou da tradicional Festa de Agosto em Tupanatinga, que neste ano teve uma novidade, o Polo Multicultural, realizado através do Programa Território Vivo desenvolvido pelo SEBRAE em parceria com o IPA, prefeituras, sindicatos e associações.

O novo polo recebe diariamente várias cidades da região, sendo Sertânia a convidada, de sexta-feira (10), para mostrar um pouco das suas potencialidades culturais e de mercado.

O evento contou com a participação do CEDOCA – Centro de Excelência em Derivados de Carne e Leite de Sertânia, de produtores da agricultura familiar e de artistas da Escola Municipal de Sanfona sob a coordenação dos professores Claudinho e Lula Sanfoneiro.

Serra: Programação da Festa de Setembro sai nesta segunda (13)

A Prefeitura Municipal de Serra Talhada informa que a programação oficial da Festa de Setembro 2018 será divulgada nesta segunda-feira (13), a partir das 11h, nas redes sociais da prefeitura e nos veículos de imprensa.

O evento acontecerá de 04 a 07 de setembro no Pátio de Eventos, dentro da 228ª Festa de Nossa Senhora da Penha. Haverá programação ainda no Polo Cultura Viva e Polo Pátio da Feira, além das festividades religiosas.

Serviço:

Divulgação da Programação Oficial da Festa de Setembro 2018

Data: 13 de agosto 2018

Horário: 11h

Local: Redes sociais da prefeitura

PT está dividido sobre a saída imediata de Lula da disputa presidencial

Por: Correio Breziliense
Com o candidato oficial do partido preso em Curitiba e ausente do primeiro debate entre os presidenciáveis, o PT reavalia a estratégia para a campanha. A sigla continua decidida a registrar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 15 de agosto, mas repensa o que fazer a partir de então. Com base em levantamentos internos, a direção do PT já avalia que a próxima pesquisa eleitoral vai mostrar uma queda na intenção de votos em Lula — reflexo da ausência no debate e sintoma da necessidade de uma mudança de rumos.
A legenda está dividida sobre como agir nos próximos dias para não piorar o quadro e perder algo em torno de 20% a 30% do eleitorado que Lula ostenta até agora, a depender do cenário. A última esperança de boa parte dos petistas é que, quando a candidatura for oficializada, a Justiça o libere para participar de debates. As divergências internas ficam mais fortes diante da possibilidade de que venha outra negativa do Judiciário em relação à possibilidade dele fazer campanha — como ocorreu esta semana — ou a decisão do TSE de impugnar a candidatura do ex-presidente, algo que a direção do partido espera que aconteça até uma semana depois dos registros, em 22 de agosto. Em qualquer um desses casos, uma ala defende a troca imediata do nome dele pelo do vice, Fernando Haddad, enquanto outra aposta em recursos para esticar a exposição de Lula como candidato.
A segunda corrente, da qual fazem parte a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e o senador Lindbergh Farias (RJ), é favorável à manutenção de Lula como cabeça de chapa o máximo de tempo possível, mesmo depois que o TSE decidir pela nulidade da candidatura. Eles defendem a apresentação de recursos, o que esticaria o tempo dele como candidato por mais alguns dias, porque entendem que desistir antes de o TSE tomar uma decisão iria contra o argumento defendido pela legenda até agora, de que Lula é um preso político e está sendo injustamente impedido de participar das eleições. “Eles vão ter que abrir mão em algum momento, mas acredito que evitam fazer isso muito cedo para não enfraquecer o discurso”, avalia o cientista político Sérgio Praça, da Fundação Getulio Vargas (FGV).
Impugnação
Mesmo admitindo que é necessário um “selo” da impugnação do TSE para abrir mão do nome do ex-presidente sem cair em contradições, outro grupo quer que Haddad assuma o quanto antes a chapa, assim que a Corte decidir negar a candidatura. Entre os defensores dessa ideia estão o senador Jorge Viana (AC) e o ex-governador da Bahia e ex-ministro da Casa Civil Jaques Wagner. Essa ala considera muito arriscado deixar o PT sem representação nos debates e, talvez, na propaganda eleitoral gratuita, a depender de decisão judicial a respeito desse assunto. “O problema é convencer Lula disso”, disse um cacique petista.

Um dos riscos de manter a candidatura de Lula até o fim é de que o partido perca votos por não aparecer o suficiente, o que, em uma corrida fragmentada como a que se desenha, é um perigo real de que o PT não chegue ao segundo turno. Enquanto outros candidatos se expõem, ganham destaque e conseguem apresentar propostas, o petista está, literalmente, isolado. O partido está perdendo “preciosos dias de campanha para apresentar Haddad”, que é pouco conhecido em nível nacional, pondera Praça.

A reavaliação da estratégia petista ficou clara em entrevista coletiva concedida na tarde de ontem por Gleisi, após visita a Lula, em Curitiba. Apesar de ter reafirmado que o ex-presidente é o candidato oficial do partido, que o nome dele será registrado em 15 de agosto e que é a foto dele que estará nas urnas em 7 de outubro, a senadora fez uma observação que sinaliza para uma mudança de rumos ao relembrar que, “durante a campanha, o nosso candidato a vice é o porta-voz do presidente”. Segundo Gleisi, Haddad “vai andar o Brasil, vai fazer os debates, vai participar das sabatinas, vai ser a voz de Lula, do nosso programa, do nosso projeto para o povo brasileiro” — ou seja, fará todas as tarefas atribuídas a um candidato cabeça de chapa, não ao vice.

 Invisível
Os receios do partido ficaram ainda maiores diante da pouca visibilidade do “debate alternativo” promovido por Haddad e a aliada Manuela D’Ávila (PCdoB) — vice-candidata, quando Lula sair de cena — ao vivo na internet, durante o debate de quinta-feira. As visualizações foram muito abaixo do que os petistas esperavam. Apenas 44,8 mil visualizações, contra 2,6 milhões que viram o debate oficial, sem representante do PT e quase nenhuma menção à candidatura de Lula, que foi encarado pelos candidatos como página virada.
O partido tentou minimizar o fato de Lula ter sido pouco mencionado e da ausência dele não ter sido suprida pelo debate paralelo. Ontem, em entrevista coletiva em Curitiba, após visitar o ex-presidente na sede da Polícia Federal, em Curitiba, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, afirmou que ele “só viu um pedaço do debate”, que considerou “sem propostas”. Mas, nos bastidores, a ausência preocupa muitos dirigentes do partido.
Depois de ter sido invisibilizado no debate, Lula corre o risco de não aparecer no horário eleitoral gratuito, que começa em 31 de agosto, segundo a especialista em direito eleitoral Karina Kufa. Se a justiça criminal não autorizá-lo a participar das propagandas oficiais na televisão e no rádio, ele não pode ser substituído pelo vice, explica. “É a mesma lógica do debate”, diz. A propaganda eleitoral gratuita vai até 4 de outubro, três dias antes do primeiro turno.

Paulo Câmara visita Casa de Recuperação Cristo Liberta

Localizada em Igarassu, na RMR, a unidade atua na reabilitação de aproximadamente 200 dependentes químicos

O governador Paulo Câmara dedicou a manhã deste domingo (12.08), Dia dos Pais, para conhecer a comunidade terapêutica Cristo Liberta, localizada em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. A casa de recuperação atende, atualmente, 194 dependentes químicos, através de doações dos familiares, sociedade civil e escolas da região, que disponibilizam a merenda excedente. Acompanhado do prefeito de Olinda, professor Lupércio, o chefe do Executivo estadual conheceu as dependências do espaço e conversou com os assistidos.

“Venho aqui como governador, pai de família e cristão. Tenho acompanhado durante muitos anos o mal e a destruição que as drogas causam nas famílias e na sociedade. E a gente fica muito feliz em poder conhecer projetos como este, que acolhem e dão oportunidades de reabilitação e transformação de vida através da fé. Eu saio daqui com ainda mais convicção de que tenho e vou trabalhar muito para oferecer novas oportunidades, no caminho do bem, para aqueles que desejam e precisam mudar de vida. Eu espero vê-los recuperados, voltando para suas famílias e nos ajudando a trabalhar por um Pernambuco cada vez melhor para todos os pernambucanos”, pontuou o governador.

O ex-dependente químico e atual coordenador do espaço, Henrique Rodrigues, de 45 anos, contou como foi fundamental o acolhimento recebido no seu processo de reabilitação. “Cheguei aqui, há nove anos, com o casamento destruído e minha mãe vivendo à base de remédios. Vivia sujo, sem perspectiva nenhuma mais de vida. Mas esse lugar me deu a oportunidade de mudar, de ser outra pessoa. Graças a Deus, meu casamento foi restituído; minha mãe, hoje, tem orgulho de mim. Então, eu sou muito grato por esse lugar e por continuar aqui, ajudando outros homens que passam pela mesma situação que eu passei um dia”, declarou.

CRISTO LIBERTA – Há 10 anos atuando na reabilitação de dependentes químicos, a organização já atendeu cerca de dez mil homens, a partir dos 18 anos. O programa de regeneração de vidas atua com atividades pedagógicas, espirituais e de convivência, visando o resgate da autoestima e dignidade dos assistidos. Além de trabalhar em serviços diversos de manutenção do local, os recuperandos têm a oportunidade de concluir os estudos através das aulas do supletivo, oferecidas na casa de recuperação.

Paulo Câmara comandou ato no Clube Democrático em Arcoverde

O governador Paulo Câmara cumpriu agenda neste  sábado no Clube Democrático, em Arcoverde, no Sertão do Moxotó. O governador esteve acompanhado da prefeita da cidade, Madalena Britto (PSB),  em mais uma edição do Prosa Política. Lideranças políticas do município e de cidades vizinhas acompanharam a atividade. Cerca de mil pessoas lotaram o clube para prestigiar o socialista.

“Temos grandes obras na nossa cidade e destaco as que estão relacionadas à questão da água, como a Adutora do Moxotó, além de ações paramelhoria na saúde municipal. Tudo foi firmado com o governador Paulo Câmara. Tenho certeza que o povo de Arcoverde não falhará. Vamos repetir, nos unir com o mesmo carinho e mesma força e determinação que tivemos em 2014”, disse a gestora.

“Esse trabalho vai continuar. Pernambuco está  na frente. É só ver o que a gente está fazendo com a Educação e ela vai continuar a ser a melhor do Brasil. A gente conta e confia em vocês e a gente sabe que ainda temos muito para fazer. Quero vencer as eleições e governar Pernambuco para fazer com que a gente continue a avançar. Não permitiremos nenhum retrocesso como o que está acontecendo no Brasil”, cravou o governador.

Antes da atividade, o governador vistoriou as obras da Adutora do Moxotó, projeto idealizado e executado na sua gestão, que vai levar água da Transposição do Rio São Francisco para a cidade. A atividade reuniu, além da candidata a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) e do senador Humberto Costa (PT), o prefeitos de Alagoinha, Uilas Leal, Pedra, Osório Filho, e Buíque, Arquimedes Alves. Os deputados estaduais Waldemar Borges, Nilton Mota e Henrique Queiroz e o federal Gonzaga Patriota participaram do ato. Antes disso, o prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota, também se encontrou com o governador em Arcoverde.

PF aponta indício de que marqueteiro de Aécio recebeu da Odebrecht sem prestar serviço; senador nega

Empresário disse em depoimento no mês passado que prestou serviço à empreiteira e que recebeu um sétimo do valor que marqueteiro de Aécio recebeu para contrato fictício.

A Polícia Federal apontou mais um indício de que entre 2009 e 2010 o marqueteiro do senador Aécio Neves (PSDB) recebeu dinheiro da empreiteira Odebrecht sem prestar serviço.

Em depoimento, o executivo Sérgio Neves disse que, a pedido do senador, a Odebrecht repassou dinheiro por meio de caixa 2 para a campanha de Antonio Anastasia ao governo de Minas Gerais.

De acordo com a investigação, a contrapartida seria ajuda à Odebrecht, para a empresa obter benefícios em obras em Minas Gerais.

Em nota, a defesa de Aécio Neves disse que não houve nenhum ato irregular por parte do senador, que nenhum delator fez qualquer acusação referente à existência de contrapartida pelo senador e que o serviço de publicidade foi prestado. A assessoria de Antonio Anastasia afirmou que ele nunca tratou de qualquer assunto ilícito com ninguém.

O pagamento de R$ 1,8 milhão teria sido combinado diretamente com o executivo Benedicto Junior, da Odebrecht. “Em junho de 2009, Benedito Jr. me procurou reportando que havia acertado com Aécio Neves um apoio para a pré-campanha do Antonio Anastasia para o governo de Minas, para concorrer como candidato ao governo de Minas. Me indicou que o valor que a empresa iria contribuir era de R$ 1,8 milhão e que deveria ser feito via um contrato com o marqueteiro do Aécio, que era o Paulo Vasconcelos do Rosário”, disse Sérgio Neves no depoimento.

O executivo ainda contou na delação que Vasconcelos o procurou e os dois teriam combinado que o pagamento seria feito por meio de um contrato fictício de um plano estratégico de comunicação para a empresa. “Dessa forma, depois de acertado, chegado a um consenso com o Paulo sobre o escopo, esse escopo, eu elaborei na sequência o contrato que contemplava 12 parcelas de R$ 150 mil, totalizando R$ 1,8 mihão. Os valores começaram a ser pagos em julho de 2009 e concluíram até julho de 2010. Foram pagos integralmente, sem que nenhum serviço tivesse sido prestado”, declarou.

Em nota, a assessoria de imprensa de Paulo Vasconcelos afirmou que todo o serviço de sua empresa, a PVR, foi “efetivamente prestado. “A PVR e Paulo Vasconcelos jamais receberam irregularmente por seus serviços nas campanha eleitorais”, diz a nota.

Em um segundo depoimento, já no inquérito da Polícia Federal, o executivo Sérgio Neves explica que um plano de comunicação já tinha sido elaborado por outras empresas, devidamente contratadas pelo grupo Odebrecht para essa finalidade e que “embora não tenha sido demandado o serviço contratado, se recorda de Paulo Vasconcelos ter entregado uma revisão do material previamente entregue pela depoente, o qual não foi utilizado”.

Os pagamentos ficaram registrados em notas fiscais emitidas pela empresa de Paulo Vasconcelos e entregues pela Odebrecht. Para esclarecer o caso, a Polícia Federal foi atrás das empresas que fizeram esse plano de comunicação para a Odebrecht. Em um depoimento prestado no mês passado, o empresário José Enrique Castro Barreiro confirma que fez um plano real de comunicação para a Odebrecht em 2009. Mas só recebeu por esse plano R$ 248 mil, um sétimo do valor de Paulo Vasconcelos. Para investigadores, esse é mais um indício de que o marqueteiro de Aécio recebeu sem prestar o serviço.

Segundo relatório da Polícia Federal, “o resultado do contrato de Prestação do serviço foi entregue em 06.07.2009, ocasião em que foi entregue e apresentada a minuta do plano estratégico de comunicação, onde estavam presentes o presidente do grupo Odebrecht, bem como vários diretores”.

O plano de comunicação de Barreiro foi entregue em 6 de julho de 2009 e apresentado numa reunião à qual estavam presentes o presidente da Odebrecht e vários diretores.

No começo deste mês, a defesa de Aécio Neves pediu o arquivamento, sob argumento que os serviços foram prestados por Paulo Vasconcelos do Rosário e que o próprio Sérgio Neves disse que Vasconcelos entregou um plano de comunicação, embora a empresa tenha decidido utilizar outro. Ainda segundo a defesa, após mais de 15 meses da abertura do inquérito não há elementos que comprovem as declarações dos colaboradores.

Fonte: G1

Beleza: Miss Mirim Serra Talhada é a nova Miss Mirim PE

Miss Mirim Serra Talhada conquista o título estadual nesta sexta-feira (10), no Hotel Bristol em Boa Viagem, na capital pernambucana, a Miss Mirim Serra Talhada Sthefanne Lorrane conquista o título máximo da sua categoria, ela desbancou 14 concorrentes e foi eleita a nova Mini Miss Universo de Pernambuco, ele encantou o público e os jurados com sua passarela, em contato com o nosso blog ele disse que: “Estou muito feliz, no inicio fiquei um pouco nervosa, mas depois da primeira entrada relaxei um pouco, quero agradecer a todos que me apoiaram, frisa Lorrane.”

 A nova Miss Mirim Pernambuco irá representar o estado no concurso nacional em novembro na capital paraibana, João Pessoa. Ainda de acordo com Lorrane a mesma diz que: “Vou procura me prepara ainda mais com meus produtores, pois tenho que ganhar mais confiança e muito segurança, pelo o fato de o nível ser muito alto, relatou Sthefanne.”
Já o Mister Mirim Serra Talhada, Kauan Gabriel ficou com a segunda colocação na categoria, e logrando-se vencedor o representante da cidade de Petrolândia-PE.

Paralisação parcial de bancários fechou agências em Pernambuco

https://4.bp.blogspot.com/-Oqg2zYNbuVg/W22TJYUVafI/AAAAAAAATzI/tERv3ePYW0gomtcFAdGv_qe-6xjh4hiHACLcBGAs/s400/bancarios-em-greve.png

Segundo o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, cerca de 40 agências localizadas no Recife e Região Metropolitana ficaram fechadas das 10h ao meio-dia desta sexta-feira (10) por conta do estado de greve, deflagrado nacionalmente na última quinta-feira. A paralisação parcial também marcou a participação dos bancários no Dia do Basta, promovido pelas centrais sindicais. A defesa dos bancos públicos e do emprego deram o tom da mobilização.

Os bancários estão em campanha salarial antecipada e, na próxima sexta-feira (17), haverá uma nova rodada de negociações, quando a categoria pode decidir por uma greve por tempo indeterminado a partir da segunda-feira (20). Os bancários negociam com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) , entre outros pontos, 9% de reajuste salarial e a não terceirização de atividades, como gerência e escrituração.

A presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzineide Rodrigues, destaca que a mobilização é de âmbito nacional e envolve diversas categorias. “Estamos lutando contra as privatizações, o desemprego, a terceirização e a reforma trabalhista que prejudicam a classe trabalhadora. Estamos trazendo a nossa luta em defesa da Caixa 100% pública, do Banco do Brasil e Banco do Nordeste, que são fundamentais para o desenvolvimento do País”, afirmou Suzineide.

A Fenaban informou que iniciou a negociação com os bancários em junho deste ano, dois meses antes da data-base da categoria (1º de setembro), para permitir “o amplo diálogo” e apresentou proposta de repor a inflação deste ano (prevista para ficar em torno de 4%) oferecendo, ainda, participação nos lucros e resultados.

FPI fecha ação no Pajeú com apoio e sugestões da população

Com uma Audiência Pública que começou a tarde e entrou pela noite, com a participação de mais de 400 pessoas, entre gestores públicos, agricultores, ambientalistas, professores e alunos, a primeira etapa pernambucana do Programa Fiscalização Preventiva Integrada (FPI-PE) foi encerrada nesta sexta-feira (10), com forte demonstração de apoio às ações realizadas, mas também com sugestões para aprimoramentos para etapas seguintes. Foi feito um balanço sucinto de todas as setes equipes temáticas que participaram do programa (veja quadro abaixo), numa prestação de contas à população. Os seis prefeitos dos municípios envolvidos na operação – Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Ingazeira, Iguaraci, Tabira e Tuparetama – estiveram presentes na reunião, que lotou o auditório do Hotel Brotas, em Afogados da Ingazeira, e só terminou por volta das 20h30.

As atividades da FPI-PE envolveram, durante catorze dias, mais de duzentos profissionais de 21 órgãos públicos federais e estaduais e de organizações não-governamentais, sob a coordenação do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e Ibama, com apoio do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF). Os resultados foram vistos de imediato pela população com, por exemplo, interdição de mercados públicos e açougues com problemas estruturais e deixando a desejar na questão da higienização; combate ao desmatamento e demolição de fornos de carvão ilegais; campanhas de conscientização e de estímulo à entrega voluntária de animais silvestres; ações de Educação Ambiental, fiscalizações e orientações sobre o uso dos agrotóxicos; levantamento da triste realidade dos lixões; vistoria nos reservatórios, etc. Também fez parte da programação um seminário de Gestão Ambiental com participação de representantes de todos os seis municípios.

“O mais importante da FPI é o seu carácter preventivo e integrado, uma forma de construir um novo ambiente de fiscalização. E, creio, é uma forma inovadora que por enquanto só existe no Nordeste e que pode ser estendido (a outras regiões), e não apenas na área ambiental”, afirmou o procurador regional da República da 5ª Região, Marcos Costa, que participou da Audiência Pública ao lado do promotor André Felipe Menezes, coordenador do CAOP Meio Ambiente, do MPPE, e do superintendente regional do Ibama, Francisco Campello. A idealizadora do programa, a promotora Luciana Khoury, coordenadora do Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco (Nusf), do Ministério Público da Bahia (MPBA), e o superintendente do Ibama-BA, Alberto Santana, também participaram.

“Missão cumprida. A integração de todos esses órgãos em ações pelo bem das comunidades e do meio ambiente e um caminho sem volta. Agora é ver os desdobramentos da FPI e analisar possíveis falhas para correção nas etapas seguintes”, afirmou o promotor André Felipe Menezes. Em data ainda a ser marcada, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa do Meio Ambiente de Pernambuco realizará encontro com todos os promotores, no Recife, para apresentar os resultados.

Após o balanço das ações de cada equipe temática, a população foi convidada a fazer perguntas, observações e tirar dúvidas sobre a chegada da FPI a Pernambuco. E não perdeu tempo: por mais de três horas fez elogios, perguntas e sugestões aos integrantes da operação, o que levou o debate a entrar pela noite. Em resumo, foram muitos os elogios à ação, mas também questionamentos sobre o que virá no “pós-FPI” – um forte indicativo da expectativa de como tudo que envolve a questão ambiental deve ser olhada e tratada daqui por diante na região. E também sugestões diversas. Entre elas, a necessidade de uma campanha educativa urgente e permanente sobre a questão das queimadas no Sertão; de uma maior presença de órgãos que prestem orientações ao homem do campo (extensão rural) nos municípios interioranos; e de ações de Educação Ambiental em áreas mais afastadas dos centros urbanos.


SIMBOLISMO
 – Uma presença logo notada na Audiência Pública foi a da comerciante Fátima Carvalho, 62 anos, que desde os 13 trabalha com carne e, hoje, à frente de um boxe no Açougue Municipal de Tabira, viu o estabelecimento ser interditado logo no início das ações da FPI, por problemas estruturais e de higienização. Ficou estressada, pensando no pior, como admitiu posteriormente, mas depois viu que a medida trouxe melhorias imediatas no local e, em consequência, na qualidade dos alimentos oferecidos à população e nas vendas. Uma semana após a interdição, chegou a pedir que os envolvidos no programa ficassem mais tempo na cidade, chorou e abraçou técnicos que participaram da FPI, o que emocionou a todos. Dona Fátima Carvalho fez questão de marcar presença na reunião de fechamento e reforçar seu depoimento. O mesmo fez o prefeito de sua cidade, Sebastião Dias, que havia dado “nota dez” à ação e repetiu a colocação.

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS E EQUIPES – A FPI foi iniciada em 2002, na Bahia, com o objetivo de ser um programa continuado e permanente que visa preservar os recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do São Francisco. Já foram realizadas 42 etapas na Bahia, seis em Alagoas, três em Sergipe, uma em Minas Gerais e, com a primeira de Pernambuco, passa a englobar os principais Estados da bacia. As instituições articuladas na Fiscalização Preventiva Integrada em Pernambuco, sob a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa do Meio Ambiente do MPPE, MPF e Ibama, com apoio da CBHSF, são: Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro); ONG Animalia; Agência Nacional de Mineração (ANM); Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac); Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa); CemaFauna Caatinga/Univasf; Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF); Agência de Bacia Peixe Vivo; Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH); Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA); Fundação Nacional de Saúde (Funasa); Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe); Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPPE); Polícia Militar de Pernambuco (PMPE / 23º BPM e Cipoma); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas); e Secretaria Estadual de Saúde (SES).

ALGUMAS DAS AÇÕES DO BALANÇO DAS EQUIPES DA FPI PERNAMBUCO

EQUIPE ABATE (Produtos de origem animal)

Produtos apreendidos

– 1.481 kg de frango

– 567.898 kg de pescado

– 953.236 kg de carne (bovina, suína)

– 2022 ovos (sem registro)

Termos de Apreensão e inutilização – 28

Termos de Interdições – 8

Termos de notificações – 8

Intimações – 16

Autos de infração – 19

Termo de desinterdição – 1

Fiscalizações realizadas – Abatedouros públicos municipais, abatedouros com SIE (Serviço de Inspeção Estadual), abatedouros clandestinos, estabelecimentos comerciais, feiras livres, mercados públicos e barreiras de estradas

EQUIPE FAUNA

– Registrou em seu balanço aproximadamente 1 mil animais silvestres resgatados, a maioria por entrega voluntária. Durante toda a FPI, fez campanha de entrega voluntárias pelos municípios.

– Do total de animais resgatados, 85% (820) foram por entrega espontânea e 15% (149) por apreensão.

– Realizou três ações de soltura (os locais não são divulgados), devolvendo aos habitats naturais 541 (56%) animais silvestres; 428 (44%) continuam no Cetas parfa reabilitação

– Do total de animais resgatados, 122 (13%) são de espécies ameaçadas de extinção, a exemplo do papagaio-verdadeiro, do maracacanã e do jacu

EQUIPE FLORA

Atividades desenvolvidas

78 fornos demolidos

9 desmatamentos constatados

4 serrarias, uma madeireira, duas indústrias e três mineradoras vistoriadas, além de abordagens a seis caminhões (com produtos)

29 Autos de Infração

12 Advertências

17 multas – totalizando R$ 480 mil

2 embargos de atividades

338 ha embargados

225 sacas de carvão apreendidas

60 st (metro estéreo) de lenha aprendidos

105 Animais apreendidos/recebidos durante ações, encaminhados à Equipe Fauna

EQUIPE AGROTÓXICOS

– 41 estabelecimentos comerciais vistoriados

– 31 feiras livres visitadas, com orientações aos feirantes

– Duas capacitações para profissionais de saúde em hospitais de Afogados da Ingazeira e Tabira

– Uma blitz

* Constatou irregularidades como o descarte irregular de embalagens vazias e uso inadequado de agrotóxicos. Prestou orientações em campo a trabalhadores que usam o produto.

EQUIPE SANEAMENTO/RESÍDUOS HÍDRICOS

Resíduos Sólidos – Todos os seis municípios têm lixão como descarte final dos resíduos sólidos. Todos têm queima permanente e, em dois (Tabira e Ingazeira), foi constatada a presença de crianças e adolescentes nos lixões.

Esgotamento Sanitário – Todos os seis municípios têm rede coletora, mas não dispõem de sistema para tratamento do esgoto sanitário.

EQUIPE COMUNIDADES TRADICIONAIS

Visitou nove comunidades quilombolas nos municípios cobertos pela FPI, realizando um levantamento das condições de vida em seus aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais.

Comunidades visitadas: Leitão da Carapuça, Abelha, Brejo de Dentro, Gameleira, Travessão do Caroá, Varzinha dos Quilombolas, Queimada dos Felipes e o Projeto de Assentamento (Pai) Jorge

Principais problemas socioambientais constatados:

– Abastecimento de água insuficiente e esgotamento sanitário precário em todas as comunidades visitadas

– Nenhuma possui serviço de coleta de lixo. Os resíduos são enterrados e queimados, prática inadequada ao meio ambiente

– Atendimento de saúde precário

– Deslocamento a longas distâncias para escolas

– Não há políticas de preservação ambiental nas áreas visitadas, com identificação de pichações na Serra do Giz – sítio arqueológico com pinturas rupestres

 

Realizou um diagnóstico sobre a Gestão Ambiental nos seis municípios cobertos pela FPI-PE. O diagnóstico mostra que nenhum deles possui Política Municipal de Meio Ambiente (PNMA). Há Conselhos Municipais de Meio Ambiente ativos, mas a maioria reúne-se esporadicamente, quando não estão inativos. Os de Iguaraci e Ingazeira estão inativos. Também foi constatado que nenhum dos municípios realiza fiscalização ambiental.

IFPE – Campus Afogados da Ingazeira lança edital de vagas remanescentes do Vestibular 2018.2

https://i0.wp.com/nilljunior.com.br/wp-content/uploads/2016/11/ifpe.jpg?fit=630%2C380

O Instituto Federal de Pernambuco -IFPE – lançou nesta sexta-feira (10), o edital do Processo Seletivo Simplificado para preenchimento de vagas remanescentes do Vestibular 2018.2 para o campus Afogados da Ingazeira.

O período de inscrição vai de 13 a 17 de agosto, e estão sendo ofertadas 79 vagas para o IFPE – Afogados, que dispõe dos cursos técnicos de Saneamento, Informática, Eletroeletrônica e Agroindústria, os quais estão distribuídos nas modalidades Subsequente, voltada para quem já concluiu o Ensino Médio; e Integrado, para quem deseja aliar a formação profissional ao Ensino Médio regular.

As vagas serão preenchidas considerando-se exclusivamente o coeficiente de rendimento do(a) candidato(a) nos componentes curriculares constantes na Ficha Modelo 18 (Histórico Escolar de Conclusão do Ensino Fundamental) pa ra os cursos Técnicos de nível Médio Integrado e na Ficha Modelo 19 (Histórico Escolar de Conclusão do Ensino Médio) para os cursos Técnicos Subsequentes, obtida em estabelecimento de ensino reconhecido por Secretaria Estadual de Educação ou pelo MEC.

Para efetuar a inscrição, os candidatos devem entregar a documentação adequada no próprio campus dentro prazo estabelecido. Não haverá cobrança de taxa de inscrição. Em conformidade com a lei, partes das vagas serão reservadas ao Sistema de Cotas.

O resultado preliminar da seleção está previsto para o dia 20 de agosto, e as aulas para os novos alunos devem iniciar no dia 27. Mais informações sobre o processo seletivo, como documentação exigida e anexos, podem ser acessadas por meio do edital.