Zulene Alves

Primeiro debate revela direção dos ataques na campanha

Por Diario de Pernambuco
Na noite de quinta-feira (9), a Band abriu a temporada de debates dos candidatos à Presidência da República. Foram cerca de três horas de programa, divididas em cinco blocos. Com exceção dos ataques mais duros entre Jair Bolsonaro (PSL) e Guilherme Boulos (PSol) e da atuação isolada do Cabo Daciolo (Patriota), o tom foi moderado na maioria dos “confrontos”. Temas obrigatórios como desemprego, reforma trabalhista, segurança pública e educação foram amplamente abordados, expondo diferenças claras nas visões de cada um.

Em um dos momentos de maior destaque, Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) travaram um debate conceitual sobre a reforma trabalhista. O ex-governador de São Paulo não negou sua defesa à reforma aprovada no governo Temer, mesmo este sendo um tema delicado em relação à opinião pública. Já Ciro, que fez a pergunta justamente para expor a visão do adversário, reforçou seu posicionamento contrário. Alckmin, por sinal, foi o candidato que ganhou maior tempo para expor suas ideias já que foi o alvo principal das perguntas nos dois blocos reservados para os confrontos diretos.

Além dos cinco candidatos citados na abertura do texto, o debate ainda teve Marina Silva (Rede), Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meireles (MDB). Os três acabaram tendo participações mais discretas, sem se envolver em polêmicas ou mesmo debates mais intensos.
De acordo com as regras do Tribunal Superior Eleitorial, as emissoras são obrigadas a convidar os candidatos cujos partidos da sua aliança tenham, ao menos, a representatividade de cinco deputados na Câmara Federal. Por este critério, nove dos 13 candidatos teriam lugar garantido – porém o ex-presidente Lula (PT) ficou de fora por estar preso na sede da Polícia Federal em Curitiba, condenado em segunda instância a 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá. Os advogados de Lula tentaram a liberação, mas o recurso foi negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.
Dos oito candidatos que participaram do debate, apenas Boulous citou a prisão de Lula, logo na sua primeira fala – quando perguntado sobre desemprego -, afirmando que a condenação do petista foi injusta. Não foi só Boulos que optou por uma apresentação ao invés de responder diretamente a pergunta única de abertura. Álvaro Dias, por exemplo, sequer entrou no assunto desemprego. O ex-governador do Paraná usou o tempo para apresentar seu currículo e anunciar que vai convidar o juiz Sérgio Moro para ser ministro da Justiça. Promessa repetida algumas vezes ao longo da noite, inclusive.
BOLSONARO X BOULOS 
O primeiro confronto entre Boulos e Bolsonaro foi logo na abertura do bloco de perguntas entre candidatos. Boulos perguntou a Bolsonaro quem era Wal – referindo-se a uma possível servidora fantasma do deputado do PSL, denunciada em reportagem da Folha de São Paulo em janeiro deste ano. Segundo a Folha, Wal recebe R$ 1,3 mil do gabinete do parlamentar, mas vive am Angra dos Reis onde vende Açaí e seu marido trabalha como caseiro na casa de Bolsonaro. Este respondeu que Wal era, de fato, uma funcionária pública que estava de férias durante a apuração do jornal. Na réplica, Boulos reforçou a informação do jornal paulista e ainda criticou o adversário por receber auxílio-moradia mesmo tendo imóvel. “Imoral é invadir a casa dos outros”, devolveu o deputado. O candidato do PSol é líder do movimento MTST.
A segunda troca de ataques veio já na reta final e foi mais ríspida, inclusive com Bolsonaro conseguindo um direito de resposta. O deputado do PSL foi acusado por Boulos de ter sido expulso do exército por “ter jogado uma bomba em algum lugar”, afirmou o candidato do PSol. Em sua resposta, Bolsonaro afirmou que nunca foi expulso do exército e que deixou o quartel apenas quando foi eleito verador. E ainda devolveu o ataque afirmando que a “ex-chefe” de Boulos é que já jogou bomba em atentados políticos. A acusação foi direcionada à ex-presidente Dilma Rousseff. O candidato do PSol pediu direito de resposta para afirmar que Dilma nunca havia sido sua chefe, mas a comissão negou o pedido.
SEGURANÇA PÚBLICA
No segundo bloco, jornalistas fazem perguntas aos candidatos – apontando outro para comentar em cima da resposta. O tema segurança pública entrou em cena justamente no dia em que foram revelados os números da violência no país em 2017, com quase 64 mil assassinatos registrados. O maior número da história. Alckmin e Bolsonaro foram os escolhidos para responder. O jornalista Rafael Colombo perguntou como reduzir esse índice nos próximos 4 anos. O governador de São Paulo defendeu seu plano de ação no estado, apresentando números da redução da violência, apontando que conseguiu salvar 10 mil vidas durante a gestão. Já o deputado do PSL defendeu a liberação do porte de arma de fogo para a população.
VENEZUELA

Outro tema de destaque foi em relação à situação precária dos venezuelanos refugiados no Brasil. Alváro Dias e Henrique Meirelles concordaram que as fronteiras do país devem continuar abertas e o país deve dar pleno apoio aos refugiados. Meirelles ainda destacou que planeja uma ação para ajudar na recuperação econômica do país vizinho – enquanto o ex-governador do Paraná fez duras críticas à relação dos governos do PT com o regime de Nicolas Maduro.
ABORTO

A legalização do aborto foi debatida por Boulos e Marina. O candidato do PSol teve um posicionamento claro e direto. “Ninguém é a favor do aborto, mas sim do direito da mulher decidir. Hoje mulheres ricas fazem aborto em clínicas enquanto as pobres fazem aborto precário e morrem”. Já Marina não entrou de frente no tema e afirmou que sua intenção seria criar um plebscito nacional.
“A DEMOCRACIA É UMA COISA LINDA…”
A pergunta do Cabo Daciolo para Ciro Gomes acabou roubando a cena do bloco. O candidato do Patriotas afirmou que Ciro foi um dos fundadores do Foro de São Paulo e que defendia a criação de um país único na América Latina. Em tom de ironia, o candidato do PDT respondeu: “A democracia é uma coisa linda, mas ela tem seus preços”, arrancado risos da plateia. Depois de negar rapidamente os dois fatos citados por Daciolo, Ciro usou o tempo para apresentar alguns dos seus planos de governo – incluindo a promessa de tirar os brasileiros do SPC. Em debate direto com Bolsonaro sobre o tema, o candidato do PSL considerou utópica a ideia de Ciro e disparou: “Boa sorte para conseguir pagar essa conta”

Paulo destaca queda consistente dos índices de violência no Estado


Governador comandou, nesta quinta-feira, mais uma reunião do Pacto Pela Vida, no Recife
 
O governador Paulo Câmara comandou, na manhã desta quinta-feira (09.08), mais uma reunião semanal do Pacto Pela Vida (PPV), realizada na sede da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), no bairro de Santo Amaro, no Recife. Na oportunidade, o chefe do Executivo acompanhou os resultados alcançados no primeiro semestre de 2018, que apresentaram uma redução de 21,9% nos casos de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP), e 21% nos registros de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). Na ocasião, também foram analisados os números parciais do mês de julho, que serão apresentados à população no próximo dia 15 deste mês, pela Secretaria de Defesa Social, mas que também já apontam para uma nova redução, em relação ao mesmo período de 2017.
 
“Tivemos um mês de julho satisfatório, diante da dificuldade que é, hoje, fazer segurança pública no Brasil. Alcançamos uma redução importante de 21% nos números de CVLI e CVP, no primeiro semestre de 2018. Chegamos ao 9º mês seguido de diminuição dos registros de CVP e ao 8º mês de queda nos índices do CVLI. Isso reflete o nosso compromisso e o conjunto de esforços que vem sendo priorizado de forma conjunta, através do Pacto Pela Vida. A população já reconhece que estamos no caminho certo, que estamos dando respostas cada vez mais rápidas. E não vamos parar. Vamos continuar trabalhando para manter a consistência dessa redução da violência em Pernambuco”, destacou o governador.
 
No primeiro semestre de 2018, os casos de homicídios em Pernambuco tiveram uma redução de 21% em relação ao mesmo período de 2017. No total, foram 2.279 ocorrências do tipo registradas entre janeiro e junho de 2018, contra 2.875 notificados no mesmo período do ano passado.  Já em relação aos Crimes Violentos contra o Patrimônio, nos seis primeiros meses de 2018, os casos registrados tiveram uma redução de 21,9% em relação ao mesmo período de 2017. No total, foram 49.824 ocorrências do tipo entre janeiro e junho de 2018, contra 63.827 notificados no mesmo período do ano passado.
 
Fotos: Douglas Fagner/SEI

Frente Popular participa de encontro partidário do PSB em Santa Cruz, nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (10), o deputado estadual Diogo Moraes realiza um encontro partidário do PSB em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano. Ao lado do Governador de Pernambuco, Paulo Câmara e João Campos, candidato a deputado federal, o parlamentar, que também é presidente do diretório municipal do PSB, deverá abordar as ações e políticas públicas que foram realizadas pelo Governo do Estado na região durante a gestão socialista. Outros componentes da Frente Popular de Pernambuco também são aguardados no evento, que ocorre a partir das 18h, no Centro Esportivo Capibaribe (Casa da Criança).

Lideranças políticas de todo Estado que apoiam o deputado estarão presentes para apoiar o grupo. Diogo Moraes ressalta a importância deste encontro político para a região. “Será um grande evento, onde a população do Polo de Confecções vai ter a oportunidade de discutir sobre o nosso futuro. Estou muito feliz em poder realizar este encontro ao lado de grandes amigos, que junto a mim, sonham em transformar cada vez mais o nosso Estado”, pontua o parlamentar.

Compromissos

Além do Encontro Partidário do PSB, Diogo Moraes realiza, no início da tarde, uma extensa agenda de visitas técnicas às obras do Governo de Pernambuco em Santa Cruz do Capibaribe. Em especial, Diogo e Paulo Câmara acompanharão o andamento dos trabalhos de duplicação da PE-160 e das obras da Adutora do Alto Capibaribe.

UPAE/IMIP de Petrolina lembra necessidade do controle do colesterol

Boa parte dos brasileiros tem motivo para se preocupar com o colesterol. É que 60% da população mantém um alto nível de LDL – conhecido popularmente como colesterol ruim – no sangue, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Em quantidade elevada o colesterol pode se acumular e obstruir vasos, formando uma placa chamada aterosclerótica que pode reduzir ou até mesmo bloquear o fluxo de sangue para o coração, cabeça e pernas, causando infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e trombose, entre outas doenças.
 
O corpo humano precisa do colesterol para exercer suas funções, como a produção de alguns hormônios. O problema começa quando os níveis ultrapassam 200mg/dl para o colesterol total, 100mg/dl para o LDL e 60mg/dl para o HDL. Enquanto o ruim pode provocar o entupimento dos vasos e artérias, o bom é capaz de remover o LDL do organismo, reduzindo o risco de infarto e AVC, por exemplo. As taxas dos dois precisam estar dentro dos níveis permitidos para trazer benefícios à saúde.
 
Maus hábitos podem provocar o aumento da produção do colesterol pelo fígado e fatores hereditários também podem contribuir negativamente. Cerca de 25% do colesterol é obtido na alimentação e 75% é produzido pelo corpo. Uma alimentação equilibrada auxilia na redução do colesterol ruim e a prática de exercícios físicos aumenta o percentual do colesterol bom. A hereditariedade também pode ser outro fator, pois existem pessoas predispostas geneticamente a produzir mais colesterol. Para o controle, consultas e exames de rotina são essenciais.
 
O dia 08 de agosto foi instituído como “Dia Nacional de Combate ao Colesterol” e a data serve para alertar justamente sobre essas complicações decorrentes do excesso de gordura no organismo. “Acreditamos que a prevenção ainda é o melhor remédio. Por isso, buscamos seguir o calendário do Ministério da Saúde para dar dicas sobre as doenças que mais acometem a população. Esperamos também dessa maneira estar contribuindo com a promoção da saúde”, defende a coordenadora geral da Unidade, Grazziela Franklin.

Reunião médico-científica do HDM/IMIP discute “Cesariana na Obesidade Mórbida”

A Reunião Médico-Científica do Grupo de Interesses Especiais (SIGs) da Rede Universitária de Telemedicina – formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Hospital Dom Malan (HDM/IMIP), e mais 10 instituições de ensino e pesquisa do país – discutiu neste mês de agosto o tema “Cesariana na Obesidade Mórbida”.

O estudo de caso foi apresentado por Gabriel Nardi, R2 de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Universitário de Brasília, e os riscos e cuidados anestésicos na cesariana de pacientes com este perfil foi discutido pelo professor Gabriel Guimarães, chefe do serviço de anestesiologia da instituição. A dinâmica do debate foi feita, como sempre, por videoconferência.

De acordo com o coordenador médico do Alto Risco do HDM, Marcelo Marques, o principal ganho foi o levantamento da proposta de formatação de um protocolo clínico. “Foi uma reunião muito proveitosa e de grande aprendizado. Esta é uma situação que nós temos visto com cada vez mais frequência e os serviços precisam se adequar a esse tipo de perfil de gestante. Existem muitas particularidades e peculiaridades no término dessa gravidez que precisam ser levadas em consideração e o protocolo servirá para isso”, acredita.

A obesidade por si só já é um fator de risco para a gestante, deixando as pacientes mais suscetíveis à hipertensão, diabetes e trombose. Esses não são impedimentos para a gravidez, mas a futura mamãe deve ser bem acompanhada desde o pré-natal. “O ideal é que a paciente procure um médico para planejar a gestação. Mas, caso não seja possível, a equipe de saúde deve buscar formas de tentar reduzir os riscos inerentes à gravidez nestas condições. E isso passa inclusive pela escolha da via de parto, cuja primeira opção deve ser por via normal. Se houver impedimento, deve-se optar então pela cesariana”, esclarece o especialista.

Com relação ao serviço, Marcelo garante que deverá se adaptar assim como os outros centros de referência: “Os cuidados começam com a oferta de uma roupa adequada e de uma maca que suporte pacientes acima de 120Kg. A paciente deve ser acompanhada constantemente pelo médico obstetra e o anestesista deve buscar ter uma conversa prévia com a paciente. São detalhes aparentemente simples, mas que podem fazer toda a diferença no desfecho da gestação”.

Para o coordenador, essas reuniões são de extrema importância. “Como se pode perceber, nesses encontros a gente alinha o conhecimento e nivela o serviço com o que há de mais moderno no país. Essa conquista é de um valor inestimável para nós”, conclui.

Clínica SIM realiza aulão gratuito de frevo no Shopping Tacaruna

A  Clínica SIM colocará todo mundo pra frevar durante sua primeira aula de dança na área gourmet, no Shopping Tacaruna. O encontro será no próximo sábado (11), às 19h, com entrada gratuita. E no comando do frevo, o professor Júnior Viegas promete não deixar ninguém parado.

Diretor do Estúdio Viegas de Dança e professor da Escola de Frevo do Recife e do museu Paço do Frevo, o artista possui 17 anos de carreira levando a cultura pernambucana para diversas capitais e países da Europa. Quem quiser participar é só fazer a inscrição pelo site https://campanha.clinicasim.com/aulao-tacaruna.

Serviço:
BOA VISTA
Onde: Avenida Conde da Boa Vista, 710
Quando: De segunda a sexta, das 6h às 17h; aos sábados, 6h às 12h
Telefones: (81) 4042.9660
Site: www.clinicasim.com
Instagram: @clinica.sim
Facebook: /clinicasim

SHOPPING TACARUNA
Onde: Av. Gov. Agamenon Magalhães, nº 153, Santo Amaro
Quando: De segunda a sábado, das 6h30 às 22h; aos domingos, 12h às 20h
Telefones: (81) 4042-9660

Flores: Alunos da rede municipal de ensino recebem mais fardamento escolar

Os alunos da rede municipal de ensino de Flores estão recebendo novos fardamentos escolares. As entregas de mais fardamentos foram iniciadas ontem, quarta-feira (08), pelo próprio prefeito do município, Marconi Santana e pela primeira dama do município, Lucila Santana.

Os primeiros contemplados foram os alunos da Escola Municipal Prefeito Antônio Luiz de Albuquerque e Creche Maria Carmelita Brasileiro Santana e ação faz parte do rol de ações no setor de educação desenvolvidas pela gestão municipal.

“Estamos em uma crescente evolução no que diz respeito aos investimentos voltados para educação do nosso município. Essa é o nosso compromisso enquanto gestor de nossa querida Flores, que é colocar nossa cidade no lugar de destaque que ela merece e não vamos medir esforços para que esse nosso desejo torne-se realidade”, disse o prefeito Marconi Santana.

Graciete Braga, Secretária de Educação reforçou que a gestão municipal não tem medido esforços para ofertar um ensino de qualidade e com foco em melhorar os índices educacionais.

Secretaria de Agricultura entrega mais de 500 kits de caráter produtivo em três regiões do Estado

Municípios do Araripe, Agreste Central e Sertão Central serão contemplados com equipamentos, que tem a função de estruturar a produção de alimentos e forragem animal
Mais de 500 kits de caráter produtivo serão disponibilizados nesta semana para municípios de três regiões do Estado, em continuidade às entregas que vêm sendo realizadas pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA). Desta vez, serão contemplados os agricultores familiares de Terra Nova, no Sertão Central, com 100 kits; Exu, no Araripe, com 250 kits; e Altinho, no Agreste Central, com 200 kits.
A entrega em Terra Nova aconteceu nesta quarta-feira (08/08), enquanto Exu recebe os equipamentos amanhã (09/08) e Altinho, na próxima sexta (10/08). No total, serão distribuídos 15.500 kits aos beneficiários do Programa Pernambuco Mais Produtivo, em 87 municípios do Agreste e Sertão do Estado. Até o momento, as entregas somam 9.325 kits.
Contratado através do convênio 012/2011, o Caráter Produtivo faz parte do Programa Segunda Água (Cisternas Calçadão), financiado com recursos do Governo Federal, via Ministério de Desenvolvimento Social, que tem como convenente o Governo do Estado por meio da Secretaria Executiva de Agricultura Familiar (SEAF/SARA). O Caráter Produtivo tem a função de estruturar a produção de alimentos e forragem animal.
Cabe ressaltar que a tecnologia social Cisterna Calçadão, neste convênio, é acompanhada do Caráter Produtivo, que tem um investimento médio de R$ 26 milhões e será entregue para cada beneficiário que recebeu a referida cisterna. Cada kit de produção de forragem animal contém, a escolher: Kit Roçadeira (uma roçadeira semi-florestal com 3 itens acessórios, de corte de arbustos, capineira e roço; uma bota e um óculos de proteção) ou Kit Forrageira (uma forrageira com cabo de extensão elétrico de 10 metros).
Para a próxima semana, está prevista a entrega de 1 mil máquinas, nos seguintes municípios: Saloá (125 kits, no dia 14 de agosto); Lagoa dos Gatos e São Bento do Una (respectivamente 125 e 275 kits, no dia 15 de agosto); Jatobá (150 kits, no dia 16 de agosto) e Floresta (200 kits, no dia 17 de agosto).

EM AFOGADOS, PREFEITURA INVESTE NA ARTE COMO FERRAMENTA DE INCLUSÃO E EDUCAÇÃO

Crianças e adolescentes assistidos pelos programas de acolhimento e inclusão da Prefeitura de Afogados da Ingazeira tem participado de diversas oficinas de pintura promovidas pela Secretaria Municipal de Assistência.

A arte, em suas diversas formas de expressão, é uma importante ferramenta de inclusão social e de educação. As crianças e adolescentes integram programas como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, CRAS e CREAS.

As oficinas são ministradas pelo arte-educador Luciano Pires. “São oficinas de pintura em tela, onde ensinamos os primeiros passos para quem deseja se iniciar na atividade. Já realizamos diversas oficinas, inclusive nos bairros, e fico feliz em poder despertar quem sabe novos talentos e que, no futuro, eles possam ter renda com esse trabalho artístico,” avaliou Luciano Pires.

De acordo com a Secretária Municipal de Assistência Social, Joana Darc, o governo municipal vem promovendo não apenas oficinas de pintura, mas também de dança, teatro, brinquedos recicláveis e artesanato. “É uma forma de estimular as crianças a participarem de nossas atividades, ocupando seu tempo livre, e evitando que estas mesmas crianças estejam na rua, quando não estão na escola,” avaliou Joana.

Projetos da Semana da Educação são aprovados na Câmara

A Câmara dos Deputados aprovou, no fim desta terça-feira (7), três projetos que estavam na pauta da Semana da Educação. O presidente da Comissão de Educação da Câmara, Danilo Cabral (PSB/PE), que articulou a inclusão das propostas para análise do Plenário, comemorou o resultado, agradecendo aos pares e reforçando a importância de cada um deles para o avanço da educação pública do Brasil.

“A nossa preocupação, desde quando assumimos a Comissão, era que pudéssemos dar respostas efetivas às pautas que estavam tramitando e que são estratégicas para a questão da educação pública brasileira”, afirmou Danilo Cabral.

O primeiro projeto de lei aprovado foi 6137/13, da deputada Keiko Ota (PSB-SP), que obriga os estabelecimentos de ensino a notificar o Conselho Tutelar e demais autoridades quando as faltas escolares de determinado aluno atingirem 30%. A matéria defende a ideia de que, em qualquer nível escolar, as faltas geram consequências negativas para os estudantes, sobretudo se ocorrem constantemente. Os alunos que têm elevado absenteísmo escolar, via de regra, apresentam baixo desempenho escolar porque não conseguem acompanhar a sequência dos conteúdos curriculares, projetados para o desenvolvimento progressivo das aprendizagens.

Já o projeto 1287/11, da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO, estabelece diretrizes para a valorização dos profissionais da educação escolar básica pública. E o 6825/13, também da Professora Dorinha, determina aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios que, além de propiciarem as instalações físicas e os recursos humanos necessários ao funcionamento dos respectivos conselhos de alimentação escolar, também destinem a eles recursos financeiros indispensáveis.

“Do que foi planejado pela Comissão de Educação para este ano, cumprimos a primeira etapa, que foi a análise desses projetos no Plenário. Agora, vamos partir para a segunda etapa que é levar a educação para o centro do debate eleitoral”, afirmou Danilo Cabral. Ele destaca que o colegiado aprovou uma Carta Compromisso para ser entregue a todos os candidatos à Presidência da República. “Queremos que todos eles assumam o compromisso de valorizar a educação como um instrumento de transformação do nosso País, mas sobretudo de inclusão das pessoas”, explicou o deputado. O documento já foi entregue a Álvaro Dias (Podemos).

A Semana da Educação vem sendo articulada desde abril pela Comissão de Educação juntamente com o Ministério da Educação. “O objetivo foi discutir durante esse período para que com o esforço coletivo fosse possível traçar as propostas a serem deliberadas no Plenário”, explica o parlamentar. Os três projetos, agora, vão para votação no Senado Federal.