Zulene Alves

COM A SAÍDA DOS CUBANOS, AFOGADOS DIVULGA ESQUEMA EMERGENCIAL DE ATENDIMENTO

Com a saída na última terça (20) dos cinco médicos Cubanos que atuavam no município, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira divulga um esquema emergencial para não deixar desassistida a população atendida nas UBS’s onde os Cubanos atuavam. A programação atenderá a semana entre os dias 26 a 30 de Novembro. Para suprir a falta, a Prefeitura contará com os médicos Edmilson Policarpo, Roberto Vicente, Luiz Ribeiro e Messias. Confira o calendário de atendimento:
 
UBS Sobreira – Dr. Luiz Ribeiro atenderá na terça (27), no período da tarde
UBS Mandacaru l e ll – Dr. Roberto Vicente atenderá na segunda (26), pela manhã 
UBS São Francisco – Dr. Messias atenderá na Sexta (30) à tarde
UBS Borges – Dr. Edmilson Policarpo atenderá na Sexta (30) à tarde
 
Além do atendimento nas unidades, a Secretaria também disponibilizará uma cota de 90 consultas por semana, para que esses mesmos médicos possam atender os pacientes, em outros dias da semana, na rede de saúde complementar, priorizando os casos de maior urgência. Essa triagem será realizada pelas enfermeiras de cada UBS citada. 
 
No tocante ao problema de renovação de receitas, sobretudo nos casos de pacientes com doenças crônicas e uso de medicamento contínuo, a renovação será realizada pelos médicos da rede municipal de saúde. Para tanto, os usuários das unidades que estão temporariamente sem médicos e que necessitem renovar as receitas que perderam a validade, deverão entregar as receitas às enfermeiras das suas unidades de saúde e as mesmas providenciarão junto à coordenação da atenção básica a sua imediata renovação. 
 
“Pedimos a compreensão de todos diante de um problema que não foi ocasionado pela Prefeitura. Estamos procurando resolver emergencialmente essa desassistência com a saída dos médicos Cubanos, até a chegada de novos médicos para substituí-los, no que depende exclusivamente do Governo Federal. Orientamos a todos que, qualquer dúvida, procurar a Secretaria Municipal de Saúde para maiores esclarecimentos,” informou o Secretário de Saúde de Afogados da Ingazeira, Artur Amorim.

IPA adquire direito de uso da plataforma ArcGIS

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), adquiriu o direito de utilizar a plataforma de sistemas de informação geográficas ArcGIS – um banco de imagens espaciais que, em fins práticos, serve para o uso em planejamento estratégico das ações do departamento de Pesquisa e Extensão, além de Recursos Hídricos.  Sendo assim, durante toda essa semana foi realizado curso de capacitação com funcionários do IPA e também do ITERPE.

Uma vez como plataforma de banco de dados, a ArcGIS traz mais benefícios por possibilitar o uso de imagens espaciais para fazer comparações de áreas de campo, por exemplo. Para o IPA e para o desenvolvimento de informações sobre o setor agropecuário pernambucano é uma novidade que só trará ganhos com o uso da geotecnologia. A partir do momento que terminar a capacitação o trabalho já começa a ser desenvolvido.

“Com a utilização da ferramenta é possível trabalhar com o SIGAER – sistema de informações da Extensão Rural. O banco de dados com as imagens espaciais pode ser utilizado para elaboração de mapas para tomadas de decisão através de planejamento estratégico como, por exemplo, perdas e ganhos em safras. Tudo isso será mostrado à população não só de forma numérica”, pontua Josimar Gurgel, do IPA.

Foto: Adriano Manoel 

A vitrine da agricultura familiar nas feiras agroecológicas

Produtores encontram a oportunidade de gerar renda e fortalecer 
a cultura do campo
Localizadas em diversos bairros do Recife, as feiras agroecológicas têm conquistado cada vez mais consumidores por conta de seus inúmeros benefícios. O valor mais acessível ao bolso de quem compra e o consumo de alimentos livres de agrotóxicos que contribui para uma alimentação mais saudável, são pontos que fortalecem e conservam cada vez mais esse tipo de comércio, ressaltando a valorização da agricultura familiar através da venda dos produtos do agricultor diretamente ao consumidor.
Por trás da simplicidade aparente das feiras existe uma regulamentação para que tanto os produtores quanto os consumidores possam estar assegurados no processo de compra e venda dos produtos. É preciso realizar cadastro junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento através de uma Organização de Controle Social – OCS, que nada mais é do que um grupo de agricultores que interage e se autorregula para garantir que a produção seja orgânica. Ao final do processo o agricultor passa a constar em um cadastro nacional, atestando a qualidade de sua produção.
“Já estive em mais de uma feira, meu primeiro contato com produtos orgânicos foi numa que acontece todo sábado na Rua Souza de Andrade, por traz do Colégio São Luiz, nas Graças (Espaço Agroecológico das Graças), que começa ainda na madrugada do sábado. Logo após conheci a feirinha orgânica do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), que acontece toda sexta-feira pela manhã em frente à sede do órgão localizado na Av. General San Martin, bairro do Bongi. Em todos esses lugares, além de ter acesso a produtos cultivados sem o uso de agrotóxicos e adubos, tenho a oportunidade de comprar diretamente ao produtor, valorizando a agricultura familiar e gerando renda para essas famílias. Nesse processo ambos são beneficiados. Nós ganhamos por adquirir produtos saudáveis e o produtor tem a oportunidade de comercializar o excedente de sua produção.” Conta o analista de sistemas, Marcos Pacheco, frequentador de feiras orgânicas.
No início o cultivo de alimentos orgânicos era desacreditado, pois geralmente era feito em pequenas propriedades, nos quintais das residências e a mão de obra utilizada era familiar. Com o surgimento das feiras orgânicas o agricultor ganhou a oportunidade de mostrar ao consumidor as vantagens que os orgânicos podem oferecer. Dentre as inúmeras espalhadas pela cidade do Recife a do Instituto Agronômico de Pernambuco se destaca pela variedade de produtos e pela forma que começou.“Fundada em 2009, a feira agroecológica do IPA era voltada inicialmente para os seus servidores, com o passar dos anos atendeu também a comunidade, que foi sensibilizada a consumir um produto de melhor qualidade, beneficiando quem produz, sua família e consequentemente o meio ambiente. Para o agricultor comercializar seus produtos em feiras agroecológicas do grande Recife ou interior do estado, é necessário que ele esteja devidamente regularizado junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária. Um dos requisitos para a regularização é a declaração de aptidão ao Pronaf, chamado Adape” disse a pesquisadora e responsável pela feira, Cristina Lemos.
Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros são produzidos pela agricultura familiar. Impulsionando o Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco nos últimos anos, a prática é baseada no cultivo da terra por pequenos produtores, utiliza mão de obra essencialmente familiar e possibilita além da geração de renda o sustento das famílias agricultoras.

PREFEITURA DE AFOGADOS E SEBRAE DIVULGAM PROGRAMAÇÃO DA IV FEIRA DE EMPREENDEDORISMO

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira e SEBRAE divulgaram nesta quinta (22), a programação completa da quarta edição da Feira de Empreendedorismo do município. Com a ampliação do número de stands e a expectativa de um volume de negócios ainda melhor do que o ano passado, a programação inclui palestras, feira de negócios, seminários, fórum de secretários e agentes municipais de desenvolvimento, desfile de moda, dentre outras atividades.

Mais uma vez, a programação cultural prioriza uma das grandes forças e atrativos da região que são as raízes culturais do Pajeú: coco, reisado, mesa de glosas e poesia estão entre os itens que animarão as noites da Feira do Empreendedorismo. Este ano, além do espaço principal, a Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, cuja programação terá início, todos os dias, a partir das 18hs; algumas atividades serão realizadas no auditório do IFPE, pela manhã.

“Estamos ajustando os últimos detalhes e com uma grande expectativa de organizarmos uma feira ainda maior e melhor do que a do ano passado, movimentando o ambiente de negócios em Afogados e gerando oportunidades,” destacou Flaviana Rosa, Secretária Municipal de Administração.

Confira a programação na íntegra:

Quarta, 28 de Novembro

18h – Balé Infantil

18h30 – Orquestra sanfônica de (Carnaíba)

19h – Feira de negócios

19h30 – Xaxado Nascer do Sol (Quixaba)

20h – Abertura Oficial

21h – Lindomar Souza

Local: Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara

Quinta, 29 de Novembro

8h – Rodada de negócios com o segmento da beleza (IFPE – sala 01)

8h – Rodada de negócios com setor gastronômico e agricultores familiares (IFPE – sala 02)

Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara:

18h – Capoeira “Cordão de ouro”

18h40 – Academia Estação Atlética (Zumba)

19h – Feira de negócios

19h20 – Aulão de ritmos com estudantes de educação física (UNIP)

20h – Academia Xtreme Fit (funcional)

20h40 – Academia Falcon (Step and Jump)

21h20 – Chikão Team Jiu Jitsu

Sexta, 30 de Novembro

8h – Fórum regional de secretários e dirigentes de desenvolvimento econômico e Encontro regional de agentes de desenvolvimento dos Sertões Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica (IFPE – auditório)

Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara:

18h – Samba de coco (Iguaracy)

18h40 – Balé cultural de Afogados da Ingazeira e Balé cultural Expressart

19h – Feira de negócios

19h20 – Xaxado bandoleiros (Solidão)

19h50 – Reisado do Santo Antônio (Afogados da Ingazeira)

20h30 – Desfile da grife moda matuta

Sábado, 01 de Dezembro

Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara:

18h – Noite de Autógrafos com os Poetas Alexandre Morais, Wellington Rocha, Elenilda Amaral e Zé Adalberto. Lançamento do livro “Música para o povo que não ouve”, do músico Cannibal, vocalista da Banda Devotos, de Recife.

19h – Feira de negócios

19h – Talk Show com o poeta Antônio Marinho

20h – Encerramento oficial

21h – Mesa de glosa com os poetas Dudu Morais (Tabira), Zé Adalberto (Itapetim), Francisca Araújo (Iguaracy), e os poetas Afogadenses Alexandre Moraes, Wellington Rocha e Elenilda Amaral. Mediação de James Manu (Tabira)

Governo de Pernambuco recua e nova regra exigirá gasto de R$ 3 mil para pagar 13º do Bolsa Família

Resultado de imagem para bolsa familiaEm novo ajuste para tentar viabilizar o programa Nota Fiscal Solidária, que pretende dar um abono anual de até R$ 150 para os beneficiários do Bolsa Família em Pernambuco, o governo do Estado anunciou, na tarde desta quinta-feira (22), que vai mudar o percentual de cálculo do benefício. Na nova regra, os beneficiários precisarão gastar R$ 250 por mês com produtos da cesta básica em mercadinhos que emitam nota fiscal para receber o benefício de R$ 150 prometido na campanha pelo governador Paulo Câmara (PSB). Isso equivale a R$ 3 mil por ano.

A regra do programa, até então, previa que os beneficiários recebessem de volta 2,5% do consumo da cesta básica. Para isso, não poderia comprar em feiras ou em mercados que não pagassem impostos. Também é preciso lembrar de registrar corretamente o CPF cadastrado no Bolsa Família ao fazer a compra.

Novos itens
Em Pernambuco, existem 1,1 milhão de famílias cadastradas no Bolsa Família. O benefício médio mensal é de R$ 184,13. O JC ouviu mulheres que recebem o Bolsa Família e mostrou que a despesa média de R$ 500 mensais era uma conta difícil. Depois disso, o governo incluiu novos itens na cesta básica do programa. Mas a conta ainda exigia que as pessoas consumissem, por mês, dois botijões de gás, além de quatro tipos de queijo e cinco tipos de carne.

Afogados promove XI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

O Conselho Municipal de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, em parceria com a Prefeitura de Afogados da Ingazeira, promoveu a 11ªda Conferência realizou-se no auditório do Colégio Normal Ione de Góes Barros, durante todo o dia de hoje (22). Com o tema “Proteção integral, diversidade e enfrentamento das violências”, a conferência teve como objetivo reunir o pode público, nas suas mais diversas áreas de atuação, e a sociedade civil organizada, para a elaboração de propostas direcionadas à proteção integral de crianças e adolescentes. As estratégias de ação e as iniciativas foram debatidas pelos participantes em várias salas temáticas, com a votação e aprovação das propostas na plenária final.O Prefeito José Patriota foi representado pelo Vice-Prefeito Alessandro Palmeira, que já foi Presidente do Conselho Municipal de Promoção de Direitos da Criança e do Adolescente. Em nome da Câmara, falou o Vereador Augusto Martins. A Conferência também contou com a participação de representantes das escolas, PM, Conselho Tutelar e movimentos sociais. Segundo Joana Darc, Secretária Municipal de Assistência Social, a conferência é uma oportunidade única para o poder público e as entidades responsáveis pela proteção integral de crianças e adolescentes, poder ouvi-los.Antes de participaram das salas temáticas, o público presente assistiu a uma palestra sobre o tema central do evento, ministrada pelo assistente social Ari Amorim, de Serra Talhada. Também participaram da XI Conferência, representantes do Tiro de Guerra e a Maria Vitória Silveira, que foi escolhida para passar um dia como Prefeita UNICEF, acompanhando as atividades do vice-prefeito, Alessandro Palmeira, a exemplo de uma reunião sobre a Feira do Empreendedorismo que se inicia na próxima semana.“Em meio a tantas outras demandas, essa é importantíssima pois se trata de assegurarmos um futuro digno e com mais oportunidades, sem violência, para nossas crianças e adolescentes. E o papel do poder público em assumir esses compromissos é fundamental,” destacou Alessandro Palmeira. Na ocasião também foi entregue ao Bebê Prefeito, Wesley Matheus, um banner personalizado e um kit com fraldas e produtos de higiene pessoal, dentre outros produtos. O Bebê Prefeito nasceu no dia 5 de Novembro, nos Hospital Emília Câmara, durante a Semana do Bebê, em Afogados.

Sementes crioulas ganham destaque durante feira em Garanhuns

Com o intuito de valorizar e mostrar as potencialidades das sementes crioulas, o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) promoveu, hoje (22), em Garanhuns, em parceria com a Rede SEMEAM, a 5ª Feira de Troca de Sementes Crioulas do Agreste Meridional, no Parque Euclides Dourado, reunindo agricultores da região, do Sertão do Estado, entidades de classe parceiras, autoridades, alunos de escolas publicas e particulares para conferir os cerca de 27 estandes montados com os produtos à mostra, acompanhar debates e palestras, entre outras atividades. Cerca de 400 pessoas compareçam.

As sementes crioulas são de base camponesa, histórica, com mais resistência às consequências climáticas, mas que vinham correndo risco de desaparecer ou cair por completo no esquecimento, daí ter surgido a iniciativa do encontro, além de trabalhos de pesquisa, catalogação, valorização do plantio, assistência técnica a agricultores, seminários, formação de novos bancos de sementes. Para se ter uma ideia da importância, só de feijão de arranca  sabe-se de mais de 40 de variedades; 19 tipos de fava; 10 de milho e por ai vai – sendo elas tradicionais no Agreste.

A Feira foi aberta às 9h da manhã em solenidade prestigiada pelo Secretário de Agricultura de Pernambuco, Wellington Batista, em seu segundo ano no evento. O gestor ressaltou o crescimento da feira, falou da importância do encontro para a valorização das sementes crioulas, que são mais resistentes à estiagem, por exemplo. “Esses produtos são patrimônios do nosso povo”, disse, completando que a secretaria estará sempre à disposição para incentivar a produção e realização de atos do tipo.

Para o Diretor de Pesquisa do IPA, Gabriel Maciel, a realização do encontro só consolida mais o projeto de perpetuação das espécies crioulas por estar levando não só conhecimento, mas também novas variedades, numa constante evolução. “Isso aqui representa também uma troca de experiências culturais e de patrimônio genético das sementes”, disse em seu discurso. De acordo com Maria Paulino, agricultora e representante da classe, as crioulas representam muita saúde aos que consomem, por ser um trabalho de base histórica, sem uso de agrotóxicos. Já Flávio Duarte, da Fetape, ressaltou que a cultura é a principal estratégia de desenvolvimento da agricultura familiar da região.

REDE SEMEAM – Criada no ano de 2015, a Rede de Sementes Crioulas do Agreste Meridional de Pernambuco é fruto da articulação entre organizações da sociedade civil, órgãos públicos e agricultores/as familiares que participaram do processo de organização da 5ª Feira de Troca de Sementes Crioulas. Com o objetivo de ser um espaço permanente de discussão em busca do resgate e da preservação das mesmas, a Rede vem se fortalecendo através da realização de atividades, como seminário, resgate e plantio de sementes, além da participação em outros eventos sobre a temática. A Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2 é uma das organizações que compõe a REDE SEMEAM.

Com apoio da AMUPE, encontro de Controladores Municipais acontece pela primeira vez no Agreste

Durante toda quarta feira (21), em Gravatá, 130 gestores públicos, controladores e membros da sociedade civil, participaram do 1º  Seminário de Sensibilização de Autoridades Locais sobre Transparência, Controle Social e a sua importância na Gestão Pública Local, evento promovido pela Amupe  num contrato  com  a União Europeia, através  do Projeto  Gestão Cidadã, parceiro da Associação. Ele  contempla hoje dez municípios no Agreste.

O Seminário foi realizado em Gravatá e teve como objetivo disseminar conhecimento aos demais municípios que não fazem parte do Projeto, mas que estão fazendo também o seu dever de casa.  Foram muitas trocas importantes de experiência entre os controladores, prefeitos presentes, secretários e a sociedade civil.

A prefeita de Pesqueira, Maria José Tenório, por exemplo, já implantou o Portal de Transparência, Controladoria, Ouvidoria, e agora está implantando auditorias nas secretarias de Educação, Assistência Social e Saúde.”Tudo está sendo feito no meu município para dar mais transparência a população de como estamos aplicando os recursos que temos, mas eu não tinha a dimensão da importância desses instrumentos como tive aqui no seminário, aprendi muito”, disse Maria José.

Outros prefeitos ouvidos como Joaquim Neto de Gravatá local onde foi sediado o Seminário, disse que a sua expectativa era grande, fazia parte do Projeto do convênio entre a Amupe e União Europeia e trabalhava para que o seu município fosse o mais transparente possível.  Em 2017, pelo ranking do TCE o município esteve em 4º lugar em Transparência. Também os prefeitos de Buique, Arquimedes Valença e Manari, Gilvan de Albuquerque, ressaltaram a importância do evento e estão dentro dos padrões de Transparência exigidas.

O Seminário contou com os palestrantes Abelardo Lessa da CGU e Caio Mulatinho da Controladoria Geral do Estado. Eles destacaram que esses encontros mostram a importância do controle interno, ressaltando a troca de conhecimento entre os controladores dos municípios e  acreditam que todos saíram mais conscientes do seu papel, elogiando a Amupe em promover eventos que possam disseminar boas experiências.

Os controladores de Serra Talhada e de São Bento do Una, falaram de suas experiências sobre Socialização de Práticas e Construção e Estratégias para Fortalecimento das Controladorias, além das oficinas.

José Patriota, presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira disse que os controladores estão sendo vistos e valorizados. “Agora os prefeitos discutem e buscam os órgãos especializados em controladoria para tratar  do tema. Temos que encarar, se capacitar e ter eficiência nos gastos. O que predomina é como gastar menos e fazer mais, é isto que a população precisa e exige do gestor público”, disse.

No final do evento foi feito o encaminhamento de um documento dos Controladores para a Amupe, tratando de fortalecimento de Controladores, devendo sediar mais dois encontros sobre o tema, tendo parceiros como a CGU e CGE e as Regionais do TCE, dessa vez em Pesqueira e Caruaru. Serão realizados Encontros mensais temáticos e encaminhada à Amupe proposta de promover dentro do próximo Congresso Municipalista (VI Congresso), Encontro Estadual de Controladores Municipais.

No próximo dia 04 de dezembro, o encontro será focado nos Controladores do Sertão e será  realizado no município de  Serra Talhada .

Serra: Inscrições abertas para cursos a distância no setor de Turismo

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Serra Talhada informa à população que estão abertas as inscrições para uma nova plataforma de cursos EAD promovida pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, através da Empetur, e em parceira com a Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco.

O espaço disponibilizará cursos on-line para qualificação no setor de turismo: Recreação e Lazer em Meios de Hospedagem; Inglês para Meios de Hospedagem e Enologia. As inscrições acontecem até dia 30 de novembro pelo link disponível no Facebook da Secretaria de Turismo (facebook.com/secretariadeturismodepernambuco).

Os cursos são gratuitos e têm duração média de 60 horas/aula, sendo voltados para profissionais que buscam qualificação na área do Turismo. As aulas dos cursos começam no dia 10 de dezembro, com 70 vagas por turma. Os interessados devem preencher o formulário e aguardar a confirmação por email. Os concluintes dos cursos onlines serão certificados.

“Os cursos à distância são excelentes oportunidades de qualificação e aperfeiçoamento para quem trabalha na rede hoteleira e para os profissionais do setor de turismo de Serra Talhada, principalmente nesse momento de crescimento que a cidade apresenta, com a chegada de grandes investimentos, como o aeroporto, a construção do shopping e a implantação de indústrias, é importante que os profissionais estejam cada dia mais atualizados e preparados para acompanhar as transformações”, comentou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Marcos Oliveira.