zulenealves

CONFIRMADO: AFOGADOS VAI GANHAR DEZ LEITOS DE UTI

O Governador Paulo Câmara anunciou na manhã deste sábado (25) a instalação de dez leitos de UTI’s, com hemodiálise, no Hospital Regional Emília Câmara.

Ao lado do Prefeito José Patriota, do vice Alessandro Palmeira e do secretário de saúde do estado, André Longo, Paulo Câmara destacou a importância das parcerias com a Prefeitura e estimou para dez de agosto o prazo para a instalação dos leitos.

O anúncio foi feito durante a inauguração do Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada.

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que há dois novos casos positivos para covid-19 em nosso município.

1. Paciente do sexo feminino, 05 anos, contato de caso positivo recentemente divulgado, testou positivo em nossa unidade de campanha. Apresenta sintomas leves e está em isolamento domiciliar, acompanhada pela equipe de Saúde da Família e Vigilância em Saúde.
2. Paciente do sexo feminino, 26 anos, atendente comercial, apresentou sintomas gripais. Foi avaliada pela equipe de nossa unidade de campanha e após tempo preconizado pelo MS realizou teste o qual deu positivo. A mesma está bem, isolada, e segue monitorada pela equipe da Atenção Básica e Vigilância me Saúde.

Hoje tivemos três pacientes recuperados da covid-19 após avaliação médica e epidemiológica.

Foram 34 testes com resultados negativos para covid-19, incluindo o de um paciente cujo caso encontrava-se em investigação.

Governo do Estado completa três meses de ações no combate à Covid-19

Mesmo antes da confirmação do primeiro caso, as primeiras iniciativas foram tomadas para estruturar a vigilância epidemiológica

O Governo de Pernambuco completa, nesta sexta-feira (12), três meses dos dois primeiros casos confirmados de Covid-19 no Estado. Neste período, diversas ações foram colocadas em prática pelo Governo de Pernambuco para o enfrentamento da pandemia. No entanto, os primeiros passos desse trabalho aconteceram ainda em janeiro, antes mesmo da confirmação do primeiro caso da Covid-19 no Brasil, quando o Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), tomou as primeiras iniciativas para estruturar a vigilância epidemiológica e a assistência na rede pública para possíveis casos suspeitos do novo coronavírus.

“Mesmo sem a confirmação de casos da Covid-19, Pernambuco já estava com a rede orientada e com capacidade para acolher os pacientes suspeitos, prestando a devida assistência com a elaboração e atualização de protocolos clínicos para orientar as equipes e com a abertura de leitos em unidades de referência”, pontou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Desde o início, o Governo do Estado atuou com determinação para qualificar e ampliar a rede de assistência às pessoas suspeitas ou confirmadas para Covid-19. Em três meses, foram 1.594 leitos efetivamente abertos, sendo 721 de UTI, espalhados por 40 hospitais de todas as macrorregiões de Saúde. Para tanto, foi montado um plano regionalizado para oferta de vagas, que estão sendo ocupadas de acordo com os encaminhamentos feitos pela Central de Regulação Estadual, que também teve sua capacidade física e de recursos humanos ampliados. CONTINUAR LENDO

Paulo Câmara subscreve Carta do Consórcio Nordeste repudiando a perseguição a gestores e condenando invasão a hospitais

“Não é invadindo hospitais e perseguindo gestores que o Brasil vencerá a pandemia” 
 
Os governadores de Estado têm lutado fortemente contra o coronavírus e a favor da saúde da população, em condições muito difíceis.
 
Ampliamos estruturas e realizamos compras de equipamentos e insumos de saúde de forma emergencial pelo rápido agravamento da pandemia. Foi graças à ampliação da rede pública de saúde, executada essencialmente pelos Estados, que o país conseguiu alcançar a marca de 345 mil brasileiros recuperados pela Covid-19 até agora, apesar das mais de 41 mil vidas lamentavelmente perdidas no país.
 
Desde o início da pandemia, os Governadores do Nordeste têm buscado atuação coordenada com o Governo Federal, tanto que, na época, solicitamos reunião com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, que foi realizada no dia 23/03/2020, com escassos resultados. O Governo Federal adotou o negacionismo como prática permanente, e tem insistido em não reconhecer a grave crise sanitária enfrentada pelo Brasil, mesmo diante dos trágicos números registrados, que colocam o país como o segundo do mundo, com mais de 800 mil casos.
 
No último episódio, que choca a todos, o presidente da República usa as redes sociais para incentivar as pessoas a INVADIREM HOSPITAIS, indo de encontro a todos os protocolos médicos, desrespeitando profissionais e colocando a vida das pessoas em risco, principalmente aquelas que estão internadas nessas unidades de saúde. 
 
O presidente Bolsonaro segue, assim, o mesmo método inconsequente que o levou a incentivar aglomerações por todo o país, contrariando as orientações científicas, bem como a estimular agressões contra jornalistas e veículos de comunicação, violando a liberdade de imprensa garantida na Constituição. 

CONTINUAR LENDO

Governo do Estado contabiliza mais de sete mil atendimentos no combate à Covid-19

A data de hoje marca os 90 dias dos dois primeiros casos confirmados do coronavírus em Pernambuco

O governador Paulo Câmara fez, nesta sexta-feira (12.06), um balanço dos três últimos meses de ações voltadas para o combate à pandemia do novo coronavírus. Segundo o gestor estadual, mais de sete mil pernambucanos receberam atendimento nos 1,6 mil leitos criados em todas as regiões do Estado, sendo 700 de UTI e 900 de enfermaria. Além disso, o governador informou ainda, que o Hospital Universitário Oswaldo Cruz registrou no dia de hoje a milésima alta médica de um paciente internado com o coronavírus.

“Estes números refletem as vidas que foram salvas e justificam qualquer esforço realizado. Foi também uma marca muito importante para o enfrentamento à Covid-19, atingida pelo nosso hospital universitário. Parabenizo todos os profissionais que têm se dedicado, tanto no Oswaldo Cruz, quanto em todas as unidades de saúde, na linha de frente do combate ao novo coronavírus”, disse o governador.

Ainda de acordo com Paulo Câmara, a expansão da rede de saúde no interior continua. “Hoje entrou em operação o hospital da campanha de Caruaru. Os primeiros 20 leitos estão em funcionamento e nos próximos 30 dias deveremos atingir a capacidade máxima, que é de 100 vagas”, assegurou o chefe do Executivo Estadual. Nos próximos dias, o Governo do Estado vai abrir os hospitais de campanha de Serra Talhada e de Petrolina, com 100 leitos, cada.

O governador pontuou ainda que o Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19 entra em uma nova fase na próxima segunda-feira, dia 15, com a abertura do comércio de rua e dos salões de beleza e estética. No entanto, alertou para a observação das curvas de contágio que são determinantes para este planejamento. “Não vamos hesitar em fazer alterações, de acordo com as orientações das autoridades de saúde e científicas. Como já fizemos ao decidir que 85 cidades das Matas Sul e Norte e de parte do Agreste permaneceriam sem flexibilizar as medidas restritivas”, finalizou.

“Precisamos manter o valor do auxílio emergencial em R$ 600”, defende Silvio Costa Filho

O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos) está em Brasília, conversando com parlamentares e membros da equipe econômica do Governo para defender a manutenção do auxílio emergencial no valor de R$ 600. O parlamentar entende que o benefício é fundamental para as famílias brasileiras no atual momento. “Precisamos manter  o benefício emergencial como tem sido nos últimos três meses. A crise sanitária tem forçado famílias inteiras ao isolamento social. Entendemos que é uma medida necessária, mas para isso precisamos dar suporte para quem mais precisa. Por isso, precisamos manter o valor do auxílio emergencial em R$ 600”, declarou o parlamentar.

Até o início da segunda etapa, o Governo Federal havia pago R$ 76,6 bilhões. A Caixa Econômica Federal havia realizado 180,5 milhões de pagamentos para 58,6 milhões de beneficiários. O programa teve 107 milhões de cadastros e 59 milhões de pessoas consideradas elegíveis. Cerca de 5,8 milhões de pessoas ainda passavam pela primeira análise, enquanto 5,3 milhões estavam em reanálise.  Segundo Silvio, neste momento, muitas famílias estão se alimentando e pagando despesas pontuais com o auxílio emergencial. Entendo que com mais dinheiro, há mais consumo, o que gera arrecadação para o Estado. Mesmo com desemprego e queda na arrecadação, são os mais pobres que têm maior propensão ao consumo.

“O presidente Bolsonaro já fala em vetar a ampliação do auxílio se a Câmara mantiver o valor de R$ 600. Por outro lado, é preciso entender que esse benefício é um multiplicador e faz a economia circular, pois, com mais dinheiro, há mais consumo, arrecadação e manutenção das atividades econômicas. Mesmo com desemprego e queda na arrecadação, os beneficiários têm maior propensão ao consumo”, pontuou. Além de defender a continuidade do pagamento dos R$600 do auxílio emergencial, Costa Filho defende que seja feito um amplo debate nacional sobre a renda mínima, após a pandemia, com objetivo de ajudar os beneficiários do Bolsa Família e aqueles que estão esquecidos pelos governos.

Jovens sertanienses já podem realizar inscrição no programa Juventude Empreendedora Online

Os sertanienses de 17 a 29 anos de idade poderão, a partir de segunda-feira (15) até 19 de junho, participar do curso Juventude Empreendedora Online. Uma ação que visa ensinar a abertura de negócios em tempos de pandemia. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site: www.juventudeempreendedora.com.

A capacitação online em empreendedorismo poderá ser acessada de maneira gratuita e tem como objetivo falar sobre a abertura e manutenção de negócios com baixo investimento, em meio à crise causada pelo coronavírus. As aulas ao vivo estão divididas em 11 etapas que abordam finanças, comunicação online e offline, gestão de pessoas, entre outros temas.

A iniciativa acontece por meio de uma parceria da Secretaria de Juventude, Esporte, Cultura e Turismo de Sertânia com as Secretarias Estaduais de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, além do Conselho Nacional de Juventude e Besouro Agência de Fomento Social.  A idealização é do Fórum da Juventude da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Segundo os organizadores, o projeto havia sido implantado de forma presencial em 2019 e busca apontar novas perspectivas, construir caminhos e transformar os sonhos da juventude em realidade a partir do empreendedorismo. O método já foi empregado em 12 países, com mais de 12 mil alunos capacitados, 4 mil negócios abertos anualmente, 100 mil pessoas impactadas indiretamente e renda acumulada acima de R$ 120 milhões.

Para Vinícius Lima, fundador e CEO da Besouro “A parceria com o Fórum da Juventude da CPLP e com o CONJUVE poderá transformar as realidades de muitas pessoas jovens no Brasil. A crise tem produzido efeitos drásticos e a taxa de desemprego entre a população jovem já é mais que o dobro da taxa média da população em geral.  Por meio do Juventude Empreendedora Online criamos uma rota alternativa para a geração de renda, de novos postos de trabalho e para que sonhos não sejam simplesmente frustrados ou destruídos, mas que sejam sim concretizados”.

Renda Brasil: Conheça o programa que vai unir o Bolsa Família e Auxílio Emergencial

Beneficiários do Bolsa Família são ameaçados pelos novos planos do governo federal. Nos últimos dias, o ministro da economia, Paulo Guedes, e o presidente Jair Bolsonaro, estão liberando informações sobre um novo programa social do governo. Intitulado de Renda Brasil, a proposta substituiria o atual BF e passaria a ter outras regras de funcionamento. Seu texto ainda não foi estruturado e votado, mas de acordo com os representares deverá ser apresentado no próximo semestre.  

Se o projeto for aprovado, será o fim do programa Bolsa Família. No entanto, Guedes afirmou que as pessoas cadastradas atualmente não devem se preocupar, pois serão transferidas automaticamente e não terão seus benefícios cortados.

Entretanto, ele afirmou que deverá haver mudanças nas regras que permitem o cadastramento e definem o valor para cada dependente. 

Atualmente, o pagamento do Bolsa Família é formulado de acordo com a situação de cada cadastrado. Para poder fazer o cálculo, o ministério da cidadania leva em consideração dados como a idade dos familiares, presença de crianças recém nascidas e matriculadas em escolas públicas, no caso de mulheres gravidas há também reajustes, entre outras análises.  

Todos esses pontos são verificados por meio do Cadastro Único e da renovação dos documentos nas unidades de atendimento do Bolsa Família. Os segurados precisam apresentar comprovantes médicos, matriculas escolares e frequência estudantil mensalmente para poder permanecer com os benefícios liberados.  

Com o Renda Brasil

CONTINUAR LENDO

Detran-PE adota CNH e CRLV digital para veículos de Pernambuco

O Diretor-Presidente do Detran-PE, Roberto Fontelles, informa que o Órgão está reforçando as versões eletrônicas do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV Eletrônico, e Carteira Nacional de Habilitação – CNH Digital, disponível no aplicativo Carteira Digital de Trânsito – CDT, que reúne os dois documentos de porte obrigatório no trânsito. A ação é fruto da parceria com o Serviço de Processamento de Dados – Serpro, e Departamento Nacional de Trânsito – Denatran.

A CNH Digital e o CRLV na versão eletrônica trazem todas as informações do documento impresso e têm a mesma validade jurídica do físico. Para ter o documento digital, o proprietário tem que ter pago o licenciamento do veículo de 2019. O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após download do aplicativo CDT, disponível no Google Play e App Store. O cadastramento do veículo pode ser realizado no próprio aplicativo. Tanto a CNH quanto o CRLV digital poderão ser acessados pelo dispositivo móvel mesmo off-line, ou seja, sem internet.

O CRLV Digital pode ser compartilhado para outra pessoa que utiliza o mesmo veículo, desde que ela já tenha instalado, em seu dispositivo móvel, o aplicativo CDT. O compartilhamento pode ser realizado para até cinco pessoas ao mesmo tempo. Quem recebe o CRLV digital não consegue exportar ou compartilhar o documento, mas pode apresentá-lo às autoridades de trânsito. Quando o proprietário do veículo não quiser mais compartilhar o documento, é só cancelar a opção no aplicativo.

Segurança

O documento digital do usuário está protegido por uma senha de acesso de quatro dígitos, exigida para o login na Carteira Digital de Trânsito. O acesso ao aplicativo pode ser feito também com a leitura da impressão digital do usuário nos dispositivos móveis que já possuam leitor por biometria.

A autenticidade do documento é garantida pelo QR Code, que pode ser lido para verificar se há alguma falsificação no documento durante uma fiscalização de trânsito. O procedimento de obtenção do CRLV e da CNH Digital é 100% online, não sendo necessário o comparecimento do proprietário ao Detran-PE. As informações são da Assessoria de Comunicação do Detran-PE.