Em reunião com governador, prefeitos mostram preocupação sobre a volta às aulas durante pandemia

Em assembleia da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o governador Paulo Câmara, o secretário de Saúde, André Longo e o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio apresentaram aos prefeitos pernambucanos o planejamento do Estado para a volta às aulas.Na oportunidade, também foram informados dados preliminares sobre a proliferação do novo coronavírus em diferentes regiões do Estado e os gestores se mostraram preocupados com a retomada do ensino presencial.

Em primeiro momento, o governador Paulo Câmara fez um panorama da situação do coronavírus no Estado e concluiu que a região do Sertão do Araripe é que a que requer mais cuidados. Segundo o secretário de saúde, André Longo, “esperávamos que o avanço positivo ocorresse de forma uniforme em todo o Estado, mas, no Sertão do Araripe, os números não nos agradam. No entanto, nós temos investido muito na ampliação da testagem e agora estamos trabalhando para trazer ao Estado a testagem em massa”, salientou.

No tocante à volta as aulas, o secretário de Educação, Fred Amancio fez uma apresentação do plano de retomada aos prefeitos e afirmou que a ação só será possível caso os dados epidemiológicos do Estado continuem em queda. “A gente só vai retomar com as aulas se os números epidemiológicos continuarem evoluindo de maneira positiva. A educação tem um papel importante na sociedade, pois quanto mais tempo os alunos estão fora da escola, mais cresce a desigualdade. Estimamos um aumento da evasão escolar e será um desafio grande trazer os alunos de volta”, comentou.

O prefeito de Carpina, Manoel Botafogo, afirmou que “um levantamento foi feito e constatamos que 80% dos pais não levarão as crianças para as escolas”. Essa foi a mesma observação da prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida, que também se mostrou preocupada com a queda de arrecadação do Fundeb, “o que estamos recebendo só dá pra pagar a folha de pagamento, tivemos uma queda aqui em São Bento de R$ 2,5 milhões”, enfatizou a gestora. Os prefeitos também mostraram consonância com a não retomada das aulas ainda este ano, “um ano se perde e se recupera, a vida nós não podemos perder”, afirmou o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis.

“A reunião foi muito válida. Tudo que ouvi dos prefeitos foi muito importante para construirmos uma agenda única”, frisou o governador Paulo Câmara. O secretário de Educação, Fred Amancio afirmou que “será necessária a ampliação do transporte escolar” e destacou que a perda de conteúdo vai gerar um “impacto negativo, a longo prazo, que os estudantes terão, devido a falta de aulas presenciais”.

Para o presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, essa é a primeira reunião de uma série de encontros que podem acontecer com a mesma temática. “Consideramos que essa primeira etapa é de escuta. Cada prefeito traz a preocupação da sua cidade, da sua região. É um assunto complexo que requer cuidado. A decisão desses pontos precisam ter um arranjo que envolve a todos.”, concluiu.

Afogados tem mais seis casos de Covid e chega a 209 casos confirmados

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que hoje seis pacientes apresentaram resultados positivos para covid-19.

Com isso, são 209 casos confirmados, com 174 recuperados e sete óbitos.

São cinco pacientes do sexo masculino (09, 12, 13, 26 e 56 anos) e uma paciente do sexo feminino (58 anos). Os cinco homens são da mesma família, entre eles: quatro são estudantes e um é funcionário público. Já a mulher é agricultora.

Entraram em investigação três pacientes do sexo masculino com idades entre 23 e 40 anos, e quatro pacientes do sexo feminino com idades entre 31 e 67 anos.

“Hoje tivemos 34 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19 em suas testagens”, diz a nota.

Oito pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 174 (83,2%) recuperados para covid-19 no município. Atualmente, 28 casos estão ativos para a doença em Afogados da Ingazeira.

Hoje, o município atingiu a marca de 1.725 pessoas testadas para covid-19.

Serra Talhada registra 62 casos e um novo óbito por Covid-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informou, por boletim divulgado nessa segunda-feira, que foram registrados 62 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 72 horas, totalizando 2.084 casos confirmados.
O município registrou o décimo oitavo óbito. A paciente era idosa, 68 anos, moradora do São Cristóvão. Ela era hipertensa, diabética e estava internada no Hospam, onde faleceu no último dia 31 de julho. O resultado do exame foi divulgado nesta segunda (03).
O número de casos suspeitos subiu para 71 e o de casos descartados subiu para 7.108. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 1.736 pacientes recuperados, 309 em tratamento domiciliar, 12 em leitos de internamento e 27 óbitos.
Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 81 estão recuperados e 10 em isolamento.
O boletim diário, portanto, fica com 2.084 casos confirmados, 71 casos suspeitos, 1.736 recuperados, 7.108 descartados e 27 óbitos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Governo estuda estender auxílio emergencial, mas com valor de R$ 200

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por: Diario de Pernambuco
O governo vem estudando estender a duração do auxílio emergencial, entrgue a trabalhadres que perderam os empregos ou tiveram redução salariam em meio à pandemia do novo coronavírus. A proposta, prevista para até o final de 2020, reduziria o valor do benefício, que atualmente equivale a R$ 600.
Se aprovado, o projeto destinaria para as próximas prestações (setembro, outubro, novembro e dezembro) um valor de R$ 200 por beneficiado nesses meses. Inicialmente, ainda em março (mês que marcou a chegada da pandemia ao Brasil), a proposta do governo para o auxílio emergencial era justamente o projetado para as demais parcelas do benefício. O aumento para R$ 600 ocorreu após pressão da Câmara dos Deputados, que propôs o pagamento de R$ 500 por beneficiado.
De abril a agosto, o governo já destinou R$ 254,4 bilhões para o pagamento do auxílio emergencial. Mensalmente, o investimento para o pagamento do benefício aos trabalhadores chega a em R$ 51,5 bilhões. A equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro, liderada pelo ministro Paulo Guedes, estuda substituir o auxílio por um novo programa social batizado de Renda Brasil, no lugar do Bolsa Família.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

UFPE publica edital para os alunos que desejam aderir aos Estudos Continuados Emergenciais (ECE)

Foto: Glenda Sousa/Arquivo DP Foto

Nesta segunda-feira (3) foi disponibilizado o edital de matrícula da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) para o período 2020.3, na página da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). O documento é voltado para os estudantes dos cursos de graduação presenciais dos três campi – Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão – que desejam aderir aos Estudos Continuados Emergenciais (ECE), cujas aulas terão início no dia 17. Além do edital, também é possível consultar o Guia do Estudante relativo ao Calendário Acadêmico Suplementar 2020.3.
A matrícula deve ser feita pelo aluno, através do Siga, considerando a seguinte distribuição: de 8 a 12 deste mês para alunos vinculados aos cursos dos Centros de Artes e Comunicação (CAC), de Ciências Jurídicas (CCJ), de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), de Educação (CE), de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), estes do Campus Recife, e do Centro Acadêmico de Vitória (CAV); e de 9 a 12 deste mês para alunos vinculados aos cursos dos Centros de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN), de Biociências (CB), de Ciências da Saúde (CCS), de Ciências Médicas (CCM), de Informática (CIn) e de Tecnologia e Geociências (CTG), do Campus Recife, e do Centro Acadêmico do Agreste (CAA), em Caruaru. Não haverá matrícula de retardatários nem prazo para modificação e correção de matrícula no Semestre Letivo Suplementar 2020.3. Confira mais detalhes no edital.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Paulo Câmara ressalta as mais de 7 mil vidas salvas em Pernambuco

Pesquisa de instituto americano projetou, em maio, cerca de 14 mil mortes no Estado até agosto  
O governador Paulo Câmara confirmou, nesta segunda-feira (03.08), a tendência de queda no número de vítimas da pandemia no Estado, e ressaltou que as medidas tomadas pelo Governo de Pernambuco no enfrentamento ao novo coronavírus conseguiram salvar mais de sete mil vidas. Em maio, o Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde (IHME), da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, projetou que no início de agosto, Pernambuco teria contabilizado aproximadamente 14 mil mortes provocadas pela Covid-19.
 
Após a análise dos dados, foi constatado que o mês de julho registrou menos ocorrências que junho, maio e até mesmo abril, quando houve a aceleração do contágio em Pernambuco. “Essa curva descendente de mortes mostra que chegamos ao início de agosto com mais de sete mil vidas salvas aqui no Estado. Abertura de leitos, distribuição de máscaras, isolamento social, além de um plano de convivência feito com muita responsabilidade são exemplos do nosso esforço, que contribuiu para contrariar a previsão dos especialistas americanos”, afirmou o governador.
 
Paulo Câmara observou que, mesmo diante desses números, Pernambuco tem um longo caminho pela frente no combate à disseminação do vírus. “Continuamos ampliando nossa capacidade de atendimento em todas as regiões do Estado. Não há vacina, nem medicamento de eficácia comprovada contra a Covid-19. Portanto, a prevenção permanece sendo a nossa melhor estratégia para reduzir a curva de contágio da doença”, concluiu o governador.
 
O Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde é uma organização global de pesquisa que fornece medidas minuciosas dos problemas da saúde mais importantes do mundo e avalia as estratégias utilizadas pelos gestores para resolver tais questões. Dezenove estados brasileiros estavam na lista analisada pela instituição. 
 
Link com o pronunciamento do governador: https://we.tl/t-9dZCpveDG6
 
Confira a previsão publicada em 25 de maio: http://www.healthdata.org/sites/default/files/files/Projects/COVID

Receita lança atendimento sobre CPF pelo Telegram

Por: Agência Brasil

A Receita Federal inaugura hoje (3) atendimento de serviços relacionados ao CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) pelo Telegram. Esse novo canal de atendimento utiliza tecnologia conhecida como chatbot, que realiza o atendimento virtual e simula uma conversação por meio de chat.

Segundo a Receita, a iniciativa busca dar maior agilidade no atendimento ao cidadão e contribui para evitar que as pessoas se desloquem para alguma unidade de atendimento presencial, preservando a saúde dos servidores e cidadãos, evitando a aglomeração e a propagação do novo coronavírus.
Para solicitar o serviço, o contribuinte deverá acessar o canal ReceitaFederalOficial, interagir com a ferramenta, enviando as informações e documentos exigidos para que a Receita Federal faça a análise do pedido e conclua o atendimento.
Estão disponíveis no novo canal serviços como:
-Atualização/alteração de dados e Regularização de CPF;
-Segunda via de CPF;
-Informação do número do CPF;
-Consulta à situação cadastral; e
-Consulta ausência de DIRPF – Declaração do Imposto de Renda Pessoas Físicas (exercício omisso).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.