VICE-PREFEITO MÁRCIO OLIVEIRA E SECRETÁRIA EXECUTIVA DA MULHER PARTICIPAM DE REUNIÃO NO DISTRITO DE BERNARDO VIEIRA

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas

Na manhã desta quinta-feira (16), o vice-prefeito de Serra Talhada, Márcio Oliveira, participou de uma importante reunião com os moradores do Distrito de Bernardo Vieira, para tratar de assuntos importantes para as famílias da comunidade.

Além de Márcio, estiveram na reunião a secretária Executiva da Mulher, Mônica Cabral, o presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e Urbano, Cicero Aldo, vereadores Pinheiro de São Miguel e Alice Conrado, representantes da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar, do Banco do Nordeste e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, além de presidentes de associações, lideranças comunitárias e moradores em geral.

“Foi uma reunião importante, onde pudemos ouvir as demandas da comunidade e discutir possíveis soluções e melhorias para o desenvolvimento do município, fortalecendo a parceria entre o Governo Municipal, o Conselho de Desenvolvimento Rural e Urbano e com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, uma forma de trazer mais benefícios para as famílias da zona rural”, explicou Márcio Oliveira.

O vice-prefeito destacou a inda a importância da perfuração de mais 16 poços artesianos e instalação de sistemas de abastecimento na zona rural iniciadas pela Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura Familiar.  “O governo está trabalhando para levar água para o maior número de comunidades rurais, amenizando assim os efeitos da seca que enfrentamos há seis anos”, afirmou.

Presente no evento, Monica Cabral falou sobre a importância do fortalecimento econômico das mulheres rurais. “Levamos para as mulheres a discussão que tem sido o tema do nosso Mês da Mulher, que é a importância da autonomia econômica. Fizemos, inclusive, a pré-seleção de inscrições para o curso de confecção de sandálias que vamos realizar em Bernardo Vieira em parceria com o SENAR”, disse ela.

SERRA TALHADA: FALA CIDADÃO PARA OUVIR VOCÊ

A Prefeitura de Serra Talhada vai lançar na próxima segunda-feira (20), o programa Fala Cidadão, uma ferramenta que tem o objetivo de ouvir a população serratalhadense, facilitando o contato do munícipe com a administração municipal.

Por meio do programa, os cidadãos poderão apresentar denúncias, críticas e sugestões, além de tirar dúvidas acerca dos serviços prestados pelo município. O contato deve ser feito através do e-mail: falacidadao@serratalhada.pe.gov.br ou WhatsApp: (87) 9. 9626 2505.

O Fala Cidadão é uma iniciativa da Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio da Gerência de Comunicação Social, juntamente com a Controladoria Geral do Município. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 08h às 13h.

Semana da Água tem vasta programação na região do Pajeú

A imagem pode conter: árvore, atividades ao ar livre, texto e águaCom o tema “Caatinga: Guardiã da Água”, uma programação ampla está sendo preparada por organizações sociais integrantes da Articulação no Semiárido de Pernambuco (ASA-PE), em parceria com diversos segmentos da sociedade civil, para comemorar a 5° Semana Mundial da Água (SEMA) no Sertão do Pajeú. Os eventos começam nesta segunda (20), e seguem até o dia 24 (sexta-feira) nas cidades de Afogados da Ingazeira, Carnaíba, São José do Egito, Serra Talhada e Triunfo.
 
A SEMA tem como objetivo chamar a atenção da sociedade e do poder público para as consequências da degradação da vegetação da Caatinga, o que provoca escassez de água no Semiárido. A programação, relacionada ao tema da Campanha da Fraternidade 2017 – “Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”, contará com caminhada, missa, seminários, ato em defesa do Rio Pajeú, abraço simbólico ao açude de Triunfo, palestras e audiência pública.
 
A proposta é difundir práticas de conservação e uso consciente da água, além de reivindicar políticas públicas de garantia dos recursos hídricos.
Confira a programação:

20/03 – Carnaíba

8h – Caminhada pelas nascentes na comunidade de Barreiros, organizada pela Diaconia, Grupo Fé e Política e parceiros locais;

11h – Missa na mesma comunidade com os padres Luís Marques (Luizinho), da Ingazeira, e Antônio Orlando, de Afogados da Ingazeira, para refletir sobre o bioma Caatinga e a necessidade de conservar as nascentes da comunidade.

21/03 – Serra Talhada

9h – Seminário A Caatinga Guardiã da Água: “Como garantir a água por mais tempo”, organizado pelo Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor) e parceiros locais – palestrantes: Professor Genival Barros – UFRPE e agricultor (a) experimentador (a). Local: Auditório do Cecor

22/03 – Triunfo

8h – Ato Público

9h30 – Abraço no Açude

14h – Seminário A Caatinga Guardiã da Água: “Reaproveite a água que você usa” -Palestrantes: Professor Daniel Duarte – UFPB/INSA e agricultor (a) experimentador (a) – Realização: Adessu, Centro Sabiá e parceiros locais

22/03 – Serra Talhada

8h – Ato Público em defesa do Rio Pajeú – Concentração no Bairro da Caxixola

13h30 – Palestra no IF Sertão – Campus Serra Talhada

19h – Palestra no Centro Tecnológico – Serra Talhada

23/03 – Afogados da Ingazeira

8h – Seminário A Caatinga Guardiã da Água: “A água que a Caatinga Guarda” – palestrantes: Professor Genival Barros (UFRPE) e agricultor (a) experimentador (a) – Realizado pela Diaconia, Casa da Mulher do Nordeste, Rede de Mulheres Produtoras e Grupo Fé e Política – Local: Centro de Inclusão Digital

24/03 – São José do Egito

8h – Audiência Pública para tratar de conflitos pelo uso da água em reservatórios do município – convidados: APAC, CPRH, Ministério Público Estadual, Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores

 

Em Sertânia, Secretaria realiza recadastramento

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos está convocando os beneficiários do Programa Leite de Todos para recadastramento. Os horários de atendimento são das 8h às 12h e das 14h às 17h, no Centro Social Urbano (CSU). O Programa, realizado pelo Governo do Estado de Pernambuco, busca reduzir as deficiências nutricionais das populações carentes, com prioridade para crianças e gestantes.

MÊS DA MULHER: PREFEITURA DE AFOGADOS PROMOVE SEMINÁRIO “DIREITOS, AÇÃO E CIDADANIA”

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira promove na manhã de hoje (17), um seminário para debater as lutas cotidianas das mulheres contra a violência e por equidade de gênero. 

O seminário é promovido pela Coordenadoria Municipal de Políticas para as Mulheres, em parceria com as Secretarias Municipais de Assistência Social, Educação e Saúde, Rotary Club, Polícia Militar e Conselhos de bairros.

Durante todo o mês a Prefeitura promoveu atividades com as mulheres nos bairros de Afogados. O seminário contará com a representação desse público e é a culminância das atividades que tiveram início em dois de março. O início está previsto para 9h, no Espaço Olga Cajueiro.

Faepe apoia debate sobre reestruturação produtiva no Semiárido

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e multidão

Representantes do setor rural reuniram-se em Petrolina, na terça e quarta-feira (14 e 15), para apresentar alternativas que assegurem a produção durante os longos períodos de estiagem, no Seminário Convivência Produtiva com a Seca: Soluções Tecnológicas e Estratégias de Ação.

No evento, realizado na sede da Embrapa Semiárido, atores do segmento discutiram ações estratégicas apropriadas a situações de seca prolongada, a partir de tecnologias desenvolvidas por instituições de pesquisa, além dos resultados aplicados em campo, que viabilizam uma maior resiliência dos sistemas agropecuários voltados para o Semiárido.

Durante os dois dias de encontro, foram abordados temas como o cenário climático da seca prolongada e seus impactos no Bioma Caatinga, soluções tecnológicas e experiências produtivas na pecuária e gestão e uso da água na produção agropecuária. 

O evento foi uma realização da Embrapa Semiárido, com apoio da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe), Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

A iniciativa é voltada para técnicos, produtores rurais, instituições públicas, sociedade civil e prefeituras, governos e secretarias de agricultura dos estados e municípios que estão localizados no Semiárido.

Assembleia Legislativa concede Medalha de Ouro Joaquim Nabuco à Paixão de Cristo de Nova Jerusalém

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, noite e atividades ao ar livre

A Assembleia Legislativa de Pernambuco concedeu à Sociedade Teatral de Fazenda Nova, que comemora este ano 50 anos da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, a Medalha Joaquim Nabuco, Classe Ouro, que é a mais alta honraria do legislativo do Estado. O projeto de concessão da medalha foi do deputado Diogo Moraes. Além disso, atendendo proposta da deputada Laura Gomes, subscrita pelos deputados Diogo Moraes e Tony Gel, a Casa do Povo também homenageará os organizadores do espetáculo em inédita sessão solene que será realizada na cidade-teatro de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, no próximo dia seis de abril.

O texto da proposta aprovada por unanimidade ressalta a importância do espetáculo para a cultura e a economia da região, além da projeção artística do evento teatral que conta a história do personagem de maior destaque na história da humanidade e que é considerado atualmente uma das principais atrações turísticas do calendário cultural brasileiro. Realizado no maior teatro ao ar livre do mundo, a peça conta a história dos últimos dias de Jesus com a participação de 50 atores e 400 figurantes em nove palcos-plateia, que são réplicas de prédios e lugarejos da Jerusalém de 2 mil anos atrás.

A presença da Assembleia Legislativa em Nova Jerusalém, em rara sessão especial solene, celebra também o pioneirismo de Plínio Pacheco, idealizador e construtor da Nova Jerusalém. O empreendedorismo do patriarca da família Pacheco deu dimensão internacional a peça de teatro amador que era apresentada pelas ruas de Fazenda Nova por iniciativa do político e empresário Epaminondas Mendonça, que, em 1951, reuniu a família e amigos para realizar a encenação na vila como forma de movimentar o comércio e o turismo no local.

Em 1968, o espetáculo passou a ser encenado na cidade-teatro de Nove Jerusalém e hoje está profissionalizado, inclusive com a presença de nomes destacados da TV Globo ocupando os principais papéis e contando com forte divulgação em mídia nacional, além de um crescente investimento em tecnologia de ponta em equipamentos de som e iluminação, além da produção de ricas peças de figurino e efeitos especiais. A proposta da deputada estadual Laura Gomes também faz jus ao trabalho de Robinson Pacheco, filho de Plínio e atual presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova, responsável pela continuação de uma obra artístico-cultural com meio século de presença exitosa no cenário artístico do Ocidente.

Governo Municipal de Sertânia realiza mutirão de limpeza em povoados

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Pernambuquinho e Cruzeiro do Nordeste comemoram dia do padroeiro, São José, neste final de semana

Dois povoados localizados no território de Sertânia, Cruzeiro do Nordeste e Pernambuquinho, comemoram e homenageiam, neste final de semana, o padroeiro São José, cujo dia é no próximo domingo, 19 de março. O Governo Municipal, através da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, realizou nestas comunidades, que recebem as festas, um mutirão de limpeza, também a pintura de ruas e a organização das redes de esgotos e elétrica. Em Cruzeiro do Nordeste, o trabalho envolveu cerca de 20 funcionários, que retiraram quase 30 caçambas de lixo e metralha. Já em Pernambuquinho, a iniciativa se encerra ainda nesta quinta (16), onde estão trabalhando por volta de 14 profissionais.

Aprovado parecer de Armando que doa às polícias 70% das armas apreendidas

A imagem pode conter: 1 pessoa      

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou, nesta quinta-feira (16), parecer do senador Armando Monteiro (PTB) a projeto de lei que determina a doação, às polícias militares e civis, de 70% das armas apreendidas em poder da Justiça. “A iniciativa é conveniente e oportuna para combater a crescente e bem armada criminalidade”, assinala o parecer do senador pernambucano, que segue agora ao exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).
 
O projeto de lei PLS 285/2016, de autoria do senador Wilder Morais (DEM-GO), altera o Estatuto do Desarmamento, de 2003, cuja regulamentação determinava a destruição das armas apreendidas e proibia a doação delas, com a única exceção para museus, assim mesmo somente quando consideradas históricas ou obsoletas. “O projeto é conveniente e oportuno, porque é um desperdício destruir armas apreendidas, se podem ser aproveitadas pelos órgãos de segurança pública, tão carentes de armamento”, enfatiza Armando Monteiro no parecer.
 
Seu relatório ao PLS 285/2016 estabelece que o juiz tem 48 horas para doar ao Exército, e este às PMs e polícias civis, as armas de fogo apreendidas que não mais interessarem à ação penal em que estão envolvidas. As armas têm de passar por laudo pericial que ateste estarem aptas a dispararem com segurança, possuírem numeração original e se encontrarem em condições de serem doadas. O Exército pode ficar com 30% delas e os restantes 70% serão entregues às PMs e polícias civis dos estados onde ocorreu a apreensão.
 
O parecer do senador petebista foi elogiado na sessão da CRE, sob a presidência do senador Fernando Collor (PTC-AL), pelos senadores Hélio José (PMDB-DF), Gleisi Hoffmann(PT-PR), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Cristóvão Buarque (PPS-DF). “A doação torna-se ainda mais necessária diante do poderio dos armamentos do narcotráfico e dos assaltantes de caixas de bancos”, salientou Caiado.

Paulo Câmara destaca políticas públicas de Pernambuco em fórum sobre agricultura familiar

A imagem pode conter: 4 pessoas
Governador defendeu a implementação de ações a médio e a longo prazo que fortaleçam o setor
A promoção de políticas públicas a médio e a longo prazo como vetor para o desenvolvimento da agricultura familiar. Foi com este entendimento que o governador Paulo Câmara abriu a 8ª edição do Fórum dos Gestores Estaduais responsáveis pelo apoio ao setor no Nordeste e em Minas Gerais. Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual lembrou que Pernambuco tem intensificado esforços com a intenção de proporcionar cada vez mais ações que garantam melhores condições de sustentabilidade às famílias, gerando emprego e renda. "Não adianta só crescer economicamente, se o social não crescer junto", frisou.
 
Paulo Câmara destacou a importância do fórum, que tem como objetivo a promoção do intercâmbio de políticas entre os Estados que compõem o semiárido brasileiro. O governador ressaltou que a possibilidade de assegurar que esse perfil de agricultor viva da sua produção, a partir do seu trabalho, na sua terra, e dando uma qualidade de vida decente aos seus filhos e sua família é algo imprescindível para a administração estadual.
 
"Temos uma política de convivência com o semiárido que envolva as ações de poços, de cisternas, e de sistemas simplificados para que a água chegue para que a população avance. Para que o agricultor familiar possa produzir na sua terra. E esse alimento produzido possa ser vendido, e isso gere renda e condições de ele próprio reinvestir na sua terra e de sustentar a sua família", afirmou.
 
O governador lembrou que o Governo de Pernambuco tem feito parcerias junto aos municípios e  associações cooperativas visando implantar cisternas, fazer poços e sistemas simplificados. Esse tipo de ação se soma a um conjunto de outras iniciativas que permitem a condição de famílias que têm como fonte de renda a agricultura familiar garantam o seu sustento de forma tranquila.
 
"No âmbito da agricultura familiar, todos nós sabemos que os desafios são enormes, são seculares. Estamos no presente enfrentando a maior seca da história: são seis anos que não chove aqui no Nordeste.  E a falta de chuva, aliada a uma crise econômica sem precedentes, afeta a vida de todos os brasileiros. Mas precisamos ter um olhar especial para aqueles que moram nas áreas mais pobres e que muitas vezes necessitam de apoio governamental para avançar", defendeu Paulo.
 
Do total de agricultores familiares do País, 50% atua no Nordeste – contabilizando 2 milhões de estabelecimentos atuando na área. Em Pernambuco, 275.000 pessoas garantem o seu sustento dessa forma. O Estado é referência no âmbito da regularização fundiária, onde já conta com mais de 10.000 títulos de acesso à terra gratuitos e registrados em cartório. "O fórum é crucial para discutir ações estratégicas do Nordeste brasileiro, incluindo também o Estado de Minas Gerais.
 
Os Estados, juntos, podem construir avanços na agricultura familiar do País, melhorando a qualidade de vida dos trabalhadores e suas famílias", registrou o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

FÓRUM – Criado em março de 2015, o  Fórum dos Gestores Estaduais responsáveis pelas políticas de Apoio à Agricultura Familiar no Nordeste e em Minas Gerais – realizado pela primeira vez em Pernambuco – reúne secretários de Estado e representantes de instituições públicas nacionais e internacionais ligadas ao campo e da sociedade civil organizada. A programação da edição pernambucana do evento se estende até amanhã.