Ministério Público e Prefeitura iniciam notificações para desocupação de calçadas em Tabira

O Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE) vai trabalhar em conjunto com a Prefeitura de Tabira, através da Secretaria de Administração, na ação de fiscalização e desocupação de áreas públicas do município, principalmente no que se refere às calçadas.
Os Agentes da Fiscalização de Posturas da Prefeitura estiveram notificando os comerciantes das Ruas Desembargador João Paes, Amâncio de Siqueira e Praça José Pires Sobrinho. Nos próximos dias, toda área central será notificada, chegando até os bairros.

A iniciativa tem por meta restabelecer a circulação segura de pedestres ao combater a ocupação irregular de calçadas, ruas e praças. A ação vem reforçar o Plano Diretor – Lei Municipal 382/2007 e os Decretos nº 002/2006 e 041/2009, além de pedidos da Associação de Deficientes de Tabira (ADET).

A população está sendo informada sobre a proibição da colocação de cavaletes para criar estacionamento privado, instalação de propagandas e comercialização do mercadorias, além da circulação de veículos nas calçadas.

Quem insistir em colocar mesas, cadeiras, placas de propaganda, cavaletes, entre outros obstáculos nas calçadas, ruas e praças será multado e terá o material apreendido pela fiscalização.

Paulo Câmara: “A história da Polícia Militar de Pernambuco é em favor do povo e da paz do nosso Estado”

Solenidade em comemoração aos 194 anos da PMPE destaca  avanços e homenageia autoridadesque contribuíram para fortalecer o trabalho da corporação

A Polícia Militar de Pernambuco comemora 194 anos nesta terça-feira (11.06). Para registrar a data e ressaltar os bons serviços prestados à população, o governador Paulo Câmara comandou uma solenidade no Centro de Convenções, em Olinda. Após a exibição de um vídeo institucional sobre o dia a dia do trabalho dos profissionais da corporação, o chefe do Executivo destacou os avanços que a PMPE vem acumulando nos últimos anos. Uma ação que contribuiu de maneira decisiva para os 21 meses consecutivos de redução nos números de roubos e 18 meses seguidos de queda nos índices de homicídios em Pernambuco, contabilizados até abril deste ano.

“Tenho a satisfação de comemorar esta data, agradecer à corporação e reconhecer os bons serviços prestados. Nem toda instituição consegue completar 194 anos. A história da Polícia Militar de Pernambuco é em favor do povo e da paz do nosso Estado. Sabemos que podemos contar com o trabalho da PM e vamos seguir trabalhando por mais segurança, para que nenhum mal chegue à população. Minhas palavras são de agradecimento, reconhecimento e, claro, de confiança de que a PM continuará a trabalhar por um Pernambuco mais seguro”, afirmou Paulo Câmara, frisando que ainda este ano o Governo do Estado formará mais 60 oficiais da PM e, em julho, será iniciado um curso de formação para mais 500 policiais.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, destacou os avanços da corporação ao longo de quase 200 anos. Entre as melhorias está o fato de, pela primeira vez, o interior do Estado contar com batalhões de unidades especializadas da PMPE, como o 1º BIEsp em Caruaru e o 2º BIEsp em Petrolina. Além disso, foi expandido o policiamento, com o 26º Batalhão em Itapissuma e mais três companhias independentes instaladas na Zona da Mata, no Agreste e Sertão, respectivamente em Tamandaré, Lajedo e Araripina.

“É com imensa satisfação que exaltamos a quase bicentenária Polícia Militar de Pernambuco, que tem merecido atenção prioritária nas políticas integradas de segurança pública. Diante do trabalho incansável que todas as unidades da corporação realizam, é imprescindível sublinhar que a PMPE dignifica nosso Estado e é um orgulho para os pernambucanos”, pontuou o secretário. Durante a celebração, foi entregue a Medalha Pernambucana do Mérito Policial Militar, principal comenda da corporação, a 204 autoridades civis e militares que atuaram para fortalecer o trabalho da instituição.

Participaram da solenidade o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco (TRT-PE), Valdir Carvalho; os deputados estaduais Fabrizio Ferraz, Joel da Harpa e Cleiton Collins; o secretário de Saúde, André Longo; o chefe da Casa Militar, Carlos José; o comandante da PMPE, Vanildo Maranhão; o chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle; e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, Manoel Cunha.

Fotos: Heudes Regis/SEI

Agora é Lei! Teste do Bracinho se torna obrigatório em crianças a partir de 3 anos

Após passar pelas Comissões Permanentes, o Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco promulga Lei idealizada pelo Deputado Clodoaldo Magalhães.

Já aprovada anteriormente pelas Comissões Permanentes (Constituição, Legislação e Justiça, Administração Pública e Saúde e Assistência Social) e pelo plenário da Alepe, o Projeto de Lei Ordinária nº 103/2019, idealizado pelo Deputado Clodoaldo Magalhães (PSB), se tornou a Lei nº 16.586.

A Lei torna obrigatória a realização do teste do bracinho em Pernambuco. A proposta prevê que as crianças, a partir de três anos, atendidas nos hospitais, clínicas e demais unidades de saúde do estado, terão a pressão arterial aferida durante as consultas pediátricas. Além de identificar alterações na pressão arterial, o teste tem como objetivo o rastreio, diagnóstico e a prevenção de doenças cardíacas e renais.

“O Teste do Bracinho é uma medida muito simples e faz com que você descubra as crianças que começam a ter aumento da pressão sanguínea ainda muito novas. Com essa medida, você economiza muitos recursos públicos de saúde, evitando que essa pressão aumentada continue destruindo a saúde do cidadão, o que no futuro trará prejuízos enormes com os tratamentos das complicações para o paciente. Estamos muito felizes com essa conquista”, afirmou o parlamentar.

Foto: Rodolfo Barbosa

IRRIGAÇÃO COM QUALIDADE: EXPLICA ENGENHEIRO DO INSA

 

foto: Heitor Sabino, Ecolume

Segundo Mateus Mayer, um dos engenheiros do Insa e responsável pelo sistema hídrico de tratamento comunitário para reuso agrícola a ser instalado no Serta, antecipa que ele terá capacidade de tratar até 5 mil litros da água do escoto da escola por dia, deixando-a qualificada para fins de irrigação nas proximidades.

“A tecnologia usada é um sistema combinado de tranque céptico, reator Uasb e de lagoas de polímeros. Com ele, preservamos os nutrientes da água para as plantas e eliminamos os patógenos e uma grande quantidade de matérias orgânicas que as prejudicariam”, explica.

Lançado nesta terça-feira, maior programa de alfabetização da história de Pernambuco beneficiará mais de 330 mil crianças

Lançado nesta terça-feira, maior programa de alfabetização da história de Pernambuco beneficiará mais de 330 mil crianças

Assegurar a todas as crianças do Estado o direito à alfabetização na idade correta. Esse é o objetivo fundamental do Programa Criança Alfabetizada, o maior projeto de educação básica já executado na história de Pernambuco. O governador Paulo Câmara comandou a solenidade de lançamento do programa nesta terça-feira (11.06), no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções.

Serão investidos cerca de R$ 50 milhões na iniciativa, que visa um trabalho em conjunto com os 184 municípios pernambucanos, para garantir que todas as crianças inscritas na rede pública de ensino aprendam a ler e escrever no tempo certo, ou seja, até os sete anos de idade. O programa conta com a parceria do Instituto Natura, Fundação Lemann e Associação Bem Comum.

“A Educação é, e continuará sendo, cada vez mais, uma prioridade do nosso governo. A gente tem um sonho, um sonho importante, necessário e fundamental para Pernambuco: que nossas crianças se alfabetizem na idade certa e tenham condições de se transformar, de cursar universidades, arrumar bons empregos e ganhar o mundo. Tudo isso foi bem ponderado. Não basta pensar só a curto prazo. A gente tem que pensar a curto, médio e longo prazo para melhorar o Estado, e isso se faz com educação”, afirmou o governador, lembrando que Pernambuco já é referência nacional em ensino médio.

O Criança Alfabetizada conta com seis eixos estratégicos e, através deles, gestores escolares, coordenadores pedagógicos e professores que atuam na pré-escola e alfabetização receberão uma formação continuada. Ao todo serão mais de 23 mil servidores contemplados. O programa prevê, ainda, bolsas para coordenadores e formadores municipais, que atuarão na pré-escola e nos 1° e 2° anos; distribuição de material complementar e de apoio pedagógico; e Prêmio Escola Destaque para as unidades de ensino com bons desempenhos e apoio técnico e financeiro para as escolas com menores resultados, concedendo mais de R$ 6 milhões em recursos.

Haverá ainda mudanças na arrecadação do ICMS para todos os municípios. Serão mais de R$ 540 milhões distribuídos com base em resultados educacionais. “A decisão foi concentrar a maior parte desses indicadores em educação, porque a educação é o que mais estrutura e impacta em todas as áreas. Melhorando a educação, reduzimos a violência, melhoramos a saúde e também a consciência ambiental”, explicou o Secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.

Denis Minze, CEO da Fundação Lemann, ratificou a importância da iniciativa na garantia dos direitos das crianças. “Para a realização desse projeto, não importa a cor partidária ou a visão ideológica. O que importa é que, se tem uma criança dentro de uma sala de aula em qualquer cidade deste Estado, ela tem o direito de ser alfabetizada na idade certa. Esse direito não pode ser negado, e o programa dá condições para que isso vire realidade”.

Estiveram presentes ao evento Veveu Arruda, diretor da Associação Bem Comum; David Saad, Diretor Presidente do Instituto Natura; Natanael José Silva, presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação; e José Patriota, presidente da Associação Municipalista de Pernambuco e prefeito do município de Afogados da Ingazeira.

Pedido de liberdade do ex-presidente Lula pode ser julgado nesta terça-feira

Por Diario de Pernambuco
O pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi incluído na pauta de julgamentos desta terça-feira, na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Desde abril, o processo estava em julgamento no plenário virtual.
A defesa de Lula contesta no recurso a decisão do ministro Felix Fischer, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), rejeitou um pedido de absolvição do ex-presidente no ano passado.

Os advogados defendem que o ministro não deveria ter julgado o processo do Tríplex Guarujá sozinho, mas sim ter encaminhado a discussão para o núcleo que conduz a Lava-Jato no Supremo Tribunal de Justiça.

Segundo informações de ‘O Globo’, o julgamento que vai nesta terça-feira não fala sobre as mensagens atribuídas a Dallagnol e a Sergio Moro, onde os dois julgam como ‘invasão ilegal de suas comunicações’.

Petrolina recebe nesta quarta-feira o 35º Festival de Violeiros na Concha Acústica

Repentistas e cantadores de viola consagrados nacionalmente, a exemplo de Ivanildo Vila Nova, Valdir Teles e Zé Viola, vão se reunir nesta quarta-feira (12) no Sertão de Pernambuco. O 35º Festival de Violeiros de Petrolina que começa às 19h na Concha Acústica, gratuitamente, promete movimentar o público com o talento do improviso, a literatura de cordel e o dedilhar da viola.

Tradicional evento que já faz parte do calendário junino do município, o festival traz também nesta edição nomes como Moacir Laurentino, Raulino Silva, Rogério Menezes, Francinaldo Oliveira, Máximo Bezerra, Antonio José, Bê Caboclo, Dimas Fernandes, Rinaldo Aleixo, Paulo Maia, Damião Enésio e Cícero de Souza. Realizada pela Associação dos Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco em parceria com a Prefeitura de Petrolina, Bonusclube, Rádio Grande Rio AM e comércio local, a competição vai premiar as melhores duplas com troféus e valores em dinheiro.

Segundo o coordenador do evento e poeta, Natanael Cordeiro, uma comissão julgadora formada pelos poetas Romeu Honório, Pereira e Antonio Severo se encarregará de avaliar a métrica, rima e oração da arte repentista dos cantadores. A programação, apresentada por Isnaldo Nogueira e Teones Batista, será transmitida pela Rádio Sertão Online.

O Festival de Violeiros de Petrolina nasceu em 1981 como parte das comemorações do aniversário da Rádio Emissora Rural a Voz do São Francisco. Na época, o jornalista Juarez Farias elaborou a programação juntamente com o poeta Zé Moura, o radialista Vinícius de Santana, o padre Gonçalo e o empresário Joaquim Florêncio. Em 1990, com a morte de Juarez Farias, o festival deixou de ser realizado por 4 anos. Foi retomado em 1995 pelos radialistas Zé Cachoeira (já falecido) e Teones Batista. Com a criação da Associação dos Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco, em 2006, o Festival passou então a ser coordenado por Natanael Cordeiro.

Unicef e Amupe juntas na proteção da criança e adolescente

O Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF e a Associação Municipalista de Pernambuco – AMUPE promovem o 1º Encontro de Gestores e Gestoras Municipais do Semiárido Pernambucano, com a finalidade de fortalecer as estratégias de proteção integral a crianças e adolescentes dos 123 municípios de Pernambuco que aderiram ao Selo UNICEF Edição 2017-2020. O evento será no dia 13/06 de 9hh30 às 11h30, no Radisson Hotel (Av. Boa Viagem, 1906-Recife).

O presidente da Amupe, José Patriota, solicita a participação dos Prefeitos e Prefeitas, além de Articuladores Municipais do Selo UNICEF, conforme designados no termo de adesão de cada município. Até o dia 11/06 os participantes deverão confirmar presença, através de preenchimento do formulário disponível no link a seguir:https://bit.ly/314S0T7

Prefeitura distribui equipamentos de proteção aos catadores de recicláveis no Dia Mundial do Meio Ambiente

A Prefeitura de Serra Talhada, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, comemorou na última quarta-feira (05.06), o Dia Mundial do Meio Ambiente e o Dia Nacional da Reciclagem, dentro da programação do Junho Verde 2019.

A atividade comemorativa aconteceu na sede da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Serra Talhada – COOPECAMAREST, onde foi realizada palestra sobre a importância da reciclagem para a preservação ambiental e Caravana da Cidadania promovida pelas secretarias de Saúde e Esportes e Lazer, com atendimento médico, aferição de pressão arterial, testes rápidos e aulão de educação física.

Na oportunidade, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente realizou a entrega de vários uniformes e Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), aos coletores de materiais recicláveis do município integrantes da COOPECAMAREST.

A programação do Junho Verde teve início no dia 03 de junho, com arborização urbana e plantio de mudas nativas do Programa Adote uma Árvore na APAE. As atividades terão sequência durante todo o mês de junho, com palestras Mude de Atitude, oficinas, cadastramento do IPTU Verde, Circuito Tela Verde, intercâmbios escolares na Sala Verde Serra Talhada Sustentável, trilha ecológica, curso de poda em árvores, instalação de viveiro comunitário, instalação de placas educativas, encontro de ambientalistas e audiência pública sobre o Plano Municipal de Arborização Urbana de Serra Talhada.

Confira a programação completa do Junho Verde no link:

Pernambuco pode elevar viabilidade bioeconômica do umbu com uso de água de esgoto

 

Foto: Felipe  Lavorato/INSA

Tecnologia criada inicialmente para o saneamento básico pode superar gargalos hídricos do Sertão para a criação de novos arranjos produtivos bioeconômicos através da planta e seu reflorestamento dentro do estado

De hoje (10) até quarta-feira (12), engenheiros do Instituto Nacional do Semiárido (Insa) visitam Pernambuco para participarem de atividades pedagógicas e práticas no Sertão do Moxotó, região do bioma Caatinga. Os especialistas promoverão uma oficina sobre tratamento comunitário de água de esgoto para o reuso agrícola. Na sequência, a partir da água usada na cozinha de uma escola em Ibimirim, será implantado no local o sistema de tratamento dessa água para ser usada na irrigação do cultivo de umbu a fim de potencializar a criação de novas cadeias produtivas bioeconômicas através do reflorestamento de plantas nativas no estado.

Propriedades nutricionais, alimentares e farmacológicas do umbuzeiro, comprovadas pelo departamento de Bioquímica da UFPE, têm trazido a possibilidade da criação de arranjos produtivos a partir dos agricultores familiares. Com o umbu, após beneficiado, pode-se fazer até cerveja. E, nesta perspectiva, centenas de mudas de umbu foram distribuídas pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) no Moxotó há poucos dias. 600 já foram plantadas na Serra do Giz, em Afogados da Ingazeira, na última semana. Além dessas mudas, o IPA já semeou mais 1,8 mil para novas doações em outros cidades e já há outras 2 mil sendo semeadas.

A iniciativa é da Rede Nacional de Pesquisadores (Ecolume), financiada pelo CNPq e liderada pela coordenadora do Laboratório de Mudança do Clima do IPA, Francis Lacerda. O Ecolume atua em busca da segurança alimentar, energética e hídrica como forma de enfrentamento aos efeitos da alteração climática no bioma Caatinga. O Insa é uma das instituições parceiras, assim como a UFPE e a escola Serta em Ibimirim. O Insa tem atuado na questão hídrica no semiárido. “É um prazer ser parceiro desta rede que busca sustentabilidade socioambiental da região, sobretudo no âmbito da agricultura familiar”, diz Salomão Medeiros, diretor-geral do Insa.

Mateus Mayer, um dos engenheiros do Insa e responsável pelo sistema hídrico de tratamento comunitário para reuso agrícola a ser instalado no Serta, antecipa que ele terá capacidade de tratar até 5 mil litros da água do escoto da escola por dia, deixando-a qualificada para fins de irrigação nas proximidades. “A tecnologia usada é um sistema combinado de tranque céptico, reator Uasb e de lagoas de polímeros. Com ele, preservamos os nutrientes da água para as plantas e eliminamos os patógenos e uma grande quantidade de matérias orgânicas que as prejudicariam”, explica.

“Ao invés de desperdiçar a água usada na cozinha e refeitório da nossa escola de Agroecologia, será transformada com a tecnologia e reusada em nossos canteiros pedagógicos pela irrigação por gotejamento. Assim potencializa o cultivo de umbu e de outras plantas nativas da Caatinga”, diz o coordenador do Serta, Sebastião Alves. A iniciativa evidencia todo o ciclo virtuoso do uso da água e a relevância de um modelo pertinente para o saneamento básico rural adaptado com as condições semiáridas.

Através dessa tecnologia do Insa, a água, que é um bem hídrico valioso para as populações sertanejas, pode-se potencializar o plantio do umbu e outras espécies nativas com potencialidades bioeconômicas na região.

“O recaatingamento do Bioma poderá contribuir na distribuição de renda para pequenos agricultores através da preservação e beneficiamento da planta em forma de diversos produtos, como alimentos e bebidas”, conta Francis. Ademais, diz a pesquisadora, ao recuperar a cobertura vegetal da Caatinga, ocorre outro processo virtuoso, o hidrológico, ocorrendo através da manutenção da umidade do solo e a sua evapotranspiração pelas plantas para atmosfera, contribuindo no microclima da localidade. A pesquisadora lembra também que as plantas usam gás carbônico para realizar a fotossíntese, contribuindo assim na absorção do CO² do ar e ajudando na redução do efeito estufa do planeta, diminuindo o aquecimento global.