Campus do IFPE em Afogados da Ingazeira promove a Semana de Eletroeletrônica de 10 a 14 de agosto

O campus do IFPE em Afogados da Ingazeira por meio da coordenação de Curso de Eletroeletrônica e da Direção de Ensino, abriu as inscrições para a Semana de Eletroeletrônica, que acontecerá entre os dias 10 e 14 de agosto.

O evento será exclusivamente virtual e aberto à comunidade interna e externa do IFPE. Os interessados poderão conferir a programação e fazer suas inscrições até o início do evento pelo site: bit.ly/secai2020.

Com o tema “Desafios, Oportunidades e Atuação Profissional”, a semana tem por objetivo contribuir com a formação dos estudantes, facilitar a assimilação de conteúdos adquiridos em sala de aula e dialogar com a realidade do mercado de trabalho.

O link para acesso às salas será enviado para o e-mail informado no momento da inscrição. Os participantes terão direito a certificado, a serem enviados 15 dias após o evento.

Para ter acesso às palestras, a comissão organizadora informa que o participante deverá realizar a inscrição geral no evento e em cada palestra que tenha interesse de participar. Importante também que no momento de acessar a sala, o participante esteja logado com o e-mail o qual informou no ato da inscrição.

A atividade contará com tradução em libras, devendo o participante que necessitar de acessibilidade, informar a respeito no momento da inscrição.

COVID-19: 202 CASOS CONFIRMADOS EM AFOGADOS

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste sábado (01), tivemos o registro de 02 novos casos de covid-19.

São duas pacientes do sexo feminino (21 e 54 anos), sendo uma estudante e a outra, profissional de saúde.

Hoje tivemos um novo caso em investigação: trata-se de um homem de 28 anos.

Tivemos 02 casos descartados após os pacientes apresentarem resultado negativo para covid-19.

Semana Epidemiológica:

Comparando as 04 últimas semanas epidemiológicas, onde tivemos 37, 24, 21 e 24 casos, respectivamente, notamos um acréscimo de 3 casos nessa última semana. A tendência é estabilização. Vamos continuar acompanhando e trabalhando para diminuição dos casos. Atualmente, em Afogados da Ingazeira, temos 29 casos ativos da covid-19.

Pernambuco confirma 1.741 novos casos e o registro oficial de mais 40 óbitos pela Covid-19

Por: Diario de Pernambuco
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste sábado (1), 1.741 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, apenas 136 (8%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Todos os outros 1.605 casos (92%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que já estavam curados, ou na fase final da doença. Agora, Pernambuco totaliza 96.746 casos já confirmados, sendo 23.670 graves e 73.076 leves.
Além disso, a SES-PE também confirmou 40 óbitos, ocorridos desde o dia 16 de abril. Do total de mortes do informe deste sábado, 23 (57,5%) ocorreram nos últimos três dias, sendo 9 mortes registradas na última sexta-feira, 10 mortes no dia 30 de julho e 4 no dia 29 do mês passado. Os outros 17 óbitos (42,5%) ocorrem entre os dias 16 de abril e 28 de julho. Com isso, o Estado totaliza 6.597 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Fiocruz e AstraZeneca firmam parceria para vacina contra Covid-19

Por: Agência Brasil

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Ministério da Saúde, e a farmacêutica britânica AstraZeneca assinaram ontem (31) um termo que dará base para o acordo de transferência de tecnologia entre os laboratórios e a produção de 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19, caso seja comprovada a sua eficácia e segurança. O medicamento está sendo desenvolvido pela empresa do Reino Unidos em conjunto com a Universidade de Oxford e já está em fase de testes clínicos no Brasil e em outros países.
O acordo entre Fiocruz e AstraZeneca é resultado da cooperação entre os governos brasileiro e britânico, anunciado em 27 de junho pelo Ministério da Saúde. A assinatura do acordo de encomenda tecnológica está prevista para a segunda semana de agosto e deve garantir o acesso a 30 milhões de doses da vacina entre dezembro e janeiro de 2021 e 70 milhões ao longo dos dois primeiros trimestres do próximo ano.
Em nota, o Ministério da Saúde informou que prevê um repasse de R$ 522,1 milhões na estrutura de Bio-Manguinhos, unidade da Fiocruz produtora de imunobiológicos, para ampliar a capacidade nacional de produção de vacinas. Outros R$ 1,3 bilhão são despesas referentes a pagamentos previstos no contrato de encomenda tecnológica. Os valores contemplam a finalização da vacina.
O memorando de entendimento assinado nesta sexta-feira (31) define os parâmetros econômicos e tecnológicos para a produção da vacina da covid-19 e, de acordo com o ministério, garante a incorporação da tecnologia em Bio-Manguinhos para que o Brasil tenha condições de produzir a vacina de forma independente.
A Fiocruz recebeu informações técnicas fornecidas pela AstraZeneca necessárias para a definição dos principais equipamentos para o início da produção industrial. A instituição brasileira também colocará à disposição sua capacidade técnica para a aceleração do escalonamento industrial da vacina junto a outros parceiros.
De acordo com o Ministério da Saúde, ao mesmo tempo a Fiocruz constituiu um comitê de acompanhamento técnico-científico das iniciativas associadas às vacinas para a covid-19, com a participação de especialistas da Fiocruz e de instituições como as universidades de São Paulo (USP) e as federais do Rio de Janeiro (UFRJ) e de Goiás (UFG).
A vacina produzida por Bio-Manguinhos será distribuída pelo Programa Nacional de Imunização, que atende o Sistema Único de Saúde (SUS). O acordo com a AstraZeneca permitirá, além da incorporação tecnológica desta vacina, o domínio de uma plataforma para desenvolvimento de vacinas para prevenção de outras enfermidades, como a malária.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PSB aciona Justiça contra divulgação de fake news

Carlos Siqueira é reeleito presidente nacional do PSB | Jornal do ...

Diante da grande disseminação de notícias falsas ocorrida nas últimas semanas em Pernambuco, o PSB e algumas de suas lideranças políticas começaram entrar com ações para que seus autores se expliquem na Justiça. Na lista de pessoas acionadas por divulgar as fake news, maculando a honra e a imagem do partido e de seus filiados, estão deputados, pré-candidatos, um blogueiro e uma blogueira.

Apenas nesta sexta (31), foram quatro ações protocoladas. No entanto, a Justiça deve ser acionada novamente nos próximos dias para que outros responsáveis pelas fake news também respondam pelos seus atos. Em todos os casos, trata-se de notícias e postagens falsas, sem qualquer embasamento na realidade.

O advogado responsável pelas ações, Rodrigo Pellegrino, destaca que as ações têm como objetivo combater a promoção de notícias falsas, popularmente chamadas de fake news, disseminadas contra o PSB e lideranças. “Se critique, questione, argumente, mas imputar uma conduta criminosa e não verdadeira gera consequências para o político ou blogueiro que comete a falsidade. O que se busca com essas ações é o equilíbrio do direito da informação.”, explicou.

O PSB, em toda sua história política, sempre esteve ao lado da democracia, da liberdade de expressão, de imprensa e demais liberdades individuais. Fato é que estas liberdades, consagradas na Constituição Cidadã de 1988, não autorizam que pessoas abusem desses direitos, divulgando deliberadamente mentiras e informações falsas, com o objetivo de ferir imagens, manchar reputações e obter ganho político-eleitoral.

Esse tipo de expediente está alinhando com o que existe de mais retrógrado e baixo na política brasileira e infelizmente tem ocorrido em Pernambuco. Ele não condiz com o que acredita, defende e pratica o PSB em qualquer esfera de atuação e está sob a mira do Congresso Nacional na CPMI das fake news e de um inquérito conduzido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Governo publica novas regras para o Minha Casa, Minha Vida

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Por: Agência Brasil

O governo federal publicou nesta sexta-feira (31) no Diário Oficial da União novas regras para o programa Minha Casa, Minha Vida. As normas tratam das condições de acesso ao programa, dos procedimentos de acesso, da seleção dos participantes e das prerrogativas dos órgãos públicos envolvidos na iniciativa.

As novas regras disciplinam a destinação de 2 mil unidades habitacionais já contratadas. No total, o programa Minha Casa, Minha Vida tem 285,66 mil unidades habitacionais. A principal mudança é a definição de critérios pela União e condicionamento de acesso à presença no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.
Antes, os requisitos eram definidos pelos municípios. As prefeituras poderão manter seus próprios sistemas, desde que comprovem que esses possam ser auditáveis.
Para acessar o programa, os candidatos devem cumprir requisitos específicos de renda, como renda familiar mensal de R$ 1.800. Não são considerados para o cálculo benefícios como o de prestação continuada (BPC), Bolsa Família, auxílio-doença, auxílio-acidente e seguro-desemprego. Os candidatos não podem ser proprietários ou ter financiamento de imóvel.
Também ficam proibidas de pleitear o programa as pessoas que receberam outros subsídios ou auxílios habitacionais da União, do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), Fundo de Desenvolvimento Social (FDS) e descontos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
A portaria acaba com o Sistema Nacional de Cadastro Habitacional e fixa os critérios de acesso e seleção dos participantes para a modalidade do Minha Casa, Minha Vida financiado com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).
Critérios
Para se colocar como candidato ao programa, o cidadão precisa atender a um desses critérios: 1) viver em casa que não tenha parede de alvenaria ou madeira aparelhada, 2) morar em local sem finalidade residencial, 3) estar em uma situação de “coabitação involuntária”, 4) dividir o domicílio com mais de três pessoas por dormitório, 5) comprometer mais de 30% da renda familiar com aluguel, ou 6) estar em situação de rua.
Em etapa posterior de análise, as pessoas devem atender a, no mínimo, cinco critérios entre os já mencionados e outros como: mulher como responsável familiar, beneficiário do Bolsa Família ou do Benefício de Prestação Continuada, família com pessoa com deficiência, ter dependente de até 6 anos ou de 6 a 12 anos, ter idoso na família, possuir negro na composição familiar ou fazer parte de grupos populacionais específicos.
As pessoas em situação de rua farão parte de um grupo específico, não precisando atender a esses cinco critérios. Idosos e pessoas com deficiência devem ter reserva de pelo menos 3% das residências, ou índices maiores se houver normas estaduais ou municipais neste sentido.
Na seleção, pelo menos até três critérios poderão ter “peso dobrado”. Essa valoração deverá ser feita antes da seleção pelo conselho local de habitação ou órgão semelhante.
O governo em questão poderá indicar diretamente pessoas desde que se enquadrem nas faixas de renda e estejam em áreas de risco alto ou muito alto. Esses participantes podem ocupar até 20% das unidades residenciais.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Petrolina: Nova Unidade de Saúde do N-6 amplia atendimento à população dos perímetros irrigados

O prefeito Miguel Coelho inaugurou, nesta sexta (31), um novo posto de saúde para a comunidade do N-6. O equipamento levará serviços médico e odontológico para a localidade, núcleos vizinhos e foi construída a partir de investimento de R$ 864 mil. O posto de saúde já começa a funcionar na próxima segunda (03), beneficiando cerca de 4 mil moradores.

A Unidade Básica de Saúde do N-6 conta com vários ambientes para consultório de enfermagem, médico e odontológico; sala de vacinação; farmácia; observação e inalação coletiva; estrutura de procedimentos; sala de curativos; banheiros masculino e feminino adaptados para atender pessoas com deficiência; além de sala de reunião. Para receber a população, uma equipe completa de saúde da família atuará no novo posto.

Na agenda pela região irrigada, o prefeito Miguel Coelho, acompanhado pelo senador Fernando Bezerra e o deputado Antonio Coelho, ainda visitou obras. O gestor vistoriou a pavimentação de diversas ruas no C-2, N-4 e N-5. As obras fazem parte de um pacote de asfaltamento de 178 vias para melhorar a infraestrutura da região irrigada de Petrolina.

(Fotos: Jonas Santos)

Lei Geral de Proteção de Dados deve ser pauta entre prefeitos, diz presidente da Amupe

Webinar discutiu a implementação de sistemas de segurança de dados nas prefeituras (Foto: Divulgação / Sebrae / Amupe)

Na última quinta-feira (30), o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB) participou de um webinar promovido pelo Sebrae que discutiu a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no serviço público. Na ocasião, Patriota destacou que é o assunto é um desafio para os municípios e frisou a importância do tema figurar na pauta dos prefeitos.
O webinar também contou com a presença do advogado e especialista em direito empresarial, Marcos Pontes. O especialista deu destaque à importância do consentimento do titular para o uso de seus dados e o que os municípios precisarão se adequar. “O titular deve estar sempre ciente de como o poder público ou empresa vai usar seus dados. E os municípios terão que designar um encarregado, com aptidões técnicas, para conduzir e controlar a questão na administração pública municipal”, explicou o advogado.
Patriota se comprometeu em colocar em pauta o assunto com os prefeitos pernambucanos e comentou o desafio dos municípios, principalmente das cidades pequenas, sobre a montagem de uma estrutura tecnológica que atenda às condições da Lei. “É urgente o debate desta importante legislação. Temos que voltar a discutir, pois é uma questão que impacta diariamente o funcionamento da gestão municipal e a vida das pessoas”, enfatizou..
“Ao mesmo tempo é mais um desafio. As prefeituras possuem dados importantes dos cidadãos. A pasta da saúde, da assistência social, educação, possuem muitas dados pessoais que, com a LGPD, devem ser integrados, a fim de criar um único banco de informações. Minha preocupação é com as cidades de pequeno porte, carentes de recursos, que terão que se adequar a questão. No entanto, a Amupe se compromete em discutir e buscar as melhores soluções para o cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados”, concluiu. O webinar completo está disponível no Youtube do Sebrae, no link https://bit.ly/2D3mzS2.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

AFOGADOS CHEGA A 200 CASOS DE COVID-19

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta sexta (31), 03 pacientes apresentaram resultado positivo para covid-19.

Trata-se de duas pacientes do sexo feminino (25 e 53 anos) e um paciente do sexo masculino (31 anos). Entre as mulheres uma é do lar e a outra é profissional da Saúde. Já o homem é motorista.

Entram em investigação os casos de 05 mulheres com idades entre 19 e 34 anos, e 08 homens, com idades entre 08 e 58 anos.

Nesta sexta também tivemos 40 casos descartados cujos pacientes apresentaram resultado negativo para covid-19 em nosso município.

Hoje 02 pacientes apresentaram cura após avaliação clínica e epidemiológica. Já são 166 pacientes recuperados (83%). Atulamente, 27 casos estão ativos para covid-19 em Afogados da Ingazeira.

Atingimos hoje, em Afogados, a marca de 1.680 pessoas testadas para covid-19.

VEJA AQUI O BOLETIM POR LOCALIDADE

Serra Talhada passa dos 2 mil casos confirmados de Covid-19 e 26 óbitos

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados 59 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 2.022 casos confirmados.

O município confirmou mais 01 óbito. A paciente tinha 84 anos, moradora do Sítio Bom Sucesso, faleceu no último dia 29/07 no Hospital de Campanha e teve o resultado confirmado para Covid-19 nesta sexta-feira (31/07).

O número de casos suspeitos subiu para 53 e o de casos descartados subiu para 6.791. Quanto à evolução dos casos confirmados, o município tem 1.651 pacientes recuperados, 333 em tratamento domiciliar, 12 em leitos de internamento e 26 óbitos.

Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 81 estão recuperados e 10 em isolamento.

O boletim diário, portanto, fica com 2.022 casos confirmados, 53 casos suspeitos, 1.651 recuperados, 6.791 descartados e 26 óbitos.