Tem campanha de multivacinação em Afogados neste sábado (16)

Todas as Unidades Básicas de Saúde estarão abertas neste sábado (16) para a campanha de multivacinação em Afogados da Ingazeira. O horário de funcionamento é das 8h às 13h, e não precisa de agendamento.

Serão ofertados todas os tipos de vacinas, uma excelente oportunidade para pais, mães ou responsáveis, atualizarem as carteirinhas de vacinação dos seus filhos.

O público-alvo é o de crianças e adolescentes, na faixa etária de zero a quinze anos incompletos. A Prefeitura reforça que todas as vacinas estarão disponíveis nas UBS’s, menos a da COVID, cuja vacinação continua acontecendo na quadra da Escola Monsenhor Antônio de Pádua Santos.

“Precisamos recuperar o tempo perdido pelas restrições da pandemia, e atualizar os esquemas vacinais de nossas crianças e adolescentes, no tocante a outras doenças que também são graves e que continuam existindo, como o sarampo, a tuberculose e a meningite, por exemplo. Vacinar é um gesto de amor e salva vidas,” declarou o Secretário de saúde de Afogados, Artur Amorim.

Pernambuco promove neste sábado Dia D para atualizar caderneta de vacinação das crianças

O secretário André Longo convocou a população, durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (14.10), para participar do Dia D da Campanha de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação, que ocorre neste sábado (16.10). O gestor reforçou o compromisso do Governo de Pernambuco com a proteção do público infanto-juvenil. O Estado permanece com baixas coberturas vacinais para as imunizações ofertadas no calendário de rotina dos postos de saúde, como poliomielite, BCG, pentavalente, tríplice viral, varicela, hepatite A, entre outras.
“Estamos preocupados com a baixíssima cobertura das vacinas para este público. Muitas das doenças que são evitáveis por esses imunizantes são ainda mais graves para as crianças do que a Covid-19. Com as atuais coberturas, todos, mas especialmente as crianças, estão correndo perigo. É cada vez mais latente o risco do retorno de doenças que estavam erradicadas ou com baixa ocorrência, até porque não atingimos meta para nenhuma das vacinas indicadas para o público infantil em 2021”, enfatizou André Longo.
No próximo sábado, pais, mães ou responsáveis por crianças e adolescentes menores de 15 anos devem se dirigir aos mais de 2,4 mil postos de vacinação espalhados pelo território pernambucano. “Para revertermos a situação e protegermos nossas crianças precisamos que vocês, pais, mães ou responsáveis compareçam ao posto de vacinação mais próximo para que um profissional de saúde faça a análise do cartão e, se necessário, aplique as doses em atraso. O acesso às vacinas é um direito de todas as crianças e adolescentes. Se você ama seu filho, não deixe de levá-lo a um posto de vacinação”, finalizou o secretário.
“Os municípios devem elaborar estratégias que possibilitem o acesso desse público-alvo de maneira efetiva e rápida. Alternativas podem ser criadas, como a abertura de postos de saúde ou pontos de vacinação nos fins de semana, e até mesmo ir às escolas realizar a imunização no local”, afirmou a superintendente de Imunizações do Estado, Ana Catarina de Melo.
DADOS EPIDEMIOLÓGICOS – De acordo com a análise semanal da Secretaria Estadual de Saúde, o cenário epidemiológico da Covid-19 em Pernambuco está em um momento de estabilidade, com indicadores em patamares baixos. Na Semana Epidemiológica 40, encerrada no último sábado, que compreende o período entre 03 e 09 de outubro, foram registrados 454 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), o que representa 28 a mais que a Semana 39 (03 a 09.10). Ao mesmo tempo, 36 a menos que o registrado na semana 38 (26.09 a 02.10). Em relação às solicitações por vagas de UTI, foram registrados 246 pedidos na semana 40. Este número é praticamente o mesmo da semana 39, quando foram 247, e 35 a menos do que o registrado na semana 38 (281 solicitações).

Paulo Câmara autoriza requalificação da PE-170, no Agreste Meridional

Iniciativa faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco e integra o Plano Retomada. Serão investidos R$ 18,2 milhões nas obras
O governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (14.10), em reunião no Palácio do Campo das Princesas, ordem de serviço para requalificação da PE-170, no Agreste Meridional. A rodovia liga os municípios de Lajedo e Canhotinho e possui 31,45 quilômetros de extensão. A iniciativa faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco e integra o Plano Retomada, lançado em agosto pelo Governo do Estado. As obras estão orçadas em R$ 18,2 milhões.
 
De acordo com Paulo Câmara, o investimento em infraestrutura é um dos pilares do plano de retomada econômica e uma das prioridades estabelecidas pelo Governo do Estado. “É com muita satisfação que autorizamos mais um anúncio voltado para a requalificação da malha viária estadual, que vai contribuir para o desenvolvimento da região. A ação vai beneficiar diretamente mais de 65 mil pessoas, ao garantir a trafegabilidade da rodovia”, assegurou o governador.
 
A intervenção está sob a coordenação da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos e será executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), com prazo máximo de 18 meses para conclusão. Na requalificação da via estão previstos serviços de terraplenagem, drenagem, obras de arte especiais, pavimentação e sinalização horizontal e vertical.
 
Estiveram presentes à reunião o deputado federal Milton Coelho; o secretário executivo da Casa Civil, Eduardo Figueiredo; o presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Maurício Canuto; e o prefeito de Lajedo, Erivaldo Chagas. 

Pernambuco amplia público nos estádios de futebol para até 15% da capacidade

O Governo de Pernambuco autorizou, nesta quinta-feira (14.10), o aumento de público nos estádios de futebol para até 15% da capacidade do local. Além disso, os eventos culturais, sociais e corporativos, bares e restaurantes, clubes sociais, cinemas, teatros, circos, colações de grau, aulas da saudade e cultos ecumênicos poderão funcionar até às 2h da manhã. Os eventos culturais, shows e bailes passam a ter duração de até oito horas seguidas. As mudanças já valem a partir desta sexta-feira (15.10), em todo o Estado.
A secretária executiva de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Ana Paula Vilaça, frisou que permanece necessário o controle seguro do esquema vacinal para algumas atividades. Segundo ela, os shows continuam com a capacidade máxima de 2,5 mil pessoas ou 50% do local, o que for menor. O evento deve ser no formato de mesas e cadeiras, e o uso da máscara continua obrigatório. “A flexibilização não abrange área para dança, mas é permitido ficar em pé, utilizando a máscara”, reforçou. Em novembro, dependendo dos números da saúde, o público pode passar para cinco mil pessoas ou 50% da capacidade, o que for menor.
Os eventos corporativos, as colações de grau, as aulas da saudade e os cultos ecumênicos permanecem com capacidade máxima de 2,5 mil presentes ou 80% do local, o que for menor. Cinemas, teatros e circos também seguem a mesma regra. Já a capacidade máxima dos eventos sociais/buffet permanece em 2,5 mil presentes ou 50% do local, o que for menor. A secretária executiva informou ainda que o Decreto n. 50.924, de 02 de julho, será alterado no trecho que trata da proibição de atendimento a visitantes em hotéis e pousadas. “A partir desta sexta, por exemplo, as pessoas não hospedadas também terão acesso livre ao restaurante do estabelecimento”, afirmou.
O secretário estadual de Saúde, André Longo, destacou que os avanços e flexibilizações previstos no Plano de Convivência estão atrelados, diretamente, à adesão da sociedade ao processo de vacinação. “O Governo de Pernambuco vai continuar centrado na ciência e não iremos adotar medidas que possam colocar a vida dos pernambucanos em risco. Só poderemos retomar integralmente as atividades quando a maioria da nossa população estiver vacinada e com ciclo vacinal completo”, reforçou. Pernambuco está com pouco mais de 50% da população com o esquema vacinal completo e com números da pandemia em estabilidade.

Programa de apoio a empreendedoras do Recife é finalista de prêmio internacional

Por: Diario de Pernambuco

Com objetivo de proporcionar autonomia financeira para mulheres, o programa “Tá com Elas – o Crédito é da Mulher”, desenvolvido pela Secretaria da Mulher, é finalista da competição mundial de inovação digital promovida pela Bloomberg Philantropies para acelerar ideias desenvolvidas por cidades em resposta à pandemia da Covid-19.  A iniciativa é responsável por disponibilizar serviços de estímulo e orientação para mulheres empreendedoras beneficiadas pelo programa de microcrédito da Prefeitura, o Crédito Popular do Recife (CredPop), criado no início deste ano e que tem como meta atender 15 mil mulheres até 2024.

As ações do programa incluem incubadora de negócios, cursos EADs, assessoria jurídica e contábil e tutorias individualizadas. Nesta quinta-feira (14), um grupo se reuniu no Centro de Referência Clarice Lispector, em Santo Amaro, para trocar experiências e aprender mais sobre empreendedorismo. O encontro contou com a presença do prefeito João Campos.

“Quando a gente pensou o CredPop e o Tá com Elas foi com o desafio de como colocar a prefeitura como instrumento de enfrentamento da desigualdade e geradora de oportunidades. Os recifenses e as recifenses têm um grande potencial de criatividade e resiliência. A prefeitura, através de movimentos simples, quer impactar essas famílias”, disse o gestor. “O CredPop não é só um crédito que apresenta taxas e condições melhores do que qualquer um no mercado. A gente tem a possibilidade de fazer mentoria, formação, acompanhar cada uma dessas mulheres, acreditando no potencial dela”, defendeu o prefeito.

Dalva Gomes (43) é uma das empreendedoras beneficiadas. Dona de uma loja de sapatos no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife, há três anos, Dalva começou a passar por grandes dificuldades desde o início da pandemia. Em maio deste ano, com apoio do programa, a empreendedora equilibrou as contas e voltou a investir no próprio negócio.

“Quando fui aprovada, eu fiquei felicíssima. Minhas mercadorias estavam paradas e, na medida que chegou o dinheiro, me ajudou a comprar coisas novas. Foi quando minhas mercadorias começaram a sair de verdade. Recebi R$ 3 mil, é um dinheiro muito bom, com um prazo muito bom para pagar”, comemorou Dalva. “A capacitação é ótima. Aprender nunca é demais. Temos a oportunidade de trocar ideias e entender o que o mercado está pedindo”, completou a empreendedora.

A iniciativa voltada para o público feminino colocou Recife entre uma das 50 Champion Cities selecionadas como finalistas no Global Mayors Challenge 2021, competição mundial de inovação que identifica e acelera ideias ambiciosas desenvolvidas por cidades em resposta à pandemia da Covid-19. O anúncio oficial com os nomes dos finalistas foi feito em junho deste ano.

A proposta chegou ao topo da competição, que contou com mais de 630 inscrições de 99 países no primeiro Global Mayors Challenge 2021, da Bloomberg Philanthropies. Ao longo dos últimos quatro meses, a equipe da Prefeitura passou por uma consultoria da entindade internacional promotora do desafio, que irá destinar um total de US$ 1 milhão para 15 cidades ao redor do mundo, que também irão receber suporte robusto para implementar e divulgar as ideias. As Grand Prize Winners serão anunciadas no início de 2022.

POLÍTICAS PÚBLICAS 

Ler mais

Diogo Moraes é reconduzido para presidência do PSB de Santa Cruz do Capibaribe

Deputado estadual pelo terceiro mandato consecutivo, Diogo Moraes (PSB) foi eleito presidente do diretório municipal do Partido Socialista Brasileiro de Santa Cruz do Capibaribe. A eleição ocorreu esta semana e faz parte do calendário de congressos municipais do partido, que está sendo realizado em todo Estado até o próximo dia 16.

Dessa vez, o município de Santa Cruz do Capibaribe deixou de ser comissão provisória para se tornar diretório municipal. Sendo assim, Diogo Moraes permanece na presidência da legenda pelos próximos três anos. Além de Diogo, o colegiado é composto também pelo vice-prefeito da cidade, Helinho Aragão, como vice-presidente, e o vereador Augusto Maia como secretário geral.

“Mais uma vez assumimos o compromisso de presidir nosso partido no município de Santa Cruz do Capibaribe, um dos maiores do Agreste Setentrional. Temos um grande desafio: fortalecer nosso partido na região e consolidar o legado dos 16 anos de trabalho do PSB no nosso Estado. São muitas ações e avanços nos últimos anos, liderados pelo ex-governador Eduardo Campos e pelo governador Paulo Câmara e esse trabalho precisa ser evidenciado para que nossas bandeiras possam ser reconhecidas nos quatro cantos do Estado”, afirmou o deputado Diogo Moraes.

O parlamentar presidia o partido, mas como presidente da comissão provisória. Agora, como diretório municipal, a legenda ganha mais autonomia e visibilidade, pois passa a ter um mandato constituído através de eleição. Vale destacar que também foram constituídos os segmentos partidários da legenda, composto por Juventude, Mulheres, Negritude, LGBT, Sindical, Movimento Popular e Inclusão.

Na Mata Sul, Paulo Câmara anuncia mais investimentos dentro do Plano Retomada

O governador Paulo Câmara anunciou, nesta quinta-feira (14.10), mais ações e investimentos previstos no Plano Retomada para a Mata Sul. Pela manhã, ele esteve em dois municípios. Em Amaraji, autorizou a recuperação e implantação da sinalização da PE-063, que segue até Escada e obras de restauração da PE-071 – entre Amaraji e Chã Grande – e da PE-058, que liga a cidade ao município de Pombos, além da liberação de recursos para o projeto do acesso ao distrito de Demarcação. Somando as obras nas cidades de Amaraji, Primavera e Ribeirão, os investimentos são da ordem de R$ 39,2 milhões.

“São obras pedidas há muito tempo e que agora nós temos condições de tirar do papel, em parceria com a prefeitura. Nós vamos cuidar da infraestrutura, vamos fazer as estradas que a população de Amaraji pede e que vão garantir o ir e vir das pessoas. Vamos realizar o sonho de construir a estrada até Demarcação, que vai trazer segurança e ajudar o município a se desenvolver. Sem contar as estradas que já existem, onde vamos reforçar a sinalização e a conservação. Vamos fazer o que precisa ser feito”, destacou Paulo Câmara.

Em Amaraji, o governador também autorizou as obras da Estação de Abastecimento de Água dos bairros Alice Batista e Recanto dos Pássaros, estimadas em R$ 867.296,18, beneficiando 22.870 habitantes; anunciou a licitação para cobertura da quadra da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Antônio Alves de Araújo e um convênio, por meio do Programa Educação Integrada, com a Escola Municipal São José da Boa Esperança.

Outro convênio foi assinado para reforma do mercado público e do açougue municipal, assim como um termo de compromisso para implantação da Central de Oportunidades de Pernambuco (COPE), beneficiando aproximadamente seis mil pessoas. Por fim, foram liberados R$ 194 mil para implantação de uma cozinha comunitária, com capacidade de oferecer 200 refeições diárias, além de um convênio, no valor de R$ 750 mil, para pavimentação de ruas e implantação de coberta da Rua Raul Araújo e Silva.

Em seguida, o governador esteve em Primavera, onde foram liberados R$ 56 mil para elaboração de projeto e obra da APE-010, no acesso à Cachoeira do Urubu, e autorizada a execução do projeto de duplicação da ponte sobre o Riacho Aurora, que dá acesso à cidade, com investimento de R$ 500 mil.

O governador também liberou R$ 100 mil para a ampliação do abastecimento, com assentamento de adutora para interligação ao reservatório Alto da Barra e atendimento do Residencial Primavera. Ao todo, 2,8 mil pessoas serão beneficiadas. Ele autorizou ainda a licitação para construção da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Elisa Marques de Assis, com orçamento estimado em R$ 10 milhões, e anunciou a implantação da Central de Oportunidades. Por fim, foram liberados R$ 32,5 mil para o Centro de Assistência Social (CRAS).

Acompanharam Paulo Câmara a vice-governadora Luciana Santos e os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), Alexandre Gabriel (Chefe da Assessoria Especial), Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos), Marcelo Barros (Educação e Esportes), Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer), Gilberto Freyre Neto (Cultura), Sileno Guedes (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude), Cloves Benevides (Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas) e Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação).

Também integraram a comitiva o senador Humberto Costa; os deputados federais Carlos Veras, Fernando Monteiro e André de Paula; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros; os deputados estaduais Waldemar Borges, Simone Santana, Aluísio Lessa, Guilherme Uchôa, Henrique Queiroz Filho, Joaquim Lira, Clovis Paiva, Álvaro Porto, Aglailson Victor, Clodoaldo Magalhães e Paulo Dutra. Também o presidente da Perpart, Nilton Mota; a presidente da Compesa, Manuela Marinho; o diretor geral de Fomento, Inovação e Arranjos Produtivos da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), João Suassuna; o diretor da Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab), Bruno Lisbôa; o subcomandante geral da Polícia Militar, Aníbal Fernandes; o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, Rogério Coutinho; as prefeitas Aline Gouveia (Amaraji), Mary Gouveia (Escada), Dayse Juliana (Primavera), e o prefeito Marcello Maranhão (Ribeirão).

Segundo Paulo Guedes, vacinação é ‘prioridade número um’

Por: Correio Braziliense

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declara que não pretende se vacinar, dando um péssimo sinal à população, o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Washington, tenta convencer investidores estrangeiros de que o país está comprometido com o combate à pandemia provocada pela Covid-19. O tema é uma das principais preocupações entre os participantes do evento anual do Fundo Monetário Internacional (FMI), que ocorre nesta semana na capital dos Estados Unidos.

“A nossa prioridade e maior preocupação é a vacinação”, disse Guedes, nesta quarta-feira (13), durante entrevista concedida ao canal do Atlantic Council, um think tank norte-americano de relações internacionais fundado em 1961 e voltado para assuntos das Américas em torno do Oceano Atlântico. Ele tentou mostrar um Brasil diferente do que Bolsonaro vem defendendo aos seguidores mais fanáticos. O chefe da Economia ainda reforçou que a vacina “é a prioridade número um” do governo e pediu que investidores confiem no país.

“A primeira mensagem que venho trazer do Brasil é que vacinamos 93% da população adulta com uma dose (de vacina) e 60% estão totalmente imunizados ou com duas doses. Estamos experimentando o retorno seguro ao trabalho”, disse o ministro, criticando as ruas desertas na capital dos EUA. “Daqui a dois meses vamos ter toda a população vacinada e vamos começar a vacinar nossos vizinhos”, emendou. Conforme dados oficiais, o país vacinou 100 milhões de brasileiros.

De acordo com Guedes, a segunda prioridade é reduzir a desigualdade e a terceira preocupação do governo —apesar de o presidente não defender da mesma forma — são as mudanças climáticas. “Todo mundo está preocupado com isso, porque calamidades estão acontecendo agora. Está chovendo muito pouco no Brasil e (o preço da) energia está ficando cara, porque utilizamos muito a matriz hidrelétrica”, disse.

Em relação ao combate à pobreza como uma forma de reduzir a desigualdade, o ministro voltou a defender transferências diretas aos mais necessitados e, nesse sentido, citou o pai do liberalismo, o economista Milton Friedman, e contou a experiência do auxílio emergencial concedido por meios digitais para 68 milhões de brasileiros no ano passado. “O Milton dizia que se você quer ajudar os pobres, não deve criar um monte de instituições”, afirmou. Contudo, Guedes não comentou sobre o Auxílio Brasil, programa de assistência social que deveria substituir o Bolsa Família, mas não encontra espaço fiscal no Orçamento de 2022.

Críticas ao FMI

Durante a entrevista de 30 minutos, o ministro voltou a criticar as projeções do FMI sobre o Brasil, que reduziu de 1,9% para 1,5% a previsão de crescimento do PIB brasileiro em 2022. “Eles erraram antes e vão errar de novo”, afirmou. Ele lembrou que, em 2020, o Fundo previa queda de 9,7% no PIB brasileiro e a retração ficou em 4,1%, segundo ele, “em patamares parecidos com o de economias avançadas”. Para este ano, o FMI reduziu de 5,3% para 5,2% a previsão de crescimento do Brasil.

De acordo com o ministro, o governo está conseguindo avançar na agenda de reformas, de abertura comercial e de privatizações, apesar de não ter conseguido cumprir a promessa de arrecadar R$ 1 trilhão com privatizações. “Acredito que até o fim deste ano teremos a reforma tributária aprovada. Eu acho que teremos a confirmação de dua

importante privatização, a dos Correios e da Eletrobras”, disse Guedes, ao ser questionado sobre as perspectivas dessa agenda.

Ele voltou a afirmar que o Brasil vai surpreender e minimizar os ruídos políticos devido às declarações polêmicas de Bolsonaro e, segundo Guedes, o governo continuará atuando dentro das regras democráticas. “A democracia brasileira vai continuar surpreendendo. Há muitos ruídos”, disse. “Todas as instituições estão funcionando. As eleições vão ocorrer”, garantiu.

O ministro também minimizou os riscos fiscais e voltou a dar dados de queda nas despesas em relação ao PIB que estão inflados com perspectivas otimistas do governo, que prevê crescimento de 2,5% no ano que vem e inflação bem abaixo do que as projeções atuais do mercado. Ele disse que já não descarta um Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) perto de dois dígitos no fim deste ano e, no ano que vem, próximo ou acima do teto da meta de 5%.

O ministro evitou comentar os dados de desemprego no país, que continuam acima de 14%, e voltou a citar apenas os números do mercado formal computados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que vem sendo favorecido pelo Benefício de Preservação de Emprego e Renda (Bem) que ajudou a preservar 11 milhões de vagas no ano passado. Porém, o benefício foi prorrogado em abril deste ano, mas por apenas mais quatro meses 

Pedido de confiança

Ler mais

Prefeitura de Afogados promove Semana da Memória, para doação de arquivos sobre a história da cidade

A Prefeitura de Afogados promove, de 18 à 23 de outubro, a SEMANA DA MEMÓRIA. Durante toda a semana, a população vai poder doar para o acervo do arquivo público municipal, fotos, jornais ou revistas que falem do município, objetos antigos, peças que lembrem a memória da cidade, material em audiovisual, cartas, livros, documentos, etc.

A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura e Esportes. “Inauguramos o arquivo público municipal, espaço de preservação da memória histórica de nossa cidade, e agora estamos convidando à população a aumentar esse acervo, para que possamos garantir a preservação e a conservação de documentos que resgatem nossa identidade histórica e cultural,” avaliou o secretário Augusto Martins.

A programação da semana também contará com palestra na FASP sobre patrimônio cultural, histórico e artístico.

Confira os pontos de entrega:

Segunda à sexta – 8h às 13h

  • Secretaria de Cultura e Esportes;
  • Arquivo Público;

Sábado (23) – 8h às 13h
Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara.

A equipe da Secretaria de Cultura e Esportes também se disponibiliza a ir em domicílio coletar as doações. Basta entrar em contato pelo telefone/Zap: (87) 9.9978-1314

O arquivo público municipal fica na rua coronel Luiz de Góes, em frente à antiga estação ferroviária.

Pernambuco recebe nova remessa de vacinas contra a Covid-19 da Astrazeneca

Ao todo, chegaram mais 4,5 mil doses, que farão parte do estoque estratégico do Programa Estadual de Imunizações

Um novo lote de vacinas contra a Covid-19 chegou a Pernambuco nesta quarta-feira (13.10). As 4.500 doses do imunizante da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz foram descarregadas no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre nesta tarde e já estão na sede do Programa Estadual de Imunizações (PNI-PE).

As vacinas vão passar a fazer parte do estoque estratégico do Estado, que visa auxiliar os municípios que relatarem eventualidades que impossibilitem o avanço da campanha de vacinação em seus territórios.

Desde o início da campanha, em janeiro deste ano, Pernambuco já recebeu 13.627.350 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram 4.707.170 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 4.481.720 da Coronavac/Butantan, 4.264.650 da Pfizer/BioNTech e 173.810 da Janssen.