Governo do Estado e prefeitura inauguram Central de Oportunidades em Passira neste sábado

O secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação do Estado, Alberes Lopes, e o prefeito de Passira, Severino Silvestre, inauguram neste sábado, às 10h, a nova Central de Oportunidades do município. O espaço vai atender a trabalhadores e empreendedores, visando gerar emprego e renda, sendo ainda um local para realizar qualificações e dar orientações sobre linhas de financiamento do Governo de Pernambuco para empreendimentos. A unidade beneficiará cerca de oito mil pessoas ao ano, na Rua Teotônio Vilela, S/N, no Centro.

“Em Passira, com a atuação de Silvestre, que vai atrás de cada projeto pessoalmente, a Secretaria do Trabalho já promoveu cerca de 700 qualificações para trabalhadores e a Central de Oportunidades de Pernambuco (COPE) reunirá, em espaço único, os serviços do Expresso Empreendedor, da Junta Comercial de Pernambuco (JUCEPE) e da Agência de Empreendedorismo (AGE), que coordena o Programa de Crédito Popular e outras linhas de financiamento. Já foram 71 créditos contratados na AGE, com R$ 141 mil investidos em recursos do Estado”, disse o secretário.

Para Silvestre, a COPE representa desenvolvimento e oportunidades para os pequenos, médios e grandes empreendedores do município e cidades vizinhas, como Salgadinho. “Só encontrávamos esses serviços a 60 km de distância e eles são essenciais para o fortalecimento do comércio, geração de renda e receita para o município. Além de oportunizar aos nossos jovens terem acesso a cursos de qualificação profissional, irá também incentivar aqueles que não são formalizados a se formalizar. O empreendedor informal irá enxergar a COPE como equipamento essencial, porque terá orientações de como se formalizar e sobre linhas de financiamentos com a menor taxa de juros do Estado”.

O atendimento – A ação tem como objetivo ampliar o atendimento ao cidadão com diversos serviços que geram comodidade e fortalecimento da empregabilidade e empreendedorismo. Os custos do investimento para implantação do equipamento serão arcados pelo município, as qualificações serão levadas pelo Estado e outras associações.