Banco Central lança moeda em comemoração aos 200 anos da primeira Constituição


Moeda em comemoração aos 200 anos da primeira Constitução (foto: Divulgação/BC)
Moeda em comemoração aos 200 anos da primeira Constitução (foto: Divulgação/BC)

As moedas de prata terão valor de face de R$ 5 e serão vendidas por R$ 440

O Banco Central lançou nesta quinta-feira (11) uma moeda de R$ 5 em comemoração aos 200 anos da primeira Constituição. O modelo foi divulgado em sessão solene no Congresso Nacional.

A peça será produzida em prata com peso de 28 gramas e terá cravado valor de R$ 5. Destinada a colecionadores, os itens comemorativos serão produzidos pela Casa da Moeda e cada unidade custará R$ 440. De acordo com o BC, a tiragem inicial será de três mil unidades, podendo se estender até 10 mil peças.

Logo nas primeiras horas de lançamento, o site de vendas ficou fora do ar, com a página destinada à compra em branco. Questionado se haveria sido atingido por um alto número de acessos, o BC afirmou que a página é mantida pela Casa da Moeda, que ainda não deu retorno sobre o motivo da instabilidade.

A frente da moeda apresenta o livro da primeira Constituição brasileira aberto com suas páginas retratadas em cor sépia. A pena estilizada e o texto manuscrito remetem à forma como o livro, há 200 anos, foi redigido. É a primeira vez que que o banco utiliza o recurso de cor em uma moeda de prato no país.

Também estão cravadas as seguintes legendas: “Primeira Constituição”, “Poder Legislativo”, “200 Anos” e “1824-2024”. A parte de trás mostra o prédio do Congresso Nacional com as duas cúpulas.

“Com o lançamento desta moeda, o BC homenageia o Poder Legislativo, celebrando o bicentenário da primeira Constituição, que deu origem à Câmara dos Deputados e ao Senado”, afirma Rodrigo Teixeira, Diretor de Administração do Banco Central.

O coordenador da comissão especial curadora encarregada das comemorações dos 200 anos da Câmara dos Deputados, deputado Lafayette de Andrada (Republicanos-MG), disse que a primeira Constituição Brasileira, em 1824, foi um símbolo de autonomia e soberania do Brasil perante o mundo.

“É dela que nasce o Poder Legislativo. Essa é a importância: o Poder Legislativo como o poder do povo são 200 anos que a Constituição brasileira cria essa representação da sociedade”, comentou durante a sessão.

Por: Helena Dornelas – Correio Braziliense
Por: Rafaela Gonçalves – Correio Braziliense