Gonzaga Patriota, ex-deputado federal constituinte, receberá título de Cidadão do Recife

O político foi deputado federal por 9 vezes e uma vez deputado estadual, passando quase 40 anos na Câmara Federal, sendo um dos parlamentares mais antigos da casa. Como Secretário Nacional de Trânsito, foi o responsável pela implantação do Código Nacional de Trânsito, em 1997

O ex-deputado federal, Gonzaga Patriota, receberá o título de cidadão recifense, nesta segunda-feira, 17 de junho, às 18h, no plenário da Câmara dos Vereadores do Recife. A proposta foi homologada pela Comissão Executiva da mesa diretora da casa. Gonzaga tem mais de 40 anos de atuação na vida pública, e fez parte da Assembleia Nacional Constituinte, 1987-1988, formatando a Constituição Cidadã (1988), ao lado de grandes nomes da nossa política, como Ulisses Guimarães, Cristina Tavares, Joaquim Francisco, Wilson Campos, Luiz Inácio Lula da Silva, Geraldo Alckmin, dentro outros.

Gonzaga Patriota se considera um autêntico democrata e teve como base das suas propostas: a melhoria do sistema educacional, da saúde, da agricultura familiar, da segurança pública e lutou por conquistas para as mulheres e pessoas com deficiência.

Além do Sertão, a cidade do Recife também era foco de atuação de Gonzaga Patriota

Os seus 9 mandatos de Deputado Federal e um de Estadual, sempre foram prestados com total atenção ao Sertão de Pernambuco. Contudo, destinou parte das verbas das emendas para entidades filantrópicas do Recife, como IMIP, Hospital do Câncer e Fundação Altino Ventura.

Histórico – Gonzaga Patriota, nasceu em 1946 em Sertânia, interior de Pernambuco, é graduado em Direito, Administração, Ciências Contábeis e Jornalismo, tem especialização em Ciências Políticas, mestrado em Ciências Políticas e Políticas Públicas e de Governo. Atualmente e doutor em Direito Civil. Iniciou suas atividades profissionais como telegrafista da REFSA, aos 16 anos, 1962.

Foi Deputado Estadual (1983-1986) e Deputado Federal (1987 até janeiro de 2023), exercendo 9 legislaturas seguidas na Câmara Federal. Militou no MDB, PDT e é atualmente filiado ao PSB. Gonzaga Patriota foi também Secretário Nacional de Trânsito e implantou o “Código Nacional de Trânsito”, em 1997. Representou o Brasil em missões oficiais ao exterior por 40 vezes, em diversos países. É escritor com 47 livros publicados

Governo Raquel Lyra amplia prazo de empréstimo consignado do servidor para 120 meses

Para trazer maior comodidade aos servidores públicos, o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Administração do Estado (SAD), divulgou a portaria que aumenta de 96 para 120 meses o prazo de amortização para as consignações facultativas em folha de pagamento.

Isso corresponde a dizer que, agora, o funcionalismo estadual terá até dez anos para quitar empréstimos consignados. O documento está publicado no Diário Oficial do Estado.

Também de acordo com a Portaria, no caso de despesas realizadas mediante cartões de crédito e cartões de benefício consignados com desconto mínimo em folha de pagamento, os servidores terão o prazo de até 48 meses.

A secretária de Administração do Estado, Ana Maraíza, enfatizou a importância do aumento de oito para dez anos do período de pagamento.

“Esse novo prazo demonstra o compromisso do Governo do Estado de trazer maior tranquilidade para o planejamento financeiro dos servidores, ao mesmo tempo em que disciplina a operacionalização das consignações”, ressaltou a titular da pasta.

Já o gerente Geral de Cadastro, Movimentação e Folha de Pagamento do Estado, Roberto Maia, informou que o processo de credenciamento e as regras para habilitação serão realizados por meio de edital de chamamento público.

“É dessa forma que garantiremos transparência e isonomia entre as consignatárias, de acordo com a Lei Federal nº 14.133/2021”, avaliou.

A Portaria também estabelece disposições referentes aos custos efetivos totais das operações de crédito, obrigações das consignatárias, entre outros assuntos.

Esse documento regulamenta, ainda, o Decreto Nº 56.725, publicado no Diário Oficial do Estado do último dia 06 de junho.

Márcia Conrado inaugura cozinha comunitária no Bairro Vila Bela

Nesta quinta-feira, 13 de junho, a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado inaugurou mais uma cozinha comunitária, desta vez no bairro Vila Bela. A nova instalação vai oferecer refeições diárias a mais de 200 pessoas em situação de vulnerabilidade. Além de atender tanto às famílias cadastradas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) quanto à população em situação de rua.

O equipamento vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h. Os beneficiários das refeições são previamente identificados e acompanhados pelos CRAS, que realizam um trabalho criterioso de avaliação e visitas trimestrais para monitorar o progresso das famílias e verificar se elas ainda necessitam de apoio alimentar. O projeto também ganhou um importante reforço financeiro do governo do Estado, que destinará R$ 20 mil mensais para apoiar suas operações.

Esse acompanhamento contínuo é essencial para garantir que os recursos da cozinha sejam direcionados a quem realmente precisa e para celebrar quando uma família supera suas dificuldades. A prefeita Márcia Conrado destacou a importância desse cuidado ao afirmar que “cada refeição servida aqui representa um passo a mais na construção de uma cidade mais justa e solidária. Este é um exemplo de como podemos unir esforços para cuidar dos nossos cidadãos mais vulneráveis”, acrescentou a prefeita.

Para garantir a qualidade e o equilíbrio nutricional das refeições, uma equipe de nutricionistas dedica-se ao planejamento do cardápio, assegurando que cada prato atenda às necessidades alimentares dos beneficiários. . “A Cozinha Comunitária de Vila Bela não é apenas um lugar para alimentar o corpo, mas também para nutrir a esperança e a dignidade de cada pessoa que aqui chega”, concluiu Conrado.

Serra Talhada: Forró da Galera e Ana Cristina animam o Forró Pé de Sesc

Programação acontece neste domingo (16), com atividades recreativas das 9h às 16h

Neste domingo, 16 de junho, o clima junino vai tomar conta da Capital do Xaxado. O Sesc Serra Talhada realiza das 9h às 16h, o Forró Pé de Sesc, um dia de lazer com atividades recreativas, quadrilha e muito arrasta-pé ao som de Ana Cristina e da banda Forró da Galera.

O Sesc preparou uma programação especial, com apresentação da Quadrilha Junina Arte em Movimento e um cardápio recheado de comidas e bebidas típicas. Os ingressos custam R$10 para trabalhadores do comércio e dependentes e R$20 para o público em geral.

Sesc – Fundado em 1947 em Pernambuco, o Serviço Social do Comércio é uma instituição privada mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. Atuante na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste e Sertão, por meio de 23 unidades fixas, incluindo os hotéis Guadalupe (Sirinhaém), Triunfo e Garanhuns. Oferece atividades gratuitas ou a preços populares nas áreas de Educação, Cultura, Lazer, Assistência e Saúde, inclusive para quem dispõe do Cartão do Empresário da Fecomércio/PE. No campo digital, a instituição oferece o aplicativo Sesc-PE, facilitando acesso às atividades, renovação e habilitação da credencial entre outras funcionalidades, e disponibiliza a plataforma Sesc Digital (https://digital.sescpe.com.br/todos). Por ela, é possível conhecer o cronograma de cursos e realizar a inscrição de forma online e segura. Para acompanhar todas as informações sobre o Sesc, acesse www.sescpe.org.br.

Serviço: Forró Pé de Sesc

Data: 16 de junho

Horário: 9h às 16h

Local: Sesc Serra Talhada (Avenida Vicente Inácio de Oliveira, s/n, Bom Jesus)

Informações: (87) (87) 9.9999-2786 | 9.9929-1298

Empresário Bruno Veloso toma posse como presidente da FIEPE

Ele ocupa o cargo que antes estava sob o comando de Ricardo Essinger, que ficou oito anos à frente do Sistema FIEPE

O empresário Bruno Veloso tomará posse como presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) no próximo dia 17 de junho, em cerimônia no Armazém Blu’nelle, em Santo Amaro. O evento vai reunir empresários, políticos e representantes de instituições do setor produtivo, para celebrar a nova diretoria que representará o segmento no próximo quadriênio 2024-2028. Veloso é empresário do ramo de fabricação de pré-moldados de cimento e faz parte do Sistema FIEPE há 15 anos.

Para os próximos quatro anos, o presidente eleito ressalta três pilares: Transformação Digital, ESG e Interiorização das ações e projetos do Sistema FIEPE, por meio da FIEPE, SESI, SENAI e IEL. “Como legítimos representantes das indústrias de todos os portes e segmentos, estamos empenhados em difundir a cultura de inovação e ter foco nas entregas”, destacou, frisando o compromisso de dar continuidade aos projetos iniciados na gestão de Ricardo Essinger.

De acordo com Veloso, o incentivo às práticas de ESG terá atenção especial em sua gestão, cujo foco será auxiliar as indústrias que buscam reduzir sua pegada de carbono e implementar práticas para minimizar seu impacto no meio ambiente. Outro ponto defendido por Veloso será a interiorização das iniciativas do Sistema FIEPE, que contempla ainda a instalação de uma unidade em Serra Talhada, no Serão do Pajeú – quando passaremos a atuar com uma unidade integrada do SESI, SENAI, FIEPE e IEL.

Além de Bruno Veloso, compõem a chapa os empresários Massimo Cadorin como 1º vice-presidente; José Antônio de Lucas Simón como 2º vice-presidente; e Renato Cunha como 3º vice-presidente.

Trajetória

Nascido no Recife em 1959, Bruno Veloso é formado em engenharia civil pela Universidade Católica. Sócio-fundador de uma indústria de concreto chamada Goiana Pré-moldados, ele fundou a empresa em 1998 depois de ter passado por grandes empresas do ramo da construção civil. Casado, pai e avô, Veloso chegou à FIEPE depois de ter se associado ao Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento de Pernambuco (Sinprocim-PE), antigo Sindocal, há 15 anos, tendo presidido a entidade por dois mandatos. Sua trajetória na FIEPE tem passagem pelas diretorias administrativa e financeira durante os mandatos de Jorge Côrte Real e Ricardo Essinger. Ele também foi conselheiro do SESI-PE.

Sistema FIEPE – Mantido pelo setor industrial, atua no desenvolvimento de soluções para trazer ainda mais competitividade ao segmento. Além da FIEPE – que realiza a defesa do setor produtivo – conta ainda com o SESI, o SENAI e o IEL. Pelo SESI-PE, são oferecidos serviços de saúde e educação básica para os industriários, familiares e comunidade geral. O SENAI-PE, além de formação profissional, atua em metrologia e ensaios, consultorias e inovação. O IEL-PE foca na carreira profissional dos trabalhadores, desde a seleção de estagiários e profissionais, até a capacitação deles realizada pela sua Escola de Negócios.

Diana Câmara sai da Comissão de Relações Institucionais da OAB e anuncia disputa pela vaga do quinto constitucional do TJPE

Foto: Marcel Felipe Campos do Rego
A vaga foi aberta com a aposentadoria do desembargador Itabira Filho, no último mês de maio. Eleição será realizada no dia 18 de novembro

Com quase 20 anos de atividades na advocacia, a advogada eleitoralista Diana Câmara renunciou, na tarde desta quinta-feira (13), a função como presidente da Comissão de Relações Institucionais da OAB-PE. Depois de passar por três comissões – também foi presidente de Direito Eleitoral e Municipal -, a jurista se afasta da Ordem para disputar a vaga aberta pelo quinto constitucional, onde um representante da advocacia ocupa uma vaga de desembargador no Tribunal de Justiça de Pernambuco.

A vaga foi aberta com a aposentadoria do desembargador Itabira Filho, no último mês de maio. A OAB-PE já lançou o edital para a disputa do quinto, que acontecerá no dia 18 de novembro. A escolha acontece em três etapas: inicialmente a votação é feita pelos advogados inscritos e regulares na OAB, onde os seis nomes, as três advogadas e os três advogados mais votados, serão encaminhados para o Tribunal de Justiça.

Os seis nomes mais votados entre a advocacia serão escolhidos pelos desembargadores que compõem o Tribunal de Justiça de Pernambuco. Os três nomes mais votados serão encaminhados para escolha da governadora Raquel Lyra, que definirá o nome a ocupar o posto.

Durante reunião do conselho da OAB, Diana destacou as contribuições realizadas à Ordem durante os últimos 12 anos e pontuou seu objetivo na disputa pela vaga do quinto. “Minha missão será fortalecer a atuação da advocacia da forma mais plena possível dentro do Judiciário, garantindo que os direitos e as prerrogativas dos advogados sejam sempre respeitados. Do cais ao sertão. Tendo como norte que a advocacia é essencial à Justiça. E entendo que a representação da OAB no Tribunal de Justiça através do quinto constitucional é fundamental para fortalecer este elo”, afirmou.

Enem: prazo para inscrição termina nesta sexta (14)

Foto: Marcello Casal Jr/Agência BrasilPara se inscreverem, os estudantes devem acessar a Página do Participante e utilizar o cadastro na conta gov.br. Prazo para pagar a taxa (R$ 85) vai até dia 19 de junho

Termina nesta sexta-feira (14) o prazo para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A inscrição deve ser feita por meio da Página do Participante, com utilização do cadastro na conta gov.br.

Confira outras datas do cronograma:

  • Também até 14 de junho: solicitações de atendimento especializado e tratamento por nome social;
  • Até 19 de junho: pagamento da taxa de inscrição (R$ 85);
  • 3 e 10 de novembro: aplicação das provas nas 27 unidades da Federação.

Como se preparar para o Enem 2024

As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, sendo assim, os estudantes têm cerca de cinco meses para a preparação. O professor de redação, atuante em em uma instituição preparatória para vestibular e mentor educacional da Tutory, plataforma on-line de estudos, Eduardo Santana, avalia que não há porque temer o prazo, já que ainda há tempo para dedicação aos estudos e conseguir bons resultados. Ele menciona áreas em que os candidatos devem se dedicar:

“O que deve ser feito nesta preparação ao longo dos 5 meses é focar nas habilidades, como interpretação de textos, gráficos, tabelas, imagens e etc, em uma leitura ostensiva, porque é uma prova longa e também praticar uma leitura crítica e interpretação de diferentes tipos de textos e dados. Isso é fundamental para que todos saiam muito bem na prova”, elenca.

O período de preparo para o exame pode ser desgastante para os alunos, tanto de forma física quanto psicológica. Nesse caso, o professor Eduardo Santana destaca um elemento essencial que não pode faltar ao longo da preparação: o cuidado com a saúde física e mental.

“Ao longo dessa preparação, o que não pode faltar é o nós chamamos de cuidado consigo, cuidado com a saúde mental e saúde física do candidato. Cada aluno, além de prezar pela organização dos estudos, precisa do cuidado com a saúde mental e física, como dormir bem, porque o sono é essencial para a consolidação da memória. Outro quesito importantíssimo ao longo dessa jornada é alimentar-se de forma saudável, pois ajuda na concentração e desempenho cognitivo. E a prática regular de atividades físicas vai aliviar o estresse”, destaca o professor.

Como são muitas disciplinas e conteúdos para estudar e revisar, a preparação requer organização. Para a estudante do último ano do ensino médio em Brasília, Geovana Macedo Timbó, 17 anos, a organização com o tempo de prova é a maior dificuldade. Ela vai realizar a prova pela primeira vez em 2024 e conta como é a rotina de estudos.

“Eu estou estudando em casa, por um cursinho online, e na escola também. E as minhas maiores questões são a organização em relação ao tempo de prova e os possíveis temas de redação que vão cair”, conta.

Redação de peso

O Enem colabora para o ingresso no ensino superior no país. A prova possui formato já conhecido, que se divide na aplicação em dois dias – sendo que a redação acontece no segundo dia de provas e se consolida como elemento de peso para o cálculo da nota.

Leia mais

Lula 3.0 está longe de enfrentar a corrupção no próprio governo

Lula (PT)Romoaldo de Souza/JC

‘FEIA É VOCÊ’

Assim, como se o país estivesse as mil maravilhas, como se não fosse necessária a participação do Parlamento para ajudar a colocar o Brasil nos eixos e lá vem as deputadas Júlia Zanatta (PL-SC) e Érika Hilton (Psol-SP) brigarem feito meninas de 5ª série.

Érika chamou Júlia de “feia” e “ultrapassada”. À coluna, Júlia Zanatta relatou que Érika Hilton “além de me chamar de feia, ainda mandou que eu hidratasse o cabelo.”

CAIXEIRO VIAJANTE

O presidente Lula da Silva (PT) já deu seu aval à exploração de petróleo na bacia do rio Amazonas, mas mandou o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, cuidar que esse assunto não seja o “cavalo de batalha” dos ambientalistas.

O Brasil vai ser sede da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas em novembro de 2025 e o governo brasileiro se organiza para fazer o papel de “bom moço ambiental,” mas na prática está de olho no lucro da exploração de petróleo.

UM PULINHO NA POROROCA

Ambientalistas sérios e os turistas que virão a Belém (PA), sede do evento, poderia dar uma esticada para ver um belíssimo espetáculo que é a chegada do Amazonas adentrando no oceano e também se certificar dos acordos que a Petrobras estuda fazer para avançar nas pesquisas. Menos tacacá e mais pororoca faria um bem a essa gente!

CONVERSA FRANCA

Essa é a promessa de Lula para quando voltar do périplo pela Suíça e depois Itália. O presidente disse que vai chamar o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, acusado de corrupção em terra maranhense, onde a irmã é prefeita.

“Se cometeu um erro, reconheça. Se não cometeu, brigue pela sua inocência. Esse é um lema que eu tenho dito para todos os ministros”, disse Lula sob o frio de Genebra.

PORÉM NA CAMPANHA

Lula pintava e bordava com argumentos vernaculares além do moralismo. “Se eu vencer essa disputa, ministro meu que se envolver com qualquer questão duvidosa, se afasta e se for inocente, volta.” Era promessa de campanha.

INCENSO E FOTOS
O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, é tão importante que entra no plenário do Senado, mesmo sem ser parlamentar, vai ao cafezinho comer um pão de queijo e se dá conta que é uma celebridade. “Rapaz, estou mais famoso que rainha da Festa do Milho, no interior.”

BIOCOMBUSTÍVEL EM ALTA

O senador Fernando Dueire (MDB-PE) estava no salão azul, o principal do Senado, com um sorriso de canto a canto da boca. “Não é pra menos”, disse. Emenda de sua autoria foi aprovada na Comissão Especial do Hidrogênio Verde.

O texto estabelece certificações e políticas de incentivos a esses energéticos de baixo carbono que possuem uma produção expressiva em Pernambuco e no Nordeste do país. “Essa emenda representa inclusão e incentivo à geração de emprego e renda”, comemorou.

PENSE NISSO!

É hora das mulheres saírem da toca. Instigadas pela escritora Clarissa Pinkola Estés, autora de “Mulheres que correm com os lobos”, chegou a hora dessas manifestantes deixaram a rede social de lado, vestir literalmente a camisa e sair em defesa da liberdade, gritando contra o Projeto de Lei que criminaliza aborto após 22 semanas. Inclusive a primeira-dama, Rosângela Lula da Silva, que se auto-intitula “influencer política.”

Nesta quinta-feira (13) um grupo de mulheres se concentrou nas imediações do Museu da República, no centro de Brasília, mostrando à sociedade crianças e adolescentes, vítimas de estupro, serão as mais afetadas caso a medida seja aprovada.

É preciso dizer que do jeito que o projeto está, as mulheres sofrerão duplamente a punição. Uma da violência do estrepo. Outra da penalidade.

Pense nisso!

Governadora Raquel Lyra visita a Fiepe e destaca a importância da parceria do Governo de Pernambuco com o setor empresarial local

 
Em visita ao complexo da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), localizado no bairro de Santo Amaro, no Recife, a governadora Raquel Lyra destacou a importância de ter a entidade como parceira para impulsionar o desenvolvimento econômico de todas as regiões de Pernambuco. A vice-governadora Priscila Krause também acompanhou a agenda.
 
“Temos acompanhado o trabalho realizado pela Fiepe. A entidade tem ajudado Pernambuco a crescer e se reposicionar no papel de liderança no Nordeste brasileiro. Agradeço a Ricardo Essinger pela sinergia com que tem lidado com todo o time do Governo do Estado”, apontou Raquel Lyra.
 
Um dos exemplos dessa parceria é o TecHub Hidrogênio Verde, instalado no Porto de Suape, no município de Ipojuca. Desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-PE) e a Fiepe, o empreendimento ocupa 17,3 mil hectares e tem foco na transição energética. O objetivo é que o espaço agregue um complexo de usinas solares, usinas de hidrogênio verde, estações de abastecimento de H2V, entre outros equipamentos.
 
“Tenho muita gratidão a tudo que tem sido produzido com esta parceria entre a Fiepe e o Governo do Estado. Tem sido um trabalho enriquecedor, que contribui para o desenvolvimento, a atração de indústrias e o fortalecimento da economia pernambucana”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Guilherme Cavalcanti.
 
Outra iniciativa é o Observatório da Indústria do Senai-PE. Uma das ações que estão sendo realizadas é a elaboração de um estudo para compreensão dos impactos da implantação da Ferrovia Transnordestina no trecho entre o Porto de Suape e Salgueiro, no Sertão. O objetivo é levantar um diagnóstico que aponte as tendências acerca das cadeias produtivas que poderão ser afetadas com a construção do trecho da ferrovia. A conclusão do estudo está prevista para dezembro deste ano.
 
“O nosso sistema entrega mais do que desenvolvimento ao Estado. Ele entrega perspectiva de vida às pessoas, por meio da educação, da inserção no mercado de trabalho, da solução para indústrias e da capacitação de pessoas. Temos orgulho de mostrar todas as ações desenvolvidas pelo Senai e pelo Sesi, além do IEL [Instituto Euvaldo Lodi], para que conheçam e recorram a nossa estrutura quando precisarem”, considerou o presidente da Fiepe, Ricardo Essinger.
 
Estiveram presentes no encontro o presidente eleito da Fiepe, Bruno Veloso, a superintendente do Sesi Pernambuco, Claudia Cartaxo, a diretora regional do Senai Pernambuco, Camila Barreto, o superintendente da Fiepe e do IEL Pernambuco, Israel Erlich, além do presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), André Teixeira Filho.

Teresa Leitão e Rosa Amorim levam ao governo federal o caso do “Muro de Maracaípe”

A construção de um muro dificultando o acesso das pessoas à Praia de Maracaípe virou assunto nacional. Exemplo primário do que pode ocorrer com a aprovação da chamada “PEC da Privatização das Praias”, o caso agora está oficialmente denunciado ao governo federal. Nesta quinta (13), a senadora Teresa Leitão e a deputada estadual Rosa Amorim levaram a questão ao Secretário de Gestão do Patrimônio da União – SPU, Lúcio Geraldo de Andrade, e sua equipe.

Para a senadora, o muro “é um dos piores exemplos do que pode causar a PEC da Privatização das Praias. Quando a gente diz que é contra essa PEC, é porque coisas dessa natureza e piores podem acontecer”. “Estamos aqui na defesa do meio ambiente e contra o assédio político que está sendo feito ali em relação aos nossos moradores, em relação às pessoas de modo geral”.

Construído pelo proprietário de um terreno à beira-mar, o muro é feito de toco de coqueiros e está limitando o acesso de banhistas e trabalhadores à praia. O dono do terreno diz que o muro tem finalidade de conter o avanço do mar. Porém, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) de Pernambuco afirmam que o muro está irregular e causa danos ao meio ambiente. A demolição do muro, ordenada pelo CPRH, foi impedida por uma decisão judicial.

Além da discussão social, ambiental e jurídica, o muro tem provocado também um forte embate político, repercutindo na prática a proposta de privatização das praias.

Defensora da derrubada do muro em favor da população geral, do meio ambiente e, em especial aos trabalhadores e trabalhadoras que vivem da praia (barraqueiros, marisqueiras, etc), a deputada estadual Rosa Amorim (PT) está sendo vítima de assédio político.

“Estamos lidando contra a política do ódio. Se tem alguma família que se diz dona do Pontal de Maracaípe a gente pode dizer que tudo isso vai por água abaixo, porque a praia é pública. O Pontal de Maracaípe sem muros é uma luta extremamente legítima”, reforçou Rosa Amorim.

As parlamentares pernambucanas saíram satisfeitas da reunião. “As irregularidades, o avanço da ilegalidade, questões intransponíveis no tocante aos direitos das pessoas, todas foram reveladas e inclusive todas estão sendo tratadas”, resumiu Teresa Leitão.

“Estamos aqui federalizando o caso. O governo federal vai se comprometer para que a gente possa já, já, retirar os muros do Pontal de Maracaípe”, complementou Rosa Amorim.